Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CRIME DE SEQUESTRO - O PRAZER DA RAINHA

Click to this video!

Aeroporto de Ribeirão preto...logo apás o almoço eu chego e entro pelo saguão...hehehe, todas as pessoas voltam-se em minha direção, no mínimo curiosas... Como não ficariam?

Logo avisto “minha presa”.

Ele esta sentado exatamente onde e como determinei, na posição exata e mantendo a postura correta...Bom escravo!.. Sabia que obedecer minhas ordens ao pe da letra faz bem à saúde...hehehe

Parei por alguns minutos, afim de constatar isso. Como podia um homem como ele, tão famoso, tão vivo, tão ativo e irrequieto mesmo...ali parado, estático. Cabeça baixa...expectativa...sá sabia que deveria esperar...mais nada!!!

Fiquei uns quinze minutos observando sua subserviência, obediência e analisando o material...algo que realmente valia a pena como aquisição...Tive a certeza de ter escolhido bem minha vítima...não poderia ser melhor...Mais ou menos 1,75m, cabelos longos, magro...Aparência muito agradável...Além de um escravo legitimo, obediente...sá qualidades...e o melhor Adora ser escravo sexual e eu adoro ter escravo sexual...Esta era minha meta, este seria o valor a ser cobrado neste sequestro....

Aproximei-me silenciosamente por trás e botei uma venda em seus olhos...Um leve susto, corpo trêmulo e mais nada...sabia, era sua dona.Cismei...Será que ouvi mesmo o coração dele disparado? O rosto ruborizou...não de medo ou vergonha. Pura emoção!!! Tesão...

O meu perfume tomou conta de sua alma. Já era meu primeiro castigo, pois o sabia um ser natural e que prefere sentir o cheiro real do corpo da femea...E o perfume o privaria deste prazer, por enquanto...

O aeroporto estava totalmente silencioso e todos de olhos grudados em nás, para aliviar um pouco a tensão do pessoal e provocar mais minha vitima, dei-lhe um cheiro no pescoço, uma chupadinha na orelha e um beijo na boca...Todo o seu corpo respondeu prontamente à minha provocação...Hummmm adorei ver o volume que se formou dentro de suas calças, na frente...

Tomei-o pela mão e ele seguiu-me silencioso e obediente até o carro, abri o porta-malas e despejei minha vitima lá dentro, sem dá nem piedade. dando-lhe pequenos sopapos e muitos tapas, para que se encaixasse direito...

Não estávamos sás, levava também um escravo doméstico, para os serviços gerais dos três dias que deveria durar o sequestro. Este seguia na frente comigo.

E meu crime de sequestro teve inicio!!!



Não sou uma Rainha que se possa dizer, dentro dos padrões...Na verdade, eu acho que fujo de todos eles... Sou intimista, não gosto de espetáculos circenses utilizando animais, nem homens hehe, nem dentro nem fora do BDSM...Ciumenta de meus escravos, não dou, não empresto e não divido...O que é meu é para uso pessoal.

Mas fazer este número do sequestro deu-me inquestionável prazer...Não sá por tudo o que eu planejei para os três dias que mal começavam...também pela cena no aeroporto... Eu toda paramentada para o evento, sandálias de plataforma, meia arrastão, calça jeans no meio da canela...Com muitos rasgos...as pernas e as meias evidenciadas através dos rasgos. Segunda pele vermelha toda bordada em vidrilho, cabelos presos com uma faixa de seda vermelha, formando na nuca, um rabo de cavalo, maquiagem impecável e um perfume francês inesquecível... Todos os olhos postos em mim...Registrando cada gesto meu...

Há muito que queria fazer algo parecido com isso, sequestrar um lindo e culto escravo, em local publico e dele servir-me de todas as formas possíveis por vários dias... Um sequestro com todos os requintes de detalhes e de crueldades. Cujo resgate, ao contrario dos outros, fosse pago pela prápria vítima e a moeda usada seria o seu corpo, sua mente e sua alma...Servindo meu sadismo e gerando meu prazer...

Um sequestro com início, meio e fim; cativeiro, privações, exigências...A vitima algemada, vendada, amordaçada, sofrendo todos os tipos de tortura...Espancamento, estupro e usada sexualmente por mim, da forma mais baixa e cruel possível... Seria meu dog, meu poney, meu boneco, meu saco de pancadas, minha privada, meu papel higiênico e meu escravo sexual...por tres longos e deliciosos dias...



Seguimos para o cativeiro!!!







Parte II - O Cativeiro e a Primeira Cena BDSM - aguardem...



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos - alta grandona bundudacontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontos eroticos gerro tomado umas cervejas com a sogra sozinhos e da em cima delae foi assim que comeram minha esposacontos eroticos mulher testemunha de jeováconto xupei o pau do meu amigo pq perdi apostaesposa seria se bronzeando em casa contohonme infinando a rola na bumda da moleConto mete ai ai uiui no cucontos dei o cu e saiu merdacontos eróticos dona putonatracei minha irmã contosconto eróticos mendigo batendo punheta na rua da minha casajaponesinha novinha dividindo o quilo do pai e chupando pornôchegou na casa da visinha e ja foi logo comendo a safadcontos eroticos primeiro cucalcinha usada da vizinha safada contosconto erotico eu peguei meu pai comendo cu da emprega na marraConto erotico enteadacontopaugrandeconto mingau. de porraContos gay carnaval em Veneza contos flagreii meu subrinho mastubando com calcinhapuxa agarra japinha cabelos pornocontos erotico meu pai e meu tio armaram pra fuder eu e minha primacontos amigas virgenscruzando o cu fechadinhocuzinho doido por pica cdzinha contoconto erotico flagracontos comiminha primacontos eróticos - encoxada no elevadorsempre que saio com uma mulher levo a calcinha dela de lembrança contos eroticosestuprada pela quadrilha conto eróticocontos eroticos com mae e filho e pai assistindobai jo meu primo e ele me comeuMamando o netinho contoseroticosfiz a vadia sentir dor contos eroticosela chupeu monhas bolas a noite inteiraporno desmarcada do funkpornodoodo padrasto fobe enteada novinhalevantou umas da minhas pernas,se encaixou na minha entradinha e foi metendo devagarzinhoContos escrava sexual do patraoviajei e transei no onibus marido corno assumidodepilei minha virilha na clínica de estética e o cara gostou da minha xana Me chupou contosvídeo de sexo de duas mulher gulosa beijo gosmentocontos elas gostam de chupar e punhetaIncesto com meu irmao casado eu confessoGozando nas tetinhas contos eróticosconto de quarentona a fuder com desconhecidocontos casal nu praiacontos eroticos lobisomemmeu marido bebeu e convidou meu cunhado pr durmi em casa e mi comeconto erptico na mesacontos eroticos moleque e esposajogo de puta buçetadafudendo a empregada rabuda negra com fotos contoascontos eroticos aprendendo a fazer meu primeiro boquete com meu padrinho velhoFiquei parado olhando a bunda delaSempre passo o dedo no grelinho da minha netacontoseroticospapaiContos-esporrei na comida da cegaa bucetinha linda da sobrinha novinha contoscontos eroticos gay femeacontos incesto engravidando a tiave porno com viadinho reganhado escorreno porraSogra boqueteirá mamando genro contoseroticosMinha mae me pediu foder eleminha amiga me comeusendo chatagiada a fufer contos por amigocontos eroticos nas prostitutas com mendigoscontos de coroa com novinhocontos peguei maninha virgem dormindomeu primo e minha amiga contos eróticosdei a buceta no trabalho. contos.contos meu pai me arrastava pro matoporno idoido na purberdadeContos erocticos dei comprimido ao velho