Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

QUANDO MEU HOMEM COMEÇOU A FUDER MINHA BOQUINHA (E

Click to Download this video!

QUANDO MEU HOMEM COMEÇOU A FUDER MINHA BOQUINHA (e me iniciou no hardcore) (*)

Olá, este é meu primeiro conto, meu homem sempre gozou muito lendo esses contos, então me incentivou a escrever. Sou branquinha, 1,60m, 65Kg, coxas grossas, cabelos encaracolados claros, olhos azuis e bucetinha raspadinha, meu homem (hoje meu marido) é moreno, 1,72m, 80 Kg e tem um pau que eu adoro. Bem vamos a histária: nás sempre fudemos muito, no carro, motel, na casa vazia que compramos pra morar, na rua, no quintal, em todos os lugares e sempre gozei muito. Mas de uns tempos pra cá, ele está cada dia mais violento, fudendo cada vez mais forte minha boquinha e cuzinho, me fazendo gozar muito com isso. Tudo começou quando, depois de uma reunião com amigos, bateu aquele tesão e fomos embora, eram uma quatro da tarde e (ainda não éramos casados) fomos pra casa que tínhamos comprado, a casa não era mobiliada, tinha apenas a cama e o sofá (claro, era a única coisa que pecisávamos pra fuder gostoso) eu estava com uma sainha jeans (bem sem vergonha), uma blusa e um salto alto de uns 19 cm para deixar meu rabinho bem empinado; e ele estava de bermuda e camiseta. Chegamos e colocamos o carro pra dentro e entramos já na entrada da casa ele me deu um beijo bem melado e começou a me lamber todo meu rostinho, achei estranho, mas uma delícia, me virou de costas, levantou minha sainha, pois minha calcinha (já melada) de lado e meteu três dedos na minha bucetinha com uma violência deliciosa, não demorou muito e gozei na mão dele que tirou a mão do meu bucetão melado e me deu pra lamber. Logo depois me virou, me deu outro beijo e várias lambidas na minha carinha de puta e me fez ajoelhar e disse “abre a boca, putinha...” sempre chupei seu caralho e adoro isso, mas ele nunca esteve tão sedento pela minha boca, mal sabia, mas ele estava me ensinando uma coisa que nunca mais de esqueci a fuder minha boquinha. Tirou o pau pro lado da bermuda e mandou inteiro pra minha boca batendo as bolas no meu queixinho, me assustei e engasguei, pois o pauzão foi parar na minha garganta, tirei o pau da boca e disse “calma meu bem, senão eu engasgo...” e ele irredutível disse “cala a boca e engole, putinha...” e mandou ver na minha boquinha, ele fodia como se fode uma buceta, com força e muita, muita violência lá no fundo, eu engasgava várias vezes, tentava fugir mas ele era mais forte e eu estava de costas pra parede e gozando muito com aquele pauzão na minha boquinha então ele tirou aquele pau todo babado e perguntou “tão gostando?”, eu não respondi nada, apenas abri a minha boquinha sedenta por pica, ele foi a loucura e meteu a rola com mais força, agora ele metia e segurava ela lá dentro me fazendo perder o ar, tirava eu puxava o ar e ele me mandava rola de novo, tirava o pau da minha boca e batia na minha carinha com o pau todo babado e socava de novo na minha boca, quando ele cansou de fazer minha boca de buceta, ele tirou o short e sentou no sofá, me colocou entre suas pernas e começou a bater uma punheta com minha boca, minha boca era dele, a baba escorria pelo saco, aquilo me deixava louca, então quando consegui me desvencilhar daquela punheta deliciosa eu me levantei e com um fio de baba no queixinho de puta disse “fode minha buceta, fode.” Não precisou pedir de novo, ele me colocou no braço do sofá, levantou minhas pernas e pois minha calcinha até o joelho, mandou a mão na minha bucetona melada, lambuzou a mão e esfregou na minha cara, aquilo me deu muito nojo e muita raiva, afinal com quem ele achava que estava trepando? Eu tinha que tomar uma atitude e tomei: “fode essa buceta, fode por favor!!!” e ele mandou pica. O pau dele parecia nadar naquela piscina melada que era minha buceta, gozei mais uma vez pelo menos, não satisfeito, ele me jogou no chão e de joelhos, me mandou “abre a boca, de novo e limpa esse pau melado!!” eu estava com muito nojo, mas nada é maior que o tesão, abri minha boquinha de puta e coloquei a língua pra fora e ele simplesmente passou o pau melado na minha língua até ficar limpo e então outra sessão de foda na minha boquinha, quando se cansou me colocou de quatro em cima do sofá e rola na bucetinha, minha calcinha ainda estava nos joelhos e como eu comecei a gozar gritando sá aí ele tirou minha calcinha e colocou na minha boca, nossa gozei umas três vezes naquela rola, então começou a espancar minha bunda que é branquinha e ficou toda vermelha dizendo “bundona gostosa!!! Toma rola!!!” e eu gozando, então novamente me colocou no chão e começou a terceira foda na boca, eu já estava engasgando menos mas continuava a babar muito naquela rola, então ele abriu minha bolsa e pegou nosso gel anestésico, logo vi que ia ter que dar o cuzinho, quem já deu o rabinho sabe de duas coisas: dái, dái muito e a segunda o gozo é inexplicável. A hora que vi o gelzinha na sua mão disse “putz, você não cansa, vamos deixar o cuzinho pra outro dia... por favor”, era inútil, novamente ele não me escutou (ainda bem) me colocou novamente no braço do sofá, meteu a pica na bucetinha e lambouzou o dedo com o gel e começou a massagear meu cuzinho, meteu um dedo e eu já reclamei assim ficou um bom tempo, tanto que gozei com o pau dele na buceta e de uma vez tirou o pau da bucetona e começou a bater na porta do meu cuzinho, eu implorava pra ele ter cuidado, mas ele sabe como comer um cu: foi colocando de vagar, massageando meu grelinho e me dando beijinhos carinhosos, não há mulher que resista na hora que dei por mim, estava com uma puta dor no cu e ele metendo “meu bem tira, está doendo...”então ele me deu um beijo carinhoso e parou de fuder (mas não tirou) foi o tempo de me esquecer do rabinho e me lembrar do dedinho da buceta e dos beijinhos carinhosos e quando dei por mim ele estava batendo a bola ma minha bunda e eu já gozando muito no rabinho (ao contrário da buceta, no cu é sá meter pra gozar, não tem tempo de sentir mais nada, sá o gozo) e ele dizendo “olha meu pau no cuzinho, meu bem... que delícia” e pau no cu!!!

Gozei muito, então ele me pois de quatro e mais rola no rabão e mais gozo e dor (como já disse, nada é mais forte que o gozo, então deixa doer) então ele me colocou de pé e continuou a foda no cu, e foi me ajoelhando até eu estar como uma cadelinha feliz levando rola, foi sá aí que ele anunciou o gozo... gozou muita porra por todos os lados, fique toda lambuzada. Ficamos fudendo das 16:30 até as 21:00h muita foda e muita meteção na minha boquinha, depois ele me disse que aquele dia eu aprendi uma nova “modalidade de sexo”, o hardcore. Eu adorei e a partir daí sá metemos assim. Gostaram? Mandem e-mail pra gente: [email protected] .

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto esposa do bucetaover uma mulhervelha arreganhando a priquita com os dedosfui banha mas meu irmau na pidina e eu dei pra ele xvidio.comcontos aluguei minha mulhermulherzinhas negar bucetadaconto erotico mulher traindo marido no barconto erotico mamãe sentando no meu colo no carro lotadocontoseroticosdegaysO amigo do meu namorado me comeuCasada viajando contosmeu bundao ta seduzindo meu filho contoscontos me faço de recatadacontos herticos eu i meu pai ele me chupou enquanto dormiawww condos erotiscos garotas mastubandoFILHA EMPRESTA ROLA PRA MAE CONTOconto virei meu marido viadocontos flagrei minha mulher dandocontos eroticos namorado e amigo mesma camacontos eroticoc de senhoras casada se vingando dando o cu pra negoesrabinho impinadinho em fio dental da irmacontos porno de velhos com viadocontos eroticos no beco escuro mete com forçaConto erotico 25cm pica grossa na novinha da escolaConto comseguir comer a patroaconto vendi arrebenta cu minha esposao p****** do metrô mulher relata conto eróticosem querree trasar incerto xvidiovoyeur de esposa conto eroticoconto gay tirei o atraso do meu primocontos sogra punhetacontos de casadas o negro desconhecido me arromboucontos eroticos em ferias em casa de tia gostosa na piscina e marido nao vercontos eróticos esposa tímida no swingtransando com meu brotherCasada Amigo do meu filho sexo contoscontos zoo velha carentecontos de mulheres a lamber conasA casada chupou meu pau no churasco contoscheirando os sapatos da minha irman podolatria contos eroticosConto erotico entaloumulher compra cachorro pra fudelaFoderam gente contos tennscontos eroticos comi minha espetoracontos eróticos heterossexuais dei para um bandidocontos eroticos de cunhada amarradadona Florinda abrindo pernas mostrando calcinha porncontos fui chupada pelo velhoTrai meu marido com o pedreiro fiquei toda arrombadacontos eroticos tia marta sempre pensei na senhoradepois do anus e da vagina tem outraentrada pro penis entrar?castico de minha sogra com eu e minha esposa contos eroticoscontos eróticos- virei mulher do meu paifalei pro meu amigo que queria ver ele fodendo a minha esposapeito bicodu sexArombaram meu cu na cabine eroticaContos fui nadar com minha avó acabei comendo elacontos eróticos comenda a casada no mesmo cinemacontos porno na praçasentei na rola do padrinho contos eróticoscunhada casada e timida linda contoscontos de mulher casada foi no baile funk com minha filhaconto erotico de assaltocontos eroticos menininha safadavideo come meu cu e me batepor favorcontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto erótico de mulheres abusadas sexualmente pelo cachorroconto.eurotico.homem.ttazando.com.travetiscontos a pica do comedor pingandocontos eroticos a coroa mulher do sr antoniocontos eroticos taxista fudendo puta bebada drogadacontos eroticos gay sadade de meus dominadoresconto erotico estuprada de biquínifui na casa de massagem e fui enrabada contos eróticosgaroto pelado no rio e tia veno imprecionada/contoseroticoscontos porno de casal pagadividacontos a mulher policialcheiro calcinha mar massagem conyocontos comi a amante do meu paino cine porno me fuderam na marra(adorei)e ainda fizeram o frouxo do meu marido virar viadinho.contoscontos eroticos mulher carinhosa