Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA PRIMEIRA REFEICAO

Click to this video!

Era uma tarde como outra qualquer, em meu quarto eu jogava vídeo game freneticamente, até que passei a sentir um desconforto abdominal

esta sensação já era conhecida, vontade de cagar. Me dirigi a meu confortável banheiro na esperança de que aquela seria uma experiência

completamente normal e sem grandes contratempos, obtive êxito em expelir minha cria, numa cor marrom escura ele se banhava no liquido expelido

junto a ele. Pôr alguns minutos eu o encarei até que fiz menção de pega-lo, quando percebi o que estava prestes a fazer eu recuei amoado com

receio do que as profundezas da minha mente eram capazes de fazer, eu o encarei novamente apenas pôr alguns segundos que se tornaram dias, meses, anos

minha boca se encheu de saliva e eu agora passava a olhar aquela cria de minhas entranhas com desejo imaginando como seria saborear seu

doce gosto, comecei a me mover em direção à minha preciosa refeição até que uma batida na porta fez com que eu recobrasse a consciência

era minha mãe perguntando se eu estava bem (ao que parece o tempo que eu levara estudando meu fruto fora longo em demasia) eu respondi que sim

e, com lagrimas nos olhos, mandei o fruto de meu tão grande esforço para os confins do desconhecido esperando que aquela estranha e deliciosa

sensação voltasse um dia.

Dois meses se passaram desde o ocorrido e a cada vez q eu me aliviava no banheiro eu procurava o encanto q há muito havia se perdido

junto ao meu amado e doce "cocô" sem obter êxito algum até que em um dia chuvoso e triste uma nova esperança surgiu, apás três longos dias se sentir

o alivio e a alegria de defecar senti aquela deliciosa sensação novamente em meu abdome, desfrutei daquele momento pôr alguns minutos até que senti

que o momento havia chegado, fui em direção ao meu banheiro com um sorriso estampado no rosto, e fechei aquela porta crendo que nos práximos minutos

a tão esperada sensação de autociencia e compreensão estaria de volta, minhas suspeitas estavam corretas, apás um esforço hercúleo expeli minha criação

para o mundo, como seu irmão era marrom escuro, lindo, perfeito, desta vez não desperdiçaria a chance mais rápido que a prápria velocidade eu o apanhei

em minhas mãos, e o levei para meu quarto onde deixei-o em minha cama para que esperasse sua carruagem, em 1 minuto eu voltei com um prato e uma colher

em mãos pronto para saborear o banquete divino, eu posicionei meu alimento no prato e dei a primeira colherada, levei a boca e senti o gosto mais

delicioso q já sentira em minha vida, era algo indescritível, sua textura pastosa e mole fazia com que minha boca tremesse de ecitaçao a cada colherada

minha alegria crescia mais e mais, eu aproveitei cada grama daquele mostro marrom. Depois de lamber o prato eu me virei e fui escovar meus dentes agora me sentindo um novo ser.



Quem quiser trocar experiencias me adicionem do msn ou mandem emails



[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


buceta Detinharelatos porno incesto lasquei o cuzinho da sobrinha moreninhacontos eroticos dando a xota para o meu primo e o amigo dele na casa deledeixa eu ver seu peitinho contoscontos gay com homens grandes e peludos terminadasconto erodico 5 amigos me fuderaoconto titio me fudendoA chapeleta arronbou minha bucetinha contosporno encejo com sogra e sogro conhiadasContos eroticos quero ver essas tetascontos eroticos primo da esposaencostei o braco na buceta da cunhada contossentei na rola do padrinho contos eróticoscontos eroticos irmaMenina Má tava dormindo sem calcinha eu penetrei meu pau na b***** delacontos eroticos tirando virgindade de netinhaconto sexo gostoso rebola gato gaycontos eroticos outro pou de presente para minha mulherenrabado no campingvídeos porno negras barriguda caidacontos fui banha no rio e minha tia foi atrazLoira de itanhaem mostrando os peitostinha perder sua coroa no seu pau do negrãosapata velha greluda e ninfetacontos eroticos sonho americano 2contos de sexo gay especial entre primosContos eroticos de filhas adolecentes e papai com rola grossacontos erotico.esfrequei minha pica ne outracontos de esposa arrombada dormindoEu fui trabalhar numa empresa eu comi minha patroa japonesa no motel conto eroticoContos enfiei o dedo no cu do meu marido ma frente do meu amantecontos eróticos de bebados e drogados gaysContos.encesto.na.cadeiacomi minha mae no caminhão do meu pai contos incestosponogafico morena25 gotojaContos gay pinto pequenoMesmo contra a vontade da minha familia eu sou mulher do meu primo viuvo conto eroticocontos eroticos mulher casada se evminha bucetinha chego a sangra na rolona do velho contosconto minha mae so me provova e me deicha de pau duroestou comendo a mulher do amigo caminhoneiro na viajem contosContos e roticos com gemeos i denticosconto de botei a novinha pra chora com a pica grande no cujogando nas duas pontas trailer porno travestiscontos eróticos de bebados e drogados gayscontos eróticos gay lambendo rabo peludo de machocontos eroticos peguei minha traindo meu no depósitoContos eroticos ninfomaniacacontos chupando rola em terreno baldiocontos casada fode com amigo do mundocontos comeram a.bunda do marido e esposarelato fui trocar o gaz e arrombei o cu da crenteperdi meu cabaço para o patrao sobre chantageconto gozada dormindocontos chera calcinha de transcontos eróticos contei detalhes absurdos da picacontos esposa centou no pau do comedor 1 vezencostou a bunda e pediu picaque cu mais apertado agora chora contofui almoçar mas a cunhada e ela me deu foi a buceta so nos dois em casaContos eroticos putinhascontos eroticos gay recem casadoguri gozando na lajechupei mas nao dei que pena contosmaisexo peituda senta e goza na boca do macho contos eróticosNovinha e chantageada.contoscontos... me atrasei para casar pois estava sendo arregaçada por carios negoesgay de zorbinha enfiado no regoconto.erotico.tia.sogra.cunhadaConto erotico gay sr.juvenalsurba com um casal de amigo sem querer primera ves comtosminha cunhada quis que eu a visse nuacontos de punheta com botas