Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

UMA SURPRESA EXITANTE

Click to this video!

Sou casado com uma bela mulher, tenho 37 anos e o ocorrido aconteceu alguns meses atrás.

Trabalho como consultor empresarial e fui contratado para atuar em uma empresa na cidade de São Paulo.

Minha secretária fez todos os acertos para a viagem como pasagem aérea, aluguel de carro e hotel. Porem quando cheguei ao hotel onde foi feito a resersa, houve um problema no computador e acabou deletando o que me causou um pequeno transtorno no início. Era tarde, perto das 2:00hs da manhã quando cheguei ao hotel. Não tinha condições de sair a procura de outro local. Foi quando um senhor aparentando uns 45 anos ouvindo todo o ocorrido foi ao meu encontro e ofereceu para que eu fosse dormir no apartamento dele pois tinha duas camas e uma estava disponível. Eu como não tinha muita escolha aceitei. Subimos até o apartamento e pedi permissão para tomar um banho. Ele falou para que ficar a vontade e foi o que fiz. Eu tenho o costume de dormir somente de cueca e muitas vezes nú. Como não conhecia o cara, acabei dormindo de cueca mesmo. Tomei meu banho, sai de cueca e fui logo dormir. O cara então me avisou que dormia nú e se me importaria ao que respondi que também tinha esse costume e não teria problema algum. Passou dez minutos, eu já bem a vontade, a noite muito quente, a janela aberta foi quando eu senti o lençol sendo puxado. Eu fiquei meio apreencivo mas confeço que fiquei exitado. Até então meu rabinho estava intacto. Fiquei imaginando ser um sonho, sei lá, algo estranho e fiquei quieto. Foi quando as mãos dele começou a massagear minhas pernas, firme e vindo dos pés até as coxas e descia novamente. Como ele não sentiu nenhuma reação da minha parte, foi ficando mais ousado e subindo mais e mais, até apertar minhas nádegas. Eu então numa mistura de medo e tesão, acabei por fim ajeitando meu corpo, deitando reto, abrindo as pernas e deixando meus bracos ao lado do meu quadril. Foi o sinal para o cidadão avançar. Simplesmente senti a ponta da sua língua penetrando entre minhas nádegas e alcançando meu anus. Nossa, a sensação foi delirante. Não sabia mais quem eu era, outrora um macho convicto e agora a merçê de outro, e o pior, adorando o acontecido. Ele carinhosamente, foi levantando minha cintura, deixando minha bunda bem arrebitada mas com minha cabeça colada no travesseiro. Abriu minhas pernas, deixando meu anus todo exposto para o prazer dele. Foi ai que eu fiquei doido. Sua lingua parecia um maestro, lambendo e forçando a entrada do meu rabinho. Eu não aguentando mais aquilo, soltei um gemido, tipo aqueles que escutamos em filme porno e isso deu a ele a chance de que tão aguardava. Deixou meu cuzinho todo molhado com sua saliva, passou algo em seu pênis e foi delicadamente penetrando em meu anus. Que coisa mais gostosa que senti. Algo preenchendo minha cavidade, abrindo meu corpo como estive-se partindo ao meio. Eu começei a sentir dor então escutei a voz dele falando;

-gatinha, faz força para fora. Não faça força ao contrário e imagina você no banheiro fazendo fezes.

Achei aquilo meio louco mas quando obedeci, ahhhh, ai o penis entrou feito uma bala e senti seu sacro batendo nas minhas coxas. Que delicia era aquilo tudo dentro de mim. Enorme. Eu me senti o homem mais completo naquela hora. Ele ficou um pouco parado para que meu anus acostuma-se com aquele membro enorme dentro de mim. Foi quando eu começei a rebolar. Ele então começou a me chamar de putinha safada, batendo em minhas nádegas. Oras, o que eu era naquele momento a não ser uma putinha safada? Não me fiz de rogado e aceitei todas as sugestões a ele mandado. Rebolei como uma verdadeira putinha e sentia aquela tora entrando e saindo de mim. Eu gemi alto, não era hora para bancar o todo certinho e provavelmente muitos caras de outros quartos escutaram o que eu gemia e isso em deixava mais maluco ainda. Foi quando eu senti o penis dele inchar dentro de mim. Era o indicio de que ele ia gozar e logo ele perguntou se eu queria que ele preenche-se meu cuzinho de porra ou queria que fosse jorrado em meu corpo. Na hora eu pedi para jorrar sobre meu corpo, mas o safado não atendeu o meu pedido e jorrou dentro do meu cuzinho todo aquela cachoeira de esperma. Senti aquilo sendo despejado dentro de mim, quente e em quantidade ambundante e no mesmo momento gozei como nunca tinha gozado sem ao menos ter colocado minha mão em meu penis. Depois dele ter gozando em mim, deitou sobre meu corpo por um breve momento, tirou o pau do meu cuzinho, levou até minha boca, fez eu chupar até deixar bem limpinho, entrou no banheiro, tomou seu banho e foi dormir.

Eu então, levantei, fui tomar banho e para meu espanto, nunca tinha visto sair tanta porra de um cuzinho. Logo apás o bannho, fui para minha cama e dormi como um anjo. Quando acordei, o meu amigo já não estava mais no quarto. Fui tomar café e logo percebi os olhares dos outros háspedes para mim e também ouvi o pessoal cochichar a meu respeito. Com vergonha, fechei minha conta e troquei de hotel, mas acreditem, foi uma noite sensacional.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorconto flagrei minha mãe dando para um bem dotadocontos de coroa com novinhozoofilia homens com super vergas enormes fodendo mulhetesxvidiocontos eroticos novinhacontos eroticos esposas no swingrelato de donas de casa cavalacontos eróticos família vavela minha mãe comigo no banheirocontos eroticos tirando virgindade de netinhaconto erotico bebado estranho me comeu no becocontos eróticos meu tio cego mim. fudeunovinhos fodeno apremira veizcontos eroticos mulher casada se evcontos Rabuda com cheiro de bundaconto estagiaria virgemcorno ver mulher gemendo dando cu aoutro casa dos conto eróticoscontoseroticos homemque gosta de cuspe,sebo de pau e mijoconto porno minha professora coroamasagista se marturbando no meio do espediente porvideo porno apostou e comeu a palmeirenseterceira idade de calcinha no cuzoofilia gay extraordinárias bizarroscontos porno.chorou de dorcontos esposa centou no pau do comedor 1 vezvídeo pornô dois cara comendo a mulher do cara do homem assaltando a por lágrima é como o c* do homemcontos porno velhobeijo no umbigo contosconto de moçinhas inocentescontos eroticos de estrupamendoxvidio transas arrecei casadosconro erotico gay meu tio alopradotransparente e coladinha bucetinhacontos eroticos segredos de familia parte 4contos fui adotadaContos eróticos meu patrão do pau gg arrombou minha linda noivaContos eroticos primo do pau grande engravidei minha prima peitudaConto eu e meu marido bebemos muita porra fresquinhaconto eróticos menina pobrepais se esfregando na filha shortinho corconto erotico hetero fudando com mecânicos no trabalhocontos eróticos, esposa na praia de nudismo , bronzeadorGozaram na calcinha na cerca contocontos eroticos dormindocontos eroticos fomos enganados e fodidosvesti as roupa feminina e dei meu rabinhocontos-meu cuzinho contraindo no teu dedocontos eróticos comendo a minha filha caçula na viacomo enraba uma colega. de trabalhocontos putinha do matagalcontos de coroa com novinhocontos eróticos comendo a cunhada gostosa em uma festa de fim de ano com família toda reunidaconto fui por cima do meu primoa maninha me chomo pra tomar banho com ela minha primeira vezconto eróticos puta de salinascontos eroticos que corpasso ,bunda coxas grossasContos eroticos tia dando sobrinhoContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontos 8 aninhosporno contos eróticos eu ea minha esposaana roludo cenfo cu da coroatreinando a cadela para zoofiliaminha esposa me convenceu dedos no cu conto hormonal femininosAmante de coxas grossa e bundao contosconssegui um cabacinho pro meu cunha do tira contocontos gay jogador de basquete novinhomeu genro comedor de cuContos eroticos pega a força por pmo tempo em que ele para e diz"essa buceta é minha"Casada narra conto dando o cuA mulher do meu amigo gemeu baixinho na minha vara pra ele não ouvirEu e minha Mãe Cabaço contosconto etotico antebraco na vaginacoroa t***** da bundona state durinho rebolando gostosoConto erotico contando minhas tranzas para meu pai e acabou me comendocontos eroticos eu era virgemSentir tezao por tênis feminino e normalContos gays me fantasiei de mulher no cine pornocontos erotico meu pai