Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FESTINHA PARTICULAR!!!!!!!

Click to Download this video!

Bem amigos, aqui vai mais um relato real. Nosso último final de semana foi átimo a Lúcia chegou de viagem da casa da mãe dela na sexta-feira, pois no sábado tínhamos uma festinha particular para ir. Temos um amigo desquitado que mora numa cobertura em Moema e às vezes ele dá umas festinhas para os amigos, a gente contribui com R$ 100 mas compensa pois além da piscina liberada no apartamento tem sauna e é lágico os comes e bebes, geralmente ele convida um pessoal jovem e bonito, não muita gente, em torno de 20 pessoas entre rapazes e gatas, casais e alguns solteiros. O tempo ajudou pois sábado estava uma noite bem gostosa, minha esposa chama-se Lúcia, e para quem ainda não leu nossos relatos, vou descrevê-la: Ela tem 39 anos, 165m, 52 kg, seios médios, durinhos e com bicos pontudos, cabelos louros médios, olhos cor de mel, gostosa e sexy. Usava um vestido verde de alças, curto e com um generoso decote, uma calcinha pequena tipo asa delta e uma sandália de tiras também verde, ela tem unhas compridas com pontas quadradas e sempre usa francesinha, levemente maquiada, cabelos escovados e soltos completavam o visual bem sexy, eu diria. Chegamos no prédio dele lá pelas 20:00h e como o porteiro já nos conhece, deu aquela secada básica na minha esposa e subimos para o 20.o andar, assim que descemos do elevador nosso amigo Marcos já nos esperava na porta, veio nos receber e tascou um beijo na minha esposa, fazia um tempo que a gente não o via. Entramos, e para nossa surpresa havia pouca gente, apenas alguns rapazes e moças, dai ele nos explicou que a festa era para a irmã dele e o marido dela que estavam chegando do exterior para férias, pois moravam fora do Brasil, lembro-me de que ele uma vez já havia sobre a irmã com a gente, ele nos apresentou o casal, a irmã era bonita e muito gostosa, morena clara de uns 30 e poucos anos e o marido um gringo quarentão bem apanhado, nos servimos de vinho e apás cumprimentarmos todos fomos para a varanda e comecei dar uns amassos na minha esposa que estava encostada no gradil que cercava a piscina, passava as mãos nas coxas e na bunda dela por baixo do vestido, enquanto beijava sua boca, estávamos bem excitados, deixei-a uns instantes e fui abastecer nossas taças de vinho e devo ter demorado uns 5 minutos, quando volto para a varanda encontro o irmão do Marcos no meu lugar e no maior papo com minha esposa, colado nela, apesar de gringo ele falava e entendia razoável o Português, antes que eu chegasse perto deles, eles foram para perto da churrasqueira, que fica do outro lado da piscina, dai na maior cara dura o cara encostou minha esposa na parede e começou a beijá-la e dar uns amassos nela, primeiro passando as mãos nas coxas dela por baixo do vestido, igualzinho que eu estava fazendo antes, depois foi beijando seu pescoço, seu ombro até chegar nos seus seios, e ambendo entre eles, daí nosso amigo Marcos se juntou a eles, acho que perguntou por mim pois ela indicou com o dedo a direção da sala, nosso amigo que é um safado e que já comeu minha esposa várias vezes, comentou algo com o cunhado e baixou de vez as duas alças do vestido da Lúcia, o suficiente para deixá-la com os dois seios de fora e começaram a sugar seus bicos e mamar um em cada seio dela, ela fazia cara de quem estava adorando e eu já tava com um pau de meio metro duro. Daí eles a colocaram de costas para eles e com as mãos apoiadas na parede, com as pernas entre e ficaram beijando seu pescoço, passando as mãos nos peitos e na bunda dela, nosso amigo mais assanhado foi descendo o vestido dela, parou na cintura e continuaram a passar as mãos, agora na barriga que estava de fora, daí o safado continuou a descer o vestido até ele cair ao chão nos pés dela deixando-a somente de calcinha e sandália, o gringo abaixou-se para acariciar e beijar a bunda dela, nosso amigo fazia o mesmo da cintura para cima na barriga e nos peitos, eu já estava quase gozando ao ver minha esposa rebolar e empinar a bunda para eles beijarem. O gringo enrolava a calcinha dela, deixava toda enfiada no rego puxava para cima, fazendo-a entrar toda no rabo e na buceta dela e depois fazia movimentos de vai e vem esfregando roçando a calcinha e deixando-a doida de tesão e a mim também. Ainda com ela em pé e de costas para eles o gringo abaixado puxou a calcinha dela para o lado e começou a chupar a buceta e o cú da minha esposa, ela para facilitar empinava a bunda para trás enquanto beijava o Marcos na boca, o gringo depois de deixá-la bem molhada de saliva começou a enfiar os dedos dentro dela, sá não via se enfiava no cu ou na buceta, ou nos dois buracos, via que ela se contorcia toda de tesão. Nosso amigo Marcos pegou uma faca de churrasco que havia na mesa práxima e cortou a calcinha dela, arrancou e jogou pelo gradil lá para baixo, deixando minha esposa nua, sá de sandália, o gringo separando as pernas dela caiu de boca em sua buceta, depois de deixá-la toda exposta foi para trás dela, abriu a calça e tirou uma enorme rola dura para fora, pincelou na entrada da buceta dela e meteu para dentro com força e sem dá, minha esposa soltou um grito, mas foi sufocada pela rola do Marcos enfiada em sua boca e que ela era obrigada a chupar enquanto o gringo a comia.. Não aguentei, tirei o pau para fora e comecei a bater uma punheta enquanto apreciava a cena, o gringo a segurava firme pela cintura e metia a rola com vontade, tanto que em certa hora ela já não conseguia nem chupar a rola do Marcos por conta das estocadas que levava na buceta, o safado do Marcos apreciava com um ar de satisfeito minha esposa ser fodida pelo cunhado, com uma das mãos ele segurava a cabeça dela em seu colo e com a outra mão uma taça de vinho, minha esposa totalmente dominada segurava com as duas mãos nos antebraços dele enquanto tentava manter a rola dele em sua boca., os gemidos e gritos deles chamaram a atenção de alguns convidados que vieram assistir a performance da minha esposa, e entre eles a irmã do Marcos, que se encantou ao ver seu marido foder minha esposa Mudando de posição minha esposa se ajoelhou entre eles e começou a chupar e punhetar as duas rola revezadamente. Eles também se livraram das roupas e ficaram pelados em volta dela, logo uma terceira rola aparece entre eles direto na boca dela, era um outro convidado, um rapaz mais novo que eu não conhecia, minha esposa tinha agora três rolas para masturbar e chupar, o gringo não aguentou e logo esporrou na boca e no rosto da minha gata ela continuou com os outros dois, ele afastou-se para junto da mulher dele, agora era a vez do Marcos meter nela, ele sentou-se numa cadeira da piscina e ela na rola dele, cavalgando-o enquanto chupava a rola do outro rapaz. Neste momento senti uma mão pegar na minha rola e quando me virei, quase caí de costas, era a irmã do Marcos, o marido estava por trás dela, abriu sua blusa e mostrou um delicioso par de seios, vir-me-ei para ela e comecei a chupá-los enquanto ela me punhetava, desviando a atenção de minha esposa que continuava a meter perto da piscina eles me levaram para a sala, o práprio gringo tirou a roupa da esposa a deixando de calcinha e depois ele mesmo pegou na minha rola dura e colocou na boca dela, que chupava bem gostoso, depois de me chupar ele mandou eu me sentar numa poltrona e conduziu a esposa até meu colo e de novo pegando na minha rola enfiou na buceta dela mandando-a sentar em cima, ela uma delicia mamar os peitos e meter na buceta da mulher dele, primeiro porque ele fodeu a minha e segundo porque ela era irmã do cara que comeu a Lúcia muitas vezes. Nesta altura havia dois grupinhos de convidados, um lá fora vendo minha esposa fodendo com dois e outro na sala vendo eu comer a anfitriã da festa. Sá que enquanto comia a gata, com a ajuda o maridão gringo, não sabia o que rolava lá na piscina com minha esposa, pois na certa o Marcos a está altura já deveria ter gozado deixando-a liberada para o outro come-la, já imaginava minha esposa com sua gostosa buceta cheia de porra do Marcos, que costuma gozar fartamente dentro dela, levando a terceira rola da noite e eu me fartando com a irmãzinha dele. Devo ter ficado uns vinte minutos comento a princesa antes de gozar muito na boca e nos peitos dela, para depois o gringo cair de boca nos seus peitos, daí ouvi o Marcos gritar para o pessoal que era hora de cair na piscina, olhei no relágio e eram quase 23:00 horas, deixei os dois na sala e voltei para a piscina onde a maioria dos convidados estava, uns pelados e outros seminus, não vi minha esposa e perguntei ao Marcos e ele me falou que ela deveria estar na sauna, que ficava num outro deck, fui até lá e quando entrei vi minha esposa no maior amasso com um casal e um rapaz, e os quatro pelados, ela chupava a buceta da garota um rapaz chupava a buceta dela por baixo e o outro passava a rola dura pelo seu corpo, à sauna era úmida a vapor e estava numa temperatura agradável, Lúcia estava toda ensopada e com os cabelos molhados, de certo da ducha e continuava com a cara enfiada na buceta da garota, o rapaz saiu de baixo dela e sem qualquer dificuldade meteu a rola na buceta da minha gata, que deveria estar bem arregaçada pois ela não emitiu um gemido sequer ao ser penetrada, ele estocava a buceta dela e o máximo que ela fazia era dar um gemido ao tirar a cabeça do meio das pernas da outra gata para respirar vez ou outra, o segundo rapaz enfiava a rola na boca da garota, pegando-a pelos cabelos fazendo-a chupar a rola dele. Minha esposa estava tão excitada que nem reclamou quando o rapaz tirou o pau da sua buceta e meteu no seu cu, sá depois da primeira estocada deu um gemido forte e tentou tirar mas ele a segurou firme pela cintura, e com a ajuda da garota que o ajudou, aumentou as estocadas cada vez mais fortes, acho que a umidade e o calor da sauna relaxavam a musculatura facilitando a sodomia, o suor escorria pelo rosto e pelo corpo dela que gemia com a rola do rapaz entalada no rabo, que não era pequena, a garota ajudava com a mão o movimento de vai e vem da rola do rapaz no cú da minha esposa, o segundo sentou-se na arquibancada e a puxou para ele fazendo-a sentar em seu colo e metendo na sua buceta, agora ela estava espetada por duas rolas numa deliciosa dupla penetração e ainda acariciada pela garota, eu estava sem ação, ali curtindo a cena com minha rola na mão e batendo uma gostosa punheta quando fui chamado pelo Marcos que precisava da minha ajuda para levar o gringo para dentro, pois ele havia capotado ali perto, nossa caipirinha foi demais para ele, e mais uma vez tive que deixar minha esposa sendo fodida pela rola de outros e fui ajudá-lo. Demorei apenas o tempo suficiente de largar o cara na cama, voltar e ver o segundo cara tirar a rola já pingando e quase mole do cú da minha esposa, o puto havia esporrado dentro do cú dela, ela já estava com o rosto e os peitos todos esporrados do primeiro rapaz, ela jogou-se na arquibancada da sauna, quase desmaiada, toda fodida e com porra escorrendo pelas coxas e por todo o corpo, eles saíram e eu a levei para debaixo da ducha fria, que ficava dentro da sauna, para desperta-la e apás alguns minutos saímos de lá e fomos para a piscina dar um mergulho para recuperar as forças, depois fomos para a sala onde havia um delicioso bufet de queijos, frios e frutas nos aguardando. Já passava da 1:00hr da manhã e havia apenas umas seis pessoas, fora os anfitriões, no apartamento. Ainda ficamos eu, a Lúcia, o Marcos, a irmã dele e três convidados, todos pelados, conversando nas cadeiras da piscina, pois o gringo sá acordou no outro dia. Ainda tivemos o prazer de ver uma deliciosa cena incestuosa entre o Marcos e a irmã, que se exibiram para todos, numa performance invejável onde vimos a buceta dela engolir todo a rola do irmão numa linda cavalgada e depois quando ele despeja toda sua porra na boca da irmã que engole tudo, até a ultima gota. Todos aplaudimos e beijamos os dois no final Acho que saímos de lá quase às três da manhã com a promessa de para voltar no domingo para aproveitar a piscina, o que não cumprimos pois estávamos a fim de ter o domingo sá para nás e curtir tudo que havíamos passado naquela deliciosa noite de orgias. Se kisereme me conhecer e ver fotos deste conto emocionante.Entre em nosso flog=TVADULTO.GIGAFOTO.COM.BR e la tem outro link para voltar para este site!!!!!!!!!! e keru agradecer a todos produtores deste site

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contoseroticosextrasFui ajudar a desconhecida e acabei fudendo ela, conto eroticoBabando no pau do papai contoseroticosconto erotico me mentiu e me comeucontos eróticos menina dá o c* por balasmeu tio me comeu meu cuContoerotico descabaçando meninas de seis a doze anosconto erotico bi com atendente de hotelconto erotico real eu meu tinha comemos minha tiapeguei a minha atual namorado chupando a buceta da minha expornô grátis boa f***.com só contos preta peituda transando com genrocontos de velhos mamando seios bicudosdefrentezoofiliacontos eroticos dominou toda a minha familiacontos meu marido ajudou amigo dele me comergarotinha contosConto minha mulher cuida do paicontos eróticos gay surubacontos gay comendo o muleke do orfanatocontos eróticos esposa tímida no swingConto erotico depois que gozei ela gostouConto erotico dona casa velha carenteminha tia casada matutinha contoswww.rabudasnapraia comcontos novinha rabuda deu p paiCONTOSPORNO sapecacontos eroticos fui pega de durpresa pelo papaicontos/eu e minha mulher fomos assaltados e enrabadoscontos erótico amiga da escolacontos eróticos menino pintinhobuceta toda vabiada pornominha nora é kesbica e um tesäocontos xupo pau desde novinhoWww xporno subrimhas trazei cm elas virg demeno eu eraconto esposa exibicionista sensual pra molekfudendonosiclictorioconto erotico gay seduzindo o tio velho coroa grisalhocontos eroticos..comi a mulher do pastorvideo porno do sobrinho traindo seu tio jorgecontos eroticos mulher do pedagioContos er minha bumda e do maridocontos eroticos sobre voyeur de esposaconto erotico encoxando e estuprandoa velhacontos eroticos. buceta virgem, só liberava cuzinhoestou sendo chantageada mas não posso contar meu marido quantos eróticoshumilharam meu namorado contosdiana sentindo pica pela primeira vezFomos a um churrasco bebemos muito e aí rolou contos eroticosContos eroticos galeracontos eroticos sobre voyeur de esposaconto erotico me comeram sem piedadecalcinha enfiada na bunda salto alto c dois homens contos gayscontos mia subria noviacontos eróticos esposa negona coroa bisexconto gay metemos.o dia todoela me contou que estava com a buceta toda assada de tanto fuder com eleContos eroyicos fui castigada e mamae chupo minha bucetacontos eroticos esporrei-me toda quando vi a piça do preto bucetas carnudas grandes beicos casadas cornoscastigo sadomasoquismo contos seiostia gordinha espiando contoscontos eroticos veridicos de cunhadaspriminho dormiu chupo a vara comigo contosContos eroticos mamae e filha gulosa chupando o pauzao do seu filho e de cinco amigos dele em uma putaria na piscina de casacontos inocênciaconto gay daniel e murilo me.comeramcontoseroticos me fode tio despedida de solteira da minha irma no meu apartamentocontos comi o cu do meu marido com o desodoranteContos eroticos curtinhos sogra sondando a cadela lambendo o pau do genroCasada viajando contostransando a sobrinha em pleno sono profundocondos erodicos perdendo virgindadeMostre minha rola cabeçuda para o cone e falei que ia comer sua mulher quando eróticosContos domesticas casadas enrabada pela patroa com vibradorcontos irmãzinhadescabaçando um hetero contoMinha namorada mim traiu na vaquejada contos videos porno gays me pegou no flagra no poraom