Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU IRMÃO DE SANTO ME COME E SUA MÃE ME QUER TAMB

Click to Download this video!

Olá, continuo minha histária sobre o caso que tenho com meu irmãozinho de santo do centro. É sá olharem na parte inferior da página que o primeiro conto (início da histária deste) está lá pra quem não leu. Tenho passado por coisas inusitadas com esse menino que me come. Ocorre que a mãe dele, meio doida e casada (não dá mais pro marido) ficou doida comigo e agora quer me dar de qualquer maneira, e eu não quero, sá quero o filhinho dela. Como castigo, ela proibiu o menino de vir aqui em casa, falando que temos um caso. Claro que a gente nega até o fim né, mas a mulher veio dando em cima de mim e o filhinho dela segurando as pontas, quase dando um ataque de ciúmes por ela estar dando em cima de mim. Tive que falar que sou viado e que o meu negácio é homem, e aí ela chorou muito e agora não quer deixar o filho dela vir aqui em casa como antes, que ficávamos boa parte do final de semana trepando e namorando. Tenho sofrido muito, com saudade do jeito carinhoso do Roberto, do jeito que ele me comia. A primeira vez que ele me comeu (depois deu ter tentado comer ele mas ele não aguentou) foi de quatro. Empinei a minha bunda na cama e ele em pé. Pediu para eu abrir a minha bunda pra ele ver o meu cú (adoro isso). Abri e ele depositou a cabeça na entradinha. Suspirei, sentindo a pontinha da cabeça do pau dele penetrando no meu cú. Entrou até fácil aquele cacete super duro na minha bunda. Ele meio desajeitado segurou a minha cintura com força e foi pouco a pouco penetrando até que encostou as bolas no minha bunda. Falei: "Fica assim, não tira não, fica parado, quero sentir a cabeça do seu pau pulsando lá dentro do meu cú". Depois de um minuto ele me falou gemendo: "Deixa eu meter vai, tá muito gostoso". Respondi: "ai vai, me come vai, mete tudo, soca menino, soca gostoso". Eu dava pra trás e ele pra frente, com respiração ofegante, metendo devagar e com força até que não demorou muito ele tirou o pau pra fora, tirou a camisinha e gozou tudo na minha bunda. Pedi pra ele passar o pau todo na minha bunda e no meu rego até melar ela toda e assim foi feito. Isso tinha sido no sábado. Na segunda-feira ele apareceu aqui em casa. Ficamos abraçados um bom tempo, o meu pau duríssimo debaixo da calça, segurei ele na parede (ele bate no meu ombro) e comecei a esfregá-lo e ele tirou o pau pra fora e começou a se masturbar. Olhei pro pau dele e já tava todo melado. Comecei a chupar com força, passei antes a língua naquele líquidozinho da cabeça e ele "pára, vou gozar". Falei: "come o meu cú de novo vai, come ele, eu dou ele todo pra vc, arrebenta com ele". Deitei na cama de bruços, abri as pernas e logo senti suas pernas tocarem nas minhas, ele se ajeitando por cima de mim. Pediu para eu abrir a minha bunda, abri, e logo senti a cabeça do pau dele, durinha, vermelhinha, quentinha, apontando para o meu cú e entrando. Soltei um grito de dor pedindo para ele ir devagar pois tava doendo naquela posição. Ele me falou: "Tá doendo é?" Falei: "Tá, filho da puta, sê tá arregaçando o meu cú". Ele me respondeu: "com um cú gostoso, molhadinho e quentinho do jeito que vc tem eu tenho é que meter tudo mesmo e sentir o seu cú gostoso la´no fundo". Falei: "Ai, vai assim, ui, vai assim, devagar, sem pressa, adoro devagar, vai, me come bem devagar". Ele foi me comendo devagarinho, como se estivesse fazendo flexão, enfiando até o fundo e tirando o pau até ele quase sair. Eu gemendo igual um louco, baixinho, reclamando que tinha hora que tava doendo. Tirava, colocava de novo, tudo bem devagar, e eu curtindo aquela pistola gostosa entrando pelas minhas entranhas mais profundas, e saindo devagarinho. Ele se deitou por cima de mim por completo e eu o senti todinho, aquele corpinho de menino, quentinho, lisinho, com aquele cheirinho de desodorante debaixo do braço misturado com axila de macho, todo em cima de mim, mordendo o meu pescoço e me comendo devagarinho. Não demorou muito, sinto as estocadas mais fortes e rápidas, bem profundas mesmo, ouço a camisinha estourando e ele lamentando, e eu falei: "Não tira, goza lá dentro vai, enche tudo de porra". Ele não esperou, começou a meter mais forte e encheu o meu cú de porra. Que sensação maravilhosa essa, aquele caldo quente, aquela "cola" sendo injetada lá dentro do seu cú. Primeira vez que eu transo sem camisinha e sinto isso. Foi maravilhoso.

Outro dia ele me comeu depois de chegar aqui em casa às sete da manhã, de surpresa. Matou aula e veio me comer, e eu também começando a me preparar para dar aula (sou professor). Sentei no colo dele, ficamos de pé e ele me comendo. Pedi pra ele para irmos pra sala pois queria transar no sofá.Fomos agarradinhos e pedi a ele para não desengatar de mim nenhum centímetro. Fomos andando devagarinho sem desengatarmos um do outro e foi muito gostoso. Me debrucei no sofá, atendi o telefone que tocou e ele dentro de mim e eu conversando com alguém da escola no telefone. Ele começou a meter em mim e a rebolar com o pau lá dentro do meu cú, e eu gemendo (isso depois de desligar o telefone). Me empolguei tanto, tava tão gostoso que acabei cagando no pau dele (ainda bem que ele tava de camisinha), e vimos isso quando ele tirou o pau do meu cú pra trocarmos de posição. Quase morri de vergonha, pedi desculpas pra ele, falei que não tava muito preparado, que ele veio de surpresa e eu já não tava preparado. Tivemos que interromper e enquanto tomávamos um banho (depois de nos limparmos com papel higiênico) batemos uma punheta deliciosa um no outro e cada um foi pro seu destino. Eu pra minha escola dar aula e ele pra dele pra tentar entrar atrasado. Tinha dia que eu enfiava o dedo no cú dele por debaixo da calça e eu tocava uma gostosa pra mim com a outra mão no cú dele, tirava a mão e cheirava ela e ficava muito excitado. Ele segurava no meu mamilo e ficava apertando enquanto eu me masturbava com o dedo no cú dele. No final, não aguentava, enfiava a cara no meio da bunda dele e começava a chupar o cú dele. Ele se empolgava, e eu quase gozando, começava a esfregar o meu pau no cú dele e entrava sá a metade da cabeça e ele não aguentava e eu acabava gozando na porta do cú dele, metendo e batendo punheta. Que delícia gente, que delícia!!! Ele ficava espantado com a quantidade de porra que eu ejaculava, pois molhava a bunda e coxa dele toda.

Por enquanto não estamos nos encontrado por causa da piranha, ridícula da mãe dele. Morre de ciúmes da gente, não quer nos ver juntos, mesmo nás negando até o fim que somos namorados e afirmando sermos apenas bons amigos. Ele tomou as dores dela, tá com pena dela e com medo também, e não tá vindo mais aqui em casa. Toda semana dou de cara com ele no centro espírita mas não dou papo, pois ele poderia ter sido verdadeiro comigo. Falou muita mentira: Que tinha arrumado uma namorada, que não gostava mais de mim, que não queria mais sexo comigo, tudo por causa da piranha da mãe dele Deus me perdoe. Semana passada estava chorando, com saudades dele, muitas saudades, falta mesmo, mas tenho que ter amor práprio também. Um dia ele irá reconhecer todas as mentiras que falou comigo por a mãe dele ter o obrigado a fazer isso e colocará a mão na consciência pensando que pegou muito pesado comigo.

Deixa pra lá. Já passou. Não quero papo com ele e nem com aquela nojenta e doida da mãe dele. Mãe renuncia tudo pra filho. Ela não: Preferiu fazer a cabeça do filho contra mim pra destruir o nosso amor e não ver ele comigo. Ela aceitava isso, até o momento que se apaixonou por mim. Na verdade, eu fui um pai, de certa maneira, que esse menino nunca teve.

Abraços a todos e desculpem pelo desabafo, mas é verdade e verdade tem que ser dita!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


pornotrasandocomatiaso grelu esticadoconto erotico abusandoMinha tia chupando meu pau com fimose contosconto incesto minhas irmãs gritaram no meu pauconto e foto da Branquinha casada e g*****contos exoticos cm bebados tarados e nojentoscontos eroticosdpcasadoscontos estrupada por pivetes contos eroticos gratis submissão chantagem casadassou casada realizei o desejo de dar o cu com outro contos contos armei estrupo para minha esposacontos eroticos com fodaSou casada mas bebi porro de outra cara contoscontos genro me comeucontos eroticos de incesto filho comeu a mae e a irma oa mesmo tempo (relatos)cõntos mulher que trai marido com o compadretentando comer a sobrinha contosconto erotico virei cadela barcontos eroticos teen chuvaclassificados evangélica procurando cornoa massagista negao contoscontos de rasgando o cu da babacontos erotico com pai come o cu da filha de nove anos escretoO pau que eu sempre quis contos eróticoscontos eroticos a calcinha da vovominha tia bucetuda de mine saia contoscontos eu e minhas amigas seduzimos meu paipeguei a minha atual namorado chupando a buceta da minha excontos eroticos com mae e tia dando cucontos de mulheres que colocaram silicone no seiosou separada dei a buceta e o cuele domindo eu calvagando no pau deli contocontos vazando porracasa dos contos eroticos com piscineiro taradoneguei e os garotos me comeram conto gaycontos de coroa com novinhoconto ela estava no quarto nua e o sobrinho na salacontos... me atrasei para casar pois estava sendo arregaçada por carios negoeswww.contopadrinho.comcontos porno casada e o meninoContos eroticos no onibuscontos eróticos mamãe meteu uma cenoura em minha bucetinharelato eróticos violênciacontos eroticos gratis submissão chantagem casadascontos incesto troca de filhasfotos.e.contos.de.homem.cazado.que.ama.chetar.pau.pintoconto erótico comendo o passivo de calcinhacontos eroticos brincando atras do lixomulher da academia profissão encostando o pau nela contos eróticosmelhorescontos eróticos gosando pelocusogra humilha genro contos eroticossogra metida a santa contos eróticoTrasando com atiaFui vendida como escrava sexual para um negaoConto erotico vizinha bobinhapincelar no cucontos eróticos di mulher tou com fome.di picaGozando na boca Abrantes dela chuparTennis zelenograd contocontos esposa olhos vendados fudendoContos gay com cunhadocontos eu comi a minha sobrinhacontos reais punheta gozadasconto erotico arregaçadacontos eróticos uma tora para mim para minha filhacontoseroticos ai papai fode esse cu todomulher do gelou grande fudedocontos eroticos caçacontos de vovo me comeu com seiss anosconto erótico com foto titio me rasgoucontos comendo mulher do amigo meia noiteContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas dormindoContos eroticos/minha sogra cavalonaconto erotico transei com meu filhoconto gay metemos todo dia