Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA CUNHADA É UMA PUTA

Click to Download this video!

MINHA CUNHADA É UMA PUTA (hétero)



.



Tenho 23 anos e minha namorada 19. Namoramos há seis anos, mas sempre tive tesão pela minha cunhada. Ela é dois anos mais velha que minha namorada mas o que vou contar aconteceu exatamente quando tínhamos apenas 06 meses de namoro.



Minha cunhada é morena, ao contrário de minha namorada que é loira, e quando vai à praia fica bem moreninha. Nesta época de férias nás estávamos indo à praia todos os dias, o que já me deixava louco de desejos uma vez que ela usava um biquíni bem cavadinho e quando ajeitava dava para ver a marquinha da sua bundinha bem branquinha o que me fez tocar várias punhetas. Ela ia sempre acompanhada do seu namorado ao qual conhecia mas não tinha muita empatia.



No meio das féria fomos para Búzios, na casa de meus sogros, para passar o feriado de 20 de Janeiro e foi aí que tudo aconteceu. Por ser muito nova minha namorada não se abria muito comigo ficando sempre numa gostosa sacanagem, mas o máximo que eu conseguia era ficar com o saco parecendo que ia explodir de dor. Por sua vez minha cunhadinha já era mais esperta. Eu já tinha visto algumas vezes ela na maior sacanagem com o namorado, mas fingia que não tinha percebido.



No sábado passamos o dia inteiro na praia e quando retornamos meus sogros ainda não haviam chegado da cidade,eles tinham ido fazer compras. Minha namorada foi tomar banho e enquanto esperava vi a minha cunhada e seu namorado irem para o quarto dela. Dei a volta por fora da casa e pelo canto da janela vi a minha cunhada pagando o maior boquete no seu namorado sem a parte de cima do biquíni. Seus peitos eram maravilhosos, queimadinhos de sol, e a sua vontade de chupar uma piroca era impressionante. O seu namorado gozou logo, o que a irritou profundamente, pois a ouvi reclamando que também queria gozar. Neste momento ela ficou de quatro na cama e pediu para ele penetrá-la. Sá de ver aquela marquinha de biquíni eu fiquei doido para estar no lugar dele. Neste momento minha namorada saiu do banheiro e acho que eles escutaram pois vestiram-se rapidamente.



Já no jantar não pude deixar de perceber a cara de insatisfação da minha cunhada com seu namorado uma vez que ele estava voltando naquela noite para o Rio, onde iria fazer vestibular no dia seguinte. Apás o jantar meu sogro perguntou se eu poderia levar o namorado da minha cunhada na rodoviária, ele estava cansado, e eu me prontifiquei imediatamente pois minha cunhada iria junto e a minha namorada estava com dor de cabeça e ficaria em casa. Ao deixarmos ele na rodoviária perguntei a ela se queria tomar um sorvete no centro e ela fez que sim. No caminho pegamos um engarrafamento enorme e durante este período ficamos conversando sobre a sua irmã. Perguntei para ela se poderia conversar com ela, já que era mais velha, pois eu tinha 19 anos e não estava conseguindo avançar no namoro, se é que ela estava entendendo e ela fez que sim com a cabeça e emendou dizendo que eu era um homem muito bonito e seguramente iria arrumar outra garota para satisfazer minhas necessidades.



Mal sabia que era com ela que eu queria me satisfazer. Perguntei se já tinha percebido e ela olhou para o meu pau, que estava duro, e disse que sim. Sem pensar, neste mesmo instante botei minha piroca para fora do short e ela tomou um susto. Falei para ela ficar calma que eu sem querer tinha visto o que havia acontecido de tarde no seu quarto e sabia que ela estava cheia de tesão. Ela ficou vermelha e eu peguei sua mãozinha e botei no meu pau. Ela ficou me olhando e depois de um tempo começou a bater uma punheta carinhosamente e falou que realmente estava com muito tesão, pois seu namorado era um babaca e sá pensava nele, e que nos últimos dias tinha percebido meus olhares em sua direção, mais precisamente na sua bucetinha.



Falou que desde o início do namoro com sua irmã que ela também tinha tocado algumas siriricas pra mim, mas nunca imaginou que um dia isso iria acontecer. Falei pra ela que eu sempre tive muito tesão nela e que meu sonho era botar naquele cuzinho que sabia que seu namorado não deveria ter comido por achar que não se deve fazer isto com sua namorada, mas como ela não era minha namorada e sim minha cunhada não teria nenhum problema em realizar minha fantasia.



Neste mesmo instante ela abaixou a cabeça e começou a fazer uma boquete maravilhoso, uma boquinha de veludo. Como estávamos ainda no engarrafamento (o vidro do carro era fume), disse para fazer com calma que eu queria jorrar meu leite quentinho na sua boca e queria que ela bebesse tudinho e deixasse meu pau sequinho. Ela obedeceu e deu uma senhora mamada, e que mamada. Quando saímos do engarrafamento fui a uma praia deserta e pedi para ela tirar a roupa para eu poder admirar seu corpo bronzeadíssimo. Ela se despiu, abriu suas perninhas e me me falou:



- Agora é sua vez. Quero gozar dentro da sua boca e se você fizer direitinho eu vou lhe dar um presente.



Naquele instante já estava imaginado que tipo de presente seria e caí de boca naquela bucetinha deliciosa, cheirosa e toda depiladinha, bigodinho de Hitler, e a fiz gozar várias vezes, tantas foram que ela ficou toda mole. Quando se recuperou ficou de quatro e falou para eu fazer com ela o que eu quisesse e, como eu fiquei por alguns segundos sem reação, ela pediu para eu botar no buraquinho da felicidade. Fiquei doido e coloquei com um carinho imenso pois não poderia desperdiçar aquela que poderia ser minha primeira e última vez de comer seu cuzinho.



Que puta era a minha cunhada e como adorava dar seu cuzinho. Pedia para eu enfiar mais e rebolava num ritmo alucinante. Me concentrei muito para não gozar logo e fiquei arregaçando aquele cuzinho por mais ou menos 45 minutos. Quando falei que iria gozar a putinha também gozou num acesso de tesão que eu nunca tinha visto. Ela me disse que tinha dado o cu pela primeira vez com 19 anos e nunca mais encontrou um namorado que tivesse o tesão de comer seu cu e a vontade foi virando uma obsessão uma vez que ela disse sentir muito tesão no seu rabinho.



No final, completamente exaustos ela me falou que quando eu quisesse comer um cu era sá pedir para ela e que não iria poder me ajudar com a sua irmã, pelo contrário iria falar para ela nunca fazer sexo anal que além de doer era nojento. Com isso eu seria obrigado a procurá-la de novo e que estaria me esperando de braços, ou melhor, rabo aberto para me satisfazer. É ou não é uma puta?





Vote nesse conto que gostou !

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos pornos irmas cadelasconto eroticos tarada mim dei malContos de zoofilia de homem a fuder femiaconto erótico velhacontoseroticossonhoscontos velho nojentos no onibusconto herotico eu meuamigo sandado minha irmcontos erótico irmaoscontos irmanzinha pediu pra ver meu pintosou casada quero homem pra micomecontos eroticos nupcias blogspotcontos eroticos esposa swingfodas de esposas q gostam de ser curradasEscravo de minhas cruéis donas (conto )contos de sexo ensinei ela a chupa minha buceta/lesbicascontos eroticos simoniContos eroticos recem nascido (a)contos eroticos donas de rabos enormessou loco pela minha cunhada contos eroticoscontos dei a buceta pra o garoto Contos porno fui sodomizada por castigovagina que contrai o penismeu filho meu macho contoshttp://porno contos eroticos de mulheres estrupadas ele elaabri as coxa da minha esposa e.gosei. dentro da buseta gostosa delaCasadas enfiando ascoiza grande na buceta no prcontoeroticos velhos com namoradaabacinho da japachantagiei minha irma casada contossexo contos amigas e irmao a 3sexe conto minha fia mideo o cu por 1.00 reauo cu da minha esposa e meu contomeu sogro me comeu contos eroticosn aguatei a piroca do meu padrinho no cu eu de saia contosEnsinando a maninha a foder contos eroticosSou casada Minhas filhas me viram sendo fodida contocontos eroticos com muita tapa e submissacontos eroticos srntar no colo inceztoAdora mamadas contoseroticosContos a amiguinha fielcontos de crosdresseresContos lesbicas nossos maridos sairam fiquei bebendo com a comadreContos eroticos sem calcinha estuprada pelo sadomasoquistanovinha de salto fazendo sexo com negro conto eróticocontos eroticos nordesteconto vi arrebenta cu meu maridocontos de menininhas sentando no colo de homenscontos eroticos meu enteado se vestiu de mulher pra mimcomendo a deficiente contos eroticosloirinha bem branquinha dos olhos azuis dando seu cuzinho pequeno apertadinho e fal q ta doendocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto erotico n puque esconde comi o cu da menina.que se escondeu comigoconto gay meu empregado deu cucontos eroticos cunhadacontoseroticos fissurado no cu da esposaconto erotico tia putacontos eróticos levando na piscinaConto de cadelinha depósito de porra dos machos no barEstuprei minha amiga dopada conto erotico minha tia chegou bebada e eu vi ela pelada oq eu façocontos eróticos de enteadacontos casada bunda com celulite fotos velhacontos eroticos menina com banana no cucontos eroticos filho da minha vizinha amante maravilhosochorei mas aguentei tudo contos eróticosconto erotico estupro quebrado pernasContos eróticos- fazendo amor selvagenContos eroticos esposa novinha com marido e amigo pintudocontos eroticos minha sobrinha comi na minha camaconto minha mulher gosta quando levo ela nas festinhasarrombando o cu da luzia contosSou casada fodida contocontos eroticos chantagiei meu paieu engravidei minha vizinha casada conto eróticoContos eroticosm comendo a prima de calcinha amarelacontos comeram a.bunda do marido e esposaconto erotico cheirando calcinha lesbicacontos eróticos faZer o que se comer titia é gostosoContos eroticos seios devorados mordidosestalos da cama-contos eróticos