Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TREPANDO NO TRABALHO

Click to Download this video!

Depois do primeiro conto fica mais fácil descrever o segundo, mas não menos safado. A rainha continua com tudo em cima, cada vez mais rebolando o seu bumbum e provocando, fazendo aquele cara de delicia e de safada, louca para trepar bem gostoso.

Me dirigi ao seu encontro, a cumprimentei e disse como ela tava gostosa, e que já estava com saudades de sua bucetinha. Ela rebateu e disse que já estava prontinha e que queria o meu pau naquele dia, sai já pegando fogo e arquitetando como iria novamente comer aquela delicia. Como o estoque não fica sozinho e raras são as oportunidades, imaginei que sá daria para encontrar mesmo no horário do almoço.

Entrei em contato com ela e propus que ficássemos um pouco depois do horário do almoço, para que pudéssemos dar uma rapidinha para abrir o apetite, ela não se fez de rogada e disse que adoraria dar uma gozada antes de almoçar. Combinado de ficar, esperei as horas passarem, meia hora antes das doze, entrei em contato novamente com ela e comecei a falar putarias para ela, como eu ia coloca-la de quatro e meter todinha, como eu gostaria de que rebolasse sentadinha no meu pau, eu no intuito de deixa-la molhadinha de consegui, a safada me disse que já estava com a calcinha molhadinha, e que não tava mais conseguindo se segurar, tava com uma vontade louca de enfiar a mão dentro da saia e meter um dedinho na buceta, aquilo me deixou de pau duro na hora. Finalmente as doze horas haviam chegado, aquele alvoroço que gente saindo e cada vez ficando mais calmo. E eu cada vez ficando mais safado esperando a rainha entrar na minha sala, não demorou muito entrar ela com uma cara de safada, uma cachorra no cio, levantei prontamente da cadeira e fui ao seu encontro, abracei e agarrei na sua bunda enquanto lhe dava um beijo ardente cheio de tesão. Começamos nos agarrar e a gemer, as nossas mãos estava mais que inquietas, percorriam o corpo um do outro com voracidade. Nossas roupas começaram a cair do corpo, sua blusa eu tirei e chupei seus seios deliciosos, enquanto isso, com maestria ela tirava o meu cinto e desabotoava minha calça, descendo o zíper meteu a mão dentro da minha cueca, tirou o meu pau para fora e começou a tocá-lo, continuava a chupar e morde seus seios, passando a mão na volúpia que é seu bunda, entrando a mão por entre suas pernas e sentido a calcinha toda molhadinha, afastei delicadamente e enfiei o dedo na sua buceta que arrancou-lhe um suspiro, o que a deixou com mais tesão ainda, pressionou o meu pau com mais força, me encostou na parede e desceu e colocou a boca no meu pau com uma fome, me chupava e babava meu pau, me deixando louco, ver a boca dela toda com meu pau todinho dentro era a visão dos deuses, ela tirava a boca toda, segurava meu pau e lambia parecendo um picolé, sua expressão de safada me deixava mais com tesão. Puxei para cima e fui ate a cadeira onde me sentei, não deixei sequer tirar a calcinha, sá coloquei de lado e fiz ela sentar bem gostoso com tudo, o que a levou a um estado de êxtase e de um gemido gostoso demais. Comecei que instantâneo a pular em cima de mim, seus líquidos me molhavam todos, descendo no meu pau, o estado de excitação era demais. Pulava em cima, trepava como ninguém, eu chupava seus seios com fome, e mordia, o que a deixava louca, com a intensificação dos seus gemidos vi que estava para gozar, o que deixou meu pau duro demais a ponto de doer, via a expressão de como estava gostoso e de quanto estava perto dela apertar meu pau todinho com aquela buceta no orgasmo poderoso, sem mais aguentar ela me fala que ia gozar, pulou mais uma vez e rebolou em cima ate gozar, soltando gemidos e gritinhos, uma maravilha de se ver. Suspirou um pouco, respirou, dei-lhe um beijo e coloquei de pernas abertas em cima da mesa, visão privilegiada meu pau entrando com tudo e saindo do meio de suas pernas, bombava com tudo, agarrado na sua bunda fazendo a alavanca trazendo ela com força para mim, enfiava com tudo a mesa tremia, eu tremia, tava chegando a minha gozada, não acreditava tava ali na mesa trepando com aquela delicia, bombava e então anunciei a chegada da gozada, enchi a buceta dela todinha com meu leitinho, ainda fiquei parado um pouco que era para derramar todinho dentro dela...visao ao terminar era nás dois suados com cara de êxtase, demos um beijo e nos vestimos, fomos para nossos destinos almoçar e descansar. A tarde começamos um novo jogo...mas isso é para outra historia....

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos esposa olhos vendados fudendofilho delicia contoconto gay paguei enfiei pregascontos eroticos de mulheres coroas fodedeirascontos erotico virei viadinho da escolaconto como foi que eu chupei a bucetinha de uma loirinha de cinco aninhossubrinho ve tia fazendo sexo araz da portacontos femininos foi dificil dar o cuzinhosou travesti eu tirei a virgidade da minha amiga ela chorouQuero um homem que chupe minhas tetas quando chega do trabalho e pra dormicontos eróticos gay cuidando do cachorrão do vizinhominha tia me fez um footjob contos eroticosirmãzinha nascendo peitinho contos eróticoscontos eroticos "coisa enorme"Meu oai meu primo e eu contos gayConto porno ui ui ui meteencoxador no tremcontos de de sexo de escondercuzinho de entiada contos veridicocontos eroticoscasada na massagemContos passeando de carro usando cinta liga e fio dentalcontos uso fio dental e shortinho e o consolo de minha irma conttosmeu tio me comeu meu cuhumberto de pau durocontos eroticos querendo uma rapidinhaencostou-me na parede contosminha empregada lesbica me obrigou contosbrincado de cavalinho conto eroticoConto ertico forçada na escolasozinha com meu sobrinho deixei ele me foder ursao tio roludo contocontos gays teen dando o raboconto erótico arrombei o fortãode calcinha na frente do meu pai contosO dinha que comi o cu da minhA mae bebAda contos,contos de fingindo dormirnegao meteu no cú do menino assanhado.contosiniciando um viadinho contoSentando no colo. Contos eroticos.realizei meu sonho transar com um cavaloContos eroticos casada na excursãopintudocontosnovinhabotei minha mae prachupa meu pau ela pensou que era meu painoite maravilhosa com a cunhada casada contoscontos eroticos fortao trepado menininhacontos eróticos de mães e filho de pau grandecontos eroticos duplamente penetradoCavalo discabasando uma jumrentase eu deixar no seu sobrinho como é lá dentro da piscina e gozar na sua caracontos eróticos vovó me comeuminha piroquinha dura no cu do molequecontos eroticos cu e bucetaminha filha e uma cadela conto eroticocontos gay dei para um anndarilho roludohistorias eroticas vi meu sobrinho bem dotado descabaçando o cu da minha mulherninha cunhada casada mais veha contosconto erótconto lesbicscache:A_ULZ8FKkSgJ:okinawa-ufa.ru/home.php Meu irmão mandou eu deitar com eleconto erotico enfiou vela acesa na minha buceta"voce e muito corno"Voltei gozada pro meu corninho contosou travesti tirei virgidade minha amiga chorouPorn contos erotico corooa quue dizia ser crentesexo contos deposito de porracontos eróticos virei fêmea louca por leitinhodei leitinho na boca de uma novinha de contagem contos eroticosconto erótico sonífero na sobrinhaconto erotico adoro da pro meu filho com a buceta sujacontos minha enteada minha amantecasada relutante cedeu desconhecidome fode me arromba seu velho safadocontos eroticos mamae comeu meu cuzinhoTatuagem na xoxota contosContos eroticosencoxadas no onibuscontos eroticos meu cachorro e minha primacontos eróticos mamãe mim deu de bandeija para seu namorado