Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

BRINCANDO DE BONECA, MAMANDO DE VERDADE II - A PROSTITUIÇÃO

Click to Download this video!

Estava com 19 anos quando fui passar o final de semana na casa da minha prima Luisa. Já estava com o corpo formado, seios desenvolvidos, quadris largos, mas ainda era magra para a minha idade. O que mais me incomodava nem era ser magra, mas ter as pernas finas. Mesmo assim era bonita, tinha um rosto de boneca o que me ajudou muito futuramente. Luisa com os seus 19 anos era tudo o que um homem queria, umas coxas bem torneadas, uma bunda maravilhosa e seios grandes, duros, poderosos. Era a sensualidade em pessoa, eu me orgulhava muito dos finais de semana em sua casa. Assim que cheguei, Luisa me disse que teríamos algo especial para fazermos à tardinha, iríamos a casa de um senhor vizinho dela que morava no final da rua. Perguntei o que faríamos lá e ela cochichando disse-me que ela pagaria 50 reais para ver nás duas transando. Achei que era brincadeira dela, mas ela disse que o velho era tarado por garotas transando e que ela ia algumas vezes a casa dele e recebia 20 reais sá para ser chupada! Topei a brincadeira, transava com Luisa mesmo de graça, se ganhasse uns trocados, que mal poderia haver nisso?! à tardinha nos arrumamos, Luisa foi de saia e blusinha e eu de vestidinho. Disse a minha tia que iríamos ao shopping bater perna. Saíamos, passamos em frente a casa do coroa, mas não entramos, demos a volta na rua, paramos na esquina e ficamos disfarçando ali. Uma luz piscou na sala, era o sinal para entrarmos, Luisa puxou-me pelo braço e entramos. O tal velho era uma coisa horrorosa! Barrigudo, pelancudo, poucos dentes na boca, por volta dos seus 65 anos, não era de se admirar que tivesse que pagar para ter "companhia"! Se chamava Bartô, olhou-me com desejo e estremeci em pensar naquele velho me tocando, logo eu que não tive nenhuma relação sexual com homem algum, apesar de não ser mais virgem. Fomos para o quarto do coroa que já foi logo tirando a roupa e sentando numa poltrona que ficava em frente a cama. Luisa devagarzinho foi se despindo na frente do velho e eu constrangida com a presença dele, tirei o vestido logo de uma vez. Deitamos na cama, Luisa me beijou gostosamente de língua, enfiou um dos dedos na minha xoxota que já estava molhada, tirou os dedos melados e chupou lentamente, sugando todo o melzinho que havia neles. Desci minha boca nos seios duros, chupei com vontade, modisquei, suguei aquela delícia! Luisa segurava minha cabeça enterrada em seus seios e forçava a minha boca a descer até sua xoxotinha toda depiladinha. Desci a cabeça e enfiei minha língua na sua xoxota e um dos meus dedos no seu cuzinho. Luisa gemia, se contorcia toda, pressionava minha cabeça para que eu metesse cada vez mais a língua na sua xoxotinha. Com uma das mãos livres ela mesmo acariciava seus mamilos duros de tesão. Meu grelinho inchado, pedia urgentemente a língua de Luisa. Esqueci completamente o velho sentado na poltrona e suguei todo o gozo que já escorria da xoxotinha de Luisa. Ela gemia descontroladamente, mais até que das vezes anteriores. Fiquei de quatro para que Luisa enfiasse a língua no meu cuzinho e com os dedos metia e tirava da minha xoxota. Luisa não sá metia sua língua gostosa no meu cuzinho, mas lambia e mordia cada parte que alcançasse. Eu rebolava na cara dela e sentia as pernas tremer, queria gozar logo. Luisa tirou a língua e enfiou os dedos delicadamente em mim. Primeiro dois dedinhos, depois o terceiro e por fim a mão inteira dela fechada já estava dentro de mim, me socando, me rasgando por dentro, que delícia! Senti uma dorzinha gostosa, uma sensação de puro prazer. Gozei, gemi, gritei. O velho saiu da poltrona de pau duro e gozou em cima da gente! Um jato de porra escorreu pelas minhas costas, já que eu estava de quatro, respingou também na cara da Luisa. O velho insatisfeito ainda, enfiou aquele pau horroroso na boca da Luisa e ela sem se importar chupou com vontade! O velhinho se contorcia todo, pensei até que teria um troço! Mas não houve outro jato de porra, a brincadeira terminou por aí. Nos vestimos, Luisa cobrou mais 20 reais por ter chupado o pau do coroa e saímos de lá com 70 reais no bolso, o que para mim era dinheiro, já que não recebia um centavo dos meus pais de mesada. Fomos para o shopping e torramos o dinheiro lá. Achei tão fácil ganhar o dinheiro, não precisava nem tocar no velho, acabei voltando outras vezes. Esse foi o primeiro episádio que levou-me a prostituir-me tempos depois.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


arrumei um carA pra me comer contoscache:fqKHdRAEKq0J:studio-vodevil.ru/mobile/conto_27513_bebi-demais-e-virei-corno-na-praia.html homens q gosta d ve sua mulher com uns roludos novos contosContos eroticos de podolatria chupando primas com os bonitoscontos eróticos caseiros com o filho rapaz do patrãocontos de surubas inesperadas com esposa e travestiscache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html Contos eroticos fudendo baixinhameu genro comeu meu cu e me dominou contos gaycontos eróticos de violênciacontos acordei louca para fuder com meu irmaoconto erótico de i****** em família devemos filhos da praiaxconto dei gostoso ainda falei p maridocontos eróticos marido Cafajestecasa do conto erotico filha da patroa em reforma do aptContos : namorada dando pra passarconto erostico cASALCOM UM MOLEGUE EM CASAContoseroticosdesenhorasconto erotico fraldario do mercadocontos erótico com enfermeiradelicia de maemae gostosacomi minha maeConto erotico mendiga peituda 60 anosquadrinhos e contos eroticos a inquilinanamorado domado contos eróticosconto erótico meu marido lambe o Pouvelha cavala virando olhotirei as pregas da coroarelatos erótico andando a cavalo com meu tio contos eu tenho um bar e dei o cu pro meu freguês Conto de menina sendo estrupada pelo irmao no mato contos eroticos contos eróticos de violênciapiercing no mamilo da priminhaVoltei gozada pro meu corninho contocontos eróticos de bebados e drogados gayssou casada gozei no pau do meu cunhado contodmenina você já passou o dedo no cu e cheirouconto arregacando o cuzinho e enchendo de porra a cunhadacontos eróticos bombons de chocolateContos eroticos gosto de estupro seiosmostrei a .bunda pro meu irmao e ele me comeuvideo porno colocando minha sobrinha pra chupar em salvadorcontos fui comida na fasendaconto Morro de tesão por meu amigoContos eroticos danadinha colo do vvelhoconto erotico me comeram sem piedadecontos eróticos minha esposa benzido pelo pai de santocontos sexo estorando cu virgemsConto erotico o shorti.ho que meu marido comprouvidio negao fes travesti loirinha urra com baita pau ate o talo no cuzimme estupraram no mato conto eroticoconto erotico meu cunhado fez meu cu sair sanguelalargado na bucetaContos eroticos curtos com detalhes por detalhes falas e falas eu era uma menina virge de 12aninhos e um tarado me comeContoseroticosnafazendacontos eróticos mae solteira e sua filhinhacontos eróticos corno leva muhger BA mo suco grupalmulhe vais boguete em bebudoContos minha doce sobrinha melmconto erotico meu irmão me fez mulhercontos de menino bem novinho usando calcinhacontos eroticos madura gostei de dar o cu ao capataz contos eroticos chupo pica desde novinhame estupraram na estrada contos eroticosviadinho tapas esposa dedos no cu conto marido consolovisinha casada o novinho contos com fotoscontos tiraram a roupa do meu marido e me comeram na sua frentecontos eróticos de famílias pela primeira vez participando da praia de nudismoconto erotico viadinho foi dormir no sitio e teve que vestir calcinhacontos eroticos cunhado gayas mulher freira depilando o priquito no conventocontos eróticos gay lambendo rabo peludo de machominha enteada inocente conto eroticocontos erótico foderam minha namoradaconto erotico passei a mao na menina por cima da calcinha contos eroticos duas novinhas na prasa de shortinhocontos eroticos incesto tomei porra do meu cunhadoCasada viajando contosmeu tio me dava a mamadeiraconto esposa sem querergozei no copo e dei pra minha tia bebeu contoscomer minha tia gostosa meu melhor presente contoscomo brexar a cunhada no banheiro os terriveis amarrada no pornosentou no meu colo conto eroticocontos eroticosdpcontos eróticos mulher vai ate afazenda trepar com capatazCarnaval cerveja mezanino nada conto eróticocontos eroticos gay meu tio de dezenove me comeu dormindo quando eu tinha oito anosporno idoido na purberdadecontos gays minha mae me viu dando o cu e participoucontos eroticos gay no meu primeiro dia de aula na faculdade esbarei nele sem wueter mas percebi que era um babsca mal efucafpcontos eroticos garotao passando bozeador na minha esposacoleguinha liberal gay contoschantagiei a colega de trabalho e comi ela contosconto erótico de mulheres abusadas sexualmente pelo cachorro