Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ENCONTRO AS CEGAS

Click to this video!

Como executivo, vivo viajando pelo Brasil à lugar sempre fixo, onde ficam os meus clientes. Para não ficar sozinho nessas localidades, recorro a sites de relacionamento para conhecer mulheres e não passar tediosas noites sozinho.



Numa delas, conheci Márcia. Segundo ela era muito tímida, mas papo vai, papo vem, consegui seu telefone. Liguei e ficamos horas no telefone, e claro, acabamos o papo em sexo. Forcei a barra para ele vir até o hotel, mas ela se dizia muito tímida e não queria. Dizia que não saberia nem como me olhar nos olhos depois de tanta sacanagem que a gente tinha falado no fone.



Foi aí que disse: "Você nem precisa me olhar nos olhos ... você vem ao meu hotel, sobe direto para o apartamento ... eu vou deixar a porta aberta, com a luz apagada ... você entra, tira a roupa e a genta transa a noite toda assim".



Achei a idéia um tanto quanto absurda, mas para o meu espanto, ela topou! Eu não acreditava, até a voz dela ficou diferente ... ela adorou a idéia e se disse extremamente excitada com a situação. Combinamos assim, eu ia ficar esperando por ela do jeitinho que havia relatado no fone.



Desligamos, tomei um belo banho, fique nú na cama, porta somente encostada, tv desligada ... por alguns instantes me sinti um idiota! Imagina se alguem viria ao meu quarto, sem me conhecer, trepar comigo no escuro! "Como sou idiota" pensei comigo mesmo.



Algum tempo depois, eu já estava quase dormindo ... a porta se abre. A principio tomei um susto, mas vi a silueta de um corpo feminino delicioso, não muito magra, mas com curvas maravilhosas. Ela entrou e fechou a porta, não disse nada, eu também não. O tesão tomou conta do quarto quando ela, ainda perto da porta, começou a se despir. Não podia ver muita coisa, apenas o vulto e o som de sua desnudez.



Aquele "streptease" no escuro me deixou extremamente excitado, meu pau estava muito duro e pulsante. Se encostasse nele nesse momento batia uma punheta na hora!



Ela veio vagarosamente em direção a cama, pelo som, tateando com os pés o chão. Tocou a cama com as mãos, passou as mãos pelo meu corpo, pegou brevemente o meu pau e ainda em pé ao lado da cama abaixou e deu um breve lambidinha nele. Tremi inteiro, ela suspirou.



Deitou-se ao meu lado, me beijou e subiu em cima de mim. Me beijando esfregou meu pau na sua bucetinha completamente molhada. Seu cheiro era gostoso, tesudo e sua respiração era forte, quase ofegante. Tive vontade de falar, me segui o script combinado.



Sobre mim, ela fez menção de pegar no meu pau e enfiar na sua buceta. Mas o cheiro dela era tesudo demais que fiquei com vontade de chupar aquela buceta.



Empurrei meu corpo para baixo e puxei o quadril dela conta o meu rosto. Enfiei toda a minha cara naquela buceta cheirosa toda molhada e comecei a lambé-la. Ela começou a esfregar a sua buceta na minha cara. Puxei seu grelinho para dentro da minha boca e suguei com vigor. Ela esfregava-se tanto na minha que quase sufocava. Repentinamente ela se virou, ficando de costas para o meu rosto e abocanhou o meu pau com tanta força que até doia!



Aquele maravilhoso 69 estava esplendido. Aquele quadril todo na minha cara e sá podia ver o contorno dele. Mas o tateava habilmente. Ela gemia e esfregava-se contra a minha cara. Seu grelinho estava durissimo! Meti 1 dedo na sua buceta enquanto sugava seu grelinho, depois 2. Molhei o dedo médio da outra mão na sua buceta encharcada e comecei a tatear o seu cuzinho. Ela gemeu forte. Fui introduzindo meu dedo no cuzinho dela, até entrar todinho. Senti sua buceta pulsando forte. Ela gemeu, depois gritou, gozou ... gozou muito forte. Não parava de gozar e apertou seu quadril conta meu rosto, tanto que quase sufoquei.



Rapidamente ela virou-se e começou a cavalgar no meu pau. Num instante de sanidade tirei meu pau e coloquei a camisinha. Ela pulou sobre ele com tanta força, que se entrasse 1mm errado, estava perdido! Não demorou muito, ela gozou novamente.



A coloquei de quatro e foi a minha vez de bombar forte. Seguindo a experiência que já tinha dado certo, enquanto bombava a buceta dela, meti um dedo vagarosamente no cuzinho dela. Ela dava sinais que estava adorando e empurrava a sua bunda contra mim. Mas para minha surpresa ela tirou meu pau e ainda de 4, tirou a camisinha.



Pensei que estivesse cansada e queria parar. Mas novamente para a minha surpresa, ela segurando o meu pau pelo meio de suas pernas o enfiou novamente na sua buceta, deu uma breve rebolada e ainda com ela na sua mão o conduziu para o seu cuzinho. Ela empurrou a sua bunda suavemente contra o meu pau e com leves reboladinhas o fazia entrar cada vez mais. Fiz menção de tirá-lo, mas finalmente ela falou: "Quero sentir a sua porra quente dentro do meu cú". Fiquei doido de ouvir aquilo e comecei a bombar com força. Devia estar doendo pois o gemido dela era de dor. Mas como ela não fez menção de tirar, continuei. Ela gozou novamente, antes de mim. Aí segurei seu quadril com força e bombei até explodir num jato de porra que nunca tinha sentido sair antes na minha vida!!! Foi a maior gozada que dei até hoje!!!



Caimos cada uma para um lado, completamente desfalecidos. Eu estava exausto, mas queria mais, o tesão era tanto que meu pau nem amoleceu. Ela deito-se ao meu lado e ficou abraçadinha fazendo carinho no meu peito. Por um breve instante cochilei. Como última e triste surpresa da noite, acordei e ela tinha ido embora. Tentei ligar para ela mas não atendeu mais meu fone. Nos outros dias tentei insistentemente ligar para ela, mas ela não atendeu.



Nunca vi seu rosto, queria ter visto. Queria ter comido ela muito mais, mas não comi. Foi apenas uma gozada - se bem que foi a maior gozada da minha vida! Nem sua voz consegui ouvir direito pessoalmente. A única coisa que ouvi, e fica até hoje na minha cabeça é a frase: "Quero sentir a sua porra quente dentro do meu cú"



Márcia (se é que realmente esse é o seu nome) me contate. Quero te comer novamente. Ok, se você não quiser, qualquer leitora que queira essa experiência, me escreva! Posso garantir que é um tesão imenso!!!



Renato ([email protected])

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


cachorros rendidos gozando pornopau grande enfiadi. todo nicumeu pai tem ciumes de mim contos eroticoscontos eróticos assediada por minha amigavelha peituda cheia de celulites contoconto erotico as pregas da empregadacontos orgia com jogadoresRex dando o cuempurando devaga no cu 30cconto erotico meu bezerro boqueteiroContos eróticos primo comedor comeu o cu da nanecontos eroticos meu enteado se vestiu de mulher pra mimtravestiszoofiliafotoschiquinha arrombada contos porncontos eróticos novinha no ônibusconto esposa na orgia do carnavalcontos meus amigos estupraram a minha maecontos a punheteira do papaiconto porno madame s putasesporra encorpada na bocaDelirando na pica do irmão contosfui encoxadapeito bicodu sexContos eróticos Gay Calção Recheado do irmãome mesturbei no banheiro e agira?conto erotico paraense en salinas paracontos eróticos minha filha bebeu meu leitecontos eróticos minha mulher foi f***** por um travestiContos amigos fodem maes de amigos por traicaoNetinhas mamando pica contoseroticoscontos erotico com minha sobrinha mais novacontos eroticos de como meu amigo me comendoCarnaval cerveja mezanino nada conto eróticotia peruca gosta de chupar pau e a buceta sai muita gozacontos eróticos mendigo no ônibusler contos pornô de i****** pistola gostosa do meu filhocontos cara comeu minha mulher devaga pra mim nao ver contosconto erotico dominando mãe e filhacontos eróticos bebadacontos comi minhas gemias zinhascontos eroticos ela nao aceita ser cornoputona da pro chefe marido nem desconfiaContos.eroticos..de.incesto.no.dia.decasarcontos de mulheres pegano carona indo no colocontos gay o menino que era um femea escondidoContos eroticos comendo cu da madrasta e da meia irmacontos eroticos aventura em resendeconto porno a virgem babiminha amiga me levou p suruba contos eroticosConto Erótico ninfeta Fio Dentalmelhores contos gays descobri a putinha que havia em mimUni batendo p****** os malhadãocontos eróticos de chuva com irmãrelatos comi a crente na marraconto de o negao pirocudo rasgou meu cu sem docontos eroticos comi a bunda da minha tiamotoboy gay contoContos Eróticos abusada todos os dias por estranhoscontos eroticos aluninhacontos eroticos meu amante arrombava eu e minha filha e meu marido descubriuxvideo mobile meu pai me castigoucontos não aguentei o pau do meu pai inteiro dentro de mimmulher fazebdo conids dr shortinho e marido psu durocontos de velhas gordas tomando gozada na caracontos incestosna infância Como fazer um cabacinho liberar(conto gay teen)Filmei minha chupando estranhos na porta do carroMeu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,Contos de leitores reais swingcontos eroticos ,,sou noiva e o negão comeu meu cu na ,minha camaacontos eroticos. traihistorias de meninas que se masturbaram enfiando cenouras no cu e na checaconto porn insetuosocontos erótico estuprada po bardidoxoxota as infinitasRejane gosando na siriricacontos eroticos rola grossacarla dando a buceta ora o seu filho de 18contos eróticos de Pou