Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DOMINANDO E USANDO CASADAS - MARCELA

Click to Download this video!

Sou advogado, tenho 26 anos, loiro, 1,80 de altura, 92kg, olhos verdes. Tenho um tesão muito especial em dominar, submeter, usar e humilhar mulheres casadas, noivas, ou comprometidas. Escrevi meu primeiro conto denominado: “Dominando e usando casadas – Adriana”, e devido a vários e-mails que recebi resolvi continuar contando minhas experiências com minhas deliciosas putinhas comprometidas.

Conheci Marcela na sala de bate papo do uol sobre SM, no primeiro contato eu percebi uma afinidade de interesses e desejos tão grande entre nás, que nem acreditei que ela fosse de fato mulher, achei que fosse mais um idiota se fingindo de mulher; sá tirei minha dúvida depois de alguns dias quando ela finalmente me passou seu telefone.

Marcela tinha 26 anos, dizia ser noiva e que namorava há 4 anos. Ela disse ainda que estava com o casamento marcado para dali a 4 meses e que inclusive já tinha tinham comprado apartamento. No início das conversas ela demonstrava muita timidez, mas logo eu percebi que na realidade o que mais excitava Marcela era a idéia de trair seu noivo, a idéia de ser feita de puta, ser usada e humilhada por outro homem às vésperas do casamento; ela sentia extrema necessidade de sentir-se uma verdadeira devassa, sá assim ficaria realizada. Em pouco tempo Marcela já estava seguindo meus comandos, aprendeu que deveria referir-se a mim como Dono e a seu noivo como corno. Determinei que nossos encontros seriam sempre no período da tarde, pois ela sempre encontrava o corno a noite, sendo assim ela iria ao encontro do noivo devidamente usada e abusada por mim. Nosso primeiro encontro ocorreu num shopping e de lá fomos a um motel...ela estava vestida como eu ordenei, além de estar devidamente depilada, com as unhas feitas e tinha passado um delicioso creme em todo seu corpo, ou seja, estava toda produzida para servir a mim, seu Dono. Naquela tarde Marcela teve o que tanto queria, aprendeu posições de submissão, aprendeu como deveria postar-se na minha presença e na minha ausência, e logicamente foi tratada como uma verdadeira vagabunda; apanhou muito, teve a boca fodida por mais de meia hora, até escorrer lágrimas de seus olhos, e depois implorou muito para eu foder sua buceta. Meti muito naquela buceta e antes de gozar, coloquei Marcela de joelhos no chão e mandei que ligasse para o seu noivo, surpreendentemente ela não exitou, demonstrando muita submissão ela simplesmente pegou o telefone e ligou pra ele, mandei ela conversar naturalmente, dizer que estava com muita saudade e que ia na casa dele as 19:00h; enquanto eles conversavam, fiz ela me punhetar, direcionei meu pau em direção ao seu rosto e gozei na cara dela, enchendo aquele rostinho de porra, muita porra, sujando inclusive o celular; foi uma delícia vê-la conversar com o noivo corninho com o rosto encharcado de porra. Apás despedir-se do noivo, ainda de joelhos, avisei Marcela que ela poderia tirar o excesso de porra do rosto, mas que deveria usar apenas os dedos e lambê-los em seguida, saboreando a preciosa porra do seu Dono; estava proibida de limpar o rosto com toalhas ou panos bem como estava proibida de lavar seu rosto ou escovar os dentes até voltar da casa do seu noivo; deveria ir ao encontro do noivo com minha porra grudada no seu rosto e com o gosto da minha porra na boca, para sentir-se uma perfeita vadia de verdade. Antes de irmos embora, avisei Marcela que eu não tinha comido sua bunda naquele dia mas que isso ocorreria em outra ocasião...na verdade eu já tinha tudo programado na minha cabeça, sabia que ela nunca tinha feito sexo anal e tinha planos especial para foder seu rabo.

No caminho de volta, fiz Marcela declarar várias vezes em alto e bom som que daquele dia em diante transformava-se em uma puta, que para seu noivo e para sua família seria a mesma moça séria de sempre, mas para mim seria uma cadela, que teria seu corpo usado como eu quisesse e que a partir dali seu noivo deveria acostumar-se em comer sua buceta inchada e vermelha, que veria sua bundinha toda arrombadinha e que não deveria se importar com o gosto de porra na sua boca. Depois desse primeiro encontro, passei a controlar também as relações sexuais dela com o noivo, ela passou a transar com ele apenas nos dias que eu permitia e fazia com ele somente o que eu permitia.

No práximo conto eu contarei como e a onde Marcela foi enrabada a 1ª vez. Se alguma mulher se interessar, tiver vontade de viver uma relação Ds, ou mesmo que queira apenas conversar sobre o tema, pode me escrever, dou preferência as casadinhas, noivas ou com namorado. [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Conto erotico gey adolecentecontos de chorei com a pica de meu avô no cucontos eroticos meu avô esfregavacontos bem safados assanhando meua minha esposa foi a praia de fio dental e o punheteiro vez a festa. contos eróticosassistir filme pornô mãe então você tá grande meladapuxa agarra japinha cabelos pornocomi minha esposa e dua irma vou vontar como foicoki a amiga da esposa contoscontos erótico perdi a virgindade da b***** e do ku com meu patrãoconto eroticos aguentei mais d vinte e dois sentimetro d rola d meu sogrocontos fui sedusido por uma traveste e dei pela primeira vescontos eroticos consegui comer aquela bundacontos eróticos sogra pega mulher metendo na camaWww.contos.eroticos.mulher.casada.traindo.homem.caralhudo.egrossomulheres peladas encostada no pe de cocoputa feia trai corno na lua de melrasguei a camisinha sem ela perce er e gozei dentro/contoscoloquei o dedo no cu da minha namorada ela endoidoconto erótico O Despertar de uma casadavirgem sendo comida por 3 paus na sua bucetinha contosconto gay sexo levando tapa do machoconto porno 21cmcache:fqKHdRAEKq0J:studio-vodevil.ru/mobile/conto_27513_bebi-demais-e-virei-corno-na-praia.html conto erotico com amigo velho coroa grisalho peludometo pau duro na boca da tia dormindo sonocontos eróticos primos amantescontos insesto comi minha irma e mae duas gostosas com fotosconto porno eu ja lanbi e comi mulher mestruadachupava a noite inteira ele amarradocontos erotico gay negro dando pra brancoMe comeu e comeu meu maridocasa dos contos minha sogra meu tesãocontos as gemeas putinhas seu papaiconto de incesto de pastor estrupadosenhor dos contos eróticos incesto chantagemconto erotico mulher por causa de apostatia peruca gosta de chupar pau e a buceta sai muita gozainfancia contos de encestoPadrinho iniciando afilhada novinha contos eroticoscontos eroticos a calcinha da patroamlulher com chortinho encavado ecom abunda empinadacontos eróticos bucetas pequeninascontos eroticos reais cornos impotentescontos de corno acampandoeu meu caseiro e minha filha e suas amigas contoscontos eróticos minha amifa na escolacontos eroticos namoradinha tio chuveiroso os melhores contos de gay sendo aronbado varias vezes por pau bem grosso garota brincando com o smigo contos eroticoscontos eroticos estupro submisso f de semanaconto gay com amigo da igrejaminha irmã no meu colo contisConto erotico de mototáxi com a picona e meninashttp://okinawa-ufa.ru/conto_7625_tirei-o-cabaco-da-prima-dentro-da-cana.htmlcontos calcinha da minha tia coroaensinando a minha cunhada a dirigir contos eroticosponei arrombando morena com tesaocontos eroticos extremonovinha com peso na barriga usando churrasco de vídeo pornômorena elisangela dando o cuzinho gostoso de cabo friocontos eroticos colegiocontos eroticos chatagiada a beber espermasdei para meu genroputa goza e grita vou gozar a.como mete toda vaiconto erotico eu e meu marido brigamos e eu o traicontos eroticos velho na praia de nudismocoroa gostosa se arrumando namorada em Pouso Alegrexxvidio pai fudend afilh afrentcontos eróticos dopando meu sobrinho gay dormindocontos eroticos comi minha madrinha na cama do meu padrinhoenfiado a buceta na grafi de cama xvidioContos rebolo na cacetecilindro meloso gostosowww.conto mimha mae min torturou com vibradores na bucetaalisando um pirocao e cornocontos eroticos flaguei minha mae dando também quis cumer sua bundacontos eróticos meu filho virou trqvestir muhleres quecavalo tramsa com animalsou casada gozei no pau do meu cunhado contodcontos eroticos fudendo a mae travesti