Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NEGUEI FOGO E O CÃO ROUBOU O MEU LUGAR.

Click to this video!

_ Vai, gato. Tô morrendo de vontade.



Fim de tarde. Brisa fresca. Depois de tanta cerveja, meu corpo ansiava por descanso. A sombra estava átima. Encontrá-la foi providencial. Precisava muito sentir a grama fresca sob minhas costas. Aos pés da enorme mangueira encontrei meu paraíso. No momento não existia prazer maior. Continuei como ela havia me encontrado. Costas deitadas na grama, olhos fechados sem força, simulando o sono que me aguardava. Fingi ignorar os apelos de minha linda morena.



_ Aquela cerveja toda. Bebi demais. Você sabe como eu fico com vontade nessas situações.



Abrindo minimamente o olho, fingindo dormir, a vi em pé a minha frente. Continuava de biquíni. A linha perfeita de suas coxas que subiam até se transforma na bunda mais bem feita já vista por mim. Acima da linha da cintura brilhava um piercing, preso ao umbiguinho de uma barriga delgada. Olhava-me esperando uma atitude. Um olhar dizendo tudo oque deseja. Minha morena, linda, gostosa. Encantadora, até quando queria safadeza. Sua proposta era irrecusável. Mas um cansaço enorme amarrava meu corpo e debilitava a vontade.



_ Vâmo gato. Rapidinho. Todo mundo foi embora.

Ainda deitado chamei ela pra perto de mim. Peguei sua mão e puxei ela para baixo.



_ Deita aqui comigo. Vou descansar um pouco. Logo mais poderei dar toda atenção que você merece.



Concordou. Deitou-se de lado apoiando a cabeça sobre meu peito e uma das mãos sobre minha barriga. As pernas esticadas encostavam na minha perna direita. Passado algum tempo ela ficou quieta parecia estar dormindo. De olhos fechados notei a aproximação de nosso cachorro. O cão vinha em nossa direção, fazendo barulho ao pisar a grama. Sá parou quando chegou perto de Raquel. Ouvi o cachorro cheirando e ofegando. Pensei que o cão havia achado algum inseto na grama e estava tentando abocanhá-lo. Percebi ele ficando agitado. Arfando com força. Na hora não me preocupei e continuei como antes. Deitado e de olhos fechados. Neste momento senti Raquel abanando os braços como se quisesse afastar nosso husky e falava bem baixinho. Talvez para não me acordar.



_ Sai. Sai cachorro safado. Para de me cheirar.



Então compreendi. Raquel é o tipo de mulher que fica bem molhada quando sente tesão. A xota fica toda babada. Sei bem como aquilo me excita. O cachorro sentindo aquele cheiro deve ter se interessado pela dona.



O som da respiração do cachorro vinha da direção da bunda da minha namorada. Ante a insistência do cachorro minha gatinha desistiu de afastá-lo. Isso me deixou curioso. Ela não se levantou, nem mudou de posição. Somente desistiu. O cachorro continuava agitado. Arfava e cheirava minha gatinha. Meu coração acelerou na hora. Imaginei que ela estaria prestes a fazer uma besteira, mas eu tentava me convencer de que Raquel não seria capaz de uma coisa dessas. Quase me convenci da capacidade de minha imaginação, mas Raquel me mostrou que eu estava errado. A adrenalina tomou conta de mim. Esforcei-me para não tremer de excitação.



Vagarozamente ela afastou suas pernas. Uma das pernas continuava repousada na grama, a outra ela passou por cima das minhas pernas encostando a bucetinha na minha coxa. Deixou o caminho livre para o cão alcançar com a língua a deliciosa buceta. Ela tomava cuidado para não me acordar. Minha princesa tremia, excitada. O husky fazia a festa. Quando a língua do cão acertou a minha coxa tive a confirmação. Raquel havia se permitido aquela aventura.



O cachorro lambia a xoxota por cima do biquíni. As vezes a língua ou o focinho acertavam a minha coxa. Não sei o porquê, porém este fato inusitado também me excitava e me mantive fingindo dormir. Deixei o barco correr solto. Agora eu necessitava ver onde ele ia aportar. Seu rostinho lindo encostado no meu peito. A respiração forte. O peito dela junto ao meu se expandia e recuava acelerado. Pude sentir todo o prazer desfrutado por minha gata. Raquel deixou-se envolver pela experiência e parecia já não preocupar-se com a minha presença.



Bem devagar, abri o olho. Vi a cabeça de minha gatinha voltada para o cachorro, seus olhos poderiam estar cerrados ou abertos admirando a cena, impossível saber. Vi o cão com o focinho abaixado enfiado no espaço entre as pernas de meu amor, enquanto ela o afagava. O afago ao mesmo tempo agradecia o carinho feito na sua xoxota e servia de incentivo para que nosso cãozinho continuasse a festa.



Fechei os olhos novamente. A esta altura eu estava doido para botar o pau pra fora e enfiar na bunda gostosa dela. Queria me aproveitar da situação. Se o tesão era tanto que ela se entregava para um cachorro imaginei que também gostaria de levar no cu. Durante nosso namoro ela sempre se fez de pura e nunca me deixou brincar na bunda linda dela. Me segurei. A vontade de ver a práxima cena era maior que qualquer outro sentimento. Ela levantou a cabeça e se virou pra mim. Me balançou levemente. E falou bem baixinho: _ Amooor!! Amor! Tá acordado?



A safada sá queria saber se eu ainda dormia. Provavelmente o biquíni impedia um prazer mais intenso. Estava atrapalhando. Como me fingi de morto ela ficou a vontade para tirar maior proveito da situação. Delicadamente ela soltou um dos laços laterais que prendiam a calcinha do biquíni. Puxou a calcinha de lado e o cão já podia meter a língua na sua xota. O cachorro lambia rápido. Tava fazendo um barulho alto pra cacete. Minha gata não percebeu e deixou. Ele lambia, lambia. E ela com o rosto deitado no meu peito.



Respirava forte, ofegava como alguém que vai gozar. Meu pau duro, doendo dentro da bermuda. Quando ela me abraçou com força e eu percebi que ela ia gozar tirei o pau pra fora. Enquanto ela gozava segurei sua cabeça para ela não mexer o rosto. Dez segundos de punheta foram o suficiente para encher a cara dela de porra. Acertei a boca, a bochecha. Porra escorria pelo seu queixo. Empurrei a cabeça dela para que ela limpasse meu pau. Ainda embriagada pelo gozo. Ela chupou meu pau até ele ficar bem limpinho. Depois disso fomos tomar banho e fudemos com muita vontade. Fomos dormir.



Pela manhã, sem cerveja na cabeça ela ficou arrependida. Chorava. Disse não saber porque tinha feito aquilo. Eu a consolei e disse que não tinha importância. Ela se acalmou e prometeu não repetir o feito.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos feminino vacilei e me entregueipeladas com cu e a bunda melada de manteigaMinha prima viu-me a mastucavalo pampo aregasano a boceta da mulherquero no rabo amor eroticoscdzinhas contos reaishttps://idlestates.ru/mobile/conto_5492_sonho-de-menino-q-se-torna-realidade.htmlcleide chupou ate gozarcontos eroticos consegui comer aquela bundaviado dando o rabo desfasandoporno abuzado mulhe olho tapadocontos minha irma me chupou dormindoconto de estupro de colegiaiscontos eroticos comendoa crente no trabalhocontos interraciais contados por mulheressonhador contos eróticos i****** mãe e pai f****** a b***** da filhaConto ui ui ta gozando filhacontos papai ajudou meu cavali mim fuder e gisar ba bucetasafada pediu pro tio pauzudo gosa dentrocomendo e sendo comido por hipermegadotadoconto erótico bucetas e cu a minha disposiçãocontos eroticos priminha rabuda no colowww.xcontos eroticos.com babá carnuda chupa pauxvidio gay coroa 82xvidio tinho berbado asubrinha fica taradaContos eroticos viagem longa incestuosacasada pelada em lugares movimentados contoscontos eroticos cu virgemconto erotico com prima de nove anochantagiei minha irma casada contoseu quero ver anaconda chupando leite da mãeMEU CORNOEU QUERO ESSA PICA TODA DENTRO DE MIM, SEM CAMISINHA QUERO SENTIR ELA GOZANDO BEM NO FUNDOcalma aí bota devagarfiseran eu comer minha sogra eminha conhada contominha filhinha me viu de pau duro contosconto prima virgem da buceta ensopada dormindo na minha camaVem amor segure a rola dele para eu sentar em cima, vem meu corninhocontos eróticos eu como minha sobrinha na frente da minha esposacontos eróticos sobre sobrinhabucetudacagando na cara contovi outro gozar na boca de minha mulher contosconto erotico: va para o vestiario e me espereContos eroticos dei na festa em macaxeiraMinha namorada ela mandou minha cunhada abri bem suas pernas ela disse pra eu tirar o cabaço da buceta da minha cunhada conto eroticoconto porno peoes no cioassaltantes me estupraram contos eroticoscache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos eroticos casada e o farmaceitico negaocontos eróticos eu e minha mãe nos amamos feito loucosconto erótico vó e seu netinhocontos eroticos chantagiei e gozei na boca da menininhacontos erótico arrependimentos e chorandocontos eroticos vovô e netinhoscontos eróticos,ai ai fode metecontos eroticos abri uma cratera no cu da filha da minha primacontos porno travestis estupros sadomazoquismoNegão e minha filha contos eróticosconto eu e minha noivaMulheres peladas com a boceta toda regasada aberta saindo puisContos eroticos fagrei mnha esposa fodendo com dois carascontos trai meu maridominha priminha titio contos eróticosconto chantagem enteadalésbicas chupando sopinhasConto erotico de mototáxi com a picona e meninasconto esposa nua no sitiovirando moça contosvídeo de namorado faz bem aqui Amanda no Pou pelo jeito da sua bundaeu quero a mulher da b******* grande de fio dental na regata do c* da bundonacontoseróticos encoxadas na casadacontos minha mae gravida de baby doll me chupandoContos erótico,comi a minha ex mulhercontos eróticos gordinhasmenininhas fudendo com vários cachorros contos eroticostroca troca de homens adultos contoscontos eroticos meu primo mauricinhovidio porno mulher coloca vibrador de 53 cemtimetro todinho dentro da bucetacontos pediu uma massagem e acabei comendocontos eróticos abusada peli médico dupla penetraçãocontos eroticos eu menina engole porra do meu tiocontos bund 130cmcontos eroticos dominou toda a minha familiaContos um garota me ensinou oque era uma punhetacontos minha esposa eu e mais 2 travestiscontos eroticos amigas se mastubam juntas pela primeira vezcontos eroticos mais exitantes mais fufidoscontos eroticos de primos com primas que engravidamnunca falei eu falei contos eróticosaprendi dar o cu com meu genro contosconto troquei de papel com a minha mulhero pastor comeu meu cu contos gaycheirei a calcinha fedorenta contos eroticosmulhe vais boguete em bebudocontos eróticos enrabando a namorada do meu sobrinho que tava babadaminha novinha tarada contocomtos d primos d 30 cumemdo cusinho d priminhas d 15contos filha peituda provoca seu pai de baby doll ele fudeu elagozei nas coxas da filha contos