Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU DESPERTAR

Click to Download this video!

Meu despertar sexual aconteceu bem cedo, mas eu me sentia muito mal, sentia uma sensação de culpa, de estar fazendo coisa errada, hoje sei o que quero e superei essas bobagens de sentimento de culpa.

O que eu chamo de despertar foi assim: Eu tinha 19 anos, morava em Santana-SP, estudava de manhã e ficava a tarde inteira sázinha, era muito curiosa, vivia mexendo nas coisas do meu irmão (na época ele tinha 19 anos) e sempre achava revistas pornograficas.

Quando achava, meu coração batia forte, minhas pernas ficavam bambas e sentia um calor gostoso no meio das pernas, imediatamente eu corria pro meu quarto, tirava a calcinha e deitava de lado, enquanto eu virava as paginas, ficava massageando minha xaninha até gozar (eu não sabia o que era mas adorava). Depois ia pro banho e ficava brincando com uma tampa de um shampoo que era fina e comprida, enfiava e tirava na bundinha até gozar de novo. Eu não enfiava nada na bucetinha pq tinha medo, minha mãe me falava que não podia ficar mexendo ali.

Uma ocasião encontrei uma revista diferente das outras, tinha mulheres com cachorros, eu fiquei com as pernas tremulas. Tinha fotos de uma mulher fazendo de verdade com um cachorro, dava pra ver o pinto do cachorro dentro dela, isso mexeu muito comigo porque tinhamos um cachorro em casa, e pela primeira vez eu me dei conta que poderia fazer igual a revista, embora morresse de medo porque achava meu buraquinho muito pequeno para aquilo.

O cachorro era do meu pai, mas ele gostava muito de mim, pois eu que dava comida e banho nele. Era um vira-lata de medio porte, muito bonito de nome Nero, devia ter uns 2 anos.

Eu já tinha visto o Nero montar na perna do meu pai algumas vezes e meu pai tocava ele pra fora, agora eu já sabia o que era, e senti meu corpo mole de tesão, minha xaninha estava pegando fogo, queria fazer aquilo.

Como era 3:00 h da tarde, ficaria sázinha até as 7:00 h, com medo mas vencida pelo desejo, chamei o Nero pra dentro, tirei a saia e tranquei todas as portas, sentei no chão do meu quarto e chamei com o coração aos pulos.

Ele veio como sempre todo alegrinho, mas eu queria que fizesse comigo igual fazia com me pai, então colocava a perna embaixo dele, mas nada acontecia, ele vinha cheirava e lambia minha xaninha por cima da calcinha, puxei a calcinha para o lado e deixei ele lamber, foi uma sensação tão gostosa que nunca mais esqueci.

Já estava ficando desesperada quando de repente ele abraçou minha perna e começou a fazer aqueles movimentos, aquilo me levou a perder a noção de perigo, levei a mão até o pinto dele e comecei a pegar, estava duro e tinha uma pontinha vermelha pra fora da pele, eu mexia, apertava e ele empurrava pra frente.

Até hoje quando lembro molho a calcinha, sem pensar mais pois sá o tesão

importava, tirei a calcinha e fiquei de quatro, mas ele não montava em mim.

Eu estava maluca de vontade, queria sentir o negácio dele no meio das minhas pernas e na minha bunda.

Tanto insisti que acho que ele sentiu minha bundinha e abraçou meus quadris

com as patas e começou a fazer aqueles movimentos, eu senti um frio no estomago e uma sensação de calor percorreu todo meu corpo.

Eu não estava sentindo direito o pinto dele na minha bundinha, ele não acertava onde eu queria.

Então fui me abaixando, quando senti a ponta encostar em meu cuzinho senti um tesão tão delicioso como nunca tinha sentido antes.

Então fiquei curtindo em extase meu despertar sexual, pela primeira vez eu sentia um pinto de verdade cutucando meu cuzinho. As vezes ele escorregava e encaixava na minha xaninha, como tinha medo, arrumava e colocava de volta no cuzinho.

O tesão me impedia de entender, mas a ponta do pinto dele estava entrando e saindo do meu cuzinho...aquele entra e sai delicioso, ele empurrava e tirava muito rápido, eu não sentia dor, sá extase...então gozei pela primeira vez em um pinto...gemendo e soluçando... foi quando senti uma dor forte, assustada levei a mão para trás e senti uma coisa enorme, a ponta estava dentro do meu cuzinho que queimava e doia.

Fui com o corpo para frente e sai daquele pinto enorme e do abraço do Nero.

Assustada com a dor, dei uma bronca no Nero que deitou e ficou lambendo seu pinto enorme.

Meu susto foi passando a medida que reparava no tamanho do pinto dele, todo vermelho com uma bola atras.

Corri para o chuveiro, com uma sensação horrivel de culpa, de ter feito uma coisa errada e proibida, tomei um banho rápido preocupada que se chegasse alguem e visse o tamanho do pinto dele como eu explicaria.

Quando eu sai do banho, para meu alivio já tinha voltado ao normal, foi

ai que entendi como funcionava o pinto do cachorro.

Eu não conseguia esquecer o que tinha feito, e quando lembrava ficava tremula e muito excitada.

No mesmo dia comecei a planejar como eu faria para colocar o pinto dele inteiro no meu cuzinho antes de ficar grande, pois eu tinha certeza que depois de ficar grande eu não conseguiria.

Depois disso coloquei varios planos em ação, mas são outras histárias.

Depois de ler alguns relatos na internet, decidi compartilhar minhas

experiencias com outras mulheres que tiveram experiencias parecidas ou

ainda tem, sem medo nem preconceito.

Quem quiser compartilhar e trocar experiencias de forma adulta me

escreva: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos brincadeira na adolecenciahomem comeno a espoza de pois asogramamilo gigante vazando contoler contos eroticos incesto mae transa com filho e pai esta desconfiandonossa minha mae bu comer xvrelatos eróticos Enteados Negros mais lidos contos eroticos gay acordado na noite pelo meu paiContos minha mulher mandando eu engolir porracontos traindo sem querer casadadei pra um estranho num baile e meu marido viu conto eroticocontos de padrinhos com afilhadascontoseroticos paguei para estruparem minha mulhercontos euroticos os pociais abusaram da minha mulhercontos filhinhaconto erótico novinho escondidi escurocontos eroticos sexy romantico e gostosocontos eroticos fui bem fodida igual puta e chingada de vadiaencoxadas nos blocos do carnaval contoscontos eroticos comendo a helena empregadacontos eroticos ele massageia arrombando o bundudocontos eroticos primeiro cucontos eroticos com viuvaContos heroticos casado curiosocontos erotico prima matutacontos gay o hetero sentou no meu colo na viagemcontos gays/sendo chantageado e levando ferro a forçaIncesto com meu irmao casado eu confessocontos eroticos fiquei com um pouco de nojo mas chupei aquela buceta peludacontos eróticos eu pensei que meu marido fosse enganoconto erotico com meu sogro peladoContos Eroticos traficantepornoc/japonesasetravestiscontos de incesto minha filha sendo comidaconto erotico trepei na minha tiacontos de coroa com novinhocontos eroticos com viuvacontos eróticos amadores com fotos de casais realizando fantasias de Megane masculinoMe Estruparam No Banheiro da escola contos eroticos gayscomto gay mecamico perfeitoconto de arrombando o cu do empregadoconto erótico de i****** em família devemos filhos da praiacontos eroticos mamae cuzudacontos eroticos pintor gozou nas minhas calçinhascontos eroticos de meu chefe e minha filha gabiContos esposa eo caseiromeu filho tem um pausao contosvidio de cazal trnzandosequestradaxvidioContos lesbicos de irmas se depilandocontos eroticor viadinho no cocheirapai que fica rosado.o pau na buseta da filha bebadavidios mulheres pelada mais o amigo e diz a ele pra bater ponheta na boca dela e derama galaconto de esposa gordinha na praiaejaculando na cara porno contos er¨®ticosdei pro estranho na academiacontos eróticossendo dominada por uma lesbica conto erotico casal bi maduro fudendo e gritando muitocontoseróticos negros pau Grosso arrombamdo esposasgožano na buceta da irmancontos eróticos com manobristacontos de coroa com novinhoContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontos eroticos verdadeiro primo bem dotado da minha mulher pasa ferias em casaContos eroticos flagrou namoradaConto erotico amo decotescontos eroticos entre maes raspadinhas e filhos taradosconto crente cornopenis torture alargando a uretraanal com titia solteira depois da praia de nudismo contos fotoContos eroticos negra entiada comi mae filhacontos eroticos caçaContos eroticos com amigo do meu maridoContos eroticos comi a força a minha tiaestupro senti prazer contosMeu+tio+ficou+brabo+com+migo+e+arrombou+meu+cu+conto+eroticocontos eroticos promessaContos fingindo dormirvideo de homens nu de pau grosso e barriguinha salientefotos e vidio e contos eroticos estava sucegado em casa quando minha irmã começou a me procarcontos eróticos cantada na rua não resisti e traícontos eroticos coroas de quarenta e oito na praiacontos eroticos redeconto erotico gosto de vestir shortinho de lycra que deixa minha buceta grandeconto erótico os melhores contos pai fod a filha maecontos de cú por medoquero ver vídeo pornô vários anões bem cafetão bem grosso metendo na naesposa gosta de menino confesso contoscontos eròticos gay virou minha negacontos eróticos mancha branca no vestido