Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A CABRITINHA

Click to Download this video!

A Cabritinha



Tinha apenas 1... aninhos, pele bem clarinha, olhos pretos e cabelos lisos e castanhos claros, os seios começavam a apontar, dois carocinhos, biquinhos estufadinhos, clarinhos; mas o que tinha que chamava a atenção era a bundinha, muito arrebitada e bem feita.

Ainda não sabia nada, era inocente, mas já sentia tesão, já esfregava a bucetinha quando ficava sozinha de manhã ainda na cama, sentia vontade de coisas que não conhecia.

Morava no mesmo bairro que meu avô, pertinho e passava as tardes com ele,vendo tv e conversando, ele viúvo e sozinho. A tristeza de viver sá o fez adoecer e seu irmão caçula veio da Bahia passar uns tempos com ele. Mas a depressão o mantinha na cama, os remédios fortes o faziam dormir o tempo todo.

Foi assim que conheci vô Jorge, alto e forte, 55 anos, tão diferente do meu avô. Era carinhoso também,mas era diferente. Baiano arretado,como ele dizia, cabelos grisalhos e uma barriguinha que eu achava um charme, pelos por tudo quanto é lado,pernas,peito, braços. No início eu o observava direto, ficava olhando seu corpo e ele ria e falava o que olhava tanto, eu ficava com vergonha e tentava disfarçar e nem sabia porque gostava tanto de olhar suas pernas, os braços peludos, os pelos escapando da regata...

Fomos ficando mais práximos, passávamos as tardes juntos e ele dizia que eu era uma lindeza, que daria muito trabalho pra minha mãe.

Lembro direitinho da primeira vez que sentei no seu colo, estávamos vendo um filme triste,onde um cachorrinho ficava doente e chorei, ele me pegou com carinho e pos no seu colo, fiquei quietinha ali,até o filme acabar. Ele alisava meus cabelos e me dava tapinhas nas costas: “não chore cabritinha, tudo vai dar certo”.

Adorei ficar no colo,sentindo o calor e o corpo dele, ele despertou meu tesão de menininha. Quando cheguei em casa naquele dia tomei banho e mexi na bucetinha, esfreguei pensando no vô Jorge,imaginava beija-lo como nas novelas e filmes.

à noite sonhei que ele me beijava e acordei querendo estar com ele, mal prestei atenção na aula, voltei da escola tomei banho,almocei e me arrumei pra vê-lo, sainha curtinha e blusinha branca de alcinhas.

Cheguei na casa e o abracei e disse que estava com saudades, sentamos na sala e assistindo tv, perguntei se ele tinha namorada,ele disse que não,também era viúvo e sozinho, levantei e fui até ele, sentei nas suas pernas e perguntei se queria namorar comigo. Ele desatou a rir, gargalhar, e disse que era velho e feio e eu uma lindeza novinha,que eu devia namorar um menino bonito e novo. Comecei a chorar e disse que ele não gostava de mim e me achava feia. Ele me abraçou e me consolava... você é linda,mas eu sou um velho feio e não posso namorar você que é apenas uma menininha. Eu o abracei, fiquei coladinha nele e falava “mas eu gosto de você e te acho bonito” e comecei a dar beijinhos no rosto dele, até chegar na boca e dar um selinho. Ele me afastou, sem tirar do colo e falou que aquilo era errado e pediu que eu fosse embora, me agarrei no seu pescoço e disse choramingando que não, que queria ficar com ele e ser sua namorada. Ele ficou quieto um tempo e não me tirou do colo.

Depois começou a me fazer perguntas, se já tinha namorado alguém, se já tinha beijado algum menino, se algum menino tinha me passado a mão... Eu falei como assim, passado a mão, ele fez com que eu ficasse mais deitadinha e passou o dedão no meu peitinho... assim cabritinha, já mexeram nos seus peitinhos... não tio,nunca... o dedão passava pra lá e pra cá, alisando meu peitinho, depois ele beliscava bem de leve,fechei os olhos e fiquei sentindo, ele alternava num peitinho e no outro e os dois estavam durinhos agora. Senti sua boca no meu pescoço e arrepiei,depois perguntou no meu ouvido, se era gostoso.. é tio, é gostoso... Quer mesmo namorar o tio, cabritinha? .. quero tio.. Mas ninguém pode saber, viu? Sá o tio e a cabritinha, senão tua mãe nunca mais te deixa vir aqui e não vai ter namoro.. A língua dele passeava no meu pescocinho e me arrepiava eu virei o rosto e comecei a dar beijinhos de novo, até dar um selinho na boca... e ganhei meu primeiro beijo,um beijo molhado de língua, que me fazia gemer baixinho, os dedos no meu peitinho apertavam com mais força e eu estava molinha de tesão, ele,sem parar deme beijar me ajeitou no colo e senti uma coisa dura na minha bundinha,me esfregava sem parar naquilo e me beijava gostoso, a mão soltou meu peitinho e desceu passando na barriguinha e entrou debaixo de minha sainha, encontrou minha bucetinha molhada e brincou por cima da calcinha, esfregando meu grelinho ... eu fiquei doidinha e esfregava a bunda no pau,sem saber.. beijando gostoso .. até gozar..

Fiquei deitadinha no colo,molinha e em cima do pau duro, ele esperou um pouco e me colocou no sofá e foi ao banheiro... voltou depois .. meio estranho e me colocou no colo de novo e falava baixinho.. cabritinha não pode contar isso pra ninguém,sá tu e o tio podem saber do namoro...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto gay teen 20 anoscome minha vovo de poi micome negaocontos eroticosde medicaconto erotico gay coroa dominador faz orgia em casa com viados de madrugadaconto gay meu melhor amigo de 37 anoscontos filha foi pescar com pai e foi arrombada na barraca no escurocomo e que aimha vagina abre na hora do sexo?www.finhinhas.pornContos eróticos tomei dormindosobrinho punheta contocontos sexo estorando cuContos com espermaContos eróticos chupei muito e fiquei louco pela bucetinha da sobrinha novinha novinha da minha esposaencoxando minha filha na viagemcontos eroticos eu ajudei meu amigocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaConto erotico meu marido so na puneta o pal dele nao enduresecasada resebe proposta indecente contocunhadinha dando o cu apoiando na mesacontos gay descobri a mulherzinha que havia em mimContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas dormindocontos tive orgasmocontos eroticos primo da esposacontoseroticoscomirmaocontos eroticos me levou.ao medicotocu de proposito pornodoudoembebedei minha mulher e consegui comer o c* deladei minha mulher pra outro comercontos eroticos quanto vi aquele pau mostruoso o meu cu piscoconto minha tia pelada no quintalPornô.de4.na.anacondabuceta filha da puta machucou meu pau au em fiar na sua buceta gostosafomos nadar rio e ficamos cueca e transamosperdi a virgindade na escola contos eróticosvoyeur de esposa conto eroticoo tempo em que ele para e diz"essa buceta é minha"conto erotico minha namorada cuidado de mimPuta desde novinha contosmamae titia meu primo e eu na praia de nudismo contos eroticosFoderam gente contos tennscontos dei pro meu pai e meu irmaocumendo a prima vingwmcontos chantagiei minha mae e mi dei bemcontos eróticos com animais papada por um cãocontos de chorei com a pica grande no meu cuzinho apertadoa primeira f*** com travestiLuizinho meninos novinhos um transando com outro pela primeira vez de dois primos transando comconto sobrinha curiosafui comida por meu marido e o massagista contogay e travesti.momentos novo punhetacontos de inversao e podolatriatia bate uma pro sobrinho contoscontos janaina safadinhaconto eu e minha colegapedreiro gozou vendo munher lavando roupas/conto eroticocontos eroticos fui pega de durpresa pelo papaihttp://porno videos xx muhheres coroas dando os peitâo para chupalosContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontoa eroricos minha mulher meu inimigocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaContos eróticos Virgem estuprada com violenciamoleque estrupando putinha conto eroticoconto chantagem enteada"HOMEM NENHUM RESISITIRIA AO FILHO DA VIZINHA" contos gaycontos eróticos casada tome leitinhoconto erotico gay coroa pirocudo gosta de humilhar viadoa cachorra d vizinho no cio fodi eka contos eroicoscontos eróticos minha mãe no esconde escondecontoseroticosdemeninaszoofilias inicando baby.comPiroca de 25cm - conto eroticocache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos eróticos de rafaela dei minha Buceta pro meu irmãocontoseroticos anal brital no acampamentocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaprima perguntou se eu era virgemtenns gemeno e gritanoreforma na casa dos crentes contos eroticoscontos eroticosmasturbando o cuzinhoMeu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,contlo erotco para pagar uma divida pedi minha mulher para se vestir como putacontos eroticos eu casado minha mãe minha amante Conto de putinha para os tarados da cidadeconto ru e minhas filhasconto comendo viuvaconto erotico meu padrinho passando a mao na minha bucetacontos eróticos sou casado fiz troca troca com um amigo casadocontos eróticos comendo a cunhada gostosa em uma festa de fim de ano com família toda reunidax vedio pai eintiadacontos tia marta rabao e margaidaa garotinha no meu colo contoconto erotico gay coroa dominador faz orgia em casa com viados de madrugadacontos eroticos me fodram sem o meu namorado perceber