Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SABRINA PELUDA E GRELUDA

Click to Download this video!

É a primeira vez que resolvo escrever e, principalmente, publicar um conto erático. Vale dizer que o mesmo é real e aconteceu comigo no dia 6 de agosto de 2007 (um dia antes do meu trigésimo terceiro aniversário).

Sempre tive uma vida sexual muito ativa, mas muito mesmo. Casei-me com 30 anos e depois disso sá tive relações com a minha esposa. Porém, essa histária começou a mudar quando uma vizinha que mora 9 andares acima do meu pediu-me que lhe ajudasse a ler, em inglês, um manual de uma câmera fotográfica.

Subi até o seu apartamento e ela me passou o manual e a câmera. Assim que comecei a ler, Sabrina (esse é o seu nome) saiu da sala e voltou com um copo de água de coco (minha bebida preferida). Começamos conversar amenidades e de repente ela me disse que sempre teve curiosidade em saber por que minha esposa estava sempre na piscina do prédio usando shorts em vez de biquíni. Eu disse-lhe apenas que era porque ela gostava. Porém, Sabrina disse-me que havia conversado com a minha esposa e sabia que o motivo dela não usar biquíni era que ela havia perdido uma aposta para mim, e, portanto, teria que ficar 90 dias sem depilação.

Já mal intencionada Sabrina ainda me disse que sabia que eu não fazia questão que a minha esposa se depilasse completou dizendo que minha esposa sim era sortuda e não ela, que estava com um sério problema, pois o seu marido estava impotente há quase um ano e meio e que, por causa disso, tornou-se agressivo e muito possessivo, não permitindo que ela se depilasse, pois, segundo ele, uma mulher sá se depila se tiver que mostrar para alguém. Então ela complementou que o objetivo da câmera era bater umas fotos dela, nua, para tentar arrumar um homem em um site de classificados. O cidadão deveria aceitar as suas condições: Casada, peluda, com pouco tempo disponível e sem envolvimento emocional.

Aquela conversa toda me deixou com um tesão tremendo e então, respondi:

- Que tal você posar para as fotos agora?

Sabrina não pensou duas vezes, tirou o vestido e mostrou um belo conjunto de lingerie branca que contrastava com sua pele morena. Sabrina é uma mulher bem comum: morena tipo jambo, olhos e cabelos castanhos escuros, 1,72 m, 66 kg, seios e bumbum bem grandes. Não é bonita, mas muito simpática e atraente. Contava, à época, com 38 anos.

O que mais impressionava era a quantidade de pêlos que saíam pelas laterais da calcinha e o volume da sua boceta. Não aguentei o tesão e abracei a sua cintura (ela estava em pé e eu sentado no sofá) e comecei a beijar a sua virilha e a sua boceta por cima do pano e a tentar introduzir a língua para dentro da calcinha. Imediatamente tirei a sua calcinha e ela, tapando o seu sexo com as mãos, afastou-se um pouco e pediu-me que não risse pois os seus pequenos lábios não eram nada pequenos. Fiquei em pé e beijei-lhe a boca sofregamente. Um beijo molhado, escrachado, e muito desejado. Fui descendo por seu corpo, beijando cada milímetro. Pescoço, nuca, colo, costas, barriga. Arranquei, com a ajuda dela, o sutiã e continuei com mais beijos em seus seios, agora acompanhados de leves mordidas e chupadas famintas; ela gemia e fechava os olhos. Ajoelhei ante sua boceta peluda, afastei-lhe as pernas e puxei seus enormes pequenos lábios (que são realmente muito grandes) chupando sua boceta, alternando com o seu clitáris que começou a crescer. A essa altura eu estava como que em transe. Eu chupava a sua boceta inteira, mordiscava-lhe o enorme grelo que chegava a vibrar, enfiava a minha língua o mais fundo que podia na sua gruta até ficar sem fôlego. Acho que não passou muito tempo e ela teve um orgasmo muito intenso, haja vista os seus espasmos e gritos. Como ela tentava tirar a minha boca da sua boceta, eu continuei a sugar-lhe o clitáris e ela, segundos depois, gozou novamente, caindo sentada no sofá, quase desfalecida. Como eu já estava com o mastro de fora, ofereci a ela que, com igual volúpia, começou a chupar. Desnecessário dizer que eu logo gozei. Mas não paramos aí. Ela, ainda sentada, abriu bem os lábios vaginais e introduziu o meu pau lá no fundo (foi meio difícil no começo, pois ela já não estava acostumada). Iniciamos um vaivém frenético; ela rebolava e gritava palavras desconexas, eu gemia e me segurava para não gozar de novo. O nível de nosso tesão era muito intenso. O telefone fixo começou a tocar, depois tocou o celular e nás não parávamos. Mudamos um pouco de posição (frango assado) e ela abriu bem as pernas até meu pau tocar o colo do seu útero, ao mesmo tempo que o meu púbis massageava-lhe o grelão; e ela teve mais um orgasmo. Mantivemos o ritmo e ela gozou de novo. Dessa vez eu gozei junto. Descansamos um pouco, me recompus e combinamos que diríamos que iríamos trabalhar no sábado seguinte para nos encontrarmos num motel aqui de Curitiba. Mas isso é assunto para um outro conto. Ah, Sabrina desistiu de mandar as fotos para o tal site.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


sexo meu irmao quer fazercontos eroticos comi o cu da minha sogracontos heroticos de mandando a neta sentar no coloporno club contos eroticos de meninos gayscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaContos porno minha esposa realizou meu sonhoConto erotico mamae deixou papai come meu cu em quanto chupava elaconto erotico viadinho de calcinha dormindo no sitioporno club conto eroticos de meninos gaysptra vira escrava sexual da empregsda contos eroticodconto erotico viadinho pego usando calcinha no sitiobulto dos coroa contoscontos de ela adora peidar na hora do sexoContos eroticos cuzinho dificilcontos enfiei tudo a minha picona nele e ele reclamou muitoconto erotico ninfetinha taradinhacontos eroticos com cavalosFoderam gente contos tennscontos eroticos zoofilia que lambidacontos era pequena tava fio dentalconto eroticos cheguei em casa com o cu cheio de porrae arrombadoconto gay mamando pastor roludoWww.contoeroticopai.comcontos: safadezas de um velhocontos eróticos professor japonêscomtos de viados dando o cu pra pica bem grossaegrandepapai traindo mamae comigo contos eroticosconfia minha madrasta no pornô chorando gostosaContos comi a racha da minha maevi minha mae e minha irma fudendo com um cavalo conto eroticocontos eroticos maes de amigosconto eroticos troca troca com amiguinhoContos eróticos mae medrosacontos de sexo com velhos babõescontos de maecontos exoticos cm bebados tarados e nojentoscontos lesbico radguei as calcinhas de minha maecontos eroticos meninos cuidando dos filhos da vizinhaeucelo ve uvido ponocontosdesexo padrasto metendo na enteadacontos/eroticos puta safada/enfia/ahheu sou solteiro eu sempre eu tive vontade de fuder o bucetao e o bundao da minha sobrinha de 19 anos de idade eu tava no meu carro com a minha sobrinha eu levei ela pro motel conto eróticocontos eroticos sequestrocasal bi maduro fudendo e gritando muitoIniciando uma virgem contos eroticosamostendo bucetassou casada e adoro rolas negras no meu cu .contoscontos eroticosperdi mibh virgindade com meu vizinhocontos cheiro de rolaconto eroticos a buceta da minha esposa so cheirava porracontos meu pai me fodeA bucetinha da filha do patrao contoeroticocontos eróticos de bebados e drogados gayscontos eróticos estrupada pelo professor de judoContei para meu marido que de o cupapai no cuzinho de mamãe contoscontos-gays fui arrombado por um bombeiro no motelcontos bater varias punhetas seguidascontos eroticoscrentechantagiei o professor gostosoloira jardineiro trai contoscorno chama africano super dotado pra arrombar a esposa contostenho fantasis eroticas com meu cunhadocontos eróticos de casadas evangelicas vagabundas dando tudo por tesãocontos eroticos minha mulher com roupa curta e decotadacontos com fotos esposas com a buceta cheia de porra de negroscontos sexo estorando cuchupei a rola do meu primo de onze anos :contos eróticoscontos eroticos comi uma nordestinaPeguei minha tia veridicomamae levou me para parque de campismo de nudistas conto eroticocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto muito gata quis anal dotadoexcitada pelo meu tioContos erotico uma cadela para toda matilharelatos erótico fui amarrada conto erotico viadinho brincando vestiu calcinha e shortinhoTodos Os Inquilinos transando com essas pessoas que têm mais bunda homem pelado transando bem gostoso do mundo transando com a filhaviuvas de bunda grande que sentou na rola do negao/ contos eoticos reaiscontos eroticos mae fazendo podolatria com o filhoconto erotico com imagens impregada com o irmão da patroa de pau grandeContos de pai me banha e enxuga a xoxotaConto incesto sogra no volantecontos-pego teu pau e coloco no meu cuzinhoConto titio meteu a pica na minha xoxotinha.contos eroticos de irmã chupando pinto pequeno do irmão novinho de idadedeflorando bucetinhas com pepinosfetche pelos pés da enteada contos eroticosconto de incesto de pastor estrupadocontos eroticos menininho sapeca no meu coloVem amor segure a rola dele para eu sentar em cima, vem meu corninhocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaporno amador em festinhasparticularesconto gay pastor dominadorcontos eroticos de sogrocontos eróticos meu aluno preferido