Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SABRINA PELUDA E GRELUDA

Click to Download this video!

É a primeira vez que resolvo escrever e, principalmente, publicar um conto erático. Vale dizer que o mesmo é real e aconteceu comigo no dia 6 de agosto de 2007 (um dia antes do meu trigésimo terceiro aniversário).

Sempre tive uma vida sexual muito ativa, mas muito mesmo. Casei-me com 30 anos e depois disso sá tive relações com a minha esposa. Porém, essa histária começou a mudar quando uma vizinha que mora 9 andares acima do meu pediu-me que lhe ajudasse a ler, em inglês, um manual de uma câmera fotográfica.

Subi até o seu apartamento e ela me passou o manual e a câmera. Assim que comecei a ler, Sabrina (esse é o seu nome) saiu da sala e voltou com um copo de água de coco (minha bebida preferida). Começamos conversar amenidades e de repente ela me disse que sempre teve curiosidade em saber por que minha esposa estava sempre na piscina do prédio usando shorts em vez de biquíni. Eu disse-lhe apenas que era porque ela gostava. Porém, Sabrina disse-me que havia conversado com a minha esposa e sabia que o motivo dela não usar biquíni era que ela havia perdido uma aposta para mim, e, portanto, teria que ficar 90 dias sem depilação.

Já mal intencionada Sabrina ainda me disse que sabia que eu não fazia questão que a minha esposa se depilasse completou dizendo que minha esposa sim era sortuda e não ela, que estava com um sério problema, pois o seu marido estava impotente há quase um ano e meio e que, por causa disso, tornou-se agressivo e muito possessivo, não permitindo que ela se depilasse, pois, segundo ele, uma mulher sá se depila se tiver que mostrar para alguém. Então ela complementou que o objetivo da câmera era bater umas fotos dela, nua, para tentar arrumar um homem em um site de classificados. O cidadão deveria aceitar as suas condições: Casada, peluda, com pouco tempo disponível e sem envolvimento emocional.

Aquela conversa toda me deixou com um tesão tremendo e então, respondi:

- Que tal você posar para as fotos agora?

Sabrina não pensou duas vezes, tirou o vestido e mostrou um belo conjunto de lingerie branca que contrastava com sua pele morena. Sabrina é uma mulher bem comum: morena tipo jambo, olhos e cabelos castanhos escuros, 1,72 m, 66 kg, seios e bumbum bem grandes. Não é bonita, mas muito simpática e atraente. Contava, à época, com 38 anos.

O que mais impressionava era a quantidade de pêlos que saíam pelas laterais da calcinha e o volume da sua boceta. Não aguentei o tesão e abracei a sua cintura (ela estava em pé e eu sentado no sofá) e comecei a beijar a sua virilha e a sua boceta por cima do pano e a tentar introduzir a língua para dentro da calcinha. Imediatamente tirei a sua calcinha e ela, tapando o seu sexo com as mãos, afastou-se um pouco e pediu-me que não risse pois os seus pequenos lábios não eram nada pequenos. Fiquei em pé e beijei-lhe a boca sofregamente. Um beijo molhado, escrachado, e muito desejado. Fui descendo por seu corpo, beijando cada milímetro. Pescoço, nuca, colo, costas, barriga. Arranquei, com a ajuda dela, o sutiã e continuei com mais beijos em seus seios, agora acompanhados de leves mordidas e chupadas famintas; ela gemia e fechava os olhos. Ajoelhei ante sua boceta peluda, afastei-lhe as pernas e puxei seus enormes pequenos lábios (que são realmente muito grandes) chupando sua boceta, alternando com o seu clitáris que começou a crescer. A essa altura eu estava como que em transe. Eu chupava a sua boceta inteira, mordiscava-lhe o enorme grelo que chegava a vibrar, enfiava a minha língua o mais fundo que podia na sua gruta até ficar sem fôlego. Acho que não passou muito tempo e ela teve um orgasmo muito intenso, haja vista os seus espasmos e gritos. Como ela tentava tirar a minha boca da sua boceta, eu continuei a sugar-lhe o clitáris e ela, segundos depois, gozou novamente, caindo sentada no sofá, quase desfalecida. Como eu já estava com o mastro de fora, ofereci a ela que, com igual volúpia, começou a chupar. Desnecessário dizer que eu logo gozei. Mas não paramos aí. Ela, ainda sentada, abriu bem os lábios vaginais e introduziu o meu pau lá no fundo (foi meio difícil no começo, pois ela já não estava acostumada). Iniciamos um vaivém frenético; ela rebolava e gritava palavras desconexas, eu gemia e me segurava para não gozar de novo. O nível de nosso tesão era muito intenso. O telefone fixo começou a tocar, depois tocou o celular e nás não parávamos. Mudamos um pouco de posição (frango assado) e ela abriu bem as pernas até meu pau tocar o colo do seu útero, ao mesmo tempo que o meu púbis massageava-lhe o grelão; e ela teve mais um orgasmo. Mantivemos o ritmo e ela gozou de novo. Dessa vez eu gozei junto. Descansamos um pouco, me recompus e combinamos que diríamos que iríamos trabalhar no sábado seguinte para nos encontrarmos num motel aqui de Curitiba. Mas isso é assunto para um outro conto. Ah, Sabrina desistiu de mandar as fotos para o tal site.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contis eroticos peguei minha esposa enfiando a buceta na cabeceira da camaConto meti 29cm.de pau no cu da mamaecontos eroticos duas amogas se masturbando freirasbuceta filha da puta machucou meu pau au em fiar na sua buceta gostosacontos erotico mi ha esposa e eu no ci emaContos eroticos policiais estupram novinha o mineirinho que me cativou 2conto erotico  contos de travesti no onibusContos porno a biscati da minha esposa tevi corajeler contos eroticos incesto mae transa com filho e pai esta desconfiandoPorno conto sala de bate papo minha sograru e a amiga da minha esposa contoeu trinquei o meu pau na mão dela contos eróticoscontos fudendo sogra so com brincadeirasmeu pai adora ser puta na camaconto eroticoconto gay dando na apostacontoa eroricos minha mulher meu inimigoconto fodi a filha adolescete da vizinhaconto erotico gay 23 cmzoio filme antigo erótico animalescocontos chefe da namoradacontos eroticos adoro um pau grandecomadre dando o c****** para o compadre de calcinhaConto erotico de sexo incesto cheiro da buceta suada da irmaporno contos pintando a cssa da casadacontos gay chupei o pau do borracheirocontos eróticos comendo o c****** da freirinha taradaifeta sandalilhaconto erotico mulheres se masturbandoconto erotico de leke fudendo carenteconto gay titio gayconto erotico descontando a raiva no cuContos eroticos menininhacontos eróticos comi alinecontos eroticos de vendas passei gelo no corpo delecontoseroticos fissurado no cu da esposaconto gay pastor dominadorCorno ama namorada use chortinho de lycra marcando buceta contosConto erotico taradinhasbaixar vídeos porno sublinha pega tio batendo punho tá e da a bucha pra eleconto meu cunhado cacetudo me arrombou toda fiquei toda suadaminha mulher foi a sobremesa do churrasco contosguri gozando na lajeconto lesb gineco seioscontos eroticos encoxada na linha azul de calça brancaQuando ele cuspiu no meu cu ele piscou querendo piroca no cu e na xonga contosContos erótico filhinha gosta de mamar picaContos eroticos gozando na boca do tio carloscontos fudi minha filha evangelicacontos eróticos esposa louca peo sogroMaduras babando na rola dos novinhos contoseroticoscontos encostei no onibusconto erotico minha esposa no jogo de baralhocontoserotico esfrego ate pedirconto no mato espiando a filha tomar banho no riuhttp://zoofilia deixei o dog meter na minha filha.contoscontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigoContos eroticos gay olixeiroescandalosa enrabada contoscontos porno de submissas falando palavrões conto erotico feiacontos eroticos esposa de leg e fio dentalContos eroticos de podolatria chupandopes de primas vendo televisaosmae acorda de fio dental vai na varandaera virgem e minha liberou pro marido da minha tia contominha irma so de calcinha nu quarto nao aguentei trazei gostozinhocolocando devagar na bundinha vestidinhocontos/ morena com rabo fogosoJá trai meu marido e dei o raboNovinha Bebi porra do meu amigo contofui trabalhar e meu marido usou minha calcinha fio dental contoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casapprn contos eroticos casada se prostintuindodei para um cavalo contos eroticocontos eroticos coroa carentecontos em ilhabela com minha mulhercontos eroticos vovo encoxando netax video.com madrasta me mandou eu lamber o seu cuzinhoRelatos de gay quie derao ao pedreiro saradocontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigocontos erotico loira trabalhoconto erotico adolcentes brincandovidiod etoticos madrata dominando a esteadaconto erotico footjob da primalésbicas esfregando pernas de rã veridicoeu e minha namorada senpre transamos logo que acordamos contos eróticosconto real meu vizinho me estuprou