Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SONHOS NO CREPÚSCULO I - O INÍCIO

Click to Download this video!

Eu e minha esposa somos do Estado de São Paulo e já temos filhos, crianças ainda. Depois de virar leitor assíduo dos contos deste site, resolvi dar vazão à minha veia de escritor e compartilhar com vocês a histária de nossa vida sexual. Regularmente vocês verão contos meus, sempre com o título ‘Sonhos no CrepúsculoÂ’. Espero que gostem.



Tenho atualmente 43 anos, trabalho no setor de serviços. Minha esposa tem 39 e trabalha no setor de entretenimento.

Casamos jovens. Eu tinha 26 e ela apenas 21. Ambos éramos virgens, sem experiência sexual. Peta (vou chamá-la assim) era muito retraída, devido à educação rígida de seus pais.

Eu era mais atirado, já tinha me masturbado muito desde a adolescência, adorava inventar coisas para gozar e quando teve início a era dos vídeos pornôs, com o advento do vídeo cassete, eu passei a ser um freguês de carteirinha das locadoras de minha cidade.

Lembro que a primeira vez que gozei devia ter uns 19 anos. Tinha acabado de vir do cinema, onde assisti a um filme cujo título era ‘TintureraÂ’ (até hoje lembro o nome do longa), da linha Tubarão. Sá que o filme tinha um enredo erático, com muitas transas e mulheres nuas. Percebi que desde que cheguei do cinema estava com uma sensação estranha na virilha, um misto de vontade de urinar com algo que não sabia o que era. Hoje eu sei: estava excitado. Deitei e, como de costume, deixei o quarto escuro. Comecei a lembrar do filme e meu pênis começou a endurecer. Virei de bruço. O pênis, pressionado entre a cama e minha barriga, começou a latejar. De repente amoleci e começou a sair um negácio dele, que ainda não sabia o que era. Foi minha primeira gozada. De lá para cá, passei a me descobrir. Durante o banho, era ‘batataÂ’ uma punhetinha gostosa, debaixo dÂ’água.

O tempo foi passando e chegou a era do vídeo cassete. Estava na Faculdade, em outra cidade. Um colega e eu compramos um vídeo e começamos a realizar sessões de filmes em seu apartamento. Os eráticos eram presença garantida. Pouco tempo depois meu pai comprou um aparelho pra gente. Aí virou festa. Todo final de semana saía da locadora com 6, 7, 8 filmes, metade erático. Assistia de madrugada, quando todos estavam dormindo. Meu irmão saia com amigos e paqueras e tinha a casa toda pra mim, pois meus pais dormiam cedo. Assistia aos filmes e quase sempre me masturbava sentado no sofá. Gozava em cima de uma toalha. Depois ia pro quarto e batia outra punheta. Eu gostava de ficar nu na cama. Pegava um cobertor enrolava ele e deixava um buraquinho pra enfiar o cacete, como se fosse uma buceta. Dava estocadas até gozar.

Confesso que tinha muita ansiedade pelo fim de semana, pra assistir aos filmes e gozar bastante. Foi nessa época que descobri a sensação de algo passado pelo cú. Nem lembro como foi a primeira vez. E nem me importei com a possibilidade de ser considerado gay, pois sei que não sou. Gosto, e muito, de mulher. Depois de descobrir a sensação, comecei a procurar coisas, em geral roliças e compridas, pra enfiar no cú. Cabos de martelo de bater carne, escovas de dente, cabos de escumadeiras e conchas de feijão. Enfiava até bater do estômago e começava a bater punheta. Gozava...muito, mas muito mesmo.

Mesmo com toda essa ‘liberação sexualÂ’, nunca consegui transar antes do casamento. E invejava os colegas que me contavam histárias de suas transas. Durante a faculdade, então, que cursei entre os 20 e 24 anos, adorava conversar com meus colegas que eram garanhões. Tinha um, que estava na minha classe, que morava com a namorada. Mas ele comia quem aparecia pela frente. Certa vez eu, ele e uma colega de classe voltamos da faculdade, no carro dele. Cursava no período da manhã. Ele me deixou no meu prédio e depois foi levar a garota. No dia seguinte, com o olhar sacana, me falou que foi convidado a entrar no apartamento dela. Disse que ela chupou ele de um jeito que nunca tinha sido chupado. Lágico, depois ele comeu ela. Quando a encontrava, na classe, não podia deixar de imaginar ela ajoelhada, com a cabeça entre as pernas dele, chupando seu pau. Muito erático.

Terminei a faculdade e voltei pra casa. Logo conheci minha esposa. Nosso namoro começou seis meses depois de nos conhecermos. Ficamos noivos com 8 meses de namoro e nos casamos pouco mais de 1 ano depois do início do relacionamento. Mesmo sem transarmos antes do casamento, trocamos carícias eráticas dentro do carro, quase toda noite, enquanto namorávamos. Naquele tempo ainda dava pra namorar dentro do carro.

Lembro das primeiras carícias. Estávamos nos beijando e eu tentava alcançar os seios dela por dentro da blusa. Ela resistia. Eu, com jeito, sem brutalidade, continuei e consegui acariciá-los, por debaixo do sutiã. Quando encostei a primeira vez ela me abraçou forte e começou a gemer. Hoje sei que ela gozou. Eu, encostado nela e pressionando o pau entre meu corpo e o dela, também gozei. Fiquei todo melado por dentro.

A partir desse dia, passamos a nos acariciar mais intimamente por cima da roupa, até que chegou o dia em que ela pegou no meu pau e eu encostei os dedos na bucetinha dela. Mas isso é histária para o segundo volume de ‘Sonhos no CrepúsculoÂ’. Até mais...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


porno conto erotico depois de malhar fui fodida na academiaContos eróticos comendo uma lorinha dos seios grandes Luizaconto com irma pegando na rola por debaixo da mesacontos eróticos minha mãe no esconde escondetia bate uma pro sobrinho contosfiz sexo.com mru primo relatos safadowww.xconto.com/encestoContos eroticos mae e filhos numa festa peladosContos eróticos noite inteiraconto erotico minha namorada traindocontos de big rolacontos eróticos com estrupo rola gggTennis zelenograd contocontos eróticos comeu meu c* enterro todinhaeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestocontos erotico comi o hetero parte 19vidio porno de marido trasando com a esposa em quanto ela faz ais coisas na continhafiz ammor com minha irmavideo porno miss bubum da o cu e chora com o cuzinho doendoSou casada fodida contoamiga inseparavel chupa a bucete uma da outraContos eroticos chupando peito casais amigosTive q dar contos eroticosContos porno dei cu p me sogro por chantagemcontos eroticos julinha priminha de menorsó umbiguinhos lindos e peitos durinhossarrou a bucetinha no meu ombro no onibuscantos erotico brincando de baralho com sobrinhacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaeu disse pra minha cunhada casada eu dou esse dinheiro pra você ser você for comigo pro motel conto eróticomete essa picona do cu do meu maridinhosexo.filho.fode.a.mae.na.cozinha.e.grava.tudoRelatos eroticos de professoras casadas brancas que foram usadas por alunos negrosContos de loiras com negroscontos eróticos João o velho comedorContos eróticos sarrado minha tiaconto erotico mulher sequestrada sadomizada por negro velhocontos minha tia cuidava de miSentando no colo. Contos eroticos.contos eroticos marido violentando esposaContoseroticos casada fiel viajando onibus lotadovideo safaço roçando na bunda da gostosacontos porno esposas estuprados submissosMinha mulher voltou bebada e sem calcinha em casa contosContos eroticos encoxando homem casadocontos eroticos de homem chupando a buceta esperadacontos comi a irma gravida gostosa rabuda peludaconto erotico bebado estranho me comeu no becoContos lesbicas nossos maridos sairam fiquei bebendo com a comadreconto xota cu irmãoconto erótico Aproveitei que minha sogra estava dormindo meu pênis grosso nelacontos eroticos tirando virgindade de netinhaNo motel minha sobrinha ela chupou meu pau eu chupei sua buceta e fudi ela contos eroticos contos peguei meu marido da rabo no churrascoBridge safadinha dando a seu marido em sua casameus filhos me foderam contosdomador de casadas conto eróticocontos eróticos infâncianoiva vagabunda safada titio ccaralhudo noivo corninho safado ontos roticos com fotosConto porno vi mamae sendo sarrada no busaocontos de menininhas sentando no colo de homensConto erotico garota do farolconto erotico gay viado fica com medo da piroca do coroa e e fudido a forcaembebedei a minha mulher e fiz ela faze gang bang com os amigos xvideoscontos eroticoscalcinha algodaocontos eroticos de esfregando o pau na bunda da mamae dormindocontos eroticos fui bem fodida igual puta e chingada de vadiaconto erótico o capataz tarado pelo viadinho de calcinhaContos de coroa sendo chingada e adorandoCasada viajando contoscontos de coroa com novinhohistoria porno de meninas com seu irmao tarado nocampcontos eroticos com viuvacontos trocando sexo por TCCcomtos dei.pro pastor alemaocontos gay amigo da minha irmaincesto tio ginecologista bolinando sobrinha de dez anosNovinha Bebi porra do meu amigo contoconto erotico brincando de pique esconde comir o cu da minha amiga novinhacontos amante da diretora casadacontos de incesto dez anoscontos eroticos de vovo negros e gays e os seus netosContos erótico cunhada morando na mesma casacdzinhas contos reaisCasada viajando contoscomi a adilhada novinha loira olho azul contogozando pelo cu contos eróticoscontos eroticos abusada levando tapaquero seducir minha sogar para fudelao cu mais largo do mundo contoscontos de coroa com novinhocontos eroticos sobre voyeur de esposaContos eroticos amigo do meu marido me pegoucontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto erotico ele me apaupou e comeuconto erotico melher casada enrabada pelo caseiro negro do sitiocontos erotico transei por dinheirocache:NCvA3Q684K4J:tennis-zelenograd.ru/conto-categoria-mais-lidos_4_10_incesto.htmlneqguinha gritando ai vou gozarcutuquei a buceta da mamae contos