Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

AMOR DE TIA - PARTE I

Click to Download this video!

Olá! Me chamo Diego tenho 19 anos, 1,79m, fisico sarado. O que vou lhes contar aconteceu no verão de 2007. Meus pais decidiram viajar nas ferias mas eu não estava afim de ir com eles. Minha mãe resolveu me deixar na casa da tia Renata. Há 3 anos minha tia flagrou o marido na cama com outra mulher, desde então nunca quis ter outros relacinamentos.

Minha tia tinha 32 anos na época, eu sempre achei ela muito gostosa, cabelos pretos e ondulados, seio médios mas bem redondinhos, uma barriga de deixar muitas meninhas com inveja, uma bunda e um par de coxas bem carnudas.

No dia em que chegei na sua casa ela já estava me esperando, já tinha até arrumado um quarto pra mim. Como já era de noite fui direto dormir. No dia seguinte ela arrumou café para nás. Quando chegei na cozinha tive uma (átima) surpreza, ela ainda estava de camisola deixando aparecer suas coxas. Depois do café ela disse q iria tomar banho, enquanto ela tomava banho eu fiquei imaginando ela completamente nua. Assim que ela saiu eu fui tomar o meu banho. Tirei minha roupa e quando ia entrar vi no chão a caucinha q ela tinha esquecido de colocar para lavar. Me masturbei cheirando aquela calcinha. Saí do banho e fui perguntar onde eu poderia colocar a minha toalha molhada, ao entrar no quarto onde ela estava me deparei com ela usando apenas calcinha e sutiã passando creme no corpo. Quando ela me viu ficou com vergonha e perguntou se não tinha problema pq ela estava acostumada a ficar em casa sozinha. Eu disse q não. Ficando mais traquila e me pediu para passar creme nas costas dela, eu passei e não consegui segurar fiqei de pau duro, tomei muito cuidado pra ela não ver. Assim os dias foram passando... no 5ª dia em q eu estava lá já não parava de pensar em outra coisa a não na tia Renata, ela estava me atraindo de uma forma q eu não sei explicar. Por volta das 19 da noite tia Renata e eu estavamos no quarto dela conversando quando começou a chover muito forte e relampiar muito. Ela então me disse q tinha muito medo de raios e me pediu para dormir no qarto dela essa noite, eu disse q sim. Imediatamente veio o pensamento de dormir na mesma cama com aqela mulher q eu não tirava da cabeça (apesar da tia Renata ser divorciada ainda contiuava com os máveis de casal). Fui tomar banho prar ir dormir, quando cheigei no quarto ela já estava deitada. Nás consersamos um pouco e então dormimos. Np meio d noite eu acordei... estava com muito tesão, então fiz coisa q hj em dia acho loucura... fui me arrastando pro lado da minha tia, fingindo q estava dormindo, devagar comecei a acariciar aqela barriga e decendo para a bunda. Tia Renata mexeu acho q estava acordando mas nem ligei e ela parece q também não. Depois de asisar aqele corpão voltei a dormir. No outro dia nenhuma palavra sobre o que aconteceu de noite... achei melhor. Mesmo não falando nada acho q ela se lembrava muito bem da nossa noite de carinhos pois ela colocou uma mini-saia muito curta para ficar em casa, coisa q ela nunca fez... De tarde fomos ver um filme na TV, eu estava sentado no sofá e ela deitada no meu colo. Em uma cena do filme apareciam varias mulheres de biqini, ela me perguntou o que eu achava delas, sem pensar duas vezes responde q prefiria eela do q qualquer mulher do filme, ela deu um sorriso. As horas foram passando e a chuvo e os trovoes voltaram, mais uma vez eu iria dormir com ela... Dessa vez eu esperei ela sair do banho. Ela saiu enrolada numa toalha, logo q saiu ela desenrolou a toalha e ficou soh de calcinha e sutiã e e me perguntou se eu não me emportava de passar creme nele outra vez... minha cabeça foi a mil!! Comecei a passar creme nela tirando casquinhas sempre q podia. Acariciei aqele corpo todo. Quando acabei estava com o pau mais duro q uma pedra! Tia Renata me agradeceu vestiu a camisola e falou q ia dormir. Ela já estava deitada quando se lembrou q não tinha guardado o vidro de creme, me pediu para colocar o vidro dentro do guarda-roupa...

Quando abri o guarda-roupa alguma coisa caiu... eu fui pegar e nem acreditei no que vi... minha tia guardava um vibrador dentro do guarda-roupa... eu sem saber com q cara olhar para ela virei quando ela me chamou e pediu que eu entregasse o vibrador para ela...(continua)

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de cú de ladraSou casada fodida contomeu pedreiro comeu eu e meu marido contosconto erotico peguei meu irmao na minha maeo dia em que passei a amar zoofiliaporno chegou em casa e pegou a cunhada pelada de olhos vendados e comeu elaSou casada a muito tempo e amo muito mesmo meu marido mais acabei traindo econtos eroticos gay menino de ruaNinfetas mamando rola no cinema contoseroticoscontos eroticos de senzalasContos eroticos Minha filha choronade calcinha na frente do meu pai contoscontos comi minha mãemeu genro me enrabo na cozinha contossou casada meti com o marido da minha melhor amiga contosSou casada mas bebi porro de outra cara contosconto de filho fudendo cu da maeConto erotico dotado no vilarejocontos/comi a mae e tirei o cabaco da filhacontos eróticos de pequenininhos dando para grandõescontos calcinha da minha tia coroaa esposa do meu tio contocontos eróticos uma tora para mim para minha filhaHetero comeu o gay contosPorn contos eroticos na casa do tio ricocontos minha cunhada viu eu mijanoContos enteada inocente sentada sofaFotos de mulheres com opriquito melado e de fio dentalcontos sexo fiquei com bucetA molhada com meu genro na prAiaporn contos eroticos casada na coleiraDei meu cuzinho- conto ii relatoscontos calcinhapenis torture alargando a uretraconto meu marido deixou o negao do baralho me comereu minha esposa demos carona o cara era um pintudoquero verq minha sobrinha viu meu pau duro enquanto eu dirmiacomi o cuzinho do vizinho novinho contos heroicosmaravilha conto heterousando uma calcinha pequena e morrendo de tesaicasa dos contos eróticos camila a namorada gostosa do cunhadoConto Erótico Primas putasContos pornos-mostrei o pau duro pra minha maehomem rasga cu de garotinho contosFiquei parado olhando a bunda delacontos erótico eatrupei a meninahttp://okinawa-ufa.ru/conto_24058_eu-e-minha-madrinha.htmlconto corno cruelcontos eroticos - perdido na trilha com minha amigavideos porno sobrinha branquinha fugindo dos tios negoesnuas tomando banho de manteiga gostosorelato eróticos violênciacontos eroticos meu primo me comeucontos eroticos monha noiva sil nua na frente de todoscontos minha esposa ainda resisteestoria de cantos erotico minha tia sentou no meu colo e comi elaaregasando a b da ncontos porno de comeram minha namoradacontos eroticos estuprada no matagau traisaocontos eróticos no cu com cachorrosmeu shortinho seduziu meu filhocontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigoTennis zelenograd contocontoseroticos as 2 filhas daminha visinha vierao brincar com minha filhinha wuen brincou foi euNovinha Bebi porra do meu amigo contoTransei com minha quando agente brincavacontos er deixa que levoquero tua jeba rasgando meu cucontos de esposa arrombada dormindoXvideos gostosas musculos nas coxas na cabine eroticarelatos veriducos de mulheres casadas que deram o cu pra outros homens na frente de seus maridoscontos eróticos i****** ensinei meu filho aleijadoTennis zelenograd contoporno oooooo vai vai aiii caralhocontos de coroa com novinhoA rainha que dava a bunda para os strapon o pau do meu marido nunca tinha feito minha buceta sangra eu não sabia que minha buceta ainda era virgem eu tava sozinho em casa com o amigo do meu marido ele no meu quarto ele começou a fuder minha buceta que sangro eu disse pra ele você me fez eu ser mulher você tirou minha virgindade da minha buceta conto eróticoesposa na praia de nudismo passa lama contoContos eroticos esposa xupando pintudo garotocontos eroticos gozei quando as duas picas entraram no meu cuContos gay me iludiu e me comeuremedio para durmi contoseroticoscontos eroticos gay eu sendo arrombado por dois amigos negros do caralhão grosso