Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

GRANDE AMIGO

Click to Download this video!

Isto aconteceu comigo quando por um motivo familiar tive que deixar a casa de meus pais. Eu tinha um amigo chamado Gil, que ofereceu sua casa para eu morar enquanto eu não arranjava uma para alugar. Gil era um negro alto e forte, não era bonito mas tinha fama de comedor na empresa onde a gente trabalhava, inclusive por causa desta fama, ele estava separado da sua mulher, foi por isso que ele disse que eu poderia ficar um tempo em sua casa.

Cheguei de tarde na sua casa e levei minhas coisas para o quarto, le disse para eu deitar um pouco pois ele ia sair com uma mulher e depois voltava. Eu estava muito triste com a situação e fiquei no quarto chorando baixinho. Quando já era de noite, Gil chegou e me viu encolhido na cama ainda chorando.Ele sento do meu lado e disse para eu ão ficar assim, que tudo isso ia passar e eu ia ficar bem. Ele estava de bermuda folgada de basquete e não sei como uma boa parte de sua rola estava aparecendo. Eu já tinha visto aquela pica uma vez no vestiário da empresa e ela mesmo mole, era bem grandinha, uma cabeçona preta e reluzente. Não sei o que aconteceu (atré hoje me pergunto como foi que isto foi me acontecer ), mas ele me pegou olhando sua rola, neste instante nossos olhos se cruzaram e sem falar mais nada ele puxou aquele pinto preto prá fora e enfiu na minha boca. Eu me assustei com esse gesto, mas não sei se foi por carência mas eu comecei a chupar aquele pinto meio molenga. Eu chupava e chorava e soluçava ao mesmo tempo e aquela rola na minha boca me dava um pouco de conforto. Gil ficava falando baixinho, chupa, Nick, chupa devagarzinho, assim, você parece um bebe mamando, mama a rola do papai, não precisa chorar...

Mamava vorazmente o pinto do negão, que agora estava todo duro na minha boca, não sei o que me deu mas perdi o controle, eu dava beijinhos na cabeça, mordidinhas naquele saco suado e voltava engolir aquela cabeçona gostosa. Enquanto isto Gil avançava na minha bunda.Eu sempre fui gordinho, mas agora estou mais magro, mais minha bunda sempre foi grande e na escola sempre fui o alvo das encochadas e passadas de mão da garotada. Mas agora era diferente, eu tinha um macho faminto enterrando a mão no meu rego e querendo comer meu buraquinho. Gil não aguentou aquela chupação toda e gozou na minha boca, expoldindo porra no meu rosto, e na minha camisa e na cama. Levantei correndo e fui até o banheiro me lavar, morrendo de vergonha. Quando sai do banheiro novamente não tive tempo de falar nada fui agarrado por trás e encochado contra a parede.Agora seu gostosinho vou comer esse rabinho delicioso e me mordeu a nuca e apertou meus peitinhos.Empurrei meu rabo para trás e empinei o mais alto que pude, isto deixou ele meio assustado e disse. Então voce ta gostando, não vai chorar mais né putinha...eu disse come meu cuzinho que eu não choro....Para que fui dizer isto ! Ele imediatamente apontou aquela vara na entradinha do meu fiofá e tentou empurrar, mas não conseguiu entrar, eu era virgem e meu cuzinho travou de um jeito que nem com pé de cabra abria.Foi nesta hora que eu descobri o que é ter um macho de verdade.Gil não desistiu começou a me bolinar gostosamente tentando fazer meu buraquinho relaxar.Levei lambidas na portinha do cu, beijinho e tapinhas de inecntivo na bunda.Gil disse que tava ahá um mês sem comer ninguém e pelo menos há um ano sem furar um cuzinho...você tem uma bundona de fazer inveja a muita mulher por aí....Fiquei todo orgulhoso e resolvi tentar dar o cu de novo.Fiquei de pé e me abaxei segurando os tornozelos, me arreganhei o maimo que um homem pode se abris para outro macho e esperei minha recompensa.Desta vez aquela piroca entrou justinha no meu rego e afundou no meu cu quase senti no meu umbigo. Dei um grito animal, ele depois disse que eu parecua uma cadela ganindo, e Gil começou a bombar forte, fiquei todo aregaçado, quando ele gozu nem senti a porra escorrendo pela minha perna.Fiquei morando na cas do gil por quase seis meses e todo dia servindo meu criolo gostoso.Usava as roupas que ex mulher dele deixava e fui sua fême até aqule safado me trocar por uma vadia.Hoje estou sozinho mas se vc quiser me conhecere me [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos com sobrinha dormindo lingeriefui com minha namorada e transei com minha tia conto eroticoconto erotico de esposa com motoboycontos veridicos de japa com negao de pau gigantecontos mulher infiel marido atento incestoconto gay fodi o namorado da minha irmacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casanoite maravilhosa com a cunhada casada contoscontos erodicos de cabrito macho fazendo sexo com gostosa zoolofiacontos pornos irmas naturistascontos casal com jamaicanoconto gay "punheta pro seu macho"conto erotico na lagoa com a familiaconto comi a buceta da mae do meu amigoporque cavalos tem pirocãopes contoerotico.comTennis zelenogradcontoerotico. esposa ocupada é ajudada pelo garoto.Contos ce casadas sendo puta e gostandoConto erotico mendiga peituda 60 anoscontos espiando a irmã no banhocontos de coroa com novinhoarquiteta na obra conto erótico anus enrabadomeu cunhado me comeu quandi eu dormia contocontos de cú por medoConto erotico viuva carenteConto erotico meu cachorro taradoconto erotico minha tia me chavecoucontos eroticos empregadinhas cagando no pau do prataoconto erotico iniciada por meu tiofilho dotado fudendi o pai desejosecretos.comcontosrotico cuzinho da lorinha casadacontos eroticos de incesto deixando a irma com ciumescontos eroticos vovô pai e maecontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontis da primeira transa inesquecívelcontos eroticos comi a irmazinhacontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidocontos eroticos corno bebe leitecontos eroticos fui estrupada por uma lesbica e o maridocomtos de vagabundas que gostão de fuderconto erotico mamãe sentando no meu colo no carro lotadomeu pai me estruprou odiei contos gayContos de coroa chatagiada pelo sobrinho e gostandomiudinha conto eroticomulheres peladas encostada no pe de cocoviuva com fogo contos pornocontos de mãe fudendo a filha ninfetaSou casada fodida contoConto erotico muitas picasviadinho levando pirocada no cuzinho contos eroticosconto sentei no pau do meu tio com dez anosCasada viajando contosconto tia velha safadaconto picante incesto gay discretamente passivo e ativos incesto gayfoto de sexo conto eroticos da minha sobrinha pimentinha parti 1Piroca de 25cm - conto eroticochupada buceta contoContos eroticos de podolatria chupandopes de primas vendo televisaoscontos velho tarado por bucetasconto eurotico pescano com sobrinho e marido beldocontos de cú de madrinhacontos eroticos de fudendo com o pastorconto erotico mamãe sentando no meu colo no carro lotadocontos eroticos comendo minha mae drogadacontos erotico estupro maeContos eroticos Japonesinhaconto de sexo com estrupo em família rasgei o cu de meu avô sem docontos de Huum Pauzao papai ..ai mete vaiconto porno de amigas casadas fudendo com machos picudos nas feriasmeu pedreiro gostoso