Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TRANSFORMEI MINHA ESPOSA EM PUTA -III

Click to Download this video!

Vou relatar como minha esposinha, foi fudida no lava-jato,qdo ela levou nosso carro para lavar. Quando eu tinha a chance de faltar na faculdade, era para o boteco que eu ia, pois o dono do buteco era bem informado quanto as transas de minha mulher, que repito,ele não sabia que eu era seu marido.E Aquilo me dava um tesão danado. - Véio, vou ti falar um negácio, outro dia passou um moleque aqui do lava-jato e me falou como comeram aquela piranha, e me deu até dá,do jeito que eles a fuderam.AAHAHAHA, dá,porra nenhuma, ela gosta de pica mesmo. -Ele falou, que ela chegou para lavar o carro, toda dondoquinha, e um destes muleques,já chegou logo pra ela. -Ô sua cadela, já tamo sabendo da sua fama de metelona aqui no bairro e vai indo ali pro quartinho,que a gente vai ti dar um trato. Vamô logo que não temo o dia inteiro não. -Esse muleque falou que quando os três entraram no quartinho, já avançaram pra cima dela. Imagina, tres muleques, que quase nunca comeram ninguém,com uma puta a disposição deles.Este muleque disse que já foram arrancando a roupa dela, que a xingavam, batiam em seu rabão,e enfiavam os dedos em sua buceta e em seu cú. Quase até brigavam por espaço com os dedos dentro dela. Ele falou que um deles tinha um pau de um jumento,ele era até manco e o pau dele ia quase até o joelho,que até as putas fugiam dele com medo, além do que o neguinho era feio que sá a encrenca. Ele falou q este neguinho sá ficava olhando,batendo punheta, enquanto eles já a fudiam a buceta.E a puta sá de olho no que a aguardava.Disse q o pau de tão grande até demorou para ficar totalmente duro. Depois de eles terem gozado, levaram a piranha até ele, que parecia tb o chefe da turma. Ele sentado numa cadeira, ela chegou bateu uma punheta, pagou um boquete, q ele até urrava de tesão e salivou bastante aquela pica, deixando em ponto de bala. Falou q não ia meter com ele, pois era um monstro e aquele tronco não entraria nela. Aí ficaram bicho.Levantaram ela por cima dele, puxaram as pernas dela, cada uma prum lado e encacharam a buceta na cabeça do pau dele. Ela ia tentando sair e os moleques empurrando até q uma hora, fez um barulho tipo desentumpindo alguma coisa,e a vadia deu um grito de dor. A cabeça tinha entrado e no empurrão q os muleques tavam dando a pica enterrou de uma vez sá na buça da piranha. Este muleque falou q faltou até ar pra ela. AHAHAHAHAHA. Depois de acostumada com a vara, disse q ela rebolava, se debatia, contorcia e gozou uma pá de vez na pica do moleque.Imagina sá puta gozando, era sá o que faltava. Depois de totalmente alargada, os outros dois muleques tiveram a idéia de os dois aos mesmo tempo a fuderem na buceta.Coisa que eles tinham visto num filme de foda. Depois disso ainda comeram aquele rabão, como não podia deixar de ser. Todo mundo fica louco com aquele cuzão, preparando ela para o grande final. Puseram ela de quatro, e o manquitola,o jumento,se posicionou atras dela para meter a rola em seu cú. A puta chorava, pedia pelo amor de Deus para ele não fazer aquilo, q ela pagava outro boquete pra ele, e ele logicamente não aceitou. Mais embora ela já tivesse dado o rabo pros moleques, tava até com porra não tinha jeito ele se posicionava e o pau escorregava pra dentro da buceta dela, q ainda assim urrava em cada socada que ele dava. Os outros muleques riam da dificuldade dos dois, até q um deles teve uma idéia. - Pérai, q vou pegar shampoo de lavar carro e a gente bezunta o cú desta puta. E assim fizeram, jogaram shamppo no cú dela, enfiaram o dedo em seu rabo pra lubrificar por dentro tb e até no pau dele, jogaram shampoo. Aí ela viu q o negácio tava feio pro lado dela, tentou fugir de quatro mesmo dali, mas não teve jeito, os dois seguraram ela, abriram bem o cú dela e o jumento veio. Quando a pica entrou ele disse que ela até chorou. Gritava para ele sair, que tava ardendo, doendo muito, e ele saia para entrar de novo, centimetro a centimetro arregaçando o cú daquela desgraçada. Ela toda espetada quase nem se mechia, até que o moleque gozou para acabar com aquele sofrimento. Disse que quem acabou manca foi ela ao sair dali.AHAHAHAH,e que ao pegar o carro ela sentou até meio de ladinho.AHAHAHAHAHAHA. E ainda ela pagou a lavagem do carro. Isto que é puta mesmo>AHAHAHAHAHAH. E assim com o pau duro, fiquei sabendo de mais uma aventura da minha esposinha.Coitadinha, que dá.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico de fui comida pelo amigo do meu esposo insperadamentecontos erótico de velhas que adora ser chingadascontos de swing ba praia contos eróticos encontrar minha antiga namorada depois de 30 anosincesto porno/encoxando minha mae no trem lotadocontos meu pai fudeu minha esposaContos eróticos: menininha da a buceta pro camioneiro bem dotadoIncesto com meu irmao casado eu confessoesconde esconde contos eróticosconto de gozei gostoso naquela bucetaconto putinha do amanteconto lesb freiras mamadasso mrninas na mastubando n causinha toda melada video mobilcontos: sentei no colo do velhoconto érotico noiva chora pau genrocontos eroticos esposas na praiacontos eroticos meninas drogadas pelos paisTia dando o cu para sobrinho garotinho contos eróticosconto erotico quando era pequenacontos de homens cheirando cu e tocando punheta conto erotico femino loira paty 2contos eróticos mulher no trevo conto comedo que meu filho virasse gay dei pra elecomido no carro contoquero ser arronbada por outro cassete contoContos incesto filha calcinhadona florinda so ela dona florinda vaginacontos fui arrombada em casa pelo amigo meu filhocontos eroticos gays dormindo de conchinhaContos eroticos encontreia uma calcinha da minha filha babadinhacontos eroticos mulher violada enfrente do maridocõntos mulher que trai marido com o compadreConto erticos menina sendo estrupada pelo pai no matocontos eróticos gay taxista Santarém Parácontos deixa tiocontos com sogras acima de 50anos pornôimagens de rabo gostoso inclinado de calcinha transparentecontos eroticos teen chuvaComtos eroticos dei pro tio jorge com pau minusculoxanimhaporno mobile sequioso animal com mulherescavalo gordo assim que meu irmão me mostrouconto erotico ana mAria 49 anosNovinha Bebi porra do meu amigo contocontos eroticos meu tio meu amante casa de vovocontos eroticos fazendo troca troca quando meninocontoseroticos.o pai de santo me convenceucontos eróticos meninas de 25 anos transando cachorro Calcinha Preta com as unhas vermelhasconto erotico.papai min encinou a ser putacontos gay bundinha com marquinha de biquinicontos aliviando as tetas de minha irmavidios porno meu amigo bi enfiou no cu do meu maridoContos heroticos brincando de cazinha com a priminhaeuconfessomulher de meu irmaotravesti tirou cabaco da irmazinhaCercada por varios contos eroticosesposafoi.encoxadacontos presenciei minha irmã fudendo com um dogContos.encestos.mae.no.campo.de.futebolfomos cem calcinha e fomos fodida por puzudos dotafos no bar contoConto erotico banho maea coroa bunduda negra é feriado pelo pelo banco dentro do ônibusconto aprendendo da cucontos eroticos fiquei com o filho da vizinhacontos travesti vendo mendigo mijando do prédio contosconto de sexo incesto com mae camila fez meu filho mim comercontos eroticos incesto pai encoxado filhas avo encoxado netascontos eroticos de sobrinho roludocontos mostrando o piru para a vizinhaContos eroticos negra entiada comi mae filhaconto gay "agradece" machoesposa na praia de nudismo passa lama contoconto erotico gay o marido da minha irmamamae japonesa me bolinandocontos heroticos gay meu primo de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anoscontos eróticos seios devem ser mamadoscontos minha mulher vendo meu tiocontos eroticos cu dormindoconto sozinho com minha sograconto primeira peitinhoContoseroticoscomsogrocontos eróticos online pai tarado e filinha devassacontos de rabos sendo dilaceradosmeu pedreiro gostosopornobuceta.com/homens so quer saber de mamar em peitoes das safadasconto emrabada casada nao pelo marido sim p amante