Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

"MARIDO" ESCRAVO PERFEITO IV

Click to this video!

Em pouco tempo Carlos chega da locadora com o DVD que escolhera com a esperança de passar mais algumas horas acariciando e beijando ofegantemente os pés de sua linda, amada e dominadora esposa.

Quando entra em casa escuta um barulho vindo do banheiro, provavelmente sua esposa resolveu tomar um banhou pensou ele; Carlos acertou, Kely estava realmente tomando banho, mas a finalidade não era simplesmente porquê ela estava com calor ou mesmo porquê queria ficar mais confortável para assistir o filme e sim pra sair e fazer coisas que seu maridinho talvez pensasse mas que nunca tivera a conclusão. Carlos ainda pensando como seria agradável passar aquele dia aos pés de sua linda mulher é surpreendido com o chamado de Kely, quando ele se aproxima do banheiro ela sem qualquer serimônia ainda sem abrir a porta do banheiro ordena a ele que passe ferro em seu vestido vermelho, que limpe suas sandálias de salto transparente com tirinhas e que esquente o carro pois ela iria sair em pouco tempo, Carlos fica um tanto que perplexo com as palavras de sua esposa, ele já desconfiava que ela o traia, mas aos poucos aquela desocnfiança ia se tornando uma certeza, aquilo que sua mente estava pensando a tanto tempo ia tomando forma e se concretizando, ele não sabia o que fazer em relação aos entimentos que o perturbavam naquele momento; acabando a perplexidade de Carlos ele se vê em frente ao guarda-roupas de sua esposa pegando o vestido que ela tinha ordenado que ele passasse a ferro, sua mente está a mil, um monte de coisas acampam em sua cabeça; apás alguns minutos sua esposa termina seu banho e vai em direção ao quarto do casal, lá ela vê seu maridinho empenhado em deixar seu vestido impecável, ela encosta na parede e fica olhando seu devotado marido cuidando com a maior delicadeza do vestido que seu amante dali a poucas horas não terá cuidado algum em tirar, em cada ruga do vestido que seu marido consegue tirar ela vê um pouco da submissão de um ser-humano que ha algum tempo reclamava apenas em saber que ela iria sair com suas amigas, ela dá um sorriso sarcástico e fica satisfeita por ter adestrado corretamente seu maridinho; Carlos percebe o sorriso de sua amada esposa e levanta a cabeça tendo assim uma visão perfeita do lindo corpo desnudo de sua esposa que deixara coscientemente a toalha que encolvia o seu lindo corpo cair, sá moravam os dois naquela casa por isso ela podia se dar o luxo de ficar com a roupa que quisesse em casa ou mesmo ficar sem roupa se assim desejasse, Carlos fica estático tendo em sua frente a visão de um corpo tão belo, com bumbum tão bonito, seios lindos com biquinhos apontando pra cima, rosto de uma verdadeira princesa, sua vagina era um objeto de desejo a parte com aqules poucos pêlos tão bem aparados, o transe de Carlos acaba bruscamente com uma repreenção autoritária de sua esposa:



Kely: a minha roupa não vai se passar sozinha sabia seu imbecil?

Carlos: perdoe-me Kely já estou quase terminando.

Kely: já limpou minhas sandálias?

Carlos: não meu amor logo que terminar o vestido irei limpá-las é rapidinho.

Kely: mas você é mesmo um idiota incompetente, que demora é essa!!

---Kely se aproxima de seu marido e percebe uma ereção....

Kely: está gostando de ser humilhado por mim não é mesmo meu capacho?

Carlos de cabeça baixa fica em silêncio.

---um forte tapa é desferido por Kely ao rosto submisso de seu marido.

Kely: quando eu lhe perguntar alguma coisa me responda seu idiota, me entendeu?

Carlos acena com a cabeça de forma positiva.

---Kely dá mais um sorriso sarcático e com sua mão direita pega por cima da cauça nas genitais de seu marido.

---a reação é imediata, se bem que ele já estava ereto desde que começou a passar a roupa de sua esposa.

Kely: você já está aceso capacho? Vejo que fiz um bom trabalho em adestrá-lo!

---Carlos de cabeça baixa não ousa falar nada.



Kely se afasta de seu "marido" e se direciona a penteadeira para cuidar de sua maquiagem enquanto Carlos termina de cumprir suas ordens.

Apás uns 25 minutos Carlos de cabeça baixa se aproxima de Kely e diz que já está tudo pronto.

Kely: já era hora mesmo, pensei que fosse passar o dia inteiro.



---pegue minha calcinha branca e meu sutiâ, ornda Kely que até aquele momento esta completamente nua.

Carlos obedece imediatamente a ordem de sua esposa e como um submisso fiel e obediente leva pra Kely a calcinha e o sutiâ.

---ela veste e se olha no espelho vendo suas lindas formas, ela sabe o quanto é bonita e desejada.

Veste o vestido que seu marido delicadamente acabara de passar, senta na cama e ordena que carlos lhe calce as sandálias que por ele foram limpas, ele imediatamente se agaixa em frente a Kely que está de pernas cruzadas e com carinho começa a calçar aqueles lindos e delicados pés, ela percebe o quanto ele olha para seus pés, ela sabe o quanto ele a deseja, ela sabe que basta apenas um estalo de dedo para que seu marido se jogue em sua frente para servir de tapete, mas ainda falta alguma coisa, e ela sabe o que é... falta ele ter conhecimento total dos belos enfeites que ela tem posto na cabeça dele ha muito tempo, falta ele aceitar sua nova condição de corno-sumisso, mas ela tem planos e estes planos não incluem apenas ela e seu marido, mais um sorriso sarcástico acende no rosto daquela linda mulher.

Agradeço aos que tem me enviado e-mails parabenizando os contos que estou disponibilizando aqui.

Apás 3.000(três mil) acessos a continuação será postada ou a cada 400(quatrocentos) e-mails que me forem enviados, vale o que acontecer primeiro. Desde já agradeço.

[email protected]



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


tentando comer a sobrinha contoscontos com a visnha casada escondido oahomen em purra seus ovos no cu de brunaContos eróticos mãehetero goza dentro ainda da im tapa orando outros peitões da bundona gostosaso grelu esticadoContos homem fudendo a vizinha lesbicarelato erotico meu cachorro comia meu cuzinho quando meninacontos de crentisinha cusudaConto porno de estuprada por pai da mim amigacontos eroticos maes de amigoscontos eróticos da em cima da irmapadrinho cuida da afilhada contos eróticosnao resisti a buceta da minha maeContos eroticos fudendo baixinhaquando era pequena mamava na pica do meu tioContos eróticos cearácontos eróticos de lésbicas submissa a vizinha mandona contos masturbandcheirei a calcinha da minha cunhada safada contosconto erotico gay coroa pirocudo do bar me levou pra casa dele e me arrombouConto de puta presa e estuprada diariamente por muitos machosFlanelinha de shortinho partindo a bucetaconto minha mulher cheia de porraminha esposa meteno com outro q delicia contos eroticoc nifetas inoce fui acoxada e gostei.tescontos gemi grita olha corninhometi minha esposa no porre contosmeu marido liberou também conto cucontos eróticos dopei namorado eu e amigaconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeumeu amigo pediu pra eu comer sua namoradaos bêbados mais lindas gostosas de todos os tempos pelados mostrando o paucontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigocontos erodicos de cabrito macho fazendo sexo com gostosa zoolofiaconto sobrinha curiosacontoscomi minha cunhadinha dormindocunhada com previlegios pornsContos lesbicas nossos maridos sairam fiquei bebendo com a comadreputa entra em desepero ao gozar esegerada mentecontos eróticos menino pintinhoContos comendo a mulher do amigopeguei no pauzao do primo que durnia sou tarada contocontos eróticos minha sobrinha de babydollcontos eroticos de sogras na faixa 47 anosZooxoxotacontos erótico com viuvascontos eróticos babá garotinhoContos eroticos mamae e filha gulosa chupando o pauzao do seu filho e de cinco amigos dele em uma putaria na piscina de casaconto de sogra dando para genrocontos porno chantagiando a cunhadacontos de pervertidosNamorada boqueteira contos cabonevidro porno primo sente atração pelo outro primo homensvidio porno gey aronbei meu primo no quarto enquanto ele estudavacontos incesto minha filha fazendo fisting em mimnovinho da pica gigante atolando no mulequeinhoraspada para surpresa do marido contoscontos/ morena com rabo fogosoVem amor segure a rola dele para eu sentar em cima, vem meu corninhoas.gostosas.cimasturbando.duas.vesescontos de traição com motoboyconto erotico amiga nao sei como aguentei 26 cm de pirocao do magrelinhcontos eroticos cu de esposa vermelho cheio de porra com foto    conto erotico meu pai mim comeu enganadominha vozinha tava chifrando meu avo com o mendigo contoler relatos de garotas que gosta de "loirinhas greludascontos veridico de desejo realizadoconto - bucetinha novinha cheirosa e depiladafodiesposacontos de incetos e orgias entre irmas nudismocontos reais punheta gozadascontos erotikos moleke de menor comendo o cu da mulher casadacontos eroticos de incesto mae massagista faz massagem no filho adultogozanodeto familha ponoConto erotico banho maeCu maislargo do mundo em fotosconto de mulher que se masturbaaos 60 anos dei a buceta pro menino de 15 contoscontoseroticos foi fuder no mato e foi comida por malandrostomou viagra e meteu na esposadei tanto minhA buceta no carnaVaL q to toda ardidaContos eroticos ajudando meu tiu acudentado e vi o pau deleso' anal c'minha -filha so' anal incestoconto só uso fio dental sou gaúchaporno de marido bebedo em casa obricando a esposa a fazer sexo com elecontos eróticos mancha branca no vestidominha esposa deixa a buceta cabeluda e da pra o meu melhor amigo em relatosvelhos peludos gay contosdei o cuzinho é fiquei arrombandoconto eróticos gay hulkconto amador minha mulher viu o tamanho do cassete do cunhadocontos porno mulhe de vaqueirocontos etoticos casais disputam bunda maior das espisasdeixei meu sobrinho me ver nua contosIrmas casadas taradas carentes sendo enrabadascontos eróticos esperava o meus dormir eia na cama do papai