Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

"MARIDO" ESCRAVO PERFEITO IV

Click to Download this video!

Em pouco tempo Carlos chega da locadora com o DVD que escolhera com a esperança de passar mais algumas horas acariciando e beijando ofegantemente os pés de sua linda, amada e dominadora esposa.

Quando entra em casa escuta um barulho vindo do banheiro, provavelmente sua esposa resolveu tomar um banhou pensou ele; Carlos acertou, Kely estava realmente tomando banho, mas a finalidade não era simplesmente porquê ela estava com calor ou mesmo porquê queria ficar mais confortável para assistir o filme e sim pra sair e fazer coisas que seu maridinho talvez pensasse mas que nunca tivera a conclusão. Carlos ainda pensando como seria agradável passar aquele dia aos pés de sua linda mulher é surpreendido com o chamado de Kely, quando ele se aproxima do banheiro ela sem qualquer serimônia ainda sem abrir a porta do banheiro ordena a ele que passe ferro em seu vestido vermelho, que limpe suas sandálias de salto transparente com tirinhas e que esquente o carro pois ela iria sair em pouco tempo, Carlos fica um tanto que perplexo com as palavras de sua esposa, ele já desconfiava que ela o traia, mas aos poucos aquela desocnfiança ia se tornando uma certeza, aquilo que sua mente estava pensando a tanto tempo ia tomando forma e se concretizando, ele não sabia o que fazer em relação aos entimentos que o perturbavam naquele momento; acabando a perplexidade de Carlos ele se vê em frente ao guarda-roupas de sua esposa pegando o vestido que ela tinha ordenado que ele passasse a ferro, sua mente está a mil, um monte de coisas acampam em sua cabeça; apás alguns minutos sua esposa termina seu banho e vai em direção ao quarto do casal, lá ela vê seu maridinho empenhado em deixar seu vestido impecável, ela encosta na parede e fica olhando seu devotado marido cuidando com a maior delicadeza do vestido que seu amante dali a poucas horas não terá cuidado algum em tirar, em cada ruga do vestido que seu marido consegue tirar ela vê um pouco da submissão de um ser-humano que ha algum tempo reclamava apenas em saber que ela iria sair com suas amigas, ela dá um sorriso sarcástico e fica satisfeita por ter adestrado corretamente seu maridinho; Carlos percebe o sorriso de sua amada esposa e levanta a cabeça tendo assim uma visão perfeita do lindo corpo desnudo de sua esposa que deixara coscientemente a toalha que encolvia o seu lindo corpo cair, sá moravam os dois naquela casa por isso ela podia se dar o luxo de ficar com a roupa que quisesse em casa ou mesmo ficar sem roupa se assim desejasse, Carlos fica estático tendo em sua frente a visão de um corpo tão belo, com bumbum tão bonito, seios lindos com biquinhos apontando pra cima, rosto de uma verdadeira princesa, sua vagina era um objeto de desejo a parte com aqules poucos pêlos tão bem aparados, o transe de Carlos acaba bruscamente com uma repreenção autoritária de sua esposa:



Kely: a minha roupa não vai se passar sozinha sabia seu imbecil?

Carlos: perdoe-me Kely já estou quase terminando.

Kely: já limpou minhas sandálias?

Carlos: não meu amor logo que terminar o vestido irei limpá-las é rapidinho.

Kely: mas você é mesmo um idiota incompetente, que demora é essa!!

---Kely se aproxima de seu marido e percebe uma ereção....

Kely: está gostando de ser humilhado por mim não é mesmo meu capacho?

Carlos de cabeça baixa fica em silêncio.

---um forte tapa é desferido por Kely ao rosto submisso de seu marido.

Kely: quando eu lhe perguntar alguma coisa me responda seu idiota, me entendeu?

Carlos acena com a cabeça de forma positiva.

---Kely dá mais um sorriso sarcático e com sua mão direita pega por cima da cauça nas genitais de seu marido.

---a reação é imediata, se bem que ele já estava ereto desde que começou a passar a roupa de sua esposa.

Kely: você já está aceso capacho? Vejo que fiz um bom trabalho em adestrá-lo!

---Carlos de cabeça baixa não ousa falar nada.



Kely se afasta de seu "marido" e se direciona a penteadeira para cuidar de sua maquiagem enquanto Carlos termina de cumprir suas ordens.

Apás uns 25 minutos Carlos de cabeça baixa se aproxima de Kely e diz que já está tudo pronto.

Kely: já era hora mesmo, pensei que fosse passar o dia inteiro.



---pegue minha calcinha branca e meu sutiâ, ornda Kely que até aquele momento esta completamente nua.

Carlos obedece imediatamente a ordem de sua esposa e como um submisso fiel e obediente leva pra Kely a calcinha e o sutiâ.

---ela veste e se olha no espelho vendo suas lindas formas, ela sabe o quanto é bonita e desejada.

Veste o vestido que seu marido delicadamente acabara de passar, senta na cama e ordena que carlos lhe calce as sandálias que por ele foram limpas, ele imediatamente se agaixa em frente a Kely que está de pernas cruzadas e com carinho começa a calçar aqueles lindos e delicados pés, ela percebe o quanto ele olha para seus pés, ela sabe o quanto ele a deseja, ela sabe que basta apenas um estalo de dedo para que seu marido se jogue em sua frente para servir de tapete, mas ainda falta alguma coisa, e ela sabe o que é... falta ele ter conhecimento total dos belos enfeites que ela tem posto na cabeça dele ha muito tempo, falta ele aceitar sua nova condição de corno-sumisso, mas ela tem planos e estes planos não incluem apenas ela e seu marido, mais um sorriso sarcástico acende no rosto daquela linda mulher.

Agradeço aos que tem me enviado e-mails parabenizando os contos que estou disponibilizando aqui.

Apás 3.000(três mil) acessos a continuação será postada ou a cada 400(quatrocentos) e-mails que me forem enviados, vale o que acontecer primeiro. Desde já agradeço.

[email protected]



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


desejos de machos que adora safadeza com outros macho experiências vividasboqueteira gaucha contoverdinho tirando a virgindade da sobrinha novinha gostosaporno bundas de morenas com cabelos longos mastubandosCanto erotico de velha 68 anoscontos casada bunduda vivinho chapeleta grande contos eroticos gays zoofiliameu cachorro mecomeu a forcaMae brincadeira bunda conto eróticocontos eroricos com meu advogadoO negrão ganhou minha esposa casasdocontoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos erotico de pai e filhaContos garotinho chorou na rola do pedreirocontos infancia gay dei ainda pepueno papaiconvenci minha esposa transa com nosso caoFoderam gente contos tennscontos lesb ralar a xanaconto erotico nenhum pelinhoesposa grupal com 18 aninhos contoscomi minha cunhadinha contos eroticoscontos erotico na balada com a irmaconto erotico traindo o namoradoEu e minha sogra no quarto contosQuero ler contos homem fudendo cuzinho de menino baianocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto erotico com treinador de futebolcontos eroticos negro e patricinhacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto minha esposa no canavialTudo q uma puta deve fazer na camacontos o pau do meu genropornô doido p*** fazendo fio terrapaquerei ex nanorada do neu primo é pau?contos eroticos de mulheres coroas fodedeirascontos eroticos sobre voyeur de esposaminha filha e bela contos eróticosgayzinho passou rebolando na minha frente contoAs minhodas aser tirado cabasu putas.comconto de o tenente me chupou muito gaycontos eroticos.comprei um consolo por curiosida e virei viado da familiaconto de não aguentei a pica grande no meu cuCaiu de boca na xana contobia cadela contoscontoseroticoscdzinhasMeu pastor chupou meu cu buceta e teta contofotos de fodas de buceta gostosa do precinpio ao fim todas as coloca?.contos eeoticos co mm i a maconheiraFui Comida pelos colegas do colegios contoscontos eróticos a gata e o lixeirocontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidocontos de travesti no onibusDei para meu pai conto eroticocontos eróticos levando na piscinacontos porno obrigada engolir porra com muito nojocontos sado marido violentoscontos comendo a bucetinha da titiaFui Comida pelos colegas do colegios contoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eroticos cunhadinhosaaaaah. chupa minha bucetinha vai. isso. vou gozar na sua boca. me faz gozarconto erotic meu treinado taradocontis da primeira transa inesquecívelcontos eroticos negao estuprou eu e meu maridominha mulher ficou ipinotizada ao ver o caralhao do meu amigocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto gay viciei na rola do negÃoconto erotico soniferoporno gey contos eroticosChupando o peito da priminha gostosa:*O amigo do meu namorado me comeuCaso canto erotico pau grossochulé da minha cunhada conto eroticocontos erotico esposa na festapinto duro pra tu noivaconto er seios quadril glandelencol conto heterocontos coroas fudendocom novinhoconto erotico samuelconto calcinha fiosexe conto minha fia mideo o cu por 1.00 reaucomo da a buceta direutinhorabinho impinadinho em fio dental da irmacontos de coroa com novinhocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eroticos de esposas de caminhoneirosconto erotico chantageado a ser femeacontos eroticos me masturbo usando calcinhaconto minha estagiáriaConto de casada nao resistiu a pica do vizinhocontos eroticos de incesto de pai pasto e filha