Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CHUPEI DOIS CARAS NA RUA

Click to Download this video!

Eu fazia cursinho pré-vestibular à noite num lugar não muito distante da minha casa, por isso costumava ir a pé. Nesse trajeto,sempre passava na frente da casa de um cara gostoso, que costuma ficar conversando com os amigos na porta de casa. Eles eram muito gostosos e às vezes ficavam sem camisa, batendo papo. Descobri depois que um deles se chamava Vítor. 1, 80m, musculoso, branquinho e bonito. Outro amigo dele me chamava muito a atenção. Era um pouco mais alto que Vítor, era negro, malhado e muito gostoso também.

Quando eu passava por eles, sempre olhava-os demoradamente. Eles começaram a perceber, mas eu não me importava muito com isso. Uma noite, lá pelas 10h30, estavam sá os dois conversando. Eu voltava do cursinho e, de repente, começou a chover muito forte e eu tive que me abrigar perto deles, porque embaixo da casa funcionava uma lan house (a casa era no primeiro andar). E como tinha um espaço legal na frente da lan house, fiquei lá. Eu tava meio sem graça ali perto dos dois, mas a chuva não passava. Eu percebi que eles me olhavam e fiquei meio desconfiado deles. Nessa hora, não passava ninguém na rua, porque além de estar tarde, estava chovendo muito forte. Eles então começaram a puxar conversa comigo e enquanto falava, um deles (o negro) ficava mexendo no pau de vez em quando. Eu olhei rapidamente e percebi o volume na bermuda. Fiquei meio nervoso, porque tinha 19 anos, mas era inexperiente, sá tinha transado duas vezes.

Eles então resolveram ir direto ao assunto e perguntaram porque toda vez que eu passava ali ficava olhando pra eles. Fiquei mais sem graça ainda e menti, dizendo que era impressão deles. Eles nem ligaram pra o que disse. O negro disse, sem o menor pudor:

“- Eu sei do que você gosta. É disso aqui, né?”, disse, enquanto apertava o pau duro por cima da bermuda. Eu quis sair dali, porque não era assumido e nem queria que alguém descobrisse, o que poderia acontecer, porque perto dali morava muita gente que me conhecia. Meu coração acelerou. O tesão de ver aqueles dois caras gostosos, que faziam parte das minhas fantasias, se misturou com o medo de alguém me descobrir. Mas eu não tinha forças para sair correndo naquela chuva. Eles então se aproximaram mais e me deixaram contra a parede. Eu disse que não queria, mas eles insistiram. Um deles empurrou meus ombros para baixo, deixando minha cabeça na direção da bermuda deles. O negro tirou o pau da bermuda e mandou eu chupá-lo. Era um pau negro, de uns 20cm e grossura média, com uma cabeça vermelha. Eu abri a boca e me deliciei com aquele cacete gostoso, que tanto esteve nas minhas fantasias. Chupei bem gostoso, desci até as bolas, me concentrei na cabeça. Enquanto isso, o outro se masturbava de leve. O negão começou a foder minha boca com força, me chamando de putinha e viadinho. Eu adorava aquilo.

“- chupa, viadinho, eu sempre soube que você gostava era de pau. Hoje você vai tomar leite de macho na boquinha, seu safado” Eu apreciava cada segundo com aquele pau na boca, sugando a babinha que saia dele de vez em quando, e às vezes, engolia o pau dele todo. De repente, ele forçou o pau na minha boca com mais força e gozou abundantemente na minha garganta. Senti os jatos daquele leite quentinho na minha garganta e adorei o gosto do leite daquele macho.

Assim que o negão se afastou, o outro enfiou o pau na minha boca. Um pau branquinho, uns 19 cm, muito bonito. Eu mamei bem gostoso, ouvindo as putarias que ele falava, enquanto sentia minha língua quente acariciar aquele cacete gostoso. Ele começou a foder minha boca e eu senti que ele ia gozar. Mas ele queria encher minha cara de porra, como uma puta e disse: “- Vou gozar na sua cara, putinha.” Começou a se punhetar e de repente senti os jatos de leite quente daquele macho lindo e gostoso. Fiquei com a cara toda melada, mas adorei tudo. Me limpei com a camisa mesmo e fui pra casa, assim que a chuva ficou mais fraca.

Depois disso, teve outros lances, inclusive com os outros amigos deles. Mas isso eu conto depois.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto herotico com amig do nsmoradoproctologista me comeu gaycontos meu primo me estrupo quando tinha oito anosfui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticocontos esposa olhos vendados fudendomulher pois o marido a xupae o traveste"ficava mexendo no pau"meu corno me levou pra africa contos eroticosminha mulher para transar logo Ricardo que eu quero vercontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos de incestos posando na sogragay surra chinelo putinhaBrincadeira na piscina com meu irmao poran vedeoscontos eroticos padastro com indiadacontos eroticos minha sogra franciscacontos eroticos baixinha aninhoscasadas safadas me deu a calcinha usadas contos eroticoscontos tava de vestido i fui comidaconto erotico raquel morena deliciosano cine porno me fuderam na marra(adorei)e ainda fizeram o frouxo do meu marido virar viadinho.contoserotico minha filha bota a mãocontos erotico mayara piercingContos eroticos abusadas pelo meu padrastoficou de short e foi chantageada contos eroticodei o cu p meu filho roludo conto eroticdona florinda so ela dona florinda vaginaContos eróticos fedorentafotografando para um amigo conto euroticocontos eroticos mostrei o pau pras mulheres no parqueContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorconto erotico filha novinha puta gosta de apanharcontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casawild thermas conto eroticoFoderam gente contos tennsconto irma casadacontos eroticos esporrei-me toda quando vi a piça do preto conto praia de nudismo com a esposa continuaSou casada mas bebi porro de outra cara contosrelatos eróticos de incesto sogra cheirando minhas calcinha usadasmamae levou meus amigos pra acampar contos eroticosSou gay e tranzei com um travest contos eroticoboqueteira gaucha contomarido veda olho da esposa e genro tranza com elaum homem lambendo uma menina virgem Estrada crente s*****conto erotico irmão mais novo machocomiminha filja lauracontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto gay "nao puta"contos gay meu filho gostosoconto herotico engravidem uma branquinhaconto erotico inserto po acasoprofessora novinha e senha resolvi dar o c******contos eroticos sobrinhoscontos erótico de estupro em boatescontos eroticos mamae comeu meu cuzinhoSou casada fodida contochefe e demissao conto eroticocontos eroticos no colo do titioContos eroticos de podolatria chupando pes de primas brincando com os pesvi o pau do maninho contosna sauna o boy me comeucontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eróticos de pai fudendo filha no carrocontos eróticos dominado pela sograContos eroticos fudendo o cu da casadadeserto conto heterocontos porno filho do amigo secretoficou de short e foi chantageada contos eroticocontos eroticos a irmã da igrejaPorno conto sala de bate papo minha sograkauane minha putinha contos eróticoscontos tias de 29 anos loiraputaria todos diss contoConto erótico sobrinha avó internadocontos casadas malandrasminha mãe adora bater punheta para o meu irmãocontos de engates gays madurosSou casada fodida contoconto de incesto iniciando os filhos a arte do.incestocontos eroticos .ulher do meu paicontos porno esposas estuprados submissosno cine porno me fuderam na marra(adorei)e ainda fizeram o frouxo do meu marido virar viadinho.contoscandidato comeu a buceta da eleitora safada contos eróticoscontos eróticos velhacontos porno esposas estuprados submissosContos eroticoss adoro trepar sem camisinhaconto erotico no carro dona do barContos eróticos genromiminha pidinho picaconto minha titia popozuda tomou banho comigo bebada dando pro maninho contoso pito da minha sobrinha e o cu da cunhada contoscontos comi uma cabritinhacontos erodicos de alunas e prefessorescantos erotico de casada co catado de latilhacomo me tornei viado parte 3 contpscontos na praia tirou o selinho da cunhadinha novinha