Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PRIMEIRA VEZ EM UM ONIBUS

PRIMEIRA VEZ EM UM ONIBUS



ACONTECEU A 6 ANOS, QUANDO EU TINHA 20 ANOS DE IDADE... BEM SOU MORENO, CABELOS E OLHOS CASTANHOS, 1 E 78 E ALTURA E 82 KG... SOU BEM EXTROVERTIDO E COMUNICATIVO...

VIAJAVA DE SÃO PAULO PARA VITORIA, COM CONEXÃO EM NITEROI, UMAS DEZ HORAS DE VIAGEM NO TOTAL, COM ALGUMAS PARADAS NO CAMINHO...

EMBARQUEI EM SAMPA àS 20H E VIAJEI UMA PARTE DO TRAJETO SOZINHO, POR VOLTA DE 23:50, QUANDO PARAMOS EM RESENDE, ALGUMAS PESSOAS EMBARCARAM, ENQUANTO AS QUE ESTAVAM NO ONIBUS, INCLUSIVE EU DESCEMOS PARA COMERMOS ALGO, RELZXAR UM POUCO DA VIAGEM...

QUANDO EMBARQUEI NOVAMENTE PARA SEGUIRMOS VIAGEM, VI QUE HAVIA UMA MULHER SENTADA NA POLTRONA EM QUE EU ESTAVA (TINHA APROXIMADAMENTE 33 ANOS, PELE CLARA, CABELOS CASTANHOS CLAROS BEM LISOS, OLHOS MEL, ESTATURA MEDIANA E UM CORPO PROPORCIONAL A SUA ALTURA, SEIOS MEDIOS E QUADRIL LARGO... UMA DELICIA), PEDI LICENÇA E ME ACOMODEI NA POLTRONA DA JANELA, QUE CORRESPONDIA A MINHA PASSAGEM, O ONIBUS SEGUIU VIAGEM E A MULHER TENTAVA SE ACOMODAR NA POLTRONA VISANDO DORMIR... VIREI PRO LADO DA JANELA, ONIBUS SEMI-LEITO, SABE COMO É, DA PRA DEITAR MUITO BEM... UNS 30 MINUTOS DEPOIS A MULHER AINDA SE MEXIA NA POLTRONA... PERGUNTEI SE PODIA AJUDAR EM ALGO, SE ELA ESTAVA BEM... ELA DISSE Q ESTAVA BEM, MAS NÃO ESTAVA CONSEGUINDO SE ACOMODAR E PERGUNTOU SE EU ME IMPORTARIA D TROCAR DE POLTRONA COM ELA, TROCAMOS D LUGAR E CONTINUAMOS CONVERSANDO... FOI AI QUE DESCOBRI Q ELA ERA CASADA E Q ESTAVA INDO A CAMPOS PRESTAR UM CONCURSO... JÁ ESTAVAMOS RINDO JUNTOS DE COISAS Q FALAVAMOS, QUANDO DISSE A ELA Q EATAVA CANÇADO E QUE IRIA TENTAR DORMIR... FECHEI OS OLHOS ME ENROLEI EM UM LENÇO QUE TINHA LEVADO, ELA VIROU O ROSTO PRO LADO DA JANELA ENCOLHEU OS JOELHOS SOBRE A POLTRONA DE MODO Q SU CORPO SE ACOMODOU BEM... ESTAVA COCHILANDO QUANDO SENTI AS MÃOS DELA SOBRE MEUS PEITOS, ACORDEI E ELA ME PERGUNTOU SE PODIA LEVANTAR O APOIO DOS BRAÇOS Q FICA ENTRE AS DUAS POLTRONAS, PQ ESTAVA MACHUCANDO AS COSTAS DELA, DISSE Q SIM E ASSIM ELA O FEZ... VOLTOU A SE VIRAR PRA JANELA E SE AJEITOU NOVAMENTE NA POLTRONA, SÓ QUE DESTA VEZ SEU QUADRIL AVANÇOU SOBRE MINHA PERNA E MEU BRAÇO, TIREI O BRAÇO MEIO SEM JEITO, ELA PEDIU DESCULPAS E PERGUNTOU SE INCOMODAVA, DISSE Q NÃO Q PODERIA FICAR A VONTADE... E ELA FICOU... A MEDIDA Q A NOITE AVANÇAVA, ELA TAMBEM AVANÇAVA SOBRE MINHA PERNA, JÁ ESTAVA FICANDO ALUCINADO COM A POSSIBILIDADE, POREM RECEOSO, DEVIDO A SITUAÇÃO... FOI QUANDO ELA ME PERGUNTOU SE PODIA DIVIDIR O LENÇO COM ELA PQ ELA ESTAVA SENTINDO FRIO POR CAUSA DA TEMPERATURA DO AR CONDICIONADO... DEITEI-ME D LADO NA POLTRONA E CEDI PARTE DO LENÇOL PARA ELA SE COBRIR, FOI AI Q TUDO COMEÇOU... ELA SE AJEITOU DE FORMA QUE FICAMOS MEIO QUE DE CONCHINHA, NÃO SABIA O QUE FAZER, O QUADRIL DELA SE ENCAIXAVA PERFEITAMENTE SOBRE MINHAS PERNAS, JÁ SENTIA O CALOR DO CORPO DELA EM MEU PEITO, SUSSURREI NO OUVIDO DELA QUE ELA ESTAVA FICANDOI EXCITADO COM AQUILO E ELA SORRIU, TODOS NO ONIBUS PARECIAM DORMIR, ERA POR VOLTA DE TRES DA MADRUGADA... COMECEI A ACARICIAR O CORPO DELA, PERCORRIA TODO SEU CORPO COM MINHA MÃO, ELA APERTAVA SEU CORPO CONTRA O MEU, ENFIEI MINHA MÃO POR BAIXO DE SUA BLUSA E COMECEI A ACARICIAR SEUS SEIOS, QUE JÁ ESTAVAM DURINHOS, ELA GEMIA BAIXANHO D PRAZER E CONTORCIA O CORPO LENTAMENTE, DESCI MINHAS MÃOS PASSANDO LENTAMENTE SOBRE SUA BUCETA POR CIMA DA CALÇA, DAVA PRA SENTIR A TEMPERATURA, FIQUEI LOUCO... DESABOTOEI A CALÇA DELA E COMECEI A ACARICIAR SUA BUCETA POR SOBRE A CALCINHA, PASSAVA OS DEDOS EM VOLTA, PRESSIONAVA... ELE GEMIA BAIXINHO E EMPURRAVA SEU CORPO CONTRA O MEU... COMECEI A BEIJAR O PESCOÇO DELA, A NUCA, ORELHAS AO MESMO TEMPPO QUE ACARICIAVA SEU CORPO COM MINHAS MÃOS... ELA ME PEDIU PRA PENETRÁ-LA... NOIS AFASTAMOS UM POUCO, ELA DESCEU TODA A CALÇA E A CALCINHA DEIXANDO SUA BUCETA LIVRE PRA MEU PENIS, LEVANTEI PEGUEI UMA CAMISINHA NA MOCHILA VOLTEI PRA DEBAIXO DO LENÇOL, ABRI O ZIPER TIREI O PENIS PELO LADO DA CUECA, COLOQUEI A CAMISINHA E VOLTAMOS A POSIÇÃO DE CONCHINA... ACARICIEI NOVAMENTE SUA BUCETA, MANIPULEI SEU CLITORIS COM OS DEDOS, ELA ESTAVA ENCHARCADA E PEDIA PRA PENETRÁ-LA... POSICIONEI O PENIS ENTRE AS PERNAS DELA...

E FIQUEI PASSANDO LENTAMENTE, INDO E VINDO, ESFREGANDO E SENTINDO O CALOR DO CORPO DELA... ELA IMPLORANDO PRA EU COLOCAR... SUBI MINHAS MÃOS PARA OS SEIOS DELA E VOLTEI A ACARICIAR SEUS MAMILOS, ELA SE CORTORCIA FEITO UMA LOUCA, DESCEU SUA MÃO SEGUROU MEU PENIS, POSICIONOU EM SUA VAGINA E JOGOU FORTEMENTE SEU CORPO CONTRA O MEU FAZENDO COM QUE MEU PENIS A PENETRASSE. COMECEI A MOVIMNETAR-ME DENTRO DELA NUM VAI E VAI LENTO E GRADATIVO, FUI AUMENTANDO AS ESTOCADAS à MEDIDA QUE O CORPO DELA IA REAGINDO, FICAMOS ASSIM POR UNS VINTE MINUTOS, ELA GEMIA E SUSPIRAVA DE PRAZER, EU ACARICIAVA SEUS SEIOS, BEIJAVA SUA NUCA, ENQUANTO AUMENTAVA FRENETICAMENTE OS MOVIMENTOS... CADA VEZ MAIS FORTE E MAIS RÁPIDO, ESTAVA PRESTES A GOZAR, QUANDO ELA COMEÇOU A SE CONTORCER AINDA MAIS, SUA VAGINA SE CONTRAIA DESCOMPASSADAMENTE, ELA ESTAVA GOZANDO, NÃO AGUENTEI E GOZEI JUNTO DELA... FIQUEI DENTRO DELA POR ALGUNS MINUTOS, DEPOIS ELA SE VIROU ME BEIJOU, SORRIU, DEITOU SUA CABEÇA EM MEU PEITO, E FICAMOS NOS ACARICIANDO POR HORAS, ELA ADORMECEU, COCHILEI COM ELA EM MEUS BRAÇOS... QUANDO ACORDAMOS, ESTAVAMOS CHEGANDO A CAMPOS ONDE ELA DESEMBARCARIA... NOS RECOMPOMOS, TROCAMOS TELEFONE, E-MAIL... DEPOIS DISSO ACONTECERAM OUTRA AVENTURAS QUE DESCREVEREI EM OUTRA OPORTUNIDADE, MAS ESTA POR TER SIDO A PRIMEIRA VEZ EM UM ONIBUS, FOI ESPECIAL... ESPERO QUE TENHAM GOSTADO, EMBORA LONGO, TENTEI SER O MAIS FIEL POSSIVEL AOS FATOS... ABRAÇOS!!!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos de ferias na praia contos de cú de irmà da igrejacontos fui arrombada dentro de casa pelo baiano amigo do meu maridocontos manacontos eroticos sou coroa viuva e dei minha buceta pra um muleque roludoSou casada a muito tempo e amo muito mesmo meu marido mais acabei traindo econtos heroticos gay meu tio de vinte anos me comeu dormindo quando eu tinha novecontos eroticos a festa na picina do meu partao e minha eaposa de biquinecomo perdi o meu analNovinha Bebi porra do meu amigo contoMeu namorado virou corno contos teenencostou-me na parede contoscontos erotico maes cavalas d bikini n piscina .vi meu padrasto pegando a minha mãe e eu gostei muito sou gaycontos comeu a amiga e o amigocontor eroticos gay eu menino brincando com o negaocontos erotico chantagiei e depilei minha sogracontoseroticos anal brital no acampamentoContos eroticos amadores dividi minha esposa com meu patrão do sítio que moramosContos eróticos de incesto mamae gulosa mamando em tres picas grandescontos eroticos sou viuva tenho um sobrinho novinhoFlagrei minha cunhada chorando em cima de kct contosxupando u pau dos piao tudo no sexo gostosocontos porno filho do amigo secretocontos eroticos sobre voyeur de esposacasa do conto mae rabuda trai o marido com filhover contos eroticos de irma dando pro irmaocontos perdi minha virgindade com 25 anosbotei minha mae prachupa meu pau ela pensou que era meu paicheirando os sapatos da minha amiga contos eroticostransando a sobrinha em pleno sono profundovideornpossconto erotico gay com o coroa catador de lixoconto sozinho com minha sogracontos eroticos engravidei de um velho e o meu marido nem desconfiaminha sogra e mulher duas depravadas e taradas contos eroticostarado asalta apart amarra mulher sexocontos eróticos fudendo a prima e a tia com preliminarSou casada e fui comida pelo pedreirocontos eroticos cachoeiracontos eróticos mulher domina outra mulherquero assistir pornô negra da bundona na Muralhapinto duro pra tu noivaminha mulher foi viajar e eu fiquei com minha entiada que queria sai eu falei para ela ela so sai se mede o cuzinho e goza na boca delacontos eroticos dei pro meu inquilinocontos exoticos como fazer minha esposa fude com outro na minha frentedoutoras bundudas sem calcinha de mini saia dando a xaninha no contos eroticos contos eroticos sou brocha e minha esposa arumo amantesdando o cu e peidando contoscontos erotico meu cu mastigando o piça enorme burracha anal contoConto porno eu queria entrar em casa, minha mae abriu a porta toda suada, chefe do meu paimeu cu ficou rasgado e sangrando contosporno quente doido cara lasca buceta com cucontos de siririca de mulher acima dos 60 anosquando era pequena mamava na pica do meu tioO'Amante Daminha Mulhercomendo minha irmazinhano escuro.com/videoCasada viajando contosconto erotico ninfetinhaSou gay e tranzei com um travest contos eroticoconto submissa ao paus negros e grandeContos comendo a mulher do amigocontoseroticos delirio de maninhaconto erotico viadinho de shortinho e calcinha dando na casa abandonadagay e travesti.momentos novo punhetapau do maninho contosConto erótico gay caçamba de carro de madrugadaTaradinha desde pequenaMulherbrasileira ensinando a filha, meter contoscontos eróticos minha amifa na escolaAdvogada casada e estuprada contoscontos vizinha feiasexo conto na baladatirando o atraso contoscontos minha enteada minha amanteA briga do casal contoscontos de cú de irmà da igrejameu cu de moca foi arrombado contocontos erótico de coroas casados trancando com novinho BA baladascontos fiz titio gozarmae e filha com vibrador na buceta contos eroticoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos como se come uma putavoyeur de esposa conto eroticoContos eroticos de travesris lindas do pau gostosos.contos gosto de picaEu tirei o cabaço da buceta da minha filha eu fiz um plano com ela era pra ela arranjar um namorado no colegio dela pra ela levar ele em casa pra ela fazer ele fuder a buceta dela pra ele achar que a buceta dela era cabaço conto eroticocontos gay irmao mais velho bebado contos eróticos passeando com a cunhadasapata velha greluda e ninfetaComto lesbico fragante fazendaConto erotico esposa nao resitiuminha mulher me fez de corno na nossa cama com meu consentimentocontos virei femea na republica gaycontos de incestoMinha mãe e eu no carro 2tias gostosas de calcinha conto