Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU CAPITÃO E SEU AMIGO...

Click to Download this video!

Oi



Me chamo Lucas, sou branco como leite fresco e tenho 19 anos e estou contando minhas aventuras desde que conheci o meu Capitão...

Depois do dia que passei com meu Cap. no Castelo do Rei passaram-se quase 19 dias até que ele me procurasse novamente... foram 19 dias em que sofri muito... pensando que tinha desapontado meu Cap.... pensei que meu homem não me queria mais... sonhava com seu cacetão a me invadir... acordava no meio da noite com a boca seca...

Na manhã do nono dia recebi um torpedo do meu Cap. ... ele mandava que eu estivesse no mesmo cinema naquela tarde... assim eu fiz...

Assim que terminaram minhas aulas naquela manhã corri pro metro... desci na estação Cinelândia... eram 14:30 quando entrei no cinema tava vazio ainda... escolhi uma poltrona na ponta da quinta fila e sentei... assim estaria bem vizivel quando meu Cap. chegasse...

Na tela uma garota dava o cu para dois homens ao mesmo tempo... a cena me deixou excitado... mesmo não sendo muito grandes o cu da garota parecia ter certa dificuldade de engolir os dois... eu já me preparava pra tocar uma punheta quando meu Cap. chegou acompanhado de um amigo... sentaram no meio da fileira deixando um espaço entre eles... entendi que aquele seria o meu lugar...

Quando sentei no meio dos dois pude notar que o amigo do meu Cap. era um homem que regulava com ele em idade e físico embora fosse bem mais moreno quase mulato... meu Cap. disse no meu ouvido... ele é de confiança... prometi que você seria dele... foi ai que o homem que estava do meu lado pois pra fora um belo cassete... era realmente uma ferramenta um pouco maior que a do meu Cap. sá que perdia muito na bitola era bem mais fino... minha mão substituiu primeiro a do desconhecido numa vagarosa punheta mas logo depois eu segurava as duas varas... estava me sentindo importante... pois meu Cap. gostava tanto de mim que me oferecia a seu melhor amigo... de repente meu Cap. disse chupe... pensei que era para chupá-lo... mas quando já ia me inclinando... ele disse chupe o dele... me virei e comecei a chupar o pau de seu amigo... fazendo com que ele soltasse gemidos de prazer... enquanto meu Cap. explorava meu cuzinho com o dedo... chupei com tanta vontade que não demorou muito para que o amigo de meu Cap. gozasse me enchendo a boca de porra... antes de engolir abri a boca pra eles verem que tava cheia... sá então engoli tudo de uma vez ...

Meu Cap. então me disse para matar aula no dia seguinte e esperá-lo no local de costume... fui pra casa pensando como seria o dia seguinte... disse a minha mãe que ficara de estudar com um colega depois da escola e que ela não se preocupasse pois almoçaria na casa dele... como esperava minha mãe disse que eu aproveitasse o estudo que ela me esperaria pro jantar.

Levantei cedo tomei banho aproveitando pra fazer a limpeza com a ducha... desci tomei café... e sai fui direto pro ponto de encontro e fiquei esperando... meu Cap. chegou as 8:15... entrei em seu carro e discretamente lhe dei um beijo no rosto... perguntei pelo seu amigo... meu Cap. disse que Sandro iria no práprio carro... fomos então direto para o Castelo do Rei... eu estava todo bobo... como da primeira vez meu Cap. pegou a chave e se dirigiu para a suíte... até ai seu amigo não tinha aparecido... não precisei perguntar novamente... meu Cap. se apressou em dizer... fique calmo já já ele vai chegar... ou melhor ele já esta aqui na suíte ao lado... vou te mostrar como chegar lá... foi quando entendi como um motel funciona por dentro...meu Cap. me levou até a porta de serviço e me mostrou um corredor muito comprido que dava acesso a todas as suítes e indicou a porta onde eu deveria entrar mas antes disse que eu tirasse minhas roupas e colocasse o roupão... assim fiz tirei toda a roupa e coloquei o roupão me apresentei ao meu dono buscando sua aprovação... ele me deu um longo beijo e disse você ta lindo seja bem putinha...

Pouco mais que cinco metros separavam as duas portas... cinco metros que pareceram ser bem maiores... eu tremia quando abri a porta e entrei na saleta... tranquei a porta por dentro e passei pra suíte Sandro estava na hidromassagem e assim que me viu disse vem cá... tira esse roupão... quero te ver peladinho... deixei cair o roupão aos meu pés... ele me mandou dar uma voltinha... vermelho de vergonha mas feliz com os elogios que ouvia ... entrei na banheira me colocando de frente pra ele... de inicio fiquei imável mas Sandro logo me mandou chupar seu pau ainda mole... peguei o caralho e fui colocando quase todo na boca proeza que durou pouco pois logo ele cresceu... sentir um caralho crescer é divino... me esmerei na chupada... queria agradar meu dono ia da cabeça ate o saco.... colocava o as bolas na boca brincava com elas depois voltava a colocar o quanto podia do pau na boca. Sandro alisava minha bundinha... enfiava um, dois dedos no meu cu... e ele piscava... eu gemia enquanto continuava chupando ...

Sandro continuou me puxando pra cima ate que acabei sentando na sua vara... ele deixou que eu ficasse a vontade enquanto descia... não forçou... fui descendo o corpo e engolindo cada centímetro da vara... nossa era um pouco mais fino que o do meu homem mas um tanto mais comprido... parei um pouco quando estava com a metade do cacete espetado ... respirei fundo... olhei bem nos olhos de Sandro e soltei o corpo... ele soltou um longo gemido de prazer... sá parei quando senti os pentelhos dele precisa me acostumar...mais uma Sandro sá fazia gemer e para me incentivar me chamava de putinha... cuzinho dos deuses... cadelinha... e eu plenamente realizado por estar cumprindo os desejos no meu Cap. passei a cavalgar o Sandro... subia ate quase tirar fora o caralho dava uma pequena pausa e voltava a descer... fiquei brincando assim ate que ele me mandasse parar porque queria sair da hidro...

Sai fui pra cama ficando de 4... parece que Sandro adivinhou antes de me penetrar novamente me deu vários tapas ma bundinha... a cada um deles eu tremia e pedia mais... já me sentia como uma verdadeira putinha... pedia em voz alta... quase gritava ... para que ele não parasse... eu rebolava... pedia que me fudesse... quando ele finalmente meteu sua longa espada na pequena bainha que piscava descontroladamente... gozei sem tocar no meu pau... tal foi a força das estocadas que Sandro me dava no cu.... não demorou muito para que Sandro também gozasse... urrando alto e me dando tapas na bunda... quando retirou o pau meu cu expeliu muita porra ...

Sandro foi tomar uma ducha e eu fui junto... dez minutos depois meu Cap. ligou da suíte ao lado alisando que iria pedir nosso almoço... vestimos os roupões e fomos pra lá... assim que entramos passamos para o interior da suíte trancando a porta atrás de nos... meu Cap. estava nu na cama assistindo um filme... assim que nos viu entrar perguntou a Sandro gostou do meu menino... eu não cabia em mim nessa hora... estava sendo elogiado para meu dono... corri pra cama e abocanhei seu pau... já estava com saudade... agora esta onde eu mais gostava de ficar... estava entre as pernas do meu dono...

A campainha tocou avisando que tinha chegado o almoço... Meu Cap. disse bem vamos almoçar antes que a comida esfrie... almoçamos e logo depois voltamos todos para a cama...

Eu, novamente me coloquei entre as pernas de meu Cap. voltando a chupá-lo com gosto, sá que desta vez empinei mais a bundinha... nem precisei convidar Sandro e se posicionou por trás e de uma sá vez me penetrou... enfiou seu caralho no meu cu até o talo...eu gemi alto, embora estivesse com o pau do meu Cap. afundado na garganta... Sandro sá parou quando estava completamente espetado e com palavras de incentivo como... que cuzinho apertado... isso rebola cadelinha... me deixava cada vez mais excitado... eu comecei a rebolar num ritmo alucinante... contraia meu cuzinho como que dando mordidas no invasor...

Meu Cap. me segurava a cabeça atolando seu caralho quase todo na minha garganta... por varias vezes me provocou engasgo... nessas horas eu levantava o rosto e com o olhar no dele pedia que continuasse... ficamos assim por bastante tempo até que Sandro deu sinal de que estava para gozar... me enchendo o cuzinho de porra... pensei em me lavar mas meu Cap. não deixou... mandou que eu sentasse no seu pau assim como eu estava...

Cavalguei meu homem... senti cada centímetro do seu pau... subia e descia bem devagar... Sandro veio para o meu lado e me ofereceu sua pica... chupei... não demorou e todos gozamos...

Como a hora já ia adiantada meu Cap. disse para tomamos banho nos vestimos enquanto Sandro se dirigia a outra suíte, Meu Cap. me levou para casa... quando chegamos na esquina da minha rua ele me deu um carinhoso beijo no rosto e me disse que ligaria no dia seguinte...

(continua)

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos vi minha mulher sendo arrombadacoroas safadas depilando as axilasporno club contos eroticos de meninos gays fasendo troca troca na adolecencia contos eroticosda secretaria viciou a dar o cu para o patraoContei para meu marido que meu patrao fudeu minha bucetaconto gay pm com pmdei com muito amor conto separacaoconto erotico eu não queria ser cornovoyeur de esposa conto eroticovovozinhas esfreca buceta com buceta uma na outraquero seducir minha sogar para fudelainiciando a filhacontos eroticos de vadiaHistoria de contos de sexo vovo mamoucontos eroticos meu vizinho me flagrou dando o cu pro meu cachorrovideos a muher levantado o vestido pra maridocomer a buceta delaconto enfrentando um pau grossocontos travesti que sai leite dos peitosconto erótico gay com estuprocontos eroticos possuida por uma estranha gostosatitio caralhudo noivo corninho esposa putinha contoscontos eroticos coroas velhas com novinhos tia neuzacontos de mulher metendoconto branquinha casada trae com negoescontos eroticos com muita tapa e submissavideos de morenas q botou atanguinha de lado e deu o raboNovinha Bebi porra do meu amigo contochantagiei minha sobrinha contosaproveitaram da minha inocência contos eróticosconto erotico enganei a bobinhacontos eroticos o muleque comeu meu raboconto picante incesto gay discretamente passivo e ativos incesto gayVELHA CARENTE CONTOcontos eróticos insertos tiaCasada viajando contosporno nas baladas de contagem novinhascontos dormi com minha irmãconto minha irma fui arebentada travestecontos eróticos miha mulhere fica masturbando vendo travesticontos eroticos o dia que o pasteleiro mim comeucontos eroticos gays viagem de ferias para fazenda com dotadocontos eróticos frio chuvaPorno orgias lesbicas incestuosas iniciando as bem novinhas contosmulher com uma bu dando nda inmencacontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidocontos eroticos estrupada pelo mei maridomeu pai batendo punheta.eu foi fala com ele e ele madou eu bate pra eleCONTOS EROTICOS REAIS EM VITORIA EScontos eroticos brincadeira na adolecencialevei a amiga da minha filha pro clube conto eroticocontos de afilhadaincesto a maé do meu milhor amigo parte 4estalos da cama-contos eróticosconto sogra nudistacontos er matagalpornô de Juazeiro meninas gostosinhas na realidade lado da cidade de Juazeiro da Bahiavidos. anamara. cupanu. bucetacontos weroticos comi minha sobrinha novinha de calcinha de rendaPor causa da zoofilia virei escrava 3contos eroticos dona florinda Contos eroticos da adolescenciacontos eroticos sonho americano 2Comtos mae e filha fodidas pelos amigos do paiContos casal pelado na praiaVELHA CARENTE CONTOdando o peito contoscontos eroticos exibindo pra piralhoscontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidoaproveitaram meu cu comeram fuderamconto gayfilha esposa de papai pintudo contoscontos eroticos embebedou e comeu a casadinha carenteminha prima malcriada contoContos eroticos dor no sacocontos eroticos negao come meninoporno minha tia foi la emcasa e eu tavabatendo punhetaconto casa de praia estouro cabaçofotos cim zoom so de cacetes duros melado de porratenho traços femininos cu conto eroticoBbeatriz uma sobrinha. safada parte 2homem gosta de perna aberta ou mais fecjadinha na hora do prazerContos como foi a primeira punhetinhaNovinha Bebi porra do meu amigo contocontos eróticos comenda a casada no mesmo cinemaFoderam gente contos tennscontos erotico levwi minha esposa numa suruna de suprwsatia sentar no colo do sobrinho no carro histórias eróticos completoporno doido costureiro medindo os seiosLora dismaiando no cu no anal em tres minutosler conto erotico dando a xota na cabano pro tioantes caçava agora sou cacador de bctcontos eroticos esposa swingfode rebola nele vaicontos erótico eu confesso minha filha casada e uma loucura na camacontos homem chupa rola ricardaoconto eurotico pescano com sobrinho e marido beldoconto erotico com homem velho coroa grisalho peludo do trabalhosou casada meu visinho novinho contosMeus ex primo viuvo rico sou sua mulher conto erotico