Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

LAVANDO O CARRO

Click to Download this video!

Essa histária aconteceu em um sábado quente. Meus pais estavam prontos para irem ao supermercado e na volta passariam na casa de uns amigos. Antes de sair, meu pai pediu para que eu aproveitasse o dia e lavasse o carro que iria ficar (nás temos dois carros).Concordei desde que meu irmãozinho fosse junto com eles, assim não teria ninguém para me incomodar. Meu pai aceitou e disse que iriam demorar. Ao sairem comecei a pegar o que eu precisaria quando a minha amiga (Catarina) chegou de surpresa. Pedi que se sentasse e expliquei que estava prestes a lavar o carro. Então pedi um minuto a ela e fui me trocar. Quando voltei estava com um micro short e um tope tão pequeno que nem se podia considerar como roupa. Pude ver no semblante de Catarina que ela havia ficado disnumbrada com o meu corpo. Tentei disfarçar, pois nunca havia tido nenhuma experiência com mulheres antes, então enquanto lavava o carro conversava sobre outros assuntos. Como ela estava sentada no degrau da porta, ela ficava com uma visão panoramica da minha bunda, que dalí a poucos instantes estaria na boca dela. Toda a vez que eu precisava me abaixar eu sentia aqueles olhos gulosos me perseguindo. As vezes, enquato eu abria e manuseava a mangueira, alguns pingos de aguá com terra a atingiam, então eu pedia desculpas e dizia que depois que eu terminasse ela poderia se lavar. Então quando eu terminei de lavor o carro, convidei para que ela entrasse no banheiro e se sentasse para conversarmos enquanto eu tomava um banho e depois ela tomaria um banho. Quando tirei minha roupa vi os olhos dela insinuantes brilharem e minha boca enchei de água, mais tive medo e vergonha e fingi que nada estava acontecendo. Entri rapidamente no box, quando percebi ela entrando tambem. Me assustei um pouco mais logo em seguida estava toda molhadinha em ver aqueles peitos apetitosos na minha frente. Ela pediu parra que eu virasse de costas para me ensaboar. Sentia as maos dela nas minhas costas e a minha bucetinha ficava cada vez mais lubrificada, então abri as pernas. Ela deixou a água escorrer aonde estava o sabão e começou a beijar as minhas costas e a minha nunca. Comecei a gemer sá de imaginar o que viria depois. Então virei e ela me beijou como se ouvesse esperado anos por aquele momento. Então aquela boquinha safada foi deslisando pelo meu pescoço a procura dos meis peitos, que quando achados, foram chupados com voracidade. Ela lambia eles e dava pequenas e delicadas mordidinhas nos bicos, o que me deixava com cada vez mais tesão. Então ela foi escorregando aqueles lábios engenhosos pela minha barriga e a minha sensação era de cada vez mais prazer. A essa altura eu já estava implorando para que ela enfiasse aquela língua gostosa todinha na ninha xoxota, mais ela ainda me castigou por alguns minutos, passando a lamber minhas pernas e minhas coxas, as quais ela disse ter ficado muito sensuais no shortinho. Então apás alguns minitos de expectativa ela pedui para que eu desligasse o chuveiro, virasse novamente de costas e ficasse de quatro. Prontamente atendi e pude sentir aque língua maravilhosa percorrendo todo o meu cú. Ela o lambia com vorcidade, e quanto mais ela lambia, mais eu queria que ela lambesse.Ao mesmo tempo ela acariciava minha xaninha com aquelas mãos macias o que fazia com que eu gemesse cada vez mais de tanto prazer. Seus dedos tocavam o meu grelinho e o acariciava numa forma indescritivel de prazer. Ela continuava lambendo o meu cú quando enfiou o 1ª dedo bem no fundo da minha buceta. Eu gemia e implorava para não parar. Então ela enfiou outro e eu rebolava sobre aquela mão safada. Quando ela enfiou o terceiro gozei pela primeira vez. Apás alguns minutos ela pediu que eu virasse de frente. Então me beijou novamente e dislisou até a minha xaninha. Começou a lamber de uma forma que menhum homem jamais havia lambido. Aquela língua passava por cada cantinho do grandes e dos pequequenos lábios da minha buceta, e eu gemia cada vez mais alta. A língua dela subia e decia e era delicioso. Ela fazia movientos de sobe e desce, movimentos circulares, horas rápidos e horas devagarinho e parecia que ela não queria mais parar, o que eu estava adorando. Minha xoxota estava coberta com a saliva daquela boca gulosa, quando ela pediu que eu a chamasse de vadia, e foi o que eu fiz e que que ela é... uma deliciosa vadia chupadora de buceta da melhor qualidade. Aquela putinha estava me levando a loucura. Quanto eu mais a chingava mais ela me lambia como forma de agradecimento. Pude ver novamente os olhos dela brilharem quando a chamei de cadela lambedoura, e ela me retribuiu com uma leve puxadinha com os dentes no meu grelinho o que me deixou mais ainda lubrificada. De repente ela parou e se levantou para apanhar alguma coisa. Fiquei na expectativa em ver o que era, quando me surpreendi: ela arrandou o Chuveirinho (aquela mangueirinha que é acoplada no chuveiro) e a doboru em duas. Voltou a me chupar e daí enfiou aquela mangueirinha dobrada no meu cuzinho. Minha bucetinha estava toda lambidinha quando senti que novamente iria gozar. Era exatamente o que aquela biscatinha queria de mim: que eu gozasse gostoso na boca dela. Então gozeu com tanta vontade que jamais pude me esquecer. Logo apás terminamos o banho e fomos para o meu quarto. Para se vestir... bem, não exatamente...para mais sexo, o que vou ontinuar contando em outra oportunidade.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Eperiencia zoofilia beijo babadocontos travesti mulata que me arrombouO pau preto do papai contos eróticosContos eroticos encontreia uma calcinha da minha filha babadinhahistorias de afilhdas trepano com padrinhocanto erotico comi virgemContos erotico eu e minha tia no jogo da garrafacontos eróticos dopei namorado eu e amigaana roludo cenfo cu da coroacontos eróticos minha esposa e os dois n***** africanosso contos de gay sendo aronbado por varios machosa mae da minha namorada contos reaishistorias eroticas vi meu sobrinho bem dotado descabaçando o cu da minha mulherhttp://max prime gay vibrado cosolo esga no cu na hora vidiocontos porno fiquei apavorada guando o cara me encoxou com meu marido ao ladocontos eroticos: fui comido pelo meu inimigo safadinhozoofili negao magro com umaaver contos eroticos de empresarios comendo o cu de empregadocontos eroticos eu minha amiga e o desconhecidoler conto erotico fodendo mh maecontos herticos eu i meu pai ele me chupou enquanto dormiaMeu Rabo me fazminha esposa ficou toda melada quando pegou outra pica pela vez contos eróticoscontos meu tio caminhonriro socou a rola no meu cuzinhocontos eroticos fazendo troca troca quando meninoconto minha mulher gosta quando levo ela nas festinhasxvidio real meu primo mamado peito bicudo da minha mae negraExperimentando biquini na frente do meu filho conto eroticoPau gigante.arrombando o cu da inocência. Jcontos eroticos meu amiguinho me encoxouContos eroticos caseiro entre irmaos na infanciaconto erotico nao resiste e peguei cunhadaminha mulher e travesti contos eroticosRelatos de gay quie derao ao pedreiro saradoconto gay sai da urgia acabadafudeno a amanda e nanda duas gostosinha mobileincesto filho comeu mao no dia fertil contos eroticomarido chupa rola do ricardao apos sua mulher dar o. cu pornodoido.comcontos motorista vez amor com patroagostosa fastando pratras pra ser encoxada rabetaocontos de coroa com novinhocontos de incetos e orgias entre irmas nudismocontos eróticos de bebados e drogados gaysminha amiga me flagrou batendo punheta cheirando os sapato dela podolatria contos eroticosContos eroticos deixei a garota virge. loucajogando nas duas pontas trailer porno travestiscontos eróticos no cu com cachorrosContos eróticos mãe com os negrões e papai vendocontos eroticos transformado em putaConto de gang bang no posto de gasolinaFoderam gente contos tennscomi a minha mãe na chantagempunheta com meu amigo hetero buceteiro conto erotico so punheyamulheres adoram ficar peladas cheio de manteiga no cuQuero ler,contos homem fudendo menino de rua novinhocontos eróticos uma tora para mim para minha filhaprima perguntou se eu era virgemanal tia bunduda conto fotocontos gay - um viadinho estuprado muita dor humilhadodando a buceta na maquina e quase morrendoloira louca por pau gg contosMinha esposa me fez uma surpresa contoContos de safadezas com o padrasto desde pequenaConto gay comendo a porquinha zoofiliaCego sexo sabo buceta bomgostosa.acarisiado.a.buseta.deibacho.da.mesacontos eroticos lobisomemContos eróticos.com/Enrabei a Floraconto aos oito aninhos a filha da minha namorada sentou sem calcinha no meu pauContos gay com cunhadoconto erótico veridico de filho de patrao que comeu a empregada coroaCont erot meu pintocontos vi meus pais transadosou puta e pratico zoofiliazoofilija detei i poróConto erotico irmao fingiu que nao sabia transar pra come a irmacontos eroticos fragei minha esposa com a tora do vizinhodesejos de machos que adora safadeza com outros macho experiências vividasconto erotico tirei a calcinha da gataa esposa baiana do meu amigo contos eroticosajudei meus amigos com a mae contoconto erotico mae ensina a sua filinha mamar a rola do seu namoradocontos eróticos de lésbicas incesto com consolo grande tirando o cabaçocontoseroticos.o pai de santo me convenceuFoderam gente contos tennscunhanada carente deita no colo do cunhado e ele fas ela fazer um boqueti gostosoo pito da minha sobrinha e o cu da cunhada contoscontos porno dava pro meu padastrocada dos contos eroticos abracei mamae e dei trrs beijo mamae carentecontos fidi minha cunhadinha de onze anosgarotos safadinhos picas e bundas videoso dia em que passei a amar zoofiliacontos de escravas casadas real