Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

KAMILLINHA - O "NAMORADINHO" E O "AMANTE"

Click to this video!

Oie gente ... tudo bem com vocês? Hoje eu vou continuar escrevendo mais uma parte da minha historia. Como eu disse no meu primeiro conto “Kamillinha – o nascimento”, minha vida no universo feminino teve mesmo inicio aos meus 19 aninhos. Já me descrevi no primeiro conto, mas vamos lá de novo: tenho 1,68 m, 5051 kg, sou bem branquinha, hoje em dia tenho cabelos castanhos claros compridos, mas na época deste conto e do primeiro meu cabelo não era grande.



Bem ... nos dias que se seguiram ao meu “nascimento” hihihi eu estava numa felicidade imensa que sá era menor que a minha vontade de repetir a dose e me transformar de novo naquela mocinha! Mas o pessoal de casa não dava folga e os dias foram passando e se transformando em semanas, sá sei que eu estava desesperadinha, mas não via como conseguir matar meu desejo!



Nestas semanas sem poder me vestir de kamillinha eu comecei a pensar no que eu poderia fazer quando estivesse montadinha e como eu poderia ainda melhorar meu visual como mulher.



Apesar do pequeno tempo em que eu conseguia ficar em casa sozinha, nestes tempinhos eu me pus a procurar tanto nas coisas de minha irmã, como nas da minha mãe, outras lingerie mais ousadas ... ai ai ai ... o que eu queria mesmo era encontrar calcinhas e soutiens de putinha hihihihi Nas coisas da minha irmã não achei nadinha (acho q ela era virgem mesmo e tava querendo ser santinha hihihihi que boba hihihi), mas acabei encontrando uma caixa em cima do guarda roupas da minha mãe, com algumas lingiere legais ... me lembro de ter pensando ... hummm que biscatinha meu tem hein?! Hihihi depois de olhar bem todas elas e ficar um tempinho me imaginando nelas, as guardei direitinho no lugar que as encontrei, fechei o guarda roupas e sai do quarto dela, até porque meu irmão já estava pra chegar.



Nos dias que se seguiram eu comecei, sempre q possível investigar os guarda roupas de minha mãe e irmã, escolhendo roupas que realmente combinassem para a práxima visita de kamillinha hihihihi E escolhi (já conto hihihihi)



Mas nada de conseguir um tempinho sozinho ... não via à hora de irem almoçar na vá. Então tive q apelar ... eu usava calcinhas usadas de minha irmã que encontrava no cesto de roupa suja. Colocava elas e batia punhetinha com uma mãe e com a outra batia siriquinha no cuzinho. Foi quando eu tive a idéia de me sentar no bidê com a água bem quentinha jorrando no meu cuzinho enquanto eu punhetava meu piruzinho. Nesta idas longas ao banheiro também comecei a enfiar meus dedinhos cuzinho ... deitava de costas no chão do banheiro de baixo da água quente, na posição que hoje sei que é a de frango assado ... passava bastante shampoo no dedinho e no cuzinho e enfiava e ficava brincando com ele, sentindo o quentinho do meu rabinho, até explodir em gozo.



Não demorou nada nada eu já queria experimentar outras coisas no meu cuzinho. E ficava pensando no que poderia usar, já que não tinha nem um consolo e tão pouco encontrei um em casa (não tinha mesmo), então um dia minha mãe me pediu ajuda para desentupir uma pia de um banheiro, quando terminei e ia guardando o desentupidor e foi então q prestei mais atenção no dita cujo hihihihihi era de plástico e deveria ter um cabo de uns 19 ou 19 cm (do tamanho do meu piruzinho durinho) sá q mais fino um bocadinho ... nossa fiquei louquinha na hora pra sentir aquilo no meu cuzinho. Tive medo de me machucar por dentro, pois afinal de contas aquele objeto não tinha sido projetado para que uma mocinha como eu o enfiasse no rabinho né gente?! Hihihi Mas o tesão era maior do que o medo ... pequei o meu então “namorado” hihihihi e com uma faca deixei a cabeça dele um pouco mais fina .. ou melhor mais pontudinha mas não tanto ... para entrar mais fácil ... afinal eu era até então uma garotinha ta?! Hihihihi Fiz este trabalho na edícula de casa e deixei ele escondido lá. Esperei minha mãe sair para dar aulas e fui ao quarto dos meus pais e lá eu já tinha visto camisinhas dentro do criado mudo do lado do meu pai, peguei uma com cuidado de não deixar nada fora do lugar e torcendo para que meu pai não desse falta dela (achei que era melhor colocar no meu “namoradinho” a camisinha para ajudar a não me machucar por dentro e também né gente ... porque afinal de contas meu “namorado” não era dos mais limpinhos né? Hihihi Ao sair do quarto fui ver onde minha irmã e meu irmão estavam (ela no telefone e o meu irmão não estava em casa) e então corri para dentro do banheiro levando meu “namorado” (hihihihi Ai me senti uma verdadeira putinha que leva seu macho pela mão até o lugar onde ela vai dar para ele hihihihi) Procurei uma calcinha no cesto de roupa sujas e a vesti .....coloquei a camisinha nele e o coloquei na boca como se eu fosse fazer uma chupetinha nele .... minhas pernas tremiam, meu piruzinho quase estourando a calcinha e eu continuando a chupar (não digo que gostei do sabor da camisinha hihihi ... mas o tesão era demais). Depois tirei a calcinha e liguei o chuveiro, me molhei e então deitei no chão, lubrifiquei meu cuzinho e comecei a enfiar meu dedinho nele ... nem tocava no meu piruzinho, porque eu não queria gozar rápido ... queria pelo menos sentir o meu “namorado” dentro de mim ... depois de um tempinho batendo siririquinha e enfiando o dedinho no rabinho ... lambuzei bem o “namorado” e coloquei ela na entradinha ... comecei a forçar e nada do danadinho entrar então passei mais shampoo no meu cuzinho e voltei a forçá-lo e ele entrou ... meu Deus ... a primeira impressão foi a de susto ... depois aquela dorzinha .... eu deixei do jeito que estava não tirei mas também não eu empurrei ele para dentro de mim ... me lembra de pensar “Ai meu Deus ... isso porque é fininho” e pensei em tirar ... mas ai veio o outro pensamento: “Ué?! Você não quer ser mulherzinha ... não é este seu sonho e seu tesão?!” Aquilo bastou para eu pegar o dita cujo e colocar tudo dentro do rabinho a dor aumentou sim ... mas logo eu já estava batendo punhetinha no piruzinho enquanto com a outra mãozinha eu mexia no meu “namoradinho” hihihi gozei muito naquele dia e fiquei viciadinha no meu “namoradinho”. Depois de estar recomposta da gozada tirei a camisinha e o limpei bem, tomei meu banho e sai do banheiro como se nada houvesse acontecido. Estava feliz e ardidinha no cuzinho ... mas bem feliz!!! Esse foi o primeiro de meus “namoricos” no banheiro hihihihi era sá eu achar que o pessoal de casa não estavam muito ligados no que eu estava fazendo e pronto hihihihi lá estava eu em plena tarde “tomando banho” hihihihi Com o tempo fui desejando ter algo maior e mais grosso para eu usar nestes “namorinhos” no banheiro hihihihi Foi então q eu pensei em uma cenoura e decidi que assim que conseguisse libertar a Kamillinha de novo hihihi eu iria “dar” pra uma cenourinha hihihihi



Certo dia eu fui dormir pensando na minha tesãoloucura e decidi que eu precisava me tornar de novo a Kamillinha. Então eu pensei ... neste final de semana vou falar que vou para o sitio do meu amigo de novo já que daquela vez não deu certo hihihihi E assim eu fiz ... no final de semana meus pais e irmãos foram almoçar na casa da minha vá e me deixaram na casa do Renato. Eu conversei um pouco com ele e depois fui embora ... voltei para casa e tão logo eu entrei em casa e tranquei bem a porta fui direto para a cozinha (já havia me certificado que haviam cenouras na geladeira), peguei uma cenoura que deveria ter uns 19 a 19 cm de comprimento e uns 5 cm de largura e subi para o quarto da minha mãe, eu já sabia onde localizar tudo que iria precisar .... peguei a caixa de lingeries em cima do guarda roupas e escolhi uma calcinha pretinha fio dental e na frente o tecido era transparentinho e o soutiens também pretinho de tecido transparentinho e uma meia, todos do mesmo jogo. Abri o guarda roupa e peguei um vestidinho de inverno preto. Coloquei primeiro a calcinha aiiii estava super excitada, depois a meia e então o soutien (hihihihi de novo não consegui prende-lo de costas, tive que vira-lo e abotoá-lo hihihi) me olhei no espelho e gostei do que vi, mas faltava algo ... meus peitinhos ... ou melhor não haviam peitinhos ... pensei em colocar meias e fiz isso ... mas não ficou muito bom ... então eu lembrei de ter lido na internet que algumas “meninas” usavam camisinhas com água dentro, fui ao banheiro do quarto dos meus pais e enchi duas camisinhas de água ... quando enchi a primeira reparei que ficava legal e dava para controlar o tamanho que ficariam os meus peitinhos hihihi Deixei de tamanho pequenomédio para não ficar escapando do soutien, coloquei eles nos lugares eu meu Deus ... fiquei gatinha demais hihihihi pelo menos eu achei né?! hihihihi não conseguia para de olhar no espelho, de andar na frente do espelho ... ver meus peitinhos balançando aiiii meu Deus!!! Hihihihi Então eu coloquei o vestidinho e vi que daquela vez eu tinha acertado muito mais na combinação do que daquela primeira vez hihihihihi desfilei mais um tempinho na frente do espelho e então comecei a imaginar um diálogo com o meu “amante” onde ele me falava o quanto eu estava linda e me queria e eu dizia para ele que também estava morrendo de tesão por ele e nisso fui colocando a camisinha no meu amante, e então deitei na cama e peguei o tubo de KY do meu pai que ficava na mesma gaveta das camisinhas, tirei a calcinha (sempre imaginando diálogos bem pervertidos) e passei o meu dedo no cuzinho lambuzando ele de KY, enquanto eu chupava o meu amante hihihi percebi de imediato que o KY era infinitas vezes melhor do que shampoo e coloquei meu amante também bem lambuzado de KY na entrada do meu rabinho e fui forçando a entrada ... não demorou e começou a entrar em mim, eu praticamente não sentia dor nenhuma, uma sensaçãozinha de ardência ... mas não dor ... comecei a por e a tirar ele devagar do meu cuzinho procurava não tocar no meu piruzinho ... queria aproveitar ao maximo aquele momento ... tirei do rabinho e fiquei de 4 e forcei para dentro .. entrou gostoso ... fiquei com a cabeça no colchão e enfiando meu “amante” no cuzinho ... eu já estava louquinha .... meu piruzinho não parava de mexer ... eu queria gozar ... então me virei de novo de franguinho assado e coloquei de novo para dentro e comecei a mexer a bundinha e a bater a punhetinha .... ate não aguentar mais e gozar bastante (não saia muita porra na época, mas a sensação era muito grande). Fiquei ali paradinha, ainda com meu “amante” preso no meu rabinho, depois tirei ele e procurei da melhor forma possível me levantar sem sujar o vestidinho ou o lençol, infelizmente não consegui nem uma nem outra, acabei sujando um pouco o lençol com o KY e o vestidinho com minha porrinha. Na hora fiquei bem preocupada, quase chorei, mas o que não tem remédio remediado esta ... fui ao banheiro e tirei o vestido, tirei meus primeiros peitinhos da vida e os furei e os joguei numa sacolinha plástica, juntamente com a cenoura, tirei o soutien e a calcinha, limpei meu piruzinho e então passei a tentar limpar a sujeirinha no vestidinho ... bom ... não sei se ficou 100% mas deu pra dar umas boa disfarçada, quanto ao lençol não pude fazer nada, apenas rezar pra ninguém perceber (o que graças a Deus aconteceu ... ou pelo menos ninguém veio me perguntar nada sobre isso).



Me vesti, guardei tudo nos seus devidos lugares, peguei a sacolinha de plástico e sai de casa, com o rabinho agora sim ardendo e ate doendo, mas muito feliz, era uma mocinha feliz andando pelas calçadas da minha cidade. Já era quase 19 horas e eu estava com fome, mas não poderia ir pra casa da minha vá como da outra vez, dizendo q não deu certo de novo o almoço na fazenda do Renato, então acabei indo de verdade para a casa do Renato e ficado lá ate a noitinha, passei uma certa fome aquele dia, mas compensou em muito .... pois quem não poderia mesmo deixar de existir é a Kamillinha hihihihi



Ahhh sim ... foi nesta época também que eu comecei a deixar meu cabelo crescer, sob pretexto de ser porque eu era fã de bandas de hard rock e heavy metal ... aiii meu Deus ... vocês não imaginam que tive que aprender nomes de bandas, cantores, guitarristas, etc destes negácios que de verdade não têm nada haver com o o meu gosto musical ... prefiro millllll vezes Shania Twain ou então Britney Spears, Kelly Key .... ahhh sei lá ... mas por motivos ábvios eu tive que aprender ouvir e defender cabeludos sujos ... eca ... alguns são bonitinhos mesmos ... mas a maioria ... aiiii q nojooooooo hihihihihi



No práximo conto eu vou falar sobre quando eu fui estudar fora da minha cidade ... onde estou até hoje .... Meu mail é [email protected] quem quiser conversar .... beijos!!!





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos salvando as aparênciascontos de strayxfotos de buceta sendo lambinda e gritandoconto travesti me enganouminha noiva com porra dos macho pra mim contoscontos flagreii meu subrinho mastubando com calcinhacontocasadacarentecontos eroticos envergonhadoMinha esposa adora um homem negro contos eroticosjato forte coroa vomitacontos erotico fui pozar na casa da minha irma casada e comi seu cuzinhocontos eroticos amigo gay experimentou meu biquineconto erotico minha mae chupava minha bucetianha deus de pequenacontos eroticos castiguei minha mulher conto erotico gay magrinho calcinha e coroaminha esposa transou com a molecada contosComto lesbico fragante fazendacachorro lambendo buceta.deilhecontos porno eu amo caga na picaconto emprestei meu marido para minha vizinha casada e carenteacampando com o garotocontos eroticoscontos eróticos satisfazendo minha patroagozando na mão da menina - contos eroticosconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeucontos porno professora e a tiacontos eroticos de enteadasContos-esporrei na comida da cegaconto erotico enfiou vela acesa na minha bucetaWww.garotinhasafada.comcontos heroticos gay meu primo de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anosFalei pro meu amigo enrrabar minha esposa enquanto ela dormiahistorias pra gozar minha menima dd 19 aninhose delirarcomi ela na pia da cozinha/contoDesvirginando a sobrinha de 18 anoscache:4rfP6uYGrfkJ:tennis-zelenograd.ru/home.php?pag=67minha sogra falou que tem dificuldade para gozarcamiseta e sem calcinha contoscontos. minha irma casada é minha puta escravaContos erotico como minha cuinhada mais velha de 45anos.a minha mulher Ela foi arrombada pelo negão como chega eu sentir coisa diferente dentro delacontos eroticos pica grandecontos encoxada com o maridoelena senta na pica durapessoas fazendo sexo gostossoooocontos eroticos congresso medicocomo mama um pau o bofe reclamo que eu tava sucandofui passear nas férias e trai meu corninhovideos putas chupando e achado q a pica e poucaos bêbados mais lindas gostosas de todos os tempos pelados mostrando o pautirando virgindade de menina Londrina Paranásexo com a namorada do meu filho anal e ela gritaporno conto relava aquele peito em mimreboladas da titia contos eróticoscontos eroticos incesto orgamos adolecesntecontos eroticos de senzalasconto erotico gay magrinho calcinha e coroamorando sozinho com irman gostosa contoconto erotico amigas chupei cunhadafilha pelada contospedi para meu amigo tirar is cabasos da minha noiva contoadoro dar para o nosso cachorro contos eróticosContos eroticos sou madura vadiaconto erotico de o amigo de meu namorado me comeu na casa dele e ele nao viucontos de inxesto como o meu marido não me notava então eu fiquei dando mole para o meu irmão para ver o que ia acontecerporno gay cara com video game no rosto e o outro chega fode logoconto chorei mas aguentei a pica do meu patrasdotravesti de vestido e botinha querendo pica na bundinhawww.contos de abusada desde pequena pelo tio no incestode tanto insistir em ver minha mulher em cima de outro pau ...contos eróticos trair namorado atrãoContos eróticos de travesti comendo casadosxzoofilia animal casaro casadaconto erodico 5 amigos me fuderaocontos eroticos tomou toda porra da linda travestiduas lesbicas se trepando uma ta em cima da cara da outra chupando de vagatinhocontos eu minha esposa e a empregada na praia de nudismo