Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SURUBA COM O MEU DOMINADOR

Click to this video!

Um sábado, como era já rotina na minha vida de escravo e servidor do meu amo e senhor. Fui ao seu apartamento no inicio da tarde. Eu passei toda a manhã desse dia me preparando para mais uma longa sessão de sexo e dominação.

Como sempre entrei no apartamento e me despi por completo na entrada e fui para sala engatinhando. Carlos, de cueca, esfregou seu membro em minha cara e me ficar de quatro em cima do sofá. Ordenou que eu chupasse seu mamilo enquanto assistia um pornô no vídeo. De vez em quando ele me deixava chupar seu cacete. Ele sabia que eu adorava e regulava as chupadas me deixando ainda mais sedento por sexo.

Então ele me puxou pelos cabelos até a mesa da sala e numa das extremidades, amarrou meus pés aos pés da mesa. Deitou-me de bruços e amarou meus braços à outra extremidade da mesa, deixando-me com a bunda exposta.

Passou o lubrificante no meu buraquinho e me penetrou com violência. Dei um grito de dor no que recebi uma forte tapa na bunda. Ele tirou o seu pau (para quem não leu os outros contos, Carlos é bem dotado, 20 cms) e meteu novamente e socou até encher meu cu de porra. Me deixou amarrado com o seu sêmen escorrendo nas minha pernas. Levou seu pau na minha boca para provar seu gosto.

15 minutos depois ouvi o interfone e ele foi atender. Entraram Iñaki e Paco. Iñaki logo sacou o pau já duro para fora e meteu em mim. Senti então um jato dentro de mim, olhei desesperado para Carlos e ele me falou que me havia feito um acordo com Paco, Juan e Iñaki e que eu deveria servir os três sem limites e que eles haviam concordado em trazer exames para que eu ficasse tranquilo.

Senti-me traído por Carlos, pois ele tinha tirado a exclusividade dele de gozar em mim, o que queria dizer que eu não era mais especial. Mas ele já me controlava de uma maneira que eu não podia fugir, eu sempre voltaria para saciar meus desejos mais íntimos.

Juan também me comeu despejando seu sêmen em mim. Eu fiquei largado um tempo ali todo sujo de porra, amarrado, sem poder fazer nada. Pedi para Carlos para urinar e ele trouxe uma garrafa para eu aliviar.

Depois que todos meteram, Carlos colocou um plug em meu cu para deixar ele alargado para as práximas metidas. Fiquei ali deitado na mesa enquanto os conversavam. De vez em quando vinha um, tirava o plug e metia, mas não gozava, e voltava a colocar o plug. Eu era apenas um objeto. “Caralho, Carlos! teu cachorrinho tem um cu bem quentinho, dá para passar horas aqui dentro”, falou Paco. “Eu não disse que essa puta era gostosa?” Carlos respondeu depois.

O joguinho depois ainda estava sá começando. Carlos me desamarrou da mesa e me colocou de quatro no sofá. Passou meus braços por entre minhas pernas e amarrou meus pulsos nas minhas pernas. Ficava com a bunda para cima totalmente exposta. Ele então tirou o plug do meu cu. Meu cu a essa altura já estava totalmente arrombado. O interfone toca e Carlos vai atender, enquanto Iñaki me fode. Logo entra Juan na sala reclamando: “Porra, começaram sem mim?” Tira o pau para fora senta no sofá me obrigando a chupar ele. Iñaki, enquanto isso continua suas investidas no meu rabo e goza.

Juan então passa para trás de mim e mete gostoso. Meu cu dilatado e muito lubrificado me deixa ainda mais com as sensações a flor da pele. “Eu sempre quis gozar nesse cuzinho gostoso e hoje vou gozar muito, pois faz quatro dias que não gozo esperando esse momento”. Ele mete, para, desliza o pau para dentro e para fora devagar, sentindo cada centímetro do meu reto. Vinte minutos depois ele soca com violência e goza muito dentro de mim. “Que cu maravilhoso! sente meu pau piranha! estou gozando dentro de ti, agora você é minha também.”

Vamos todos ao banheiro e me obrigam a dar banho em cada um. A sacanagem rolava solta sem limites, era dedado, manipulado. Quando Paco entrou comigo no chuveiro ele jogou o sabonete no chão e eu abaixei para pegar, nisso ele me agarrou por trás e meteu tudo, soltei um suspiro e aguentei as investidas do macho. Pedi para ele gozar na minha boca, mas ele falou que aquele dia era especial e sá gozaria dentro do meu cu. Nisso ele gemeu forte e soltou o seu sêmen dentro de mim. Vocês não imaginam como é bom tomar no cu com o chuveiro ligado! Implorei para provar o gosto melado de porra do pau de Paco e fui atendido.

Depois deixar sair um pouco de porra de Paco para aliviar Juan entrou e meteu me encaixando por trás. É um homem muito experiente para o meu dono. Aliás, já era uma puta de vários donos naquele momento. É muito bom sentir o macho aliviando dentro da gente, toda aquela carga. Agora eu tinha quatro para satisfazer. “Puta gostosa! Vou te comer muito a partir de hoje.” Ele fazia investidas fortes e as vezes deixava dentro sem se mexer. Até que gozou muito. Pedi para provar o pau melado e me acabei numa chupada gostosa.

Enquanto chupava Juan, Iñaki não esperou e entrou no chuveiro e meteu em mim. Fiquei então com dois machos de sonho num espaço mínimo do chuveiro. Carlos ficava sá na punheta, ele adora ver. Iñaki me fudia gostoso e eu continuava chupando Juan, agora com o pau duro novamente. Juan pediu para meter novamente e trocaram agora eu chupava Iñaki e Juan metia. Ficaram revezando até que Iñaki gozou dentro de mim. Carlos entrou e meteu em mim. Meu mestre de sacanagem me pegava forte e me chamava de puta. “Você gosta de cacete né? Putinha. Você vai ter muita porra agora. Agora implora o pau do teu dono!”. “Eu quero teu pau! Mete! Eu te amo! Mete na tua puta! Você é a minha vida, sou tua fêmea!” Ele gozou muito no meu cu e quando ele saiu de dentro de mim, eu passei a mão para provar o gosto do meu dono.

Deu um beijo no pau de cada um antes de irem embora e prometi ser fiel a eles a partir daquele dia.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto eroticos com fotos menino de dezeseis anos chupando peito da irmã de vinte anoscdzinhas como tudo começou contoscontos erotico irma fode irma no qintalcontos eroticos casada e o farmaceitico negaoputa que mora no bairro portãoa bumda que sempre sonhei comeContos eróticos:meu querido professorminha patroa gortosa e tarada por pauGGcontos eróticos minha prima foi dormir na minha casaminha esposa e o porteirocontos eroticos minha esposa eo porteirowww.dei a buceta com dez anos contoconto erotico ele me encoxou no onibuscontos eroticos sendo comida por um cachorro e um homemcontos eroticos de primos q ficaram com primascontos eroticos seios grandes de leitecontos catinga de cúcontoerotico meu padrastomim comeucontos eroticos de mulheres tendo suas tetas mamadas por animais e eles metendo nelascantos erotico brincando de baralho com sobrinhaContos eroticos ninfomaniacaminha esposa deixa a buceta cabeluda e da pra o meu melhor amigo em relatossexo com a irmãzinha contos eróticosConto erotico aproveitei e forceiComi minha prima safadinha contocontos eroticos julinha priminha de menorwww.ver contos eroticos de professoras gostosas ruivas de 20 ate 30 anos tranzando com seu alunos de 16 a 19 anos de idadepeguei no pauzao do primo que durnia sou tarada contocontos masturb eu agora eu sou mulher do meu ex primo viuvo conto eroticoconto erótico minha esposa caiu na ciladaconto: conheci um caralhoencaixando na buceta meladacontos de bichinha dando pra negaotia dando pro negao contotravesti Juliana de primo metendocontos eroticos homem casado dando para o primoCasada leva marido bebado e o sogro fode a gostosa contosenti aquele pauzao derramando varios jatos no fundo da minha bucetacontos minha mulher foi fodida na praça por estranhosSou um corno mansocontos eróticos minha filha bebeu meu leitecasada reclamando do vizinho contos eroticosChaves com tesão de ChiquinhacontoseroticomenininhaContos de gang bang com dotados novinhaa chamada cadela incestoconto a vizinha tetuda casou mas seu casamento t maucontos/flagrei minha prima dando para dois negoesa minha mulher e o casetao cavalarbrincando no mato contosno trem uma coroa ficou acareciando meu pau verídicocontos eroticos inocenteContos de ninfetas dando o rabo no trabalhopornô de Juazeiro meninas gostosinhas na realidade lado da cidade de Juazeiro da Bahiacontos eróticos fui abusada pelo pirralhocontos erotico comendo a filha do meu socioconto eróticos gay hulkContos eroticos de mulheres sendo abolinadas no onibus lotadosConto nao sabia que minha primo era travesre eu come eleporno chegou em casa e pegou a cunhada pelada de olhos vendados e comeu elacontos gay na marracontos comendo o cu da casada carenteminha mulher confia em mim eu filmei joguei na internetmanuela pedreiro contos eroticoscontos eróticos cavalowww.eu aronbei minha sobrinha de doze anos de idadeMimha mae me obrigava dar a peluda para o picudoContos sou alegria dos coroasContos eróticos engravidei na primeira trepadaconto da sogra da buceta grande e putaconto erótico vestir roupa de menina sair na ruaconto curto mulher contrata traveco pro cornocontos eclxado a tia de sainhaConto erotico negao casada loiracontos bolinadas no parquemulher louca de tesão gozando no peito na boca o dedo na bocaempregadinha contoContos eróticos Bebêxv¨ªdeo novinha da no estacionamento conti erotico continuacao i primo de jorgeContos eróticos molekas virgensrelato homem chorou com a tora no rabocontos eroticos sexy romantico e gostosoxoxota toda ardida com a madeira dentro