Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CASADOS E SAFADOS... COMO TUDO COMEÇOU!

Click to this video!

Casados e safados... Como tudo começou!



Tarde chuvosa, procurava um lugar para estacionar perto, pois a chuva estava forte naquele instante, meu coração estava saindo pela boca... Estava ansiosa e ao mesmo tempo não sabia o que pensar; aquele momento era o que mais esperava, parecia uma adolescente que sente as pernas tremer, o coração acelerar, não imaginava o que estava por vir. Estava vindo do serviço, horário de almoço, estava atrasada. Sá pensava naquele corpo perfeito, ele deve ter mais ou menos 1,80m, coxas duras, corpo escultural, nenhum pêlo no corpo, pelo menos que fosse visto, tinha jeito e cara de safado, se você desse uma brecha era cantada na certa, nunca soube ao certo, mesmo hoje conhecendo ele há muito tempo, o que é para ele a mulher perfeita, porque parecia que sá o fato de ter um corpo bonitinho, ele se derretia, mas pode acreditar que muitas também faziam o mesmo por ele e parecia que eu não era diferente, sou loira, linda, sexy, atraente, comerciante nata, estava caída por ele, tanto que havia marcado aquela “bendita” avaliação. Quando consegui chegar já havia passado do meu horário, 19 minutos, já nem sabia se seria atendida; fui avisada que já tinha chego e que podia ir à sala, como vinha do trabalho, estava toda de social, salto alto, cabelos esvoaçantes, bem, estava linda! Entrei na sala, ele se virou me cumprimentou secamente, sentia uma adrenalina, que se ele colocasse a mão no meu coração iria perceber, ele estava com um short grudado no corpo, uma baby Look que ainda o deixava ainda mais sexy, sá fez um comentário: - atrasada, hein? Senti-me péssima, mas mesmo assim, continuei firme, ele simplesmente pediu, por favor, tire toda a roupa, eu fiquei vermelha, como assim?!? Mas ficarei de quê? Logo pensei, aí comentei:- estou de calcinha e sutiã; ele sorriu e disse: - esqueci de avisar que é feito de biquíni; faltou-me chão, mas ele continuou:- mas pode ser de lingerie mesmo, vamos porque não poderei demorar; simplesmente tirei minha roupa, ainda bem que estava com uma lingerie super sexy, quando ele se virou para mim, com a prancheta na mão, senti que algo nele mudou, acho que consegui surpreendê-lo com “tudo” aquilo que seus olhos viam, pois não tirou os de mim; com a fita foi medindo cada parte do corpo, começou por baixo, panturrilha, coxas, que sensação mais deliciosa, aquela mão deslizava sobre minha pele, não sabia se ele estava aproveitando ou se estava somente fazendo seu serviço, mesmo estando chovendo, era nítido meus seios arrepiados! Começou por baixo, a panturrilha, as coxas e aí subiu, mediu o quadril, mas disse que teria que baixar um pouco a calcinha para poder pegar as medidas exatas, depois a cintura, sentia sua respiração perto de mim, ofegante, assim como a minha, meu corpo a cada toque dele se arrepiava, foi quando ele pediu para eu desabotoar o sutiã porque não tinha como tirar as metidas, porque ele segurava os meus seios, que por sinal são lindos, mesmo assim ri e perguntei se era brincadeira, nesse momento ele não se conteve, disse que não, me segurou com uma força imensa contra o corpo dele e me beijou, ele mesmo tirou o sutiã, beijou meus seios, desceu chupou minha barriga, me beijou entre as coxas, nessa hora já estava sentindo toda molhada de tesão, pegou meus pés e chupou meus dedos, não conseguia segurar os meus sussurros, abaixei e peguei seu rosto e começamos a nos beijar, incontrolavelmente, que delícia, senti seu pau crescer no meu corpo sem roupa, somente de calcinha, achei que iria transar ali mesmo com ele, mas de repente o celular dele toca, a secretária avisa que a outra cliente dele já o aguardava e que ele não podia atrasar; isto foi como se tivesse tomado toda aquela chuva, que caia lá fora, ele pediu muitas desculpas, disse que se pudesse não sairia daquela sala, mas como não podia segurá-lo, me troquei, ele guardou os pertences da sala, despedi com um beijo delicioso e sai daquela sala, sentindo tudo, tesão, raiva, vontade de ter metido com ele, pirada por fazer tudo aquilo, mas sorri, estava feliz!!

Este foi mais uma das minhas estárias com ele. Mas ainda têm muitas outras!!

Bjo.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


xvidio gay coroa 82contos eroticos alice com a buceta inchada massage ando a cunhada contohttp://os mais recent contos eroticosconto erotico era p ser so uma caronacontoporno enfiei bananaconto erotico passei a mao na menina por cima da calcinha ouvido no quarto a irmã transandoeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestof****** irmã mora nos peitos das gostosasmeu namorado me fez de putaconto de masoquismo com meu pai me violandocorno dominacao dedos no cu conto eroticoo pai da minha amiga é um tesão contos eróticoscontos fudendo minhas primas peitudasconto gey o pai do meu amigo me chamou para viajar para um sitio para fodermos com onze omensinfancia contos de encestoeu confesso sou puta desde novinhadei cu de fio dentacontos comendo mulher na despedida de solteira no carnavalcontos de sexo com novinhas trepando com advogadosconto erotico praia em familiaconto porno eu ja lanbi e comi mulher mestruadaMenina Má tava dormindo sem calcinha eu penetrei meu pau na b***** delaContoseroticos minha mulher na passagem no anovideo porno 45cm de rola na filhinha dormindocontos anal de mulher virgemcontos eróticos fui consertar o interfone da vizinha e comi seu cuzinhocomendo a noiva do otario contos eroticosfudendo com a benga do vovô contosContos eroticos com lixeiro e mulher de calcinha fio dentalconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeucontos eróticos de bebados e drogados gayscontos erótico brincadeira papai e mamãevideo porno cidia perdedo avijidadecontos de como eu gritei quando me foram ao cuo que sua esposa achou do menage femininosou casada sedusi meu sobrinho contoscontos eróticos de gay O Coroa me deu a bundinhacontos eróticos de mães e filho de pau grandenoite maravilhosa com a cunhada casada contosContos eróticos puta submissa incestotica dani buceta gistosacontos eroticos fui comida pelo meu inimigocontos eróticos do primo negrinho dotado chupando a buceta da primafodo meu sogro todo dia com meu pauzao contoGozei na mao da mamae contocontos sexo minha esposa amigaele me seduzio e quebrou meu cabaço historeas reaisconto mandei fazer fila pra mim chuparcontos horoticos verdadeiras pelotascontos eróticos insertos tiaeu confesso incestoContos eróticos entrou no cu"amor vou dar" amigo colegavelha aqueles tempos do capô de fusca bem rapadinhaMinha mulher voltou bebada e sem calcinha em casa contosGozei no pau do meu irmão dormindo contosminha bucetinha chego a sangra na rolona do velho contosdeusa de ebano com uma bunda maravilhosafudode a sogra deliciacontos bi minha tia me pegou dando pra o meu tiocontos eróticos babá olhando o volumecomi egua nova contoAmarrei minha neta bebada conto eroticoLoira de itanhaem mostrando os peitoscontos virei escrava por chantagemsexo contos deposito de porraconto erotico mulher fodendo com varios vizinhosentão abri as pernas dela e peguei naqueles peitinhos pequenos e gostosoContos eroticos dinheirotia tranzando com sobrinho cabassaocontos eroticos papai 40 amigas i eu arrumacontos adoro pau desde pequenairmãfodeirma dormindoconfesso transando com trêsminha novinha tarada contocontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidocontos intimo de uma enteadameu pai e meu tio me comeramporno bundas muitissimo leve ou seja moledei para meu genrocontos eroticos vovò gostosa se depilando de perna aberta na frente dos netoscontos de menininhas sentando no colo de homenscontos de coroa com novinhomeu irmão me comeu conto gaycomendo minha avo contos eroticosconto peguei putinha van escolar