Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NATAL MUITO GOSTOSO

Click to Download this video!

Oi! Me chamo Philipe, moro em Rib.Preto-SP. Tenho 24 anos, 1,75m, 98 de bumbum, 60 de coxa, 72kg, morena clara.



Natal BOM!!! M U I T O ! BOM!!!



Como sempre acontece, passo o natal com amigos liberais numa festa vip.



Primeiro fui ao salão de uma amiga (mulher), para fazer as unhas, depilar, ... sabe, coisas de mulher

;)

e depois escolher a roupa para festa. Pensei numa fantasia! Por que não?! Mamãe noel. Calcinha fio dental pequena,



mini sai não muito justa, cinto preto, blusinha decotada (não tenho seios grandes... são pequenos - hormônio) e



toquinha. Tudo com detalhes em pluma e vermelho.



Estava linda!



Chegando na festa, algumas pessoas fantasiadas, outras não, papo vem, papo vai, ouvi alguém dizer:

- Mamãe noel! Estavamos a sua procura.

Me virei e vi o Marcio e dois amigos dele. Marcio numa fantasia papai noel GoGoBoy e os outros (não sabia quem eram)



de duendes.

- Oi! Papai Sarado Noel! Seus duendes andam tomando muito anabolizantes - Respondi, acariciando o rosto dos dois



desconhecidos.

- São meus amigos, D1 e D2 kkkkkkkk. Brincadeira, mas valeu, porque os nomes deles são Eduardo, o Dú e o Dorival.



Mas, voltando ao assunto.

- Tinha assunto? - Interrompi.

- Claro! - Disse o Marcio se aproximando bem de mim - Vai nos fazer companhia hoje?

- Aos 3?! Acho que não. Virei as costas, rodando a mini saia para mostrar um pouco da minha bunda, e já fui saindo.

- Nossa... Mas vc vai abandonar seu papai noel e os duendes?! Não pode! Vem cá!



Marcio me agarrou por tras e encostou minhas costas naquele corpo gostoso...



- Fica com a gente.

_ Ok. Ok... - Respondi já quase entregue.



Curtimos a festa juntos, Marcio, Dú e Dorival. Dançando, nos esfregando e encoxando durante a dança, bebendo um



pouco e o fogo foi aumentando.



Descobri durante a curtição que os amigos do Marcio eram bissexuais e que ele, ativo, já havia feito sexo com os



dois. Mas sempre soube que o lance do Marcio era a figura da mulher e cú. Por isto ele curtia CD lisinha, travesti,



e mulher.



Nunca havia ficado com ele, mas... sempre há uma primeira vez!

;)



Afinal depois da dança, bebida, esfregas, sem chance de não rolar nada.



Na casachacara onde estavamos haviam os quartos para os casais e derivados que estivessem a fim de algo mais.



Marcio foi falar tchau para os duendes e fomos para um dos quartos.



Chegando lá fui ao banheiro retocar a maquiagem, passar um perfuminho, coisas de mulher, sabe?

;)



Saindo do banheiro...



- Ho! Ho! Ho! Minha mamãe noel, vem cá no colinho no seu papai noel fazer seus pedidos.



Me sentei no colo dele, já cruzando as pernas.



Rapidinho o Marcio colocou uma das mãos na minha cintura e a outra nas minhas coxas. Esta ficava alisando e



apertando.



- Qual seu pedido GOSTOSA?

- Éé



Antes que eu pudesse responder, ele me deu um beijo muito gostoso na boca. Foi levantando comigo no coloc e me jogou



na cama.



Cai com as pernas abertas. Mostrando minha calcinha pequininha para ele. Olhei bem nos olhos do gostoso e chupei um



dedo meu. Bem molhado...



Marcio suspirou, foi para cima de mim já tirando a parte de cima da fantasia e me beijando loucamente novamente. Meu



pescoço, meus ombros, sua lingua viajava por toda esta região e seus beijos me deixavam cada vez mais mole.



Ficou de pé na cama e tirou a parte de baixo da fantasia. Sem cueca! Por isto estava sentindo aquele mastro tão



perto. Que vizão! Deu mei passo para cima e sentou em cima do meu peito e começou a se masturbar olhando para meus



olhos e gemendo. Ficou assim alguns segundos. Me chamou de gostosa. Que rosto lindo!



* não me acho bonita, mas... *



Deitou encima de mim e voltou a me beijar. Escorregou para baixo e foi tirando a parte de cima da minha fantasia.



Deixando meus peitos descobertos.



Ele começou a chupá-los! E chupava delicisiosamente enquanto suas mãos exploravam cada cm do meu corpo, com apertos,



alisamentos, arranhadas gostosas de tesão.



Eu já estava entregue!



Desceu mais e beijou e deu mordidinhas na minha barriga.



- Fica de 4! Fica de 4 e anda como uma gatinha. Desfila esta bunda gostosa para mim.



Fiquei de 4 e fui engatinhando, rebolando com a bunda empinada.



Chegando na cabeceira da cama me levantei e me apoiei na parede e comecei a rebolar. Rebolava, descia até embaixo e



voltava com a bunda empinada.



Marcio ficava olhando, gemendo e se punhetando.



Logo ele não suportou minha provocação e foi para cima de mim novamente.



Me pegou por trás



- GOSTOSA!



Tirou minha mini saia e me jogou deitada na cama.



- GostoooSão! - Disse para ele.



Me virou de costas na cama e começou a beijar, chupar e morder minhas nadegas. Passava a lingua embaixo da bunda,



subia e descia pelo rego. Que deliciaaa...



Deu dois tapas na minha bunda e tirou minha calcinha. Deixando meu corpo todo amostra.



Caiu de boca no meu cuzinho. Nossa! Que lingua maravilhosa. Apenas empinei mais a bunda para curtir mais, enquanto a



lingua do Marcio passava por cada cantinho do meu cuzinho e parecia querer me invadir.



Marcia parou de chupar, pegou um travesseiro, colocou embaixo de mim e abriu minha bunda cuspindo bem dentro do meu



cuzinho.



Logo senti seu dedo na portinha, tentando entrar. Sem muito sucesso... Molhou o dedo e forçou um pouco mais e



conseguiu penetrar o dedo. Fui ao delirio. Ele mexendo aquele dedo dentro de mim e me chamando de gostosa.



Ficou assim uns segundos, tirou o dedo, voltou a cuspir dentro do meu cuzinho e já foi lambendo. Que delicia de



homem! Ele ficou assim um bom tempo, revezando entre a lingua, dedo, apertadas e mordidas deliciosas nas minhas



nadegas.



Do nada ele me puxou pelas pernas, me virou de frente e me deu um beijão delecioso.



Empurrei ele para ficar deitado e comecei a beijá-lo e ir descendo, passando pelo peito, barriga e, já sentindo o



cheiro do mastro maravilhoso dele, chegando no meu objetivo.



Grosso, quente e bem bonito. Aquela cabeça enorme. Nossa... Pensei no estrago que isto ia fazer no meu cú.



Comecei a lamber e dar pequenas chupadas naquela cabeça quente e gostosa. Fiquei sugando e babando bem gostoso ali



por um bom tempo. Depois lambi toda o corpo do mastro e chupei e babei nas bolas.



- Que cacete D E L I C I O S O! - Disse para o Marcio.



Marcio se levantou, ficando de pé na cama, fazendo com que eu ficasse de joelhos. Puxou meus cabelos para trás e



socou o mastro na minha boca e começou a bombar. Iniciou devagar e foi aumentando a velocidade. Eu sá babava e



tentava acompanhar a cabeça com minha lingua. Foi ficando forte e bateu no fundo da minha garganta, me fazendo



engasgar.



- Delicia! - Disse Marcio continuando bombar mais forte.



Eu sá tentei relaxar e deixar a coisa ir. Eu consigo engolir alguns cacetes, mas relaxando, não desta forma de pura



pressão. Apesar que o do Marcio tinha a cabeça bem grande.



Babei muito e engasguei mais algumas vezes. Principalmente quando ele forçava para eu engolir.



Ele me deu dois tapinhas na cara, e bateu um pouco mais com o mastro na minha cara. Se ajoelhou, também, na cama e



me deu um beijão na boca.



- Gostosa! Tesão!!!



Me deitou na cama, abrindo minhas pernas se encaixando por cima. Voltou colocou a camisinha, me colocou na posição



frango assado e começou a penetrar.



- Agora vamos ao prato principal! Frango de puta!

- Isso vem comer sua puta que está louca para ser fodida por vc. Come este meu cú! - Disse a ele, gemendo.



Como estava dificil de entrar ele pegou o lubrificante e jogando em cima do cacetão para facilitar e foi



pacientemente me penetrando aos poucos. Cade milimetro que entrava eu ia ao delirio. Que cacete gostoso, duro,



grosso, pulsante. Sai de mim...



Quando percebi já estava gemendo loucamente e sendo fodida deliciosamente pelo Marcio. Os movimentos dele eram



repetitivos sempre na mesma intensidade e eu sentia aquela maravilha passeando dentro de mim num vai e vem



maravilhoso. Nem pensava mais na destruição que aquela cabeça enorme estava ou poderia fazer ao meu cú. Estava



curtindo cada momento cada movimento.



Marcio tirou o cacete de dentro de mim e foi deitando de lado. Acompanhei. Se encaixou por trás e continuou me



fodendo bem gostoso. Falando putaria no pé do meu ouvido. Colocando o dedo na minha boca para eu chupar enquanto ele



me enrabava maravilhosamente.



Com tapinhas na bunda e estocadas mais fortes, ele foi neste ritmo até me girar, sentando na cama e me deixando



sentada no cacete dele.



Agora eu estava no comando. Fiquei de costas para ele, apoiei os dois pés na cama e comecei a subir e descer naquela



maravilha. Logo me cancei e sentei... Senti ele entrando todo em mim... As bolas baterem nas minhas nadegas... E



comecei apenas a fazer movimentos curtos. Gemendo de prazer.



Marcio me empurrou, deixando de bruços e começou a me foder forte e mais forte e mais forte até que gozou! Gozou e



se deitou em cima de mim, deixando o cacete pulsante dentro do meu cuzinho... Eu respirei fundo, fechei os olhos e



apenas fiquei ali curtindo. Que foda gostosa...



Passado um tempo, escutei:



- Então nossa mamãe noel está acabadinha?



Olhei e vi o Dú e o Dorival no quarto. Nem tinha percebido eles entrando.



Eles foram tirando a roupa e vindo na minha direção.



- Não! Não! - Eu disse.

- Deixa os meninos brincarem tb. - Disse Marcio, que ainda em cima de mim, não deixava eu me mover.



Dú vou colocando uma camisinha e o Dorival apontou o cacete para minha boca. Eu não queria. Marcio saiu de cima de



mim e puxou meu cabelos para trás e o Dorival socou o cacete. Equanto o Dú, já estava atrás de mim me penetrando.



Retruquei um pouco mas logo amoleci, e comecei a curtir o momento.



Fiquei de 4 e deixei o Dú se divertir enquanto o Dorival era chupado por mim. Quase nem sentia o cacete do Dú, pois



o estrago que a cabeçona do Marcio tinha feito, era grande.



Ficamos ali um tempo, até o Dorival pedir para me foder.



Fiquei de lado e ele veio. Para minha surpresa o Dú não veio para eu chupar e sim se encaixou atrás do Dorival,



penetrando nele. Marcio, já quase 100%, não perder a festa e se encaixou atrás do Dú. Ficamos brincando de trenzinho



um tempo.



- Vamos dar leitinho para ela - Disse Dú.



Todos ficaram de pé na cama e eu de joelhos. Fui masturbando e chupando eles até gozarem na minha boca e cara.



Fiquei toda melada. Que delicia.



Esta foi minha primeira experiencia com mais de um homem na cama.



Beijos lá

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


http://tennis-zelenograd.ru/conto_3205_pescaria-no-pantanal.htmlcontos eroticos me exibi nua pra elaContos de coroa sendo chingada e adorandofamília naturista contosContos eróticos- guarda florestal de pau gigante me arrombouminha vadia jemendo muito contos eroticoscontos coroas fudendocom novinhocontos eroticos fodida pelo policia aiii metemenina chorando para o professor contos eroticosjogadora de pau pau de borracha na bucetinha da noracontos eroticos meu sogro tirou meu cabacinhomulhe vais boguete em bebudoconto eonico de sexo analenrabada no intercambio contoseu punhetei um estranhocontos eróticos isso bate, bate mais aiii aiFlanelinha de shortinho partindo a bucetacontos incesto irma e irmao despedida de solteiroconto erotico caronapaguei aposta chupando contos contos eroticos dei ao papai e fingi dormirmeu cu ficou rasgado e sangrando contosconto erotico enteadavoyeur de esposa conto eroticocontos eroticos de lesbicas espiando os pais transando e fazem o mestia solteira carente contos eroticoscontos armei estrupo para minha esposaconto sozinho com minha sograler contos eroticos incesto mae transa com filho e pai esta desconfiandocorno consolo dedos no cu porra submisso contoeucelo ve uvido ponocontos eroticos papai e sua cadelhinha contos eróticos sonífero em famíliacontos eróticos nerdsconto erotico da ivone uma coroa casada e seu sobrinho negromatrupado cm celular xvideocontos sobrinho moreno loiracontos eróticos de famílias pela primeira vez participando da praia de nudismoSou magrinha e gosto de rolas enormes contos eróticosconto de sodomia de mulher casmete tudopapai contoschama Laura para ir comigo lá no a f*** com gayconto minha mae rabuda e eu meu paitezões hentaicontos eroticos chantagiei meu padrastocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaConto porno gay meu padrasto me ensinou a ser mulhertransei com as duas primas contsO que e penis semiturgidocontos minha esposa ainda resistecontos eroticos de prima chupando sacoconto eroticoeu pai me estuprou gayrelato erotico corno viadinho dedo cusou o putinho do padrinhocontos eroticos namoradinha tio chuveiroafilhada chorando com a pica do padrinho no cu - contos eróticospornotrasandocomatiaFoderam gente contos tennso pastor comeu meu cu contos gayContos forro esposamulheres dismaian dando ocuconto erotico tia pediu para medir penisContos eróticos papai me querCArnaval Antigo com muinto trAveco fazendo surubacontos porno os amigos de papai fuderam mamaeMARIDO PÉ DE MESA CONTOS EROTICOS VERDADEContos Sexo teen amador Menino Novinho gay Fazenda Do tio peão banho no cavalocontos eroticos cunhada crentecontos eroticos com menininhaseu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestoporno club conto eroticos de meninos gaysminha cunhada uma p*** contos eróticoscontos erotico meu paicomendo as garotinhas feias contos eróticosconto erotico sadomazoquismo estrupei minha amigamamae linda e brava/contoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eroticos as tres safadinhadconto gay maconheiroMeu marido é corno e viadodesde pequena que chupo meu cachorro contoso carteiro me pego com roupas femininas gayso contos de gay sendo aronbado por varios machoscontos com amiga baixinha e gordinhacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casachegou na casa da visinha e ja foi logo comendo a safadcontos gays de incesto org.com-pai maduro e filho menino veadinhoporno gey contos heroticos de novinhoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eroticos esposa fumante