Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FODIDA POR UM DESCONHECIDO!

Click to this video!

meu nome é Juliana, tenho 20 anos, 1.60 de altura e 56 quilos, sou morena, tenho cabelos lisos e sou ruiva. um corpinho bem desenvolvido. bom sou solteira por via das contas, estava namorando um gatinho lindo, mas ele me despensou, fiquei meses mal com isso, mas hoje meus amigos me chamaram para ir na festa, saimos de casa era 23:00 chegamos la estava cheia, e muitos homens lindos me olharam, eu fiquei toda excitadinha, imaginando fuder com um desconhecido. estava tocando funk, e eu rebolava que nem louca, ja tinha bebido bastante, e estava de vestidinho, os homens ficavam olhando minha calcinha de rendinha vermelha, e ficavam louco, e eu cada vez rebolava mas, e nessa de provocação chega um moreno, forte, lindo atras de mim, aparentava ter 25 anos, e escosta seu corpo junto ao meu, nossa eu quase morri de tanto tesão, ele falo no meu ouvindo qual era meu nome, e eu disse, e perguntei o nome dele, era Diego, era solteiro assim como eu, ficamos dançando, eu me esfregava naquele pau maravilhoso, ja durinho escontando na minha bunda, ja estava toda molhadinha, e chamei ele para irmos pra um lugar mas calmo, ele perguntou se poderia ser na casa dele, e eu topei, não era virgem, pra que iria recusar e ter medo ? assim foi eu toda excitadinha, chegamos a casa dele ja nos beijamos, ele me agarrava e apertava minha bunda, eu me roçava nele, e beijava seu pescoço, eu não aguentava de tanto tesão, quele homem maravilhoso me agarrando, comecei a tirar a roupa dele, e ele a minha, tirei aquela cueca branca, vi o que me esperava, um pau grande e groço durinho, me ajoelhei, olhei pra cara do Diego, ele estava de olhos fechados, lambi sua cabeçinha, e ele deu uma gemedinha baixa, então sem perder tempo, abocanhei aquele pau delicioso, fazendo um vai vem rápido, Diego gemia e agarrava meus cabelos, ele dizia: lambe sua cachorra, chupa meu pau, ah, gostosa, com aquilo eu ficava louca, chupava tudo, aquele pau ja pulsando na minha boca, comecei a chupar e a punhetar ele ao mesmo tempo, ele gemia tão alto e me chamava de puta, ja não se aguentando, me puxo e me deito na cama me fazendo ficar com as pernas abertas, se posicionou no meio e esfrego aquele pau na minha bucetinha ja toda molhadinha, boto a cabeçinha e tiro, eu pedia pra ele enfiar tudo, e sem perder tempo, ele colo tudo na minha bucetinha, de uma vez, eu soltei um gritinho de dor e de prazer, ele começo fazendo um vai e vem muito rapido, arrombando minha bucetinha, eu gemia muito alto, pedindo mais, ele enfiava com tudo, me chamando de putinha, eu delirava com aquele pau gostoso dentro de mim, comecei a tocar meus peitos, apertando-os com vontade, chamava ele de safado, ele gemia na mesma frequencia que eu, e massageava meu grelinho durinho, ja toda excitava pedi pra ele me comer de quatro, ele me coloco de quatro, e enfio denovo na minha bucetinha, eu gemia, e ele colocava com raiva, eu comecei a rebolar naquele pau, ja nao me aguentando, gozei, gritei de tanto tesão, ele vendo aquilo sá o deixou com mas tesão, ele dizia: gozo sua cadela? agora espera seu leitinho, porque não acabei, aquilo me deixo louca, eu queria que ele me fodesse toda, queria ficar toda arrombadinha pra ele, ele então me pediu pra sentar no seu pai, assim eu fiz, estava sendo uma verdadeira cadela, sentei com tudo, comecei a cavalgar naquele pau grosso, ele me chamava de puta e de cachorra, eu sentava e me esfregava naquela pica, ele apertava minha bunda e me ajudava com os movimentos, eu louca com aquilo, aumentei o ritimo, e sentei com mas força, ele começo a gemer mais alto, e dizia : senta no pau sua vagabunda, quero te ver toda arrombadinha. eu sentava e rebolava, gemia sem parar, aquele pau grosso dentro de mim, um desconhecido me fudendo, aquilo me deixava mas excitava, ele sem aguentar gozo dentro da minha bucetinha, senti aquele leitinho quente escorrendo pelas minhas coxas, cansadinha deitei ao seu lado, e ele me disse: ainda é sá o começo minha putinha, me assustei pois meu namorado gozava e acabava por ai, fiquei ainda mas excitada, pois receberia mas pau na minha buceta, ele me coloco em pé e de costas, e disse no meu ouvido : agora quero esse cuzinho, eu me enganei, nao era na bucetinha, ele não espero eu responder, e enfio no meu cuzinho de uma vez sá, eu dei um gritinho bem alto, mas a dor se transformo em prazer, ele enfiava com tudo no meu cuzinho, eu ficava muito excitava, ele gemia no meu ouvindo me chamando de cadelinha, eu comecei a rebolar, queria tudinho dentro de mim, eu gemia que nem uma louca, ele enfiava cade vez mas forte no meu cuzinho apertadinho, morrendo de tesão comecei a me mastubar também, com uma mão eu coloquei encima do meu grelinho, comecei a esfolar ele, eu gritava de tanto tesão, nunca tinha sentindo aquele fogo, ele bombava no meu cuzinho que nem louco, eu chamava ele de cavalo, ele estava louco de tesão outra vez, ja esperava a hora de ele gozar outra vez, eu estava chegando ao meu orgasmo, então comecei a esfregar meu grelinho com mas força, e ele enfiava com mas rapidez arrombando minhas ultimas preguinhas. ja não me aguentando com aquele pau bombamdo meu cuzinho e meus dedinhos esfolando meu grelinho, gozei que nem louca, e tive um orgasmo maravilhoso, gritei alto, e ele sentiu tanto tesão a essa hora que gozo no meu cuzinho, fiquei doidinha com aquilo, aquela porra quente no meu cú, adorei, deitamos exautos, Diego era um homem átimo, lindo e bom de cama, tivemos muitas outras noites juntas, mas isso eu conto depois ...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos de rabo inocentecasa dos contos eroticos meu marido trabalha eu meu filho rodulo me fodetive que dar contos eróticosQuero transa com minha prima que estar gravidacontos de corno flagrei minha namoradaconto erótico meu padrinho me estuproucalma aí bota devagarconto escrito ese ano cavalono nuaporno fode minha buceta vai étoda sua vaiahhhhAguentei a rola enorme do papai contos eróticosminha cadelinha zoofilia contoscontoscontos incesto mãe fofinhacnto mulher de ssia entra no cineporno pela primeira vez e deu para variosContos eroticos selvagem com meu amigoContos erótico de Muller casadamamae linda e brava/contosmeus tios comeram as camareiras do hotel conto eroticoera menina meu primo batia punheta pra mim olharvelhos acabam com as tetas da vadia de tanto mamar contoscontos eroticos enquanto eu como o cusinho da minha ex minha atual mulher chupa a bucetinha preta delaconto erótico maltrato minha mãefotos e vidio e contos eroticos estava sucegado em casa quando minha irmã começou a me procarcasa do conto erotico filha da patroa em reforma do aptmeu cliitores fica marcando a calcinhacontos eroticos o dia que o pasteleiro mim comeucontos esposa rebolou para,amigofiz sexo pra passar de semestre contosconto eu meu filho e meu pai cumemos minha esposa rabudaProvoquei e foi arrombada porno conto contos eroticos medicocontos erotucos escritos lesbicos transei com uma nerdContos o carcereiro comeu minha bucetacontos eroticos linguada no cucontos eróticos casadas safadascontos eroticos gay casado domado pelo negaover contis eroticos de incesto passando oleo na maequelegal vouponhacontos eroticos depessoas normais reaisContos erótico de Muller casadaContos erotico marido bracinho corno de negaocontos com fotos de zóofilia de casadas que curte sexo com animaiscontos eróticos de upskirt em escoteiracontos de sogra gravida transandocontos pornos comi sogra mamae tia irma onibus lotadocontos mananovinha sequestro contoContos eróticos gostosa na praia com o maridomenina assanhada contosminha prima malcriada contocontos tia me deveconto xupei o pau do meu amigo pq perdi apostacoroa cadela contosConto erotico incesto japones, pais japoneses liberaisconto erótico loira casada traindo marido com cadeiranteFalei pro meu amigo enrrabar minha esposa enquanto ela dormiacontos eróticos de bebados e drogados gayscontos na roça coçando a rolamora Nana bem gostosa da bundona bem grandes eu dental bem deliciosa néconto gay xoxotao de garotoconto noiva liberadaminha mulher adora ser brechadacrossdressing miudinhaconto a vizinha tetuda casou mas seu casamento t maucontos eróticos de minininhas que adorava ser abusada dormindoconto eróticominha traiu meu pai mulher casada vira putaconto erotico de fui comida pelo amigo do meu esposo insperadamentecontos reais buceta gorda siriricacontos clara minha putiamulher batend sirica at espirarcontos eroticos gerro tomado umas cervejas com a sogra sozinhos e da em cima delacontos eróticos de gays novinhos bonitos loiras namorado com muitos beijos nameu filho me comeu