Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

QUANDO TUDO COMEÇOU.

Click to Download this video!

Tive sempre uma vida muito intensa quando se fala de sexo.

Desde pequeno adorava provocar desejos e com meus shortis apertados e minhas coxas grossas.

Este é o primeiro conto que escrevo, quando tudo começou.

Tinha eu nove anos de idade, morova em são paulo, toda vez que eu saia com minha mãe era um inferno, minha mãe era dessas baixinhas de bunda grande que xamava a atenção, então os homens tinha mania de dizerem assim, nossa que filha linda vc tem, eu ficava p da vida pois eu sou homem.

Os menios da escola já naquela época viviam me passando a mão na bunda. Não tinha dia que três ou quatro meninos não passavam a mão em mim. No começo isso foi me irritando depois fui me acostumando que eles até diziam, olha sá fulano ele ta gostando.

O tempo foi passando e um dia me vi com 19 anos gordinho com a bunda grande até minhas amigas diziam que tinha inveja de mim. Mas isso não me fez ser afeminado não. Mas tinha dias que eu gostava de provocar os homens proximos de mim.

Um belo dia meu tio irmão do meu pai veio do interior, passar uns dias com a gente, ele tinha 19 anos era novinho e magrinho. Eu sempre pegava ele olhando para a bunda da minha mãe quando ela tava lavando roupa no tanque ou na pia da cozinha, e acho que ela taqmbém provocava ele.

Mas teve um dia que eu tava no banho e ele do lado de fora disse para eu deixa-lo entrar eu deixei e começei a ver ele mijando com sua rola de uns 19 cm ai proposidatamente eu vire de costas para ele e começei a esfregar minha bunda, com muita delicadeza deixei o sabonete cair, e lentamente fui pegar. deixava ele escorregar pelas minhas mãe de proposito. E percebi agradavelmente que ele não tirava os olhos de minha bunda.

Derepente me levantei e disse para ele de supetão o tiu o que vc ta olhando. Ele levou um susto e me disse nada, nada, seu pau ficou mole, logo depois me sequei e fui para a saala ver tv e ele tava lá dando umas gemidas de dor, mexendo nas bolas do saco.

Minha mãe tinha ido na vizinha jogar conversa fora nates de começar a fazer a janta. Eram mais ou menos umas 4:30 da tarde.

Fui até a cozinha e subi meu shorte para aparecer as popas da bunda, e começei a fritar pipoca. volte e ofereci para meui tiu e ele aceitou na hora e vio meu short levantado mas não falou nada.

Toda hora eu deixava cair pipocas no chão e ia pegar com o rabo virado para ele, percebi que logo seu pau estava durissimo.

Isso me escitava cada vez mais. Como o chão ficou com marcas de áleo de fritura peguei um pano no banheiro e fui la limpar o chão ai ele não aguentou me catou pela sintura e me deu uma baita encoxada.

e grudou na parede e atolou a mão em mim com muita força ai eu disse para ele para tio a mãe vai aparececer a qualquer hora.

Então ele disse sobe pro meu quarto agora.

Eu fiu, com medo mas fui. Lá chegando ele abaixou seu shorts e me disse vem ca menino chupa seu tio, eu me agachei e disse que não queria, deixa de ser mentiroso pensa que eu não percebi que vc tava me provocando vem, chupa logo pirralho.

Abri minha boca que ja tava salivando de prazer, olhei para aquele pau branco e lindo com suas veias esplodindo de prazer e comecei lentamente a chupa-lo que delícia que prazer. E se curvou sobre mim e começou a meter o dedo no meu rabo automaticamente eu comecei a rebolar e gemer de prazer, dai a pouco eu vi ele virar os olhinhos castanhos claros dele e então veio uma enchorrada de porra doce como mel e eu enguoli tudo e suguei mais querendo avidamente mais daquele nectar de éros. Quando ele terminou de gozar ele disse para mim, a noite quando seus pais estiverem dormindo quero que vc venha aqui no meu quarto.

Era ja alto das horas uma meia noite mais ou menos quando eu fui até lá, ele ja tava me esperando, com seu pau bem duro ele disse tira a roupa e vem deitar aqui, fui ele me pos de quatro na cama e de joelhos começou a me estocar ele não tinha esperiência nenhuma e foi até meio bruto comigo estocando cada vez mais e dizia vem minha putinha gostosa dava palmadas e minha bunda e mandava eu rebolar no começo dueu um pouco mas depois eu adorei e rebolava muito com sua pica entrando e saindo em um vaivem delicioso. Por fim ele quase nos denuncia com seu gemido de gozo alto meu rabinho ficou todo melado com tanta porra que vinha daquele mastro de marfim delicioso.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto eróticos gay hulkconto erotico de o amigo de meu namorado me comeu na casa dele e ele nao viucontos comi uma pequeninacontos eróticos meninas de 25 anos transando com a calcinha preta com lacinho vermelhoconto comedo que meu filho virasse gay dei pra eleo cavalo hunano, contos erótico reaiscomtoscasadas dotadao .comConto eróticos duas lésbicas me estruparaohistoria porno de meninas com seu irmao tarado nocampcontos eroticos abusada pelas amigascontos eróticos. bdsm mestre tudo que meu mestre mandar 3ninfeta cintura fina bunduda belo par de seiosnão aguentei e chorei na dp anal contoscontos de coroa com novinhoContos eroticos familia sem preconceitocontos eróticos com mulher q usa vestido coladoContos eroticoseus.filhoscontos de incesto - despedida de solteiro foi com minha linda irmãTennis zelenograd contocontos eróticos - prima Priscilacontos felipe comeu minha mulhrercontos eroticos jingridcontos matei minha vontade sem querercontos coroas amazonensesContos eroticos meti na buceta e meu amigo no rabao de minha esposacontos eroticos cachoeiracontos eróticos eu e meu pai comendo minha esposaminha irmã fica possuída nua XVídeosconto erotico estrupei minha cunhada acordou com o pau nelaMae rabuda contos heroticos como perdeu a virgindade do cuzinhocaralho do sobrinho novinho contoscasas dos contos patroa chipou minha bicetacorno na minha propria casa contos eroticoconto erotico dei para o caminhoneiro conto heterocontos eroticos de incesto: manha mae me ensino a Transar 2Conto Casada IrmandadeXvidio mulhes que anda a noitecontos... me atrasei para casar pois estava sendo arregaçada por carios negoeseu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestocontos eroticos com minha empregada nordestinaconto erotico viadinho pego usando calcinha no sitioContos de tesao por uma mulher casadaconto, fodida pelo vovô e primos nas fériascontos comecei a bater punheta junto com meu irmaoA maior gozada muita porra contoscontos eróticos de bebados e drogados gaysnegoes jegudos na punhetacasa dos contos gay desgraçado arrombadorcontos velhinha doida pra trepaGoiânia conto vigia da obra gay cuconto chorei mas aguentei a pica do meu patrasdoContos eroticos de podolatria com fotos desejando chupar pes de primas novinhas com pes lindosconto erotico perdi calcinhacontos eroticos chantagiei meu padrastofazendo gozar mulher casada darlene contosf****** a b******** da minha enteada Camila e ela Gozou muito no meu pauconto afoguei com galaconto fetiche apanhando da namoradafilho da vizinha contocontos erodicos comi professoras juntasconto viuva carnuda carenteContoseroticosdecaronaCont erot bucetacolocando no cu dela bem devagar dormindolevei minha tia viuva pra conhecer a praia contos eroticoswww.vidasemrodeio.com.brcontos eroticos menininha safadacontos gay o menino que era um femea escondidocontos minha tia viuva sua amiguinhanovinha quero ver voce cimasturbando hoje olinechantagiei minha irma casada contosmeu genro comedor de cucontos eroticos minha meu tio e o dono da minhacontos/ morena com rabo fogosocontos eróticos de famílias pela primeira vez participando da praia de nudismocontos minha filha tem mega grelaobucetudas com caralhudos/fotos e contosConto eroticode incesto minha virou sogra da minha irma conto eróticos eu mãe e irmã no hotelcontos homens que usam calcinhacontos minha mulher me pediu pra comer a irma delacontos eu marido na prai de nudismoconto erotico esposa chora no pintao