Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O SEGURANÇA

Click to Download this video!

Meu pai foi vitima de um assalto, e os assaltantes ameaçaram que voltariam a assaltar nossa família se ele não desse uma certa quantia em dinheiro, então meu pai colocou um segurança em nossa casa que quando eu ou minha mãe precisávamos sair tínhamos que sair com ele, foi ai que conheci o claudio um negro de um metro e oitenta musculoso e careca, pois o mesmo raspava a cabeça.



Nos primeiros dias ele mim levava no colégio e trazia de volta ate ai tudo bem, mas com o tempo foi tendo sonhos eráticos com ele onde mim via trasando com o mesmo eu branquinha e baixinha com um homem daquele, mas um dia minha mãe falou íamos passar o fim de semana na praia mas falei que tinha prova no colégio no sábado e tinha jogo do time de vôlei no domingo, ela perguntou se podia ficar sá e eu falei que sim, então ela avisou que o claudio o segurança ia ficar na casa pra fazer a segurança e eu sá sairia com ele. Falei tudo bem.

Na sexta a tarde meu pai e minha mãe foram a praia, a noite jantei e chamei o claudio para jantar comigo, conversamos amenidades e as dez fui dormir, mas não conseguia pois sá pensava naquele homem ali e eu com o tensão nas alturas, a meia noite como não conseguia dormi fui tomar um banho de piscina e resolvi tomar banho pelada pois já estava acostumada a tomar banho assim quando estava sá. Um pouco depois que entrei na piscina e olho de lado estava o claudio em pé na borda da piscina olhando para mim com a cara bem seria, foi ai que notei que ele estava com tensão em mim pois tinha se formado um grande pacote na frente de sua calça de moleton, então perguntei - aconteceu alguma coisa claudio? E ele falou - não e que ouvi barulho aqui na piscina e vim ver o quer que estava acontecendo aqui.



Neste momento já não me controlando mais de tesão saí da piscina e fui em sua direção pelada do jeito que estava e falei - é que eu gosto de tomar banho de noite sozinha, mas já que está aqui poderia me acompanhar.

Chegando em sua frente coloquei as mãos em volta do seu pescoço, me pendurei com as pernas em volta de sua cintura e dei o maior beijo que já dei em um homem. Ele me segurou com as mãos por baixo da minha bunda e depois foi esfregando aquele volume que mais parecia um cacete dentro da calça, soltei seu pescoço e fiquei de joelho em sua frente e fui baixando sua calça, quando passou do joelho que olhei para cima foi que vi aquela madeira preta e cheia de veias, fiquei admirando por alguns segundos e depois peguei com as duas mãos e ainda sobrava, comecei a chupar aquilo que mais parecia uma barra de chocolate, sá que muito mais gostoso. Quanto mais eu chupava mais ele ficava descontrolado e vi que o pau dele começou a inchar, foi ai que veio uma chuva de esperma, tentei engolir mais os jatos eram tão fortes que eu engolia um pouco e sobrava dois tantos do que eu engolia. Ele vendo eu engasgando com tanta porra tirou o pau para fora de minha boca e começou a se masturbar na minha cara, gozando mais uns cinco jatos de porra na minha cara, o que mim deixou banhada de porra.



Ele me pegou nos braços e mim levou ate uma mesa que tinha em frente a piscina, colocou-me em cima da mesa, abriu minhas pernas e começou a chupar minha bucetinha eu segurava na cabeça dele que passava sua língua que mais parecia uma lixa na minha buceta eu gozava arqueando minhas ancas em direção a sua boca quando ele viu que eu tinha gozado umas duas ou três vezes, ele ficou de pé em minha frente e começou a esfregar o pau na portinha da minha buceta abrindo os lábios e forçando cada vez mais pra dentro. Eu nunca que iria aguentar um cacete daquele calibre mais como tava em um estado de gozo permanente nem senti quando ele de um única estocada meteu o cacete pra dentro até topa no meu útero ficando ainda uma boa parte daquele pau do lado de fora. Eu sá conseguia emitir alguns gemidos de gozo, então ele foi aumentando as metidas cada vez mais rápido e mais fortes até que senti como se tivessem ligado uma mangueira dentro da minha buceta e uma torrente de porra começou a sair junto com meu gozo que também já saia em grande quantidade fazendo um barulho diferente dentro de mim.



Depois sá lembro de acordar com ele no meu quarto dando banho em mim e me colocando na cama e me cobrindo com um lençol, no outro dia acordei umas dez horas pois as catorze ia jogar e ele foi me deixar no ginásio onde fomos conversando sobre o acontecido e eu falei pra ele que queria muito mais quando voltasse pra casa, e aconteceu isto e muito mais.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos comedor de travestiscomtos de sexocontos eroticos com coroa taradoSou casada mas bebi porro de outra cara contosg conto erotico esposa timidaChupa minha piroca ingridrelato fui trocar o gaz e arrombei o cu da crenteprimeira vez que fui chupada por um homem casado eu virgemO amigo dele me comeu contoscontos de menina nova perdendo o cabacoContos erotico minha noiva e meu chefesou homem quero dar o cu para uma putaMinha mulher e o cavalo na fazenda contos erotcoscontos gay calcinha motcontos erotico gay fofinho dengosoIrma colo contoconto fui na praia de nudismo so pra ve as buceta cabeludacontos tetas irmacontos eroticos gordinho primeira vezminha vó puta contosmenina abrindo a buceta saindo gosocontos pornos mamae carinhosacontos caralho grande baixinhacontos eroticos troquei minha mulher pela cunhadinha lindacantos erótico só dei do Forró Bombadocontos gay chorei no pau do coroacontos erótico entalou ver gostosona sexo entre parêntesesvendo a cunhada depilando a buceta contoscontos a novinha comadre carenteContos eróticos tremcontos casada bunda com celulite fotos velhaprimeira vez com travesti contos eroticosconto iniciando nossas filhasconto pernas fechadasfazendo gozar mulher casada darlene contospuro sexo sou muito deliciosa viajei com meu filho conto incestocontos erotico o dono do mercadinho de pau duropatricinha safadas se lambendoconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeucontos eroticos-melhores amigosconto enterrando a ate o talo no cu da mamaecontos:casados virando cdconto coroa casada da a bunda todo dia na ryacontos eroticos chupadaminha filha fudendo com nosso impregados contostravesti seduz o entregador de pizza e mete no cu deleconto fui entubado quando molequeo garçon me comeu contoconto ele me comeu pelo buraco da paredeconto comi o cu do molequerelato erotifo meu filho gosa muto nas minhas calcinhascontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eroticos esposa marido e sogropornô com magrinha dos peitinho duro e c****** empinadocontos eróticos - praia de nudismocontos eroticos esposa fio dentalos fritones dando o cuMulheres se jutao para fazer xexo contoscontos ela sentou no meu colo sem calcinhacon erot vendo meus amigos estoura esposinhahttp://tennis-zelenograd.ru/conto_17305_peguei-meu-cunhado-dando-pra-meu-irmao.htmlcache:XIRRUtFC4SYJ:https://idlestates.ru/conto_12285_fui-estuprada-por-minha-culpa-parte2.html relato eróticos violênciamaefui abusada contos eroticoContos gravidas incesto bicontos eróticos chupa querido aiiii chupa a bucetaContoesposaficoucontos de incestos na madrugada ele se encaixou em mimcontos eroticos dando pros 5 irmaoscontos eroticos de meninos no orfanatofui chupada contoscontos eroticos com a vizinha de frentecontos eroticos punheta na frente da vovo cegacontos eróticos incesto/dava por dinheirocontos eroticos rola grossacontos eroticos comi o cuzinho da minha colega de trabalho no estoque real