Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

APANHANDO DA NAMORADA II

Click to this video!

Oi me chamo Bianca, sou morena queimada de praia, tenho 19 anos, moro no Rio de Janeiro num conhecido condomínio da Barra da Tijuca.

Nessa época eu tina 19 anos e descobri que gosto de apanhar, de ser mordida e humilhada. Na primeira vez que fui pra cama com a minha namorada Carol ela mandou que eu ficasse deita e abrisse bem as pernas. Como eu demorei, senti uma palmada estalar na minha coxa, que na hora ficou vermelha e ardendo. Fiquei molhada na hora e escancarei as pernas. Ela ajoelhou entre as minhas pernas e passo a língua bem no meio da minha buceta dizendo que ela sabia fazer carinho também se eu fosse uma boa menina mas se eu não me comportasse eu teria que ser castigada. Ela era habilidosa com a língua rapidamente me arrancou suspiros, prendia meu grelo entra os dentes e ficava tilintando com a língua. Carol foi passando as mãos pela minha barriga ate alcançar os meus seios e beliscou cada um dos meus bicos. Eu gemi e me contorci toda. Ela parou de me chupar e veio sentar na minha cara dizendo vai meu amor, agora é sua vez de me fazer gozar. Eu comecei lambendo seu cuzinho, fui enfiando a ponta da língua; isso foi deixando ela bem excitada sá então lambi sua buceta. Fiquei uns 20 minutos com seu grelo na boca e quando ele gozou eu fiz um pedido que surpreendeu-a. Realmente ela não esperava eu simplesmente olhei fundo nos seus olhos e pedi pra provar seu mijo coisa que deixou Carol tremula de contentamento, ela simplesmente relaxou o corpo e a chuva doura banhou todo meu rosto. Ela ficou tão excitada que voltou a me chupar e morder os mamilos. Depois me mandou ficar de 4 e paço a dar tapas na minha bunda, a cada tapa que estalava eu solta um gemido e pedia mais. Ela bateu ate minha bunda ficar vermelha e inchada. Quando ela viu meu cu piscando, tratou de enfiar os dedos. Eu fui contando 1, 2, 3, 4 ela tentou enfiar o polegar também sá que por mais que tentasse não conseguiu mas, sentir seus dedos entrando e saindo do meu cu me fez gozar mais uma vez.

Carol me mandou espera de 4 na cama, colocou um rob e saiu, logo depois voltou com uma cenoura e um pepino. Ela subiu na cama mordeu minha bunda disse que me amava muito. Depois, beijou o meu cuzinho e, brincou com ele enfiando a ponta fina da cenoura eu rebolei e pedi vira ela, vira vai amor. Eu cerrei os dentes esperando que ela virasse a cenoura. Não pude segurar e gritei de dor quando ela ao contrario de virar a cenoura me cavou o pepino no cu. Levei alguns minutos pra me acostumar com a espessura, estava me sentindo partida ao meio, preenchida mas, depois passei a rebolar gostosamente.

Carol não perdoou meu cuzinho movimentando o pepino num frenético entra e sai. Cada vez mais rápido e de cada fazendo meu cu engolir um pedaço maior daquele colosso de pepino. Senti maior prazer ainda, quando Carol me deu uma dentada nas costas e seus dentes marcaram fundo a minha carne. Eu estava delirando de puro prazer. Minhas coxas tremiam, já não aguentava mais de tanto gozar. Fomos então tomar um delicioso banho e eu voltei satisfeita para casa.



Se você gostou de sua nota e entre em contato comigo pelo email [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico o pedreiroporno gay cara com video game no rosto e o outro chega fode logocontos eroticos gosto de chupar buceta suada e ensebadasonhar q mulher está bulinando outra nulhercontos vizinha novinha mas ja bem.desenvolvidaTravesti surpresa contoscontos eroticos minha sobrinha adorava mamar minha picagordinho cagando na vara conto eroticosconto comi cliente da minha mulhercontos flagrei minha irmã e seu filhocontos erotico na praia de nudismo com meu sobrinhoScu do sobrinho menor contos eróticosconto trocando as filhasconto erotico velho praia nudismocontos cavalonas apaixonadasmamada gay contofilha tesudinha do papa contosicontos gay me depilando e pego no flagraela pediu pra parar mas continuei empurrando na putavidio porno d3 uam mulher branca 3 uma homem preyocontos esposa e a visinha fodem com cãoconto gay fui feliz em salvadorConto eroticos zoofilia gays meu cao me traçou no meu quintao pai da minha amiga é um tesão contos eróticoscontos eroticos incesto tomei porra do meu cunhadocontos porno gay sobre conhadoscoroa coxuda gozando contosVideos porno porra boca raquel falando do prazer gozou duas vezes na sua bocacontos eróticos de tirando o cabaço das cunhadasconto eróticos dei pra meu pai depois de casadacontos eróticos com animaisvideo porno dano o cu ea buceta toda babentacontos eroticos meu sogro me pegou a forçaConto eroticos zoofilia gays meu cao me traçou no meu quintacontos eróticos cantada na rua não resisti e traícontos eroticos gay meu tio de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anosamigas gostam de passar margarina no corpo nucontos eroticos sou viuva tenho um sobrinho novinhoconto de delegado que comeu cu de homem casadosexo-gostoso-numa-ilha-paradisiaca..combucetinha esposa ccbcontos eroticos ajudei meu filho e fui estupradaFotos erótico padratos e entiadacontos cu da minha prima escondido no paiolpono vitgen nãoa aguentiu epediu p paramcontos eroticos chupando a pica do meu filhocontos eroticos corno oferecendo namoradaPutinhas mamando contoseroticoscasa do conto erotico filha da patroa em reforma do aptcontos coxudas de saiaconto erotico de fui comida pelo amigo do meu esposo insperadamentecontos eroticos de estrupamendocontos zoofilia cadela apaixonadacontos eroticospais e filhas novinhascontos cris super dotadocomi varios cu na casa de sungcontos eróticos fiz tesoura ate doer a bucetapapai furioso contod eroticosconto erótico de pai fazendo o filho gay patinhacuzinho doido por pica cdzinha contoloiras fudendoconto eróticocontos quero ser corno secretocontos eróticos de bebados e drogados gayscontos travestis praiacrescendo o pau aqui na frente da filha contos eroticosconto erotico lésbicas roçando.a buceta na caracontos eroticos dando ao sobrinho pivetea menina contos eroticoContos erotico dois policial dotadu fudel minha esposaaquelas olhadas safadascontos eróticos fio dentalhomen bulinando o penis no chortconto nao aguentei e fudi minha sobrinha de oito anosnovinhos fodeno apremira veizolhei aquele pauzao do cara meu marido nao percebeu