Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

INOCENTES - AMOR DE MENINO

Click to Download this video!

Sábado é realmente um dia perfeito para jogar bola, brincar, assistir tv, jogar video game ainda mais quando se tem 19 anos. Mas as más companhias podem fazer com que você brinque de outras coisas.

Tudo se passa num passado não muito distante. Perto de Belo Horizonte, no municipio de Vespaziano, fica o clube da AEC do qual meu pai era conselheiro e iamos quase todo final de semana. Jair um amigo do meu pai, sempre estava presente e com ele seu filho Lucas. Ná época Luquinha era assim: branquinho, olhos verdes, cabelos lisos e castanhos, quase louro, não era magro, era do tipo menino rechonchudo, mas não gordo. Seu corpo estava totalmente nos padrões de beleza que a sociedade esta acostumada. Era um menino que fazi sucesso com as meninas, era escoteiro e parecia que seu alíto era doce. Eu sempre ficava admirando seu geito de ser pois, aos 19 anos um menino ficar, dar beijinho na boca e ser o rei das meninas da AEC era como se fosse um deus para mim. Jair seu pai, possuia um rancho perto do clube, um lugar agradavél demais, ficava entre alcaliptos e a casa tinha um ar europeu. Pra falar a verdade eu não era amigo do Luquinha, mas ficavamos juntos no clube, pouco conversa. Eu era assim: branco, cabelo preto liso, olhos verdes, muitas sardas e muita gordura, eu era muito gordinho para a minha idade e era motivo de chacota de todos os meninos, acho que o Lucas sá não zuava os meus peitos grandes devido ao seu pai conhecer o meu. Sentados em uma mesa do clube, meu pai chapado e o pai do Lucas idem, começou a conversa

- O Estevão, vão ao almoçar la em casa lá pelas três

- O Jair não vai encomodar

- Nada, a Silvia não ta ai, mas não esquenta que tem um empadão de frango, que é sá esquentar no microondas e agente passa uns bifes de picanha.

Meus olhos brilharam na hora. Bife de picanha, hunnnn.

Depois do almoço, meu pai e seu Jair miando de chapados cairam na cama. Eu estava sentado na varanda olhando o nada quando o Lucas me chamou.

- Ou vão brincar?

- Claro, onde?

- Ahh vamos brincar de selva

Como falei a casa ficava no meio de uma mata de eucaliptos, pegamos umas ferrmentas de brinquedo ao estilo Rambo e fomos desvendar a mata. Depois de tanta brincadeira, como desvendadores e caçadores, começamos sem ao menos perguntar um ao outro se era aquilo que queriamos. Me lembro que a iniciativa foi dele:

- Você ja bate?

- Claro e vc?

- Também. E o seu é grande.

- Não e o seu

- O meu também não. Quer ver?

- Quero e vc quer ver também?

- Quero

O pau do Lucas era lindo, branco, muito branco e com a cabeça toda rosa, meio roxo. O meu não era muito diferente, era até maior. Ficamos nos exibindo, até que criamos coragem e começamos a esfregar um no outro, nos abraçamos e começamos a gemer, como se ja soubessemos oque sentiamos, Era muito bom. Não tiramos a roupa toda mais foi o suficiente. Deitamos nas folhas de eucalipto e como se ja soubessemos começamos a fazer um 69, relutei um pouco e deixar a cabeça do pau do Lucas tocar minha lingua e pele, mas não demorou muito. Lucas gemia, como se ja fosse experiente e eu chupava em silencio como se ainda tivesse vergonha, derrepente, senti o pau do Lucas muchar na minha boca e sua barriga contorcer e quando sua barriga esticou novamente, seu pau cresceu de uma so vez e o primeiro jato veio na minha boca. Lucas gritou Aiiiiiii - Agora é vc!!! Agora é vc!!!! E parou de me chupar e começou a bater rapido e forte com o pau de fronte a sua boca. Bateu bateu e quando ele viu que estava na hora fechou o olhos e briu a boca. Eu gozei, gozei e sá fui capaz de dizer:

- To cansado

- Eu também. Não conta tá

- Ta bom. Vc tb não.

- Seu pai deixa vc dormir aqui?

- Não sei, tem que pedir

- Sabe jogar Damas?

-Sei

- Vão la então

Nossa amizade começou mesmo foi ali. Naquela noite não dormi no sítio apesar de ter pedido. Na despedida nossos olhos se encheram de água. Queriamos mesmo ficar juntos. Sei disso. Mas essa historia não termina aqui.......

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos dando ao sobrinho piveteMinha mulher voltou bebada e sem calcinha em casa contoscontos eróticos de freirascontos eroticos gay transei com cinco no meu trabalhoTennis zelenograd contocontos eroticos enganada e oferecida pelo marido4 aninhos contos eroticosconto erótconto lesbicsconto de comi o cuzinho da minha neta com a pica grandecontos eroticos meu avô esfregavarelatos de cheirando calcinhaconto erotico marido bebado sogro fode noraAi meu cú. Conto erótico heterossexual.contos eroticos amante vs mulherconto: conheci um caralhoo sonho da minha putinha ea ser estuprada poe varios e eu realiseicontos de menino bem novinho usando calcinhaenfiei o maior dildo no meu cu contoscontos esposa da o cu no acampamento ao lado d marido no escuroasalto que.virou.suruba videosconto minha esposa no canavialcontos de menininhas sentando no colo de homensmiha noiva xxxcontos dormimos na barraca eu marido e sogro e o sogro me rabou noite interaContos eróticos cumendo minha mãeContos gays amante do tio velho desde de pequeno adoro vpu casar com elechuupadaconto gay negao casado deua buceta de QierçiaConto erótico com neg mulher transando com dog contosconto erotico o taxista negaowww.contos heroticos..uma jujuba bem comida...contos eroticos trave x ho tempo em que ele para e diz"essa buceta é minha"cu delicioaoconto eu e meu marido a casa de swingcontos meus dois amantescontos eroticos incesto fazendo minha filha gozar no meu paucontos eroticos - isto e real. parte 3com colega de trabalho contoscontos coroas minha chefecontos eroticos de meu tio viu minha calcinha e me comeu conto erotico ninfetinha taradinhavideo porno de travesti avantajada mijando a noite nos cantosconto fazenda com mamaecontos eróticos de professoras gostosas transando muito gostosoContos.eroticos.enfiando.cu.da.maeconto erotico foda com a viuvinhacontos eróticos com esposa pedindo merda na bocaCorno ama namorada use chortinho de lycra marcando buceta contosconto com amigo de meu maridocache:fqKHdRAEKq0J:studio-vodevil.ru/mobile/conto_27513_bebi-demais-e-virei-corno-na-praia.html nudismo com meu irmaocontos de lambidas gostosa  Marilia e Juliana estavam mais uma vez fr ente a frente para uma dolorosa batalha. Ambas traziam nos corpos as marcas feitas pela outra em combates violentos e sangrentos. Marilia vestia tão somente uma minúscula tanga branca fio dental. Juliana uma  contos incesto com minha filha carolcontos eroticos comendo o cuzinho da minha esposacontos trai com meu inquilinocontos do sexo menina mimadacontoseroticos cagando na boca do viadofiz troca troca com os meninosConto porno filha apanha de cintoconto erótico filha do chefeconto eroticos a buceta da minha esposa so cheirava porracontos recentes incestuosas encoxada segredos flagradoscontos do sexo menina mimadaconto erotico iatevi outro gozar na boca de minha mulher contoscontos eroticos com minha empregada nordestinaeu e minha patroa praticamos zoofiliaanita mijando no copoComtos casadas fodidas pelo filho e o sobrinhocontos a minha mulher masturba-secomendo a cunhadinha lindinha contos eróticoscontoa eroticos estuproxvideos preneditadoConto de sexoEnfiando a cabeça da pica na buceta virgem filhaconto erotico com gordinhacontos de incestos e surubas com minha irma e minha mulher nudismo na piscinavolume na calça encoxadaMulheres se jutao para fazer xexo contoscontos Eroticos com 3Homems e uma mulherconto erotico travesti desobediente castigada pelo donomega gozada na boca contos