Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O SALVA-VIDAS

Click to this video!

Hoje vou contar mais uma histária da Cássia, de quando já estávamos casados e fomos para Rio das Ostras no litoral norte do Rio, como fazíamos sempre que chegava o verão. Dessa vez ficamos conhecendo um salva-vidas que trabalhava na praia de Itaúna.



Percebi que minha mulher se sentiu atraída por ele, pois era moreno, bem bronzeado, 1m80 mais ou menos, olhos esverdeados, corpo malhado e bem definido em função do trabalho e bem simpático.



Deixei a Cássia a vontade para se fazer perceber por ele. Estávamos perto da cadeira dele e quando ele voltou de sua caminhada pela praia e subiu na cadeira, minha mulher se levantou e foi andando, rebolando para a água a fim de dar um mergulho.



É lágico que ele já havia se ligado nela desde que chegamos, pois ele é uma delícia de morena, cabelos lisos, pretos e compridos, seios médios bem durinhos e uma bunda linda, coxas grossas e bem torneadas e linda de rosto também, 1m73 bem distribuídos em 56 quilos.



Ela estava com um minúsculo biquini branco que quando molhado, ficava um pouco transparente deixando seus peitinhos e sua bucetinha depiladinha quase que a mostra. Quando ela voltou da água daquele jeito, ele se tocou do tesão de morena que ela era e não tirou mais os olhos daquela gostosa.



Ficamos na praia até umas 3 da tarde, quando nos arrumamos para irmos embora. Minha mulher, claro, na intenção de provocar o cara, ficou de costas para ele e se abaixou para pegar a sandália, a toalha e a bolsa e deixou a mostra sua bunda deliciosa e sua buceta depilada e inchada de tesão. Ele estremeceu e mordeu a isca.



Naquela noite no jantar, ele disse-me que tinha ficado com vontade não de dar para o salva-vidas, mas somente provocá-lo até que ele gozasse para ela. Queria tocar uma punheta pra ele enquanto se beijavam mas não via jeito

de conseguir isso. Voltamos para casa e transamos alucinadamente, fizemos de tudo até acabar em uma gozada quente e farta na sua bunda que comi feito um doido.



Aceitei o lance e armamos então um plano para atrair o Beto. Compramos em Macaé uma bota ortopédica, dessas

que se tiram para tomar banho, a Cássia colocou o biquini branco novamente, calçou a tal bota e fomos para a praia

bem cedinho.



Quando chegamos em Itaúna ele já estava no seu posto e viu quando tirei a Cássia do carro e levei-a no colo até a areia

perto da sua cadeira, pois ela não conseguiria andar com aquela bota na areia. Ele perguntou o que havia acontecido e

ela disse que havia torcido o pé na noite anterior, mas que não queria perder o sol por causa daquilo.



Ficamos ali tomando nosso sol, eles se comendo com os olhos e eu fngindo que não estava vendo. Havíamos combinado que eu deixaria ela sozinha para ir comprar uma bebida e aí ela atacaria. Levantei-me e pedi à ele que desse uma força para a Cássia caso ela precisasse de alguma coisa, no que ele se dispôs na hora.



Logo que saí a Cássia pediu se ele poderia levá-la no colo para a água, pois estava com muito calor e não poderia ir sozinha.



Ele aceitou na hora, pois não tinha quase ninguém ainda na praia. Ela então tirou a bota para não molhar e ele pegou-a no colo, enlaçando-a pelas costas e pelas coxas. Ela passou o braço pelo pescoço dele e foram assim para a água. Entraram e ficaram com água até a cintura. Ela praticamente deitada nos braços dele para se molhar, deixava a mostra aquele par de seios durinhos de tesão e as coxas e a bucetinha inchada, que com o biquini molhado estava igualmente a mostra.



Ficaram assim um tempo conversando e foi quando ela soltou um braço do seu pescoço e sem falar nada, por baixo do seu práprio corpo pegou no pau dele que já estava explodindo de tão duro dentro do calção .Ele se assustou de início, mas viu que não adiantava fazer nada, pois fora ela quem tinha começado aquilo. Sá perguntou se eu não voltaria logo, ela disse que não, que ele também não

perdesse tempo. Ele tirou então os peitinhos dela pra fora e passou a sugá-los com vontade enquanto ela que já tinha tirado o pau dele pra fora do calção tocava uma deliciosa punheta.



Ele subiu com a boca chupando seu pescoço e deu-lhe um chupão na boca que ela ficou doida. Deopis foi descendo com a mão e tocou seu grelo que já estava durinho e grande de tanto tesão. Ele esfregou com maestria aquele grelinho, descia até a entrada da bucetinha e enfiava o dedo inteiro até no fundo dela. Ela gemia de prazer e não parava de tocar aquela punheta.



O gozo foi chegando para os dois ao mesmo tempo, e eles pareciam que estavam enlouquecidos com aquela sacanagem, até que não aguentaram mais e gozaram demoradamente: ela nos seus dedos e ele na mão dela.



Quando se recompuseram voltaram para a areia, ele deixou-a deitada na toalha e voltou para seu posto de trabalho. Eu que estava vendo tudo de longe, esperei mais um pouco e depois voltei para junto da Cássia com as bebidas na mão. Ela então me disse que havia pedido ao salva-vidas para levá-la na água no que ele fez com a maior segurança. Agradeci a gentileza no que ele retribuiu e se colocou a disposição caso ela quizesse ir na água novamente.



Ficamos na praia até pouco antes do almoço, despedimo-nos dele e fomos para casa terminar aquela sacanagem, porque aí era eu que não aguentava mais segurar o tesão.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos erótico com viuvascontos eroticos tia no casamentoconto na festa aqui em casa meu primo comeu minha maecontos eroticos com enteadasono no cu das duas safadasanão transando com jamaisNovinhas sendo arrombadas por patrão e peões na fazenda contos eroticoscontos zoo velha carenteMARIDO PÉ DE MESA CONTOS EROTICOS VERDADEtrasano com entregado coroanovinha p****** dando para o bodãoconto - bundinha durinha , cuzinhoapertadoConto erótico me deu sonífero comeu minha bucetacontos erotoco sogracontos eroticos meu sobrinho pauzudocontos de corno esposa com dois e comendo cu do esposoContos corno mansocontos eróticos conadois gay fudendo violentamentw/entre sicontos eroticos me exibi nua pra elacontos gays inicio da puberdade.contos minha esposa me ensinou a ser cornodesço no teu pauconto amasso proibidocontos eróticos de un gordo virgemconto estrangeiro picudofotos cim zoom so de cacetes duros melado de porraeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestoconto mingau. de porracontos eróticos mulheres casada adoram pau grandegozando pelo cu contos eróticosas molhadinhad mas. gostozas com vidios porno com voz altaContos erotico comi minha irmã cadeirantecontos eróticos pai e amigosContos mulher coloca silicone e vira putacontos.eroticos fui.fodida pelo tio velho da van escolarconto arregacando o cuzinho e enchendo de porra a cunhadacontos dogcoroa de vestidinho sem calcinha abrindo as pernas para enteado podera bucetinha linda da sobrinha novinha contosfilhinhas safadinhas contosporno comendo a buceta da gostosa emsima dos retalhosorgia com os nerdes casa dos contosconto erótico dominando a esposa mandonaMulher negra fodendo com o sogro contoscachorro lambendo buceta.deilhesexo e esganaçaoconvenci meu primo a me fuder bem novinha contosAcordei com o cuzinho cheio de porra contoschupar mulher elaeleconto gosto de usar roupas femininasDesvirginando a sobrinha de 18 anosmae e filha de fio dental na praia e do padrasto contocontos etoticos meu marido faz eu dar para trasseRelatos eroticos de professoras casadas brancas que foram usadas por alunos negrosjoice cavalo deu o cuContos de mulheres que pegam marido com travestiTraicao minha namorada safada vendo pinto dele contospeoes de rodeio batendo punheta escondidocontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidoMinha tranza com animais contospeguei meu sobrinho mexendo nas minhas calcinhagozando da lingua do papaicontos eroticos novinha coroa ricoufa ufa ela senta fode e chupacontos comendo o cu da casada carenteso sadomasoquismo com maridos violentos contos eroticostravesti zinha bem novinha no carnavalcontos eroticos, o bispo me comeu gostosorelatos eróticos sexo com aluno especialfui na casa de massagem e fui enrabada contos eróticosContos eroticos novinha virgem sendo arrebentada pela mulecadasConto puta fode com o vizinhoboafoda foi dormi com colega tomo feronoite maravilhosa com a cunhada casada contosconto tio trai com sobrinho travestimeu maridinho dormiu trepei rolonaAmigos de meu filho eu provoquei e eles vieram conto eroticoconto peidei no pau do negaoeroticosgameDei o cu pro policial, quase me rasgacontos porno de velhos caipira comendo viadoConto minha filha so anda de fio dental em casadei pro estranho na academiacontos eróticoszofilia homem fodendo forte acadela ela chora sentido dormamando na vara feita bezerrinhaeu mae e filha contos de sexoContos eroticos eu e minha familia