Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FUTURO CUNHADO 2

Click to this video!

Futuro cunhado 2







Continuação do conto Futuro cunhado



Chegamos a casa bem à tardinha, mamãe e a Irma mais velha não tinha chegado ainda, ele foi embora, eu recebi uma bronca da caçula por ter ficado todo esse tempo fora. No quarto tive que realizar os sonhos dela, e lasquei a vara em seu rabinho e massageando o clitáris com a mão a fiz gozar como doida, ela falou que queria saber o que eu estava fazendo com o namorado da mais velha, falei que aproveitei a carona que ele me ofereceu, ela falou que eu estava cheirando porra e o cheiro estava forte para eu parar de mentir. Ai que eu fui me tocar que eu tinha bebido o leitinho e não tinha escovado os dentes nem bebido água depois disso, foi tão louco o encontro com ele que nem observei os detalhes. Tive que contar tudo e pedir a ela que não falasse nada para a mais velha esperasse que eu contasse, ela falou para mim que depois da propaganda que fiz dele, ela gostaria de te-lo em seu rabinho também, prometi que arrumaria um encontro e ela falou que eu teria que estar presente. Virou-se, abriu bem as pernas e pediu que eu a fodesse da mesma forma que ele me fodeu frango assado, ergui suas pernas, aprumei a vara na sua xana, embiquei e ela se encarregou de me espremer com os pés contra a sua vulva. Bombeei bastante e enchi com meu leitinho suas entranhas, sai, fui tomar uma ducha. Ela veio atrás e aproveitou a ducha também, me lavou e eu a lavei e fomos-nos trocar, logo em seguida mamãe e a mais velha chegaram, foram tomar banho, eu e a caçulinha arrumamos a mesa para o jantar. Depois fomos para a sala ver um pouco de TV, eu desculpando-me que tinha andado muito no centro estava cansado fui para meu quarto, mas, antes, discretamente pedi para a mais velha que precisava falar-lhe a sos. Eu estava quase dormindo quando senti uma mão afagar meu rosto, era a mais velha que dentro de um baby-doll curtinho veio saber o que eu queria. Sentei na cama em cima do travesseiro, com as pernas dobradas, igual ao Buda, e nem preciso falar que eu durmo pelado, ela também se sentou em minha frente e comecei a colocá-la a par dos fatos. Ela disse que já esteve a beira de entregar-se a ele, mas, pensava muito em mamãe, achava melhor deixar isso para mais tarde, mais práximo do casamento. Contei-lhe que tínhamos ido para um motel e a tarde toda levei rola de varias formas e posições, que ele realmente corresponde com sua vara. Ela ficou muito assanhada e vendo que o meu pau começava a subir, caiu de boca e lascou uma sensacional chupetinha. Falei que no dia que ela ficasse em casa eu iria convidá-lo para vir e quem sabe rolaria alguma coisa. No meio da semana, ela falou que sexta feira não iria trabalhar com mamãe, ficaria em casa ajudando a caçulinha a limpar e arrumar a casa entendi o recado, e assim que pude liguei para o Beto, falei para vir no período da manha, que estaríamos em casa. Sexta-feira de manha, ao levantarmos, avisei discretamente a caçulinha que Roberto viria, ela colocou um short curtinho e justo e começamos a lida. Alguns minutos depois Beto chega e percebo que seu volume esta grande, ele vem ate a mim e fala que hoje não iria trabalhar esta de folga, convido-o a trabalhar na limpeza e ele diz que não trouxe roupa, prontifico-me em arrumar alguma coisa para ele vestir e peço a mais velha para ir procurar. Ela dirige-se ao meu quarto e nos vamos atrás, enquanto ela procurava na gaveta um short fiz sinal para ele tirar a roupa o que fez rapidamente, deixando àquela bela verga a disposição. Também tirei o short e ficamos bem práximo a ela, quando se virou tomou um susto e gritou, ate a caçulinha veio ver o que era e deparou com aquela bela cena, os dois pelados e ela babando por causa, principalmente, pelo pau do Beto. A mais velha tratou de agarrar a vara dele e o levou para a cama dela e lá sá se ouvia gemer e suspiros. Eu derrubei a caçulinha em minha cama e ela depois do gostoso boquete, ela ficou de quatro e mandou-me entrar onde eu quisesse, com força, pois não aguentaria mais ver rola. Estávamos no banheiro, nos lavando, chega o Beto e a mais velha, a caçulinha sem o menor pudor, agarra a vara dele e diz para a irmã, agora você vai emprestá-lo um pouco para mim, e saiu levando Beto seguro pelo pau. Ela quis argumentar eu falei que ate eu já tinha entrado naquela vara por que ela não podia experimentar?,lavei a xana da mais velha, dei uma beijoca, falei que mamãe não sabia disso, melhor mantermos segredo. Fomos ao meu quarto e ficamos vendo Beto traçar a mais nova em todas as posições possíveis e de todos os jeitos, não aguentamos muito e entramos na farra, quem era comido chupava o outro, ate eu levei vara no rabo na frente delas e elas me deram muito leitinho, torciam por mim, quando Beto empurrava elas falavam: aguenta mano, que é gostoso essa pica, mostra que você tem um bom cuzinho, nossa mano, ta tudo enterrado no seu rabo. Ficamos com nossos cuzinhos e suas bucetas ardendo e combinamos que todas as sextas feiras dia de faxina o Beto e seu BETÃO, viria nos ajudar logo cedo. E assim vamos tocando a vida, mas continuem lendo meus contos por que tem mais coisa boa por ai. Um abraço e sejam felizes.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


pornô com minha irmã de minsainhadei com muito amor conto separacaoconto minha cunhada e sua amigaele era cheirosinho conto gaysandra trasano com amigo na casa delecorno safada do Pará corto eróticoslésbicas esfregando pernas de rã veridicoconto ajudou cornocontos ninfeta lesbica fodde casada hererocontos eroticos que saudade da lingua dela na minha bcontos eróticos mendigo no ônibusconto porno com vizinhominha tia andando nua contoQuero um homem ora mamar no meu peitocontos chupei o cu do cachorroContos eróticos tremcontos gays sendo o viadinhos dos adultos que me humilhavamconto cinema porno casalcontos de sexo a chupada da minha maeContos eroticos travesti inicianteGay passiva com dois negoes contoscomedo tudo que e tipo de putinhas e putinhosfilhinhas safadinhas contosa calcinha da lulu contobosque conto heterome casei com um cornocdzinha enrabada pir coroas contosMeu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,conto erótico homem gordo nojentoFotos de gostosas de vestidinho colado dirigindo carropapai deu banho e colocou o dedo npepeka d filhinha conto eroticoContos eroticos flagrou namoradacontos comendo o cu da sogracontos eu e minhas amigas seduzimos meu paiporno,papai da banhona filhinha que chegou bebada da festaContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorComtos eroticos de mulheres q bateram punheta pra cachorroo pastor passou a noite com a lingua ná minha buceta e eu na mulher dele contocontos eroticos fudendo a mae travesticontos comi o cu da mamãerelatos de corno manso.vacilei o meu amigo comeu a minha mulherminha sogra usando lycraSebastião, o vaqueiro que gostava de cavalgar 2conto eroticos maduras e filhas na putaria caralhudosconto erotico desconfiei de minha esposaContos eróticos de bebados gayscontos filha pequenaconto irmã peladinha dentro de casaconto eu e minha colegacontos. minha irma casada é minha puta escravafilha de diplomatas conto heroticocontos de transando com o genro timidocontos eróticos eu minha irmã fizemos sexo com faxineiro do condomínio.recem casada safada contos eroticosfidendo uma nnda gigabte carnudacontos gay comendo o muleke do orfanatoContos eroticos chupando o funcionario heteroconto gay tirei o atraso do meu primocontos eroticos com a tiacontos minha irmãzinha tinha mania de sentar no meu coloconto de ranquei cocó do cu do novinho que chorou na minha pica grandefui forcada a chupar papaiContos eroticos-Virei pridioneira lesbicavvidos de muler co casoro. fudemocontos minha mulher com um dotado mi fez chupa eledei a buceta pra não me entregarem contos reaiscontos bebendo gozo do militarchupei mas nao dei que pena contosminha tia casada matutinha contosChupa minha piroca ingridamolecendo dentro da xanacontos erotic quarto empregadative dar para um dotadoMetendo na perereca da maninhadepilada entrei nua no quarto contoscontoerotico meu padrastomim comeupaugrossocontoseroticoscontos eroticos eu era virgemcontos comendo o cuzinho da fazendeiracontos incestos dividindo o filhocontos eroticos menina com banana no cuconto erótico terminando a reforma com esposaconto negro taradofudendo a boca da namorada/contos eróticosgarotas virgens bundudas enrabadas no circo contos eroticos