Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

(MEU PRIMO JORGE (EU/LUCA E O FRANCISCO) 4)

Click to Download this video!

à noite o meu primo já estava esperando em sua cama sá de cueca e na mesinha ao lado uma champagne e três taças.

Eu fui o primeiro a chegar ele levantou e tirou o seu pau para fora. Peguei seu pinto duro na mão enquanto me sentava ficando com ele na minha frente com seu pau na altura de minha boca e comecei então a chupar e ele gemendo pedia que chupasse suas bolas, fazia isso voltando novamente pra seu pau.

Ele implorando que fizesse mais devagar porque estava deliciosa minha chupeta e queria aproveitar ao máximo minha boca, mas se eu continuasse no mesmo ritmo iria gozar logo.

Disse que não teria problemas e que o Chiquinho já estava chegando e ele ia ter quantos boquetes quisesse naquela noite. Ele então meteu seu pau na minha boca, segurou minha cabeça e não demorou muito e encheu minha boca de porra.

CHIQUINHO= Pelo jeito a festinha já começou sem mim.

O meu primo mandou eu tirar a roupa do Chiquinho e deixá-lo peladinho.

Jorginho puxou o chiquinho pra uma poltrona deixando ele ajoelhado nela com a bunda toda exposta e eu fui se chegando e com as mãos arregaçando aquela bundinha e expondo o cuzinho do Chiquinho, dei então umas pinceladas nele como meu pinto que imediatamente ficou duro como uma rocha...dei uma cuspida na sua bunda espalhando o meu cuspe no seu cuzinho...cuspi novamente na cabeça do meu pau e bati uma breve punheta para lubrificar o meu pau.

Então posicionei o meu pau na portinha do seu cú, passando a pressionar e enfiei ate o talo da minha piroca nele.

PRIMO= Mete nesse putinho...vai enfia sem dá...deixa o cú dele todo alargado..e eu forçava cada vez mais.

Eu forçava cada vez mais e ele puxava o meu quadril de encontro ao dele. E fui sentindo ele entrar cm por cm até que nossos quadris se encontraram. O Jorge então tirou seu pau pra fora.

JORGINHO PARA O CHIQUINHO= Chupa meu caralho, enquanto o Luquinha te fode.

Não demorou muito e o meu primo encheu a boca do Chiquinho de porra. O primo limpou o pau e sentou noutra poltrona e ficou assistindo eu fuder o Chiquinho, fui dando estocadas mais rápidas e em seguida já estava enchendo o seu cú com a minha porra.

Ainda com nossos corpos grudados, cheguei bem pertinho do seu ouvido e disse baixinho (Te amo)

O meu primo voltou para cama e mandou ficarmos ao seu lado.

PRIMO=Me chupem gostoso, quero vocês dois ao mesmo tempo.

É claro que aproveitávamos para nos beijar e nos tocar, enquanto agente chupava o pau dele.

O Celular toca e ele não atende. Tocou mais uma vez, mais uma, duas, três, quatro e perdemos a conta de tanto que tocou. O primo puto foi atender. Parecia uma briga e descobrimos que era a namorada dele e o Jorginho mal falava e sá escutava.

O Jorge desligou o celular e mais que depressa, mandou agente arrumar todo o quarto e não deixar vestígio nenhum de sacanagem por lá.

CHIQUINHO= Mais porque isso?

PRIMO= A Marcela está vindo para cá e vai dormir aqui hoje. E ainda me disse que tem uma semana que não nos vemos. E que amanha assim que clarear o dia vamos para angra encontrar com os meus pais.

Felizes com o acontecido, tratamos de limpar o mais rápido possível. Pegamos a Champagne e as taças e fomos para o meu quarto.

Do meu quarto dava para escutar os dois brigando.

EU= Que safado esse meu primo hem! Tem namorada e gosta mesmo é de fuder menininos.

EU= Tive uma idéia!! Venha comigo! Descemos as escadas e fomos direto para a casa do Chiquinho, o mandei entrar pela janela e bati na porta.O seu pai me atendeu de pijama e como sempre muito sério.

EU= Boa noite!(E ELE NÃO ME RESPONDEU) Eu queria pedir para o senhor deixar o Chiquinho dormir na minha casa, o meu primo que estava tomando conta de mim, mais a namorada dele chegou e depois de discutirem muito parece que vão viajar para angra. E eu não gosto de ficar sozinho naquela casa tão grande.

O PAI DO CHIQUINHO PENSOU UM POUCO E DISSE:

PAI DO CHIQUINHO= Mais que irresponsabilidade do Jorge. (chamou o Chiquinho quase gritando)

CHIQUINHO= O que foi pai, o que esta acontecendo?

PAI DO CHIQUINHO= O Lucas vai dormir sozinho na casa e você vai dormir La com ele viu!

CHIQUINHO=Tá certo! Eu vou! Mais amanha bem cedinho eu volto para casa para fazer o seu café.

PAI DO CHIQUINHO= Não precisa! Eu faço o café e dou um jeito na casa. E aproveitem o dia de amanha para se divertirem o Lucas tem andado muito sozinho e você como amigo dele tem que dar força para o seu amigo.

Voltamos correndo para a minha casa e subimos para o meu quarto e os dois ainda estavam brigando.

Ligamos a TV e desligamos a luz do meu quarto, sá deixamos a do abajour acessa. Abrimos a champagne e bebemos.

Em menos de meia hora, já estávamos meio bêbados e sedentos e famintos de sexo. Ficamos olhando um para o outro e seus lábios foram se aproximando dos meus, senti um leve arrepio no momento em que sua boca colou na minha. Sua língua estava deliciosamente macia e suculenta.

Levei a mão na sua coxa, senti os pelos curtos e comecei a subir até sentir que minha mão entrava pela perna larga da sua bermuda, senti o seu saco e percebi que ele estava sem cueca, comecei a massagear suas bolas, ele começou a se mexer, senti a base do seu pinto na ponta dos meus dedos, mas na posição em que estava não dava para segurá-lo, ele afastou a sua boca da minha e encostou a cabeça no travesseiro e fechou os olhos, sua respiração estava bastante ofegante, comecei a morder seu mamilo, tirei a mão do seu saco e comecei a apertar seu pinto muito duro que permanecia dentro da bermuda, agora eu chupava seus peitos, fazendo com que ele gemesse, ainda com o seu pau na mão eu ouvi sua voz que mais parecia um sussurro.

CHIQUINHO= Chupa o meu pinto!! Chupa,meu amor.

Ajoelhei entre suas pernas e comecei a puxar ate tirar sua bermuda por completo, comecei a lamber sua coxa e minha língua subiu até chegar à virilha, senti os pelos do seu saco no meu rosto, comecei a lamber suas bolas, ele gemia, abria mais as pernas e segurava minha cabeça, seu pau estava com um cheiro gostoso de sabonete que me excitava mais ainda.

Minha língua agora estava na base da sua piroca, continuei lambendo cada pedacinho do seu pau até chegar à cabeça avermelhada, segurei firme e comecei a engolir, seu pau estava muito duro e latejando, eu sentia o gosto do líquido pegajoso que escorria da sua piroca comecei a chupar com mais vontade, minha boca subia e descia naquele pau delicioso, ele apertava minha cabeça e seu pau entrava todo até a minha garganta.

CHIQUINHO= Tire a sua roupa também meu amor, fica peladinho.

Tirei a roupa e voltei a chupar o seu delicioso pau. O Chiquinho foi me puxando para cima, comecei a subir lambendo sua barriga, seu peito, seu pescoço até chegar à sua boca.

EU= Te amo.

CHIQUINHO= Te amo também.

O Chiquinho foi virando o meu corpo com delicadeza e me posicionou de bunda para cima e na hora eu soube quais eram as suas intenções.

Peguei o travesseiro e pus na altura do meu pinto, fazendo a minha bunda ficar bem empinada. Senti a sua língua quente no meu cuzinho, ele abria minhas nádegas e chupava meu cu me fazendo delirar.

EU= Hummmmmmmmmmmmmm!!! Como eu adoro sentir a sua língua no me cuzinho meu amor.

Sua língua foi subindo pelas minhas costas, e depois veio o peso do seu corpo sobre o meu, seu pinto duro e quente roçava na minha bunda, O Chiquinho beijava e lambia minha nuca e orelha, eu gemia, já estava completamente dominado por ele, então senti a cabeça da sua piroca na porta do meu cu, abri mais as pernas, como eu estava meio altinho por causa da champagne consegui relaxar e ele começou a me penetrar, senti a cabeça entrando, era uma dor deliciosa, comecei a mexer a bunda e seu pau foi entrando e deslizando com facilidade, logo senti que o seu pinto já estava todinho enterrado no meu cu, e eu sentia os seus pentelhos na minha bunda.

EU= Mete gostoso me mim, meu amor.

CHIQUINHO= Eu vou te amar para sempre. Eu quero você sá para mim.

EU= Mete com vontade meu amor, Quero sentir a sua força de machinho.Quero ser a sua fêmea enquanto me fode.

O meu amor começou a meter com muita força, eu sentia a sua vara entrando e saindo quase me deixando sem ar, Tirei o travesseiro debaixo de mim e fiquei de quatro, segurei o meu pau e comecei a bater uma punheta, ele gemia muito, senti seu corpo tremer e seu pau inchou dentro de mim e começou a jorrar porra,era tanta porra que começou a sair e escorrer pela minha perna e sentindo aquilo eu gozei também, gozamos muito,o meu amor já sem energia e força soltou o peso do seu corpo sobre o meu e ficamos assim por um bom tempo, deitadinhos e ele em cima de mim.

Estávamos suados e todo melado das nossas porras e mesmo assim apagamos e dormimos, eu por baixo e ele por cima com o seu pinto encaixado na minha bunda.

De madrugada acordamos e fomos tomar banho, trocamos os lençáis e voltamos a deitar. Tentamos dormir já se passava das 03:00 da manha, resolvi descer e pagar um suco e aproveitei para levar a garrafa vazia de champagner e as taças, joguei fora a garrafa e lavei os copos e os guardei.

Voltei para a cama e ficamos conversando baixinho, falando da vida e lembrando, do que tinha acontecido em nossas vidas naquele curto período de tempo.

(Eu para o Chiquinho) já nos conhecíamos há quase um ano e nunca nem nos falávamos um bom dia pelo menos por educação.

Acordei um dia com o meu primo me ensinando a chupar um pinto e a beijar na boca e a noite eu fui apresentado a você e mal falamos e veio você já chupando o meu pinto. Foi exatamente neste momento que eu pela primeira vez passei a te observar melhor e vi que você era lindo e me apaixonei.

E nesta mesma noite você me ensinou a fuder, você foi a minha primeira tranza. Mais não foi uma tranza qualquer, além de lindo você foi muito amoroso comigo. E no dia seguinte eu já estava te amando e não suporto nem pensar em um dia te perder.

Deitei no seu peito e comecei a chorar.

CHIQUINHO= Você está chorando meu amor.

EU= Estou chorando de felicidade. Os meus pais morreram muito jovens e eu fui criado por parentes, eles faziam de tudo por mim mais ainda me faltava o amor.

A grana deles ficou curta e não puderam mais ficar comigo, e me trouxeram para cá. Esses meus tios são átimos e me deram um bom colégio e uma vida muita boa mais ainda não tinha o amor.

Eles são muito gentis e se preocupam com o meu futuro.

E do nada chegou você invadindo a minha vida e o meu coração sem pedir licença, há 19 anos que eu procuro o amor e ser amado de verdade.

E no segundo dia que eu te conheci descobri que te amava e era correspondido.

Por isso! Que agora eu tenho tanto medo de te perder meu amor.

CHIQUINHO= Você nunca vai me perder,nunca, entendeu!!!!

O dia amanheceu e eu ainda estava aconchegado ao seu corpo.

EU= Eu queria que o tempo parasse agora, para eu nunca mais sair dos seus braços.

CHIQUINHO= O tempo não precisa parar meu amor. Porque eu nuca vou deixar você sair dos meus braços.

Levantamos e fomos tomar um banho eu o ensaboei e ele me ensaboou, lavei os seus cabelos com o meu melhor champoo e ele lavou os meus. Secamos-nos e vestimos as roupas.

A EMPREGADA= Vocês vão tomar o café da manha, agora?

EU= Não! Vou tomar o café na casa do Chiquinho.

A mesa estava posta e esperando pelo filho.

CHIQUINHO= Bom dia pai!

PAI DO CHIQUINHO= Bom dia!

CHIQUINHO= Trouxe o meu amigo para tomar café aqui em casa.

PAI DO CHIQUINHO= Mais aqui é tudo muito simples sá tem café, pão e queijo.

EU= Eu não ligo para estas frescuras.

PAI DO CHIQUINHO= Já que não liga! Vou fazer companhia para vocês e tomar pela segunda vez o café. Rsrsrsrsrsrss

Pela primeira vez vi o seu Antônio rindo, e foi o melhor café de todos os tempos.

Conversamos e às vezes falávamos todos de uma sá vez e o seu Antônio dava gargalhadas.

SEU ANTÔNIO= Assim não dá! Vocês falam como gralhas e ao mesmo tempo e não se entende nada.

Passamos a manha toda conversando e até deitamos numas redes para escutar as histárias do seu Antônio (MEU SOGRO) rsrssrs

SEU ANTONIO= Filho, temos que preparar o almoço.

E fomos os três para a cozinha.

SEU ANTONIO= Se o Lucas ajudar vai ter o direito de almoçar com a gente, né filho! Será um prazer ter você almoçando agente.

E foi uma farra na cozinha, fizemos macarronada e foi à melhor que já comi ate hoje.

Depois do almoço eu e o Chiquinho lavamos os pratos e deixamos a cozinha toda limpa e quando acabamos de limpar o meu sogrinho já estava dormindo e roncando na poltrona da sala.

EU= Mozinho, seu pai ronca muito! Rsssr Será que você também vai roncar assim quando ficar mais velho! Rsrsrs

CHIQUINHO= Olha quem está falando, sabia que você já ronca! Rsssr Ontem à noite eu acordei duas vezes com o seu ronco. Rsrsrsrs

EU= Mentiraaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!

CHIQUINHO= Verdadeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!!!! Mais eu te amo mesmo assim!

EU= Vamos para o meu quarto, ver um filme e ficar na cama abraçadinho?

CHIQUINHO= Vamos sim. Quero passar, toda à tarde, bem agarradinho em você. Sá não garanto que eu vá ficar sá abraçadinho viu! Rsssrs

EU= Seu safado!!!!!!!

Já mo quarto, fechei as janelas e as cortinhas para ficar bem escurinho e não deixar a claridade do sol entrar.

Liguei o ar condicionado e coloquei um filme no DVD.Tiramos as nossas roupas e nos enfiamos debaixo do lençol.

Virei de lado e o meu namorado me abraçou e ficamos de conchinha e ele coloca a mão na minha perna e começa a me acariciar e a beijar a minha nuca. Não aguentando aquele pinto duro me roçando, passei a dar umas reboladinhas.

EU= Você é mesmo muito tarado, seu safado!

CHIQUINHO= Como posso não ser!! Se você esta todo peladinho e ainda por cima me excitando mais do que eu já estou. O safado e o tarado aqui é você meu mozinhu.

O Chiquinho ficou se esfregando na minha bunda e começou a bater uma punheta no meu pinto me fez gozar bem rápido. Ele me virou e limpou todo o meu pau com a sua boca que permaneceu duro como uma rocha.

E fizemos um delicioso 69, eu chupando seu pau e ele o meu cú e às vezes ia para o meu pinto, enfiou dois dedos no meu cú, um de cada vez e começou um vai e vem delicioso enquanto eu o chupava.

Chiquinho= Tõ quase gozando meu amor.

EU= Goza gostoso na boquinha do seu namorado. Dá o seu leitinho para eu beber.

Ele gozou muito e a sua porra veio mais grossa e os jatos bem mais fortes e ainda com os dedos no meu cu chupava o meu pau e gozei em sua boca.

Levantei e peguei-o pela mão e o levei para o banheiro.

EU= Vamos nos limpar.

O começou a lavar o seu pinto na pia e para fazer isso ele teve que empinar a bundinha e eu não resisti e ficava pincelando o meu pinto nele.

CHIQUINHO= Hummmmmmmmmmm ! Amor como ta gostoso isso!!!

O meu amor abriu bem as pernas e o meu pinto foi escorregando e ele rebolava e dizia que eu era o amor da vida dele.

CHIQUINHO= Hummmmmmmmmmmmm!! Ai amor!!!!!!!!!!!!!! Vai mais rápido amorrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr.Eu quero a porra do meu amor todinha no meu cu. Delicia!!!!

Eu já estava bombando e mesmo assim ele ajudava indo e vindo com o seu corpo e batia a sua bunda no meu pinto fazendo um barulho delicioso.

Dei uma parada para curtir o meu pinto no seu cu, mais ele me implorava para não parar.

CHIQUINHO= Não para não!!!! Continua !!!!!!!!!!! Deixa o cuzinho do seu amor bem arrombadinho.

Comecei a gemer e a gritar de prazer (GRITOS ABAFADOS) Virei o seu rosto para trás e encontrei a sua boca e a beijei. Gozei no seu cuzinho e ele gozou também sem mesmo tocar no seu pinto.

Como já estávamos no banheiro tomamos um delicioso banho e voltamos para a cama. Voltei o filme ao começo e assistimos bem abraçadinhos.

às vezes rolava uns beijinho e carinhos mais conseguimos ver o filme todo.

FIM (CONTINUAÇÃO)



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos ele me convenceucontos meu marido gosta que meu ex me comaconto picante com colegaContos de Puta que pra ela so dava rolao cavalocontos eroticos cheguei em casa mais cedocontos eroticos espertinhacontoseroticos foi fuder no mato e foi comida por malandrosmuile fudeo nacaxueraconto de mulher transando com meninos novinhoscontos eroticos de padrinhos iperdotados comendo casais e comadrescontos eritico papai colocou de castigocontos eróticos de bebados e drogados gaysconto erótico vó e seu netinhoconto erotico eu fui no ensaio da escola de samba e dei o cu lacontos eróticos de brigas e submissão relato erotico marido traiconto comi o cu da minhamaeprimeiraveznabundinhasexo meu irmao quer fazerdois gay fudendo violentamentw/entre sicontos eroticor viadinho no cocheiracontos eroticos chantagem de carnaval contos eroticos sou assediado pela m mae e m, irma[email protected]contos de cú de madrinhacontos eróticos minha esposa recatada chorouContos erotico marido bracinho corno de negaoconto de sexo incesto com mae camila fez meu filho mim comerninfetas com vestidos beijando peitoral dos travestiscontos eroticos casei com um velhocontos eróticos pegando a namorada bebada do amigo contos eróticos Paula vizinha casada gostosacontos eroticos mae e filhocontos eroticos de fui fudido junto com minha mulherboquete sem lavar baixarcasada meu patrao me comprou e arrobou meu cu virgem contos eroticossexo e esganaçaoMinha sobrinha pediu para eu dar um shortinho de lycra pa ela usa sem calsinha para mim contoscoroa e menino meu pecado comto eroticoConto erótico minha irmã me chamou pra ir ver a porta do guarda fato que quebrou e ela enpinou a bunda pra mimorando outros peitões da bundona gostosaEnchi a buceta da sogra de.porra contocontos eroticos pastor safadocontos eroticos de cornos e veiascontos eroticos maes de amigoscontos gays/sendo chantageado e levando ferro a forçacontos/dp na esposinha na lua de melpunheta para sogra contosDei meu cu gay pro seguraca do meu paicontos d cachorros mamandominha patroa gortosa e tarada por pauGGFoderam gente contos tennscontos eróticos f****** a mineirinha s*****isso contos eróticoscontos eróticos incesto minha putinha dengosaconto quente minha esposa deu para o mendigovoyeur de esposa conto eroticoContos eroticos, seduzi meu filhocontos encoxei mae no tremconto rrotico ytanzando com abobrinhaconto erotico footjob da primagordinho tetudo conto eroticocontos dei um beijao na boca do meu tioconto erritico com a tia no carricontos eróticos cunhado retardadocontos eroticos fudendo a mae travestixvidio.vagbuda.virgemcontos eróticos "peladinho" sobrinhocontos eroticos estrupada pelo mei maridocontos eroticos o estuprador me fudeu covardimenteconto erotico com amigo velho coroa grisalho peludohistoria porno de meninas com seu irmao tarado nocampconto erofico comi minha sogracontos eroticos de fudendo com o pai depois de apanharmeu pai me deu CÃO pastor alemão de presente e....- contos de zoofiliawww.porno chupado os peito ate fica roxo.comhetero batendo punheta conto gaycontos de putaria gay o garoto e o vigiavirei um gay na adolescência contos eroticoscontos eroticos comendo o bundao crentes vadiasboqueteira gaucha contoesposa bunduda rece be uma proposta para da cu ela nunca deu contos eroticos Casada viajando contoscontos eroticos com a diretora da escolaconto eroticos com a namorada e minha irma acampandoentiada mimada pau na conaporno abuzado mulhe olho tapadocontos eróticos gay advogadoFoderam gente contos tennscontos eróticos de lésbicas meu marido mandou sua irmã me ensinar a dirigircontos eroticos enrabada pelo professor de academiaquero ver no boa f*** de mulheres com shortinho todo enfiado no rabocontos eroticos sobre voyeur de esposaas coroa metendo a casa do corpo da pulsocontos eroticos de homens bicontos eroticos vi minha esposa me traindocontos cheiro dela eroticos