Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TREPANDO COM O ENTREGADOR DE PIZZAS

Click to Download this video!

Um entregador de pizzas, já tinha me beijado, lambido e chupado a boceta na garagem aqui de casa e que tínhamos combinado que iríamos para o motel juntamente com o meu marido e fomos. Foi numa quinta feira a noite, ele estava de folga e a esposa dele de plantão no posto de saúde onde trabalha como enfermeira. Ele me ligou por volta das nove e meia da noite e eu confirmei que as dez horas, eu e meu marido o estaríamos esperando em um posto de gasolina onde poderia deixar a moto dele. Ás dez horas pontualmente ele chegou. Estacionou a moto e entrou em nosso carro me cumprimentando com um beijo no rosto e dando um boa noite para o meu marido.



Meu lindo corninho antes de ir para o motel resolveu ir até uma conveniência para comprar cigarros, camisinhas, e enquanto isso, eu e ele ficamos dando uns amassos dentro do carro fazendo um esquenta. Eu usava um micro vestidinho azul com uma tanguinha vermelha por baixo, sandálias de saltos altos nos pés e batom vermelho nos lábios combinando com a cor do esmalte das unhas dos pés e das mãos. Ele me acariciava os seios e me beijava gostosamente. Quando o meu marido chegou e nos viu nos amassos ele falou: “Amorzinho, pule pro banco de trás e aproveite que ainda é cedo e vou dar umas voltas pela cidade.” Eu nem acreditei.



Meu maridinho corno rumou para o centro da cidade fazendo questão de deixar o vidro do carona abaixado e enquanto ele dirigia, eu e o Celso, nos esbaldávamos no banco traseiro do carro, que tesão. Meu marido pegou a rua 19 de julho que estava movimentada e se dirigia para a área central de Campo Grande-MS, em velocidade lenta, como querendo que outras pessoas nos vissem naqueles amassos. O Cleso havia se sentado bem no meio do banco traseiro e eu me sentei no colto dele e sentia a sua língua me lambendo os seios com o meu vestido já abaixado. Como eu fiquei com a bunda quase junto do meio dos bancos dianteiros, o meu marido me acariciava nela, que delicia. Quando ele parou no sinal vermelho da rua 19 de julho, esquina com a avenida Afonso Pena, eu me ajeitei e o Celso me tirou a tanguinha, que doideira.



Me recostei na lateral do carro com as pernas abertas e o Celso caiu de boca nos meus joelhos, coxas e boceta, nossa, como ele me chupou gostoso ao mesmo tempo que enfiava o dedo no do meio da sua mão direita no meu cuzinho, que tarado. Quando gritei que tava gozando o meu maridinho me mandou tirar a bermuda dele e chupar o pau dele, eu obedeci no ato. Toda melada com os meu gozo escorrendo pro meu cu, eu me posicionei me deitando no colo do Celso e apás tirar a sua bermuda, deixando ele peladinho, cai de bocas no seu pau e no seu saco com as duas enormes bolas. Do jeito que eu chupava o seu pau eu ainda, apertava as bolas. O Celso gemia e delirava de tesão jogando a sua cabeça para trás enquanto o meu marido me incentivava a chupá-lo bem gostoso. O Celso me falou que tava pra gozar e meu marido me mandou parar de chupa-lo e sem deixar de dirigir e ir me dizendo o que eu tinha que fazer, ele me mandou ficar de quatro pro Celso me meter, foi incrível.



Fiquei de quatro me apoiando no banco do carona da frente e o Celso se posicionou atrás da minha bunda abrindo ela e enfiando a sua língua no meu cu para em seguida, encostando a cabeça do seu enorme e duro cacete nos lábios da minha boceta, aos poucos, de forma carinhosa, ir enfiando aquela delicia de pau na minha xoxota. Quando ele colocou todo o pau dentro da minha boceta, ele me segurou nos quadris e mandou ver com vontade e eu comecei a gemer de tesão a cada estocada que ele me dava e gemia olhando pro meu marido que dirigia calmamente pela avenida Afonso Pena. Eu gemia alto, meu corpo delirava a cada metida forte que o Celso me dava com o seu duro cacetão na minha boceta. Me lembro que quando estávamos passando em frente ao Shopping Center Campo Grande, o Celso me apertou com mais força os quadris e berrou que ia gozar, foi uma loucura. Eu e ele, gemendo feito dois tarados gozamos gostsamente, eu no pau dele e ele na minha boceta, foi uma delicia.



Não demorou e senti a sua porra escorrer pelas minhas coxas e sem demora me virei e comecei a limpar o seu pau engolindo o restante de porra que o seu pau expelia. Quando terminamos de gozar o meu marido que estava enlouquecido de tesão por me ver ser comida enquanto ele dirigia, parou o carro num hot dog onde tomamos cada uma latinha de cerveja, fizemos um lanche leve e depois que eu e o Celso no refizemos, saímos novamente a andar sá que desta vez o Celso me comeu o meu cu e depois, esporrou gostoso na minha boca, foi uma noite maravilhosa e acabamos nem indo pro motel como tínhamos combinado. Agora iremos repetir daqui uns dias essa trepada dentro do nosso carro mas em um local com bastante movimento. Não vejo hora de repetirmos essa brincadeira. Meu msn é [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


rola mole rola dura bate até que furacontoseroticoscdzinhasconto etotico antebraco na vaginacoros bem casada no primeiro anal da vida contos mais lidoscontos com leite na bocacontos dei pro mulequinho de ruacontos eroticos enrabada a forca pelo padre dentro da igrejacontos do sexo menina mimadacontos cu da minha prima escondido no paioldormino na mesma cama com duas irmas fudeno uma e a outra ficano com tesaocontos mia mulhe linda aromou u amate muito bemdotado ela gemi muito na rola delecontos eroticos esposa de leg e fio dentalcontos gay comi na lajeConto erotico dei meu cuzinho pela 1vezcontos eroticos sobrinha casada da minha esposacontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidocontos de rabudasContos mulher casada com lesbicasenteadinha contoscontos eroticos engravideiContor eroticos de sexo chupada dapererecabucetiha tihocontos eroticos o bicho do tiocontos casada com meninocomendo o cu da sogra contoconto dpsonhador contos eróticos i****** mãe e pai f****** a b***** da filhacontos eroticos verdadeiro primo bem dotado da minha mulher pasa ferias em casaconto erótico não resisti dei para meu primoContos namorada na praiacontos de vizinhaso pedreiro.dormiu no.meu quarto conto gaycontos eróticos minha cunhada se soltou e eu enrabeiReparei maquina de lavar para minha tia conto erodicoo emprego q mudou minha vida casa dos contoscontos eroticos dei pro namorado da minha irmameu priminho estava batendo punheta para mim contos eroticosEnrabei a sobrinha da minha esposa contosinversão contos eroticos tennisconsultora pega a cliente e a faz gemer de prazertitio pedia q eu sentasse no seu colo e fazia cariciasConto erotico e familha tio pega a sobrinha peladinhacontos de coroa com novinhoconto érotico noiva chora pau genrocontos eroticos dormindoconto eroticos gay comi o cu do filho do meu tioconto erotico virei cadela barcontos orgia com maeconto erótico comendo amiguinha do meu filhocontos de coroa com novinhopes da minha tiacontos eroticos de chifresSimone chupando pau de joelhos e levando gozada na bocacontos eroticos eu ajudei meu amigo brincado filinhas contos eroticoscontos eroticos crossdressercontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidocontos eroticos seduzi uma mulher e roubei elacontos eroticos formatura da secretariacontos negao limpando quintal da casadaContos eroticos de irman eirmaoconto erotico arrombei o travesti do baile funkContoseroticosdecaronacontos eroticos abri uma cratera no cu da filha da minha primaconto anal evangelica cavalonaMe comeram ao lado do meu namoradoMinha tia coroa mostrou seu bucetao peludo contoscontos safadezas com a tia casada inrrustidaContos fiquei bebada e me chuparamcontos eroticos seduzi meu cunhado e tomei sua porracontos eroticos- paguei minha filha pra cheirar sua calcinhameu cunhado contos de casadasconto traindo na lua de mel com massagistacontos eroticos menina tomando.leite na colhercontos eróticos heterossexuais dei para um bandidoconto erotico minha namorada dançando com outro na baladacontos eroticos mulher do primomeu intiado me come eu e a minha finlha contos eroticoscontos erotico ele quis ser corno e eu providencieicontos eróticos JulianaContos eroticos no onibus