Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SEU ERASMO PARTE 2

Click to this video!



Continuação do conto Seu Erasmo.

Passei o dia pensando no que havia acontecido na casa de Seu Erasmo. Eu era sá um garoto, que horas atrás não sabia o que era sexo e em apenas uma tarde um homem que eu praticamente não conhecia havia enfiado os dedos em mim e, principalmente, havia comido a minha bunda. Não que eu não tivesse gostado. Eu gostei muito, principalmente porque não doeu tanto, o pau dele não era grosso, então eu senti mais prazer do que dor. É que eu não sabia, sequer, que a gente podia enfiar alguma coisa na bunda. Eu era bem inocente nestes assuntos.

Logo no dia seguinte, depois que saí da escola, passei na frente da casa do alfaiate, e estava fechada. Quando já me distanciava, ouvi um “ei, menino, vem cá, que tua roupa ta pronta!”. Olhei e vi o velho da janela, me olhando meio sorrindo e me chamando. Quando cheguei à porta ele já estava abrindo, deixou eu entrar e me interrogou:

- Contou pra sua mãe?

- Não.

- Nem pra ninguém?

- Não.

- Gostou do que eu fiz contigo?

- Não sei – disse encabulado.

- Como não sei? Não gostou? Não gostou do meu pau?

Eu fiquei calado. Ele me puxou para um sofá, onde ficavam restos de tecidos e mandou eu tirar a roupa. Eu tirei a camisa e a calça e desta vez estava de cueca.

Seu Erasmo se aproximou. Baixou minha cueca e alisou minha bunda. Ele me dominava, eu não sabia como, ficava meio hipnotizado com o que ele fazia. Seu Erasmo me deitou no sofá velho, de bruços, massageou minhas costas e pernas, depois, com calma, abriu minha bunda. “Cuzinho lindo”, ouvi ele dizer, enquanto começou a lamber meu rego. Passava a língua de baixo pra cima no meu rabo, esfregava a barba rala e enfiava a língua bem fundo, mas bem fundo mesmo. Aquelas carícias me alucinavam e em poucos momentos eu estava empinando a bunda pra que ele metesse a língua até onde quisesse.

Depois de me excitar bastante, Seu Erasmo mandou que eu chupasse o seu pau. Embora excitado, naturalmente que me recusei, porque jamais tinha feito aquilo. Ele não reclamou e passou a cuidar de novo da minha bunda, melando de saliva e enfiando dois dedos nela. Dei um gemido fundo, tentei escapar daquela dedada profunda, mas ele segurou meu corpo e meteu os dedos até o fim. “relaxa”, ele dizia no meu ouvido. E os dois dedos eram socados com calma no meu rabo, indo até o fundo e depois saindo quase que totalmente, para depois entrar novamente com firmeza. Sem tirar os dedos do meu rabo, seu Erasmo foi aproximando o pau da minha boca, sem falar nada, sá aproximando.

Os dedos continuavam a brincadeira na minha bunda. Meu prazer estava concentrado ali. Eu sentia os movimentos que ele fazia e nem percebi quando seu pau encostou em meus lábios. Abri a boca instintivamente e seu pênis entrou na minha boca. Ele metia com cuidado. “sente o gosto”, ele dizia, e eu sentia o gosto do seu pau. “mete mais na boca”, e eu deixava o pau entrar mais, molhava com saliva e ele gemia. Eu gostava quando ele gemia, sentia que ele também estava gostando.

Depois que eu chupei bastante, seu Erasmo me colocou no braço do sofá, de costa pra ele, cuspiu na mão e melecou minha bunda. Eu respirei fundo, prevendo o que viria e senti o seu pau na entrada. Como da última vez ele enfiou fundo até o fim. Eu gemi, tentei escapar, mas o pau alojou-se em mim lenta e firmemente. Seu Erasmo me segurou pelos quadris e começou a socar lentamente no meu rabo. A dor ia passando e o prazer percorrendo todo o meu corpo. Eu respirava fundo e já empinava a bunda para receber o seu pau totalmente. Desta vez ele ficou mais tempo dentro de mim, me fudendo com firmeza, arrancando gemidos. Quando dei por mim estava gozando em cima do sofá. Seu Erasmo percebeu e enfiou mais fundo ainda, passando a socar seu pau com força no meu cu. Eu gemia e aguentava o tranco, sentia o corpo pesado dele, o pau enfiando-se dentro de mim, até que ele gozou. Senti um líquido quentinho entrando e ele relaxando sobre mim. Passou alguns minutos ainda nesta posição, apenas respirando, e depois levantou.

“bundinha gostosa”, sussurrou, enquanto me dava uma palmadinha e ia para o banheiro. Com poucos minutos voltou, já vestido, me entregou as roupas que minha mãe havia encomendado pra mim e novamente perguntou se eu voltaria.

Na segunda-feira eu venho, confirmei. O velho sorriu e disse que ia me esperar. Eu contou como foi na terceira parte deste conto. Contato: [email protected]



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


mandei a rola na minha enteadinha de seis anoscontos incesto de cumadrecontos de incestos e surubas ferias entre irmas fazendadscontos eróticos chupa querido aiiiiamiga inseparavel chupa a bucete uma da outracontoesposanuaconto erotico onibusconto eróticos putinha da famíliacontos mamei a pica do caocontos erotico dono de sitio meti com a esposa dos empregadocontos erotico comi ocu.da mulherdo meuvizinhoContos eroticos de policiais sacanacontos eroticos mendiga negracontos pornos irmas naturistascontos eroticos mae desnaturada 2No baile funk doidinha se esfregando de maisfui errabada pelo meu avocontos eroticos abri uma cratera no cu da filha da minha primainsesto novinha tava bricano e fico engatada com cachorrogenro da piroca grossa deixa sogra doidinha,contos e relatos eroticoscontos eroticos de muheres casdas q alivirao seus fusionarioconto erotico marido bebado sogro fode noraMeu sogro cheirou minha calcinhaPutinhas mamando contoseroticoscontos cris super dotadotransando a sobrinha em pleno sono profundomaisexo peituda goza no oralcontos eroticos menina com pedreirocontos eróticos "peladinho" sobrinhocontos eroticos engravideicache:NCvA3Q684K4J:tennis-zelenograd.ru/conto-categoria-mais-lidos_4_10_incesto.htmltirei a virgindade das priminhas inocenti contos eroticosmeu filho me comeuContos eróticos linguada safadocontos eroticos piscina peitos fartos seduzicontos eróticos de bebados e drogados gayscontos eroticos o dia que comi a novinha gordinhaContos mulher coloca silicone no peito e marido vira cornonovinho da pica gigante atolando no mulequeinhodona florinda putaContos enganei minha esposa vendei ele eo meu amigo comeu elaconto erotico perdendo a virgidade com o porteirocontos eroticos fudendo minha bisavocontos eróticos massagemcontos eroticos nane descomunalcontos eróticos tenho um caso com minha sograa esposa baiana do meu amigo contos eroticossobrinha gosta de sentar no colo do seu tio so de vestidocavalogozou forte na boceta da safadaconto pai por favor mim enxugamulheres no salão chupando e se masturbando com dançarinomasturbando no banho ponhou nangueira de agua na bucetawww.meti na minha filha a forçadepilando a minha tia gravida contos eroticostravestis novinha fazendo b****** Oi tomando muito agitada na bocacontos eroticos tia marta morena coroa tenho bunda grandetrai meu marido com um moto taxi contoconto erotico estuprada de biquínimeus tios uma historia real 1contos no cu é mais gostosoEu e meu ex primo viuvo conto eroticogozounaminhacaracontos eroticos- meu namorado tirou minha virgindade no meio do matocontos eróticos longos viagemconto incesto minha linda maezihaContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas dormindoComtos casadas fodidas pelos empregados do maridocontos de encesto marianaviadinho japones dei pro negao do caminhão contos eróticosContos fiquei bebada e pedi pro meu marido me levar no puteirofotos de loira sapeca abrindo as pernas a abrindo a xana rosa