Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SEU ERASMO PARTE 2

Click to this video!



Continuação do conto Seu Erasmo.

Passei o dia pensando no que havia acontecido na casa de Seu Erasmo. Eu era sá um garoto, que horas atrás não sabia o que era sexo e em apenas uma tarde um homem que eu praticamente não conhecia havia enfiado os dedos em mim e, principalmente, havia comido a minha bunda. Não que eu não tivesse gostado. Eu gostei muito, principalmente porque não doeu tanto, o pau dele não era grosso, então eu senti mais prazer do que dor. É que eu não sabia, sequer, que a gente podia enfiar alguma coisa na bunda. Eu era bem inocente nestes assuntos.

Logo no dia seguinte, depois que saí da escola, passei na frente da casa do alfaiate, e estava fechada. Quando já me distanciava, ouvi um “ei, menino, vem cá, que tua roupa ta pronta!”. Olhei e vi o velho da janela, me olhando meio sorrindo e me chamando. Quando cheguei à porta ele já estava abrindo, deixou eu entrar e me interrogou:

- Contou pra sua mãe?

- Não.

- Nem pra ninguém?

- Não.

- Gostou do que eu fiz contigo?

- Não sei – disse encabulado.

- Como não sei? Não gostou? Não gostou do meu pau?

Eu fiquei calado. Ele me puxou para um sofá, onde ficavam restos de tecidos e mandou eu tirar a roupa. Eu tirei a camisa e a calça e desta vez estava de cueca.

Seu Erasmo se aproximou. Baixou minha cueca e alisou minha bunda. Ele me dominava, eu não sabia como, ficava meio hipnotizado com o que ele fazia. Seu Erasmo me deitou no sofá velho, de bruços, massageou minhas costas e pernas, depois, com calma, abriu minha bunda. “Cuzinho lindo”, ouvi ele dizer, enquanto começou a lamber meu rego. Passava a língua de baixo pra cima no meu rabo, esfregava a barba rala e enfiava a língua bem fundo, mas bem fundo mesmo. Aquelas carícias me alucinavam e em poucos momentos eu estava empinando a bunda pra que ele metesse a língua até onde quisesse.

Depois de me excitar bastante, Seu Erasmo mandou que eu chupasse o seu pau. Embora excitado, naturalmente que me recusei, porque jamais tinha feito aquilo. Ele não reclamou e passou a cuidar de novo da minha bunda, melando de saliva e enfiando dois dedos nela. Dei um gemido fundo, tentei escapar daquela dedada profunda, mas ele segurou meu corpo e meteu os dedos até o fim. “relaxa”, ele dizia no meu ouvido. E os dois dedos eram socados com calma no meu rabo, indo até o fundo e depois saindo quase que totalmente, para depois entrar novamente com firmeza. Sem tirar os dedos do meu rabo, seu Erasmo foi aproximando o pau da minha boca, sem falar nada, sá aproximando.

Os dedos continuavam a brincadeira na minha bunda. Meu prazer estava concentrado ali. Eu sentia os movimentos que ele fazia e nem percebi quando seu pau encostou em meus lábios. Abri a boca instintivamente e seu pênis entrou na minha boca. Ele metia com cuidado. “sente o gosto”, ele dizia, e eu sentia o gosto do seu pau. “mete mais na boca”, e eu deixava o pau entrar mais, molhava com saliva e ele gemia. Eu gostava quando ele gemia, sentia que ele também estava gostando.

Depois que eu chupei bastante, seu Erasmo me colocou no braço do sofá, de costa pra ele, cuspiu na mão e melecou minha bunda. Eu respirei fundo, prevendo o que viria e senti o seu pau na entrada. Como da última vez ele enfiou fundo até o fim. Eu gemi, tentei escapar, mas o pau alojou-se em mim lenta e firmemente. Seu Erasmo me segurou pelos quadris e começou a socar lentamente no meu rabo. A dor ia passando e o prazer percorrendo todo o meu corpo. Eu respirava fundo e já empinava a bunda para receber o seu pau totalmente. Desta vez ele ficou mais tempo dentro de mim, me fudendo com firmeza, arrancando gemidos. Quando dei por mim estava gozando em cima do sofá. Seu Erasmo percebeu e enfiou mais fundo ainda, passando a socar seu pau com força no meu cu. Eu gemia e aguentava o tranco, sentia o corpo pesado dele, o pau enfiando-se dentro de mim, até que ele gozou. Senti um líquido quentinho entrando e ele relaxando sobre mim. Passou alguns minutos ainda nesta posição, apenas respirando, e depois levantou.

“bundinha gostosa”, sussurrou, enquanto me dava uma palmadinha e ia para o banheiro. Com poucos minutos voltou, já vestido, me entregou as roupas que minha mãe havia encomendado pra mim e novamente perguntou se eu voltaria.

Na segunda-feira eu venho, confirmei. O velho sorriu e disse que ia me esperar. Eu contou como foi na terceira parte deste conto. Contato: [email protected]



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


coroa casada depilada contoscontos chupando rola em terreno baldiocontos eroticoa novinha chupou pinto do cachorrocontos eroticos troca casais com gravidezcontos eroticos timidas coroastitio me fez gozar com shortcontos lesbcos primeira vez co minha primacontos eroticos trans hormonio calcinhawww.contoseroticos .com.br confossoescontos de esposa arrombada dormindocontos eróticos surpresa travestiContos eróticos engravidei na primeira trepadaminha sobrinha me chupou enquanto eu dormiameu namorado masturbou me na descoteca contosContos gays amante do tio velho desde de pequeno adoro vpu casar com eleconto esposa se transforma na casa de swingNunca desconfiei do primo da minha namorada. Contosbuceta toda escancarada putariacontos eroticos fui estupradacontos eróticos transando com o cara do carnavalcontos eroticos ijui rsContos briga de xanascontos eu e meu marido adoramos ir no cinema ver pornotres comendo uma mulher e um socando no cu do outro uma filinhaicontos eroticos,peguei minha filha e sua amiga transandoconto erotico real meu marido me liberou dar o meu rabocontos de incestos quebrei a pernacontos de chorei com a pica de meu avô no cusexo contos eroticos titio e aninhaminha tesudinhaestrupando visinha desmaiada por remedios contosdoutor esporreando muito no travedtixvedeo foi brincar com a prima efreguei pau nelaAtraido pela garotinha contos eroticosTia dando o cu para sobrinho garotinho contos eróticoscontos como dopar maridoconto eróticos entre amiguinhas do colégio contos/minha filha esfolou meu paucontos de sexo com animais rasgando com forçaFudendo a prima,contof****** a b******** da minha enteada Camila e ela Gozou muito no meu paucantos eroticos so casado mais o negao arrombou meu cucontos convenci ela a dar o cuzinhoconto erótico gay com muito estupromamado no papai contostextos contos safadinhas meninas viadinhos estcontos eroticos seios grandes de leitesai com um casal contosfilme pornô com gordinhas empadãoler conto erotico dando a xota na cabano pro tiocorno mijado contoseu.tinha.cinco.anos.e.ja.dava.o.cu.pro.meu.primo.contos.prpibidoscontos eróticos marido chega em casa e esposa ta dando pro cunhado e cunhada participandocontos eróticos traição com garoto exepionalcontos aluguei minha mulherContos eroticos aii te amo ..ai ..ai mo vc e gostosa devagrecotra coroa que.evie vido sexo avivoo lubrificante feminino é melado e pegajosocontos irmãzinhacontos eroticos fudendo a mae travestiela me contou que estava toda assada de fuder a noite todaConto tomando no cuzinhodei a buceta pro catador de lixoAs 3 porquinhas do vizinho Contos eróticosconto me fode maninhoContos eroticos meu rabaoFotos de pirozoes de machosdeflorar pau grosso punheta enteada contosemcabeçando no cu bucetacontos eroticos de rafinha do mercadocontos perdi minha virgindade com 25 anoseu liberei minha esposaConto eroticos das coroas 42 lindas e gostosas de 41 anos com teu afilhadocontos eròticos gay virou minha negacontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidoContos eroticos orgia forçadacontos eroticos na bundinhameu subrinho enfiou o dedo no meu cu contocomi egua nova contoconto conto erótico e história comendo a mulher do meu amigo analcontos eroticos sexo com minha empregada de vestido curtinhocondos erodicoscontos eróticos verídico no escritóriocontos masturbandcontos papai passando bronzeador em mim