Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O COLEGA DE TRABALHO

Click to Download this video!

olá este é meu primeiro conto vou começar me descrevendo sou morena clara 1.70m falsa magra com 65kg olhos e cabelos castanhos não gosto de usar roupas muito safadas que evidenciem meu corpo pois sou um pouco timida. Bem o fato é que comecei a trabalhar como caixa numa distribuidora de autopeças e já havia passado um ano lá e houve uma festa de confraternização e nessa festa tinha um rapaz muito gato devia ter lá pelos seus 30 anos e assim que me viu começou a me comer com os olhos e também fiquei alterada pois percebi seus olhares em cima de mim e fazia muito tempo que estava sozinha sem fazer sexo, não gosto de me envolver com ninguém do meu trabalho para não dar o que falar, bom o fato é que esse gatinho trabalhava na nossa empresa mas era numa outra filial durante nessa festa ficamos sá nos olhares mesmo mas aconteceu que na semana seguinte tive que ir trabalhar na filial para substituir uma funcionária dos caixas que estava saindo de férias, fiquei lá cerca de um mês fiz amizades e claro que lá estava o rapaz que vi na festa.

Dentre as amizades que fiz na filial estava Márcia uma colega dos caixas também ela era bem experiente na função e durante os dias que fiquei lá nos conhecemos e ela se relevou uma verdadeira vagabundinha, conversavamos bastante durante o horario de almoço e ela percebeu que o rapaz vou chamá-lo Osvaldo não tirava os olhos de cima de mim e ela começou a me incentivar a sair com ele, mas eu estava muito timida e ela me disse que tinha mais que aproveitar que eu era boba e estava perdendo tempo, bom na ultima semana que estava lá eu não fiz nada apenas conversava com ele casualidades e os comprimentos formais bom dia etc...

Então Márcia me revelou que já havia transado com ele e que ele era muito gostoso fiz uma cara de espanto e ela deu uma risadinha e sacou o celular do bolso e lá estava uma rola dura (que delicia) ela disse que era do Osvaldo quando eles foram pro motel e durante a conversa ela me perguntou se eu não tinha vontade de sair com ele e tal mas eu disse que era timida então ela me disse que me ajudava e ia falar com ele e entregava meu telefone pra ele, então depois de tanto ela incentivar acabei aceitando e deixei meu telefone com ela na semana seguinte voltei pra matriz e no meio da semana já até tinha me esquecido de tudo quando meu telefone tocou era ele reconheci pela voz estremeci, ele me cumprimentou e perguntou se podia me ver no sabádo eu disse que sim marcamos o local e o horário. Depois que o telefone desligou eu me perguntei o que fiz aceitei assim de primeira rsrs. Fiquei quieta e aguardei o sabádo chegar era durante a tarde estava muito calor ele me pegou no terminal de onibus estavamos a pé e andamos um pouco depois nos abraçamos ele estava muito gato me apertou e senti o seu cacete duro em mim durante o beijo enfiei a mão dentro de suas calças (o tesão era demais esqueci da timidez) e segurei o membro rijo duro ele imediatamente enfiou a mão dentro de minha calça e adentrou na calcinha apalpando minha bucetinha com pelos aparados fomos andando e paramos em frente a um motel ele queria me fazer entrar mas eu não quis assim no primeiro encontro então ele me puxava era numa avenida ficamos ali acho que cerca de uns cinco minutos os carros passavam e buzinavam pra gente nos vendo ele me puxando pelo braço em direção ao motel ( ai que vergonha) então ele me disse que não fariamos nada apenas nos beijariamos e tal concordei sá para sair dali de frente do motel, quando entramos no quarto ele me abraçou e continuamos a nos beijar deitamos abraçados na cama e a mão safada dele voltou a mexer na minha buceta que já estava molhada ele abriu o botão o ziper e continuava me beijando de repente parou de me beijar e desceu até minha barriga e ficou beijando meu umbigo e sem eu nem esperar com a duas mãos abaixou minha calça com calcinha e tudo até meus joelhos.

Eu ri absorta em seguida levantei minhas pernas e tirei minhas sandalias e com elas a calça e a calcinha ele se desnudou por completo e ficamos de corpos colados chupou minha buceta majestosamente me fazendo gemer alto me via no espelho do motel de pernas abertas ele com a cara enfiada na minha buceta em seguida ele lambeu meu cuzinho e foi enfiando seu dedo molhado no meu cuzinho quando entrou foi desconfortavel ai ele fez um vai e vem devagar e fui me acostumando não parava de me chupar.

Em seguida senti uma pressão maior era outro dedo entrando no meu cu, ai dáia eu gemi pedi pra parar mas ele não me ouviu (nunca fiz sexo anal) os dois dedos estavam dentro e ele começou a fazer um vai e vem primeiro devagar depois socava os dedos com toda força e bem rápido dentro do meu cuzinho, sua lingua não deixavam minha buceta em paz eu soltava meu ais a cada socada dos dedos no meu cu.

De repente senti uma quentura o climax chegando aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii gozei gostoso com ele me chupando e socando dois dedos no meu cuzinho, minhas coxas tremeram descontroladamente e espernava meus pés na cama, fiquei mole depois recuparando o folego ai disse pra ele vc é louco?

Ele subiu beijou minha boca sem dizer nada e segurou minha cabeça por trás e puxou de encontro a sua rola eu já fui de boca aberta chupei engolindo tudo lambendo o saco descendo e subindo com a lingua e ele tirou a rola da minha boca e enfiou na minha buceta colocando meus pé nos seus ombros me comeu assim comeu,comeu e comeu, de repente tirou sua rola pra fora e bateu uma rápida punhetinha e jorrou aquela porra bem quente em cima da minha barriga e dos meus peitos ai que delicia passei a mão em cima e fiquei olhando a porra na minha mão ele viu e me beijou e depois do beijo enfiou dois dedos na minha boca e mandou eu por a lingua pra fora e segurou minha mão melada e passou na minha lingua.

Em seguida fomos pro banheiro para me lavar era uma suite com banheira entramos na banheira ele me fez chupar mais a rola dele enfiava e tirava da minha boca sem parar nos levantamos e fomos pro chuveiro ele me abraçou por trás e encaixou o membro duro em mim aquela agua quente do chuveiro caindo ele segurou meus cabelos puxando minha cabeça pra trás até eu ficar envergada mesmo e começou a me foder freneticamente estavamos em pé empinei pra ele e ele socava sem parar hummmmmmmmmmmmmm .

Dessa vez eu gosei gostoso na rola dele pois na primeira vez na cama não tinha gozado foi muito bom fiquei sem forças nas pernas e me ajoelhei no chão do banheiro ele veio junto comigo.

Ficamos abraçados e ajoelhados ele tirou o pinto de mim e começou a mexer de novo no meu cuzinho enfiando o dedo pegou o sabonete ensaboou os dedos e enfiava em mim dois dedos de novo estava gostoso eu de quatro exposta a agua do chuveiro caindo na minha cabeça nas costas ele puxou meu quadril pra trás empinando e sentis uas coxas encostando na minha olhei por baixo estava tentando comer meu cu a cabeça entrou era mais grossa que os dois dedos eu gemi de dor falei pra ele tirar mas ele não me ouviu (nunca tinha feito sexo anal) ele se deitou em cima de mim e ficou me alisando e chamando de meu bem e enfiou mais dentro eu gemi alto meus olhos estavam vermelhos estava quase lacrimejando então estava agachadinha e empinei toda me arreganhando ele foi enfiando tudo e eu fazendo careta de dor mas desta vez sem gemer aguentando calada.

Senti aquilo entrando me abrindo aiiiiiiiiiiiiiiii uuuuuuuuuuiii ardia....depois que entrou ele foi fazendo um vai e vem devagar a dor foi passando eu mesma percebendo que meu cuzinho estava aceitando aquele pinto todinho estava bem liso e entrando e saindo.

Ele começou a socar mais rápido e quando batia fundo doia mas era uma dor misturada com prazer eu gemia alto a cada socada daquela rola no meu rabo ( já estava me sentindo uma verdadeira putinha) então ele socava freneticamente eu AAAI AAAI AAAI AAAI AAAI AAAI AAAI mas sem protestar e nem pedir pra ele parar acho que meu macho entendeu que eu estava aprovando ser currada daquele jeito e me comeu sem dá e bateu forte na minha bunda ( que safado) enquanto me comia depois de não sei quantos minutos ele gozou senti o jato quente dentro de mim aaahhhhhhhhhhhh.

Enfim assim havia acabado a minha primeira transa anal. depois disso fizemos mais uma vez o vaginal.

E ficamos nos encontrando esporadicamente semana sim semana não apesar de na primeira semana eu ficar toda dolorida principalmente no meu cuzinho sempre que nos encotravamos não negava a ele o prazer de comer meu cuzinho. Depois minha amiga Marcia me ligou perguntando como foi ( acho que a safada já sabia pois o o Osvaldo ainda comia ela) essa histária é verídica tenho 26 anos e sou leitora assídua dos contos daqui beijossssssssssssssssssssssss...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Dei pro Angolano Contos EroticosContos eróticos te amo tioComi+o+cu+da+mia+professoraconto+eroticocrescendo o pau aqui na frente da filha contos eroticos Conto erótico fui comida por mendingoscontos eroticos de quata feira de cinzaprofessora furacao fudernotio gordo dormindo conto eróticoconto erotico pegeui minha esposa me traindoler contos eroticos transei com uma velhaContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de empregadas dormindoMinha prima me falou que tem vontade de chupa no meu penisContos eróticos gay de calcinha brincando de esconde esconde no sítio do tiu e deucontos eroticos vovodepois de dar pro ricardao dei pro meu marido contoconto erotico no carro com minha maecontos eroticos d csadas dando pra pivetesconto erótico "comeu meu marido "contos namorada pau enormeminina afuder na pixinacontos gay genro bebadocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos de zoofilia em bordeiscontos agora ela so quer se for com duas picasconto eritico minhq mae no assqltotodos os contos eróticos de esposa sendo os amigos do marido de garçonetecontos tias de 29 anos loiraFoderam gente contos tennsmenima dez anos peito durinhocontos eroticosirmazinhacontos eroticos de mae comprando calcinha fio dental atolada no cu pra filhatrasano com entregado coroaconto erotico eu esculto minha mae gemendo com meu padrasrocontos de coroa com novinhoninfeta cintura fina bunduda belo par de seiosDei meu cu gay pro seguraca do meu paicontos eróticos amiga novinhacontos eróticos traveco emrabado a negona coroa casadaContos eroticos rocacontos eróticos contos eróticos meus tios me comiam meus tios me comiamcontos foi comer a bct escorregou e pegou no cu vijen delaconto erotico amigo babaca e cornoUma buceta fofinha afim de um dotado contoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casafui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticoContos eroticos macho vira putinhacache:d8S3mF85a4oJ:tennis-zelenograd.ru/conto-categoria_4_11_incesto.html engolindo ate o talo contosconto eu e minha bababuceras com paj giganti dentrocontos sobrinho negroroludotitio caralhudo noivo corninho safado noiva putinha contos eroticoscontos centadas no colo do titio no incestoirmatezudacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaContos eroticos gang bangwww.porno cuahada virgem estupadacontos eróticos gay a puberdade com o primominhas duas primas me chupando o palcontos erótico perdi a virgindade da b***** e do ku com meu patrãomeu cunhado tirou o cabaço do cú da minha esposaSou casada mas bebi porro de outra cara contoscontos sexo a papai vai doer não cabeduas mulher do Jordão baixo chupando b*****esposafoi.encoxadaCorno ama namorada use chortinho de lycra marcando buceta contoscomto erotico amigo do meu marido ele nao viu nadacontos eroticos corno bebe leitev¨ªdeo porno pai enfia o dedo na bucetinha?contos troca de esposa na praiaCasada viajando contosContos eroticos dei pro amigo de montador de moveiscontoseroticos primos e a sua primacontos eróticos / desde menininhonovinha que queira trocar msg e gozar muitocontos eroticos senhora do quadril largopapai me comeu enquanto mano fodia mamae contos picantesContos eroticos meu sogroconto erótico buceta estuplada por pica jigante na frente do maridocontos eróticos incesto/dava por dinheirocontos putas incesto comendo minha mamãe na fazendarola na madrinha/contofamilia e esposa na farra conto eroticoconto erotico meu filho me chapouuma cinpatia pra uma conhada ficar deitada na minha cama deitada so de calçinha gemendoCenoura com camisinha na prostata contosContos eroticos sem calcinha estuprada pelo sadomasoquistacoloquei minha sobrinha de quatro virgemme vesti de mulher e uma travesti me comeume comeram contos teenFoderam gente contos tennsMe comeram ao lado do meu namoradofiquei com a buceta ardisa pela grossa rolacontos de comi o viadinho do irmão caçula