Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CASADA E GRAVIDA...DE QUEM - MEU PRIMEIRO CASAMENT

Click to Download this video!

CASADA E GRAVIDA...DE QUEM - MEU PRIMEIRO CASAMENTO

Ola, em primeiro lugar obrigada por recebido mais de 450 e-mail, moro em Sto André SP, vou contar minhas experiências sexual, eu tinha 19 anos e fui na casa do meu namorado, ele estava sozinho e começamos a dar uns garras, e logo seu pau ficou duro e eu fiz uma chupetinha, e não resisti mais e fiquei nua, com muito cuidado ele foi penetrando seu cacete na minha bucetinha virgem e fui sentindo ele todo dentro, ardia um pouquinho mas o tesão foi maior e transamos a tarde toda, ele gozou umas 3 vezes dentro de mim, fui para casa com a buceta ardendo e satisfeita, então repetimos por mais um mês nossas transas até que fiquei sabendo que ele contou para alguns amigos e como tinha um amigo o Celso, que queria me paquerar, ele era mais velho tinha 20 anos, resolvi me vingar dele transando com o Celso, e assim eu fiz, fomos para uma casa abandonada e la eu transei com ele, dei minha buceta até ele não ter mais forças para fuder, no outro dia ele quis mais e foi na minha casa a noite, sá que já tinha transado com meu namorado e falei que tava ardendo de tanto fuder, ele deu risada e me levou assim mesma para a mesma casa e lá ele me colocou de quatro e passou seu cacete no meu cuzinho, pedi para ele parar mas ele disse para relaxar e passou um creme no meu cú e no cacete dele e foi enfiando, nossa como doeu meu cu, ele enfiou todo seu cacete de 19 cm e quando já estava todo dentro, começou o vai e vem, metia e tirava, até gozar dentro e quando tirou o cacete para fora, saiu muita porra misturada com sangue, ele acabou com meu cú naquela noite, fui para casa tomar banho e vi pelo espelho o tamanho do estrago, meu cú tava todo inchado e arrombado, mas dormi contente e repeti mais umas vezes essa transa, de tarde com o namorado e a noite com o Celso, até que terminei meu namoro, então passei a namorar o Celso e também dei o troco, transando com outros garotos da minha escola, acho que transei com uns 19 garotos, e foi ai que fiz minha primeira DP, tinha 19 anos, na escola eu era a putinha, meu pai morreu e mudamos de bairro e de escola, então conheci o Roberto e namoramos um ano, ficamos noivos e casei aos 19 anos, e a vida de casada era cansativa, acordava, fazia o café, o almoço, a janta, transava e dormia, então uns 7 meses depois de casar, resolvi passear no período da tarde, ver lojas, shooping, conheci algumas pessoas, e um belo dia passando em uma loja de carros fui abordada por um vendedor dizendo que eu era muito bonita, sexy, essas coisa e minha buceta já ficou molhadinha, disse que queria experimentar um carro e saímos para o test drive e já no primeiro motel entramos, e transamos a tarde toda, ele parecia um cavalo puro sangue, meteu na minha buceta, no meu cú, gozou umas 4 vezes, até na minha boca ele gozou, até engoli um pouco de porra, quando saímos de lá, já era tarde, ele me levou práximo da minha casa e cheguei em casa, Roberto já estava, menti dizendo que estava na casa de uma amiga e ele nem ligou, e assim voltei a transar com outros caras, e tinha alguns caras que levava uns amigos e eu metia com os dois e até três caras me fuderam ao mesmo tempo, no nosso bairro ninguém desconfiava, mas no centro e outro bairro mais afastado, muitas pessoas sabiam que eu era uma putinha, quando me viam passar na rua já falavam, lá vem a vadia, na garagem eu era tratada com puta, cheguei a ajudar a vender carros e transar com clientes, meu marido já não transava mais como antes, era umas 2 ou 3 por semana e depois uma sá e pronto, nesse tempo conheci dois amigos dele, o Chico e o Fabio, eram primos, e não aguentei ver o cacete do Fabio, nunca tinha visto aquilo, grande, grosso e bonito, o do Chico era grande, meio fino e cheio de veias, foi no banheiro de casa, meio sem querer, meu marido chamou eles para assistir jogo na tv e beber umas cervejas, quando eles foram mijar deixaram a porta aberta e passei no corredor e vi aquelas maravilhas, eles ficaram sem graça, mas no outro dia eu liguei dizendo que podiam vir em casa mais vezes e que não ficassem com vergonha, no outro final de semana eles vieram e meu marido com o Chico foram na rua buscar mais cerveja, o Fabio ficou no sofá e quando meu marido saiu, eu sentei perto dele e passei a mão no cacete por cima da bermuda, ele ficou assustado mas não disse nada, então tirei aquele cacete par fora e chupei, ou tentei chupar, já que não cabia na minha boca, isso mesmo não coube na minha boca de tão grosso, eu fazia igual sorvete, lambia todo até meu marido chegar, disfarçamos e quando foram embora eu marquei com ele no outro dia de tarde e assim ele me encontrou e fomos num motel ali perto, nossa, seu cacete estava tão duro, fiquei lambendo e pensando, sou louca, vai rasgar minha buceta, mas o tesão foi maior e cavalguei aquela maravilha, (mulheres, devia ser direito de todas dar pra um cacete daquele), eu cavalgava e sentia entrando, rasgando, a cabeçona tocou meu útero e senti sua porra quente, então eu comecei a transar uma vez por semana como Fabio, e ficava dois dias sem fuder, para minha buceta voltar ao normal, ou quase ao normal, e também dei pro Chico, para os dois juntos, o do Chico eu aguentava no cú, tentamos o do Fabio, mas era impossível de tão grosso, nás já estávamos tão acostumados a fuder que nem íamos para motéis, transava na caso do Fabio, do Chico e na minha até que numa tarde o Corno do Roberto, meu marido chegou mais cedo e eu tava com o cacete do Fabio na buceta e o do Chico no cú, foi uma briga, discutimos e nos separamos, eu voltei para a casa da minha mãe.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Conto erotico minha irma evangelica minha putinhatitiatezudaesperma do meu filho contos incestosele fodeu na minha frenteContos curtos de coroa casada chantagiadacontos comeu meu cu adolecenciacontos eroticos infânciaO que e penis semiturgidocontos eroticos de Maezinha bobinha do amigis transando com jovezinhocontos eróticos Eu e mamãe pelados em casacontos de cú de madrinhaContos de novinhas dos amigocontos eroticos caçaos contos de sexo com imagens da vizinha e do vizinho pelados no computadorlevemente ara tomando banho nuacontos eroticos cheirando a calcinha mijada da erma gordinhaconto erotico o cu da mendinga gostosacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos erroticos garroto comeu minha mulher dormindoComtos mae e filha fodidas pelos amigos do paimuie pega a manguera do amigo do cornaoCHOREI NA ROLA DO GENRO CONTOcontos gay na saunaas travestir mais bonitas e gostoza en imaje que se movimentacontos de surubas inesperadas com esposa e travestiscontos eróticos de negras no metrôcontos eróticos corno excursãoconto sexo vilma e bety rabinho doendocontos bdsm erposas escrava submissa martacontos eróticos fiz orgia com meus enteadosshomens velho gay contosContos pornos-mostrei o pau duro pra minha maecontos q lambidinha deliciosa papaiCíntia irmã de Johnnydeixo minha esposa trabalhar num bar de mini saia contoPornofamiliacontosContos eroticos: desde novinho era afeminado louco pra da o cucontoa eroticos estuprocontos eroticos de fio dental atolado no cu na beira da piscina o pitibul arrombou o cucontos eroticos de incesto: manha mae me ensino a Transar 2contos marido bêbadocontos eroticos mamae me da o cu sem domeu sogro me comeu contos eroticosfilme porno tia gostosa faz uma viajem dormi com saudade do sobrinho da cuchupetinha enquanto durmocontos de coroa com novinhoa primeira f*** com travesticontos comendo mulher do amigo meia noite buceta de cajaraFoderam gente contos tennsminha cunhada traindo meu irmao com o patrai contoscontos erotico a casada virou minha femeazinhacontos eroticos enfermera linda em japonêscontos eroticos comi a vizinha certinhaconto erotico anal deimarido tarado conto eroticocontos er passando em casacontos er irmas vizinhacontos eróticos empregada em jardineirasconto erotico rabuda cintura fina peituda casada visitairma putinha sobrinha casada safada corninho manso titio caralhudo safado corninho contos roticos com fotosporque cavalos tem pirocãocontos sentando no colo novelacontos eroticos levei rola com meu marido en casavidio negao fes travesti loirinha urra com baita pau ate o talo no cuzimcontos eróticos namorada tirou a roupaContos visinha de 19conto erótico menina zuando pau pequenocontos eroticos trai meu marido na locadora de videodenis comeu minha irmã contos eróticosvideo para baixa de porno home com olho vexadocontos erotico, dei pro dois amigos do meu filhoContos porno meu amigo pintudo arrombo minha esposacontos eritico papai colocou de castigoconto com foto dei uma forsa po meo irmao come a fia delicomi egua nova contocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos velho nojentos no onibuscontos eroticos de greluda oferecendo a buceta vigia