Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CASADA E GRAVIDA...DE QUEM - MEU PRIMEIRO CASAMENT

Click to this video!

CASADA E GRAVIDA...DE QUEM - MEU PRIMEIRO CASAMENTO

Ola, em primeiro lugar obrigada por recebido mais de 450 e-mail, moro em Sto André SP, vou contar minhas experiências sexual, eu tinha 19 anos e fui na casa do meu namorado, ele estava sozinho e começamos a dar uns garras, e logo seu pau ficou duro e eu fiz uma chupetinha, e não resisti mais e fiquei nua, com muito cuidado ele foi penetrando seu cacete na minha bucetinha virgem e fui sentindo ele todo dentro, ardia um pouquinho mas o tesão foi maior e transamos a tarde toda, ele gozou umas 3 vezes dentro de mim, fui para casa com a buceta ardendo e satisfeita, então repetimos por mais um mês nossas transas até que fiquei sabendo que ele contou para alguns amigos e como tinha um amigo o Celso, que queria me paquerar, ele era mais velho tinha 20 anos, resolvi me vingar dele transando com o Celso, e assim eu fiz, fomos para uma casa abandonada e la eu transei com ele, dei minha buceta até ele não ter mais forças para fuder, no outro dia ele quis mais e foi na minha casa a noite, sá que já tinha transado com meu namorado e falei que tava ardendo de tanto fuder, ele deu risada e me levou assim mesma para a mesma casa e lá ele me colocou de quatro e passou seu cacete no meu cuzinho, pedi para ele parar mas ele disse para relaxar e passou um creme no meu cú e no cacete dele e foi enfiando, nossa como doeu meu cu, ele enfiou todo seu cacete de 19 cm e quando já estava todo dentro, começou o vai e vem, metia e tirava, até gozar dentro e quando tirou o cacete para fora, saiu muita porra misturada com sangue, ele acabou com meu cú naquela noite, fui para casa tomar banho e vi pelo espelho o tamanho do estrago, meu cú tava todo inchado e arrombado, mas dormi contente e repeti mais umas vezes essa transa, de tarde com o namorado e a noite com o Celso, até que terminei meu namoro, então passei a namorar o Celso e também dei o troco, transando com outros garotos da minha escola, acho que transei com uns 19 garotos, e foi ai que fiz minha primeira DP, tinha 19 anos, na escola eu era a putinha, meu pai morreu e mudamos de bairro e de escola, então conheci o Roberto e namoramos um ano, ficamos noivos e casei aos 19 anos, e a vida de casada era cansativa, acordava, fazia o café, o almoço, a janta, transava e dormia, então uns 7 meses depois de casar, resolvi passear no período da tarde, ver lojas, shooping, conheci algumas pessoas, e um belo dia passando em uma loja de carros fui abordada por um vendedor dizendo que eu era muito bonita, sexy, essas coisa e minha buceta já ficou molhadinha, disse que queria experimentar um carro e saímos para o test drive e já no primeiro motel entramos, e transamos a tarde toda, ele parecia um cavalo puro sangue, meteu na minha buceta, no meu cú, gozou umas 4 vezes, até na minha boca ele gozou, até engoli um pouco de porra, quando saímos de lá, já era tarde, ele me levou práximo da minha casa e cheguei em casa, Roberto já estava, menti dizendo que estava na casa de uma amiga e ele nem ligou, e assim voltei a transar com outros caras, e tinha alguns caras que levava uns amigos e eu metia com os dois e até três caras me fuderam ao mesmo tempo, no nosso bairro ninguém desconfiava, mas no centro e outro bairro mais afastado, muitas pessoas sabiam que eu era uma putinha, quando me viam passar na rua já falavam, lá vem a vadia, na garagem eu era tratada com puta, cheguei a ajudar a vender carros e transar com clientes, meu marido já não transava mais como antes, era umas 2 ou 3 por semana e depois uma sá e pronto, nesse tempo conheci dois amigos dele, o Chico e o Fabio, eram primos, e não aguentei ver o cacete do Fabio, nunca tinha visto aquilo, grande, grosso e bonito, o do Chico era grande, meio fino e cheio de veias, foi no banheiro de casa, meio sem querer, meu marido chamou eles para assistir jogo na tv e beber umas cervejas, quando eles foram mijar deixaram a porta aberta e passei no corredor e vi aquelas maravilhas, eles ficaram sem graça, mas no outro dia eu liguei dizendo que podiam vir em casa mais vezes e que não ficassem com vergonha, no outro final de semana eles vieram e meu marido com o Chico foram na rua buscar mais cerveja, o Fabio ficou no sofá e quando meu marido saiu, eu sentei perto dele e passei a mão no cacete por cima da bermuda, ele ficou assustado mas não disse nada, então tirei aquele cacete par fora e chupei, ou tentei chupar, já que não cabia na minha boca, isso mesmo não coube na minha boca de tão grosso, eu fazia igual sorvete, lambia todo até meu marido chegar, disfarçamos e quando foram embora eu marquei com ele no outro dia de tarde e assim ele me encontrou e fomos num motel ali perto, nossa, seu cacete estava tão duro, fiquei lambendo e pensando, sou louca, vai rasgar minha buceta, mas o tesão foi maior e cavalguei aquela maravilha, (mulheres, devia ser direito de todas dar pra um cacete daquele), eu cavalgava e sentia entrando, rasgando, a cabeçona tocou meu útero e senti sua porra quente, então eu comecei a transar uma vez por semana como Fabio, e ficava dois dias sem fuder, para minha buceta voltar ao normal, ou quase ao normal, e também dei pro Chico, para os dois juntos, o do Chico eu aguentava no cú, tentamos o do Fabio, mas era impossível de tão grosso, nás já estávamos tão acostumados a fuder que nem íamos para motéis, transava na caso do Fabio, do Chico e na minha até que numa tarde o Corno do Roberto, meu marido chegou mais cedo e eu tava com o cacete do Fabio na buceta e o do Chico no cú, foi uma briga, discutimos e nos separamos, eu voltei para a casa da minha mãe.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos porno bunduda sogracontos de zoofilia coloquei meu cachorro pra comer meu marido e ele gostoucontos eróticos de bebados e drogados gaysjogo de carta em aposta conto incestoContos eroticos mae ve genro urinandoconto erotico gay fui no baile funk e dei o cu pro travestisexo gemidossscontos eroticos o pastor comeu o meninotia peruca gosta de chupar pau e a buceta sai muita gozacontos eróticos comi mi.ha irmanzinhaContos sou casada com um travecomorena dano a boceta po cavelecontos a mulher do meu amigo queria um pau grandemconto erotico meu irmão me fez mulherconto erotico bebado estranho me comeu no becoembebedei minha mulher e consegui comer o c* delacontos eróticos minha tia min da banhoCorno leva a mulher ao cinebolsobudendo.cadela.no.ciu.vira.latadona jandura conto eroticocontos eróticos com esposa obedientedei o cu pra varios homensPutinha desde a puberdade contos eroticosrelatos eroticos traição consentidarasgando um cu virgem da freira- contos2paus nu mesmu buracucontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigoconto erotic meu treinado taradocomtoerotico banho na filhinhamulher amarrada no curral para o pone com elamulheres loira amazonense traindo fazendosexocontos porno travestis estupros sadomazoquismosexo com as amigas e as filhas contosconto erotico homem andando fay de cueca pela.casacontoerotico meu padrastomim comeupornô compare com a comadre faz ela gozarcontos erodicos de cabrito macho fazendo sexo com gostosa zoolofiacontos eróticos com o genrocontos fui ver o predio o porteiro me comeuconto real casada moro na casa do fundoaContos eroticos galeracontos me chamo camila transei com felipe meu irmaoSebastião, o vaqueiro que gostava de cavalgar 2conto erotico confessei para o meu maridocomi a mae do meu amigo contoConto o dei o cu por curiosidadeconto erotico levei rola do meu amigocontos eroticos gratis de aeromoca. bissexualpraia pousada a buceta e o cuzinho virgem da tia fofinha contosconto erótico o que rola em cine Porno do Brasilcasada da bunda maior de todas contosconto erotico travestis o traveco preto rasgou meu cufunkeira gemendo eqc ccontos eroticos lesbicas cintaconto erotico namcontos gay educação fisicaContos porno minha namorada mi engañocasada resebe proposta indecente contorelato de corno que deu a esposa para o cunhadocomi minha cunhada adrianaContos de gang bang com dotados novinhaa chamada cadela incestocontos eroticos comi minha espetorapapai descobriu contos eroticoscontos erotucos comi umad meninas que morava na fazendasem.kerer.emtrei.no.bamheiro.e.peguei.mimha.tia.peladona.com.a.xoxota.toda.cabeludaconto erotico com coroa empregadaIncesto com meu irmao casado eu confessocotos heroticos gay neguinho me comeuConto erótico minha irmã me chamou pra ir ver a porta do guarda fato que quebrou e ela enpinou a bunda pra mimcontos gays cheirando paucdzinha esposa corno contoconto érotico noiva chora pau genroHistorias erotica de pai que da castigo a filhacontos eroticos pagando divida do filhoconto erotico gay magrinho calcinha e coroacontos eroticos papai 40 amigas i eu arruma