Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

AVENTURA EM CASA DE SWING COM UM AMIGO

Click to this video!

Olá, este é meu primeiro conto aqui nesse site e meu nome é Bianca, tenho 26 anos, sou branca, cabelos louro escuro, 1,76 de altura, seios grandes, pernas bem grossas, uma mulher normal e o mais importante... Sou ?insaciável?! O que passo a relatar aconteceu realmente, quando um amigo aqui de João PessoaPB, o Marcelo, loiro, olhos verdes, 1,70 de altura, ?entroncadinho?, não gordo, mas robusto me chamou para sair numa noite dessas. Já tínhamos ficado outras vezes, sá que essa não foi uma noite comum, ele já no carro disse que íamos encontrar um casal para uma ?festinha? a quatro. Já fiquei animada, pois gosto dessas novidades. Chegando no bar onde o casal se encontrava, fiquei no carro olhando para eles e não gostei muito. Não me atraíram na hora, não gostei muito deles. Daí ele saiu com o carro e me perguntou: ?-Tens coragem de ir agora para Recife?? E eu respondi com outra pergunta: ?-Fazer o que em Recife?? E ele respondeu: ?-Quero que você conheça uma casa de swing que tem lá.? Ual! Aquilo me acendeu demais. Topei na hora! Pegamos a estrada e fomos em direção a Recife. No caminho, na BR, havia um acidente e isso estava atrasando demais o trânsito, quase 40 minutos parados. Então ele começou a me alisar pediu pra eu tirar a calça, e eu tirei, ele abriu a dele e aí começamos um amasso intenso dentro do carro, ele passando a mão na minha buceta, que já estava molhadinha sá de pensar na aventura que estava por vir e ele já de pau duro, não pensei duas vezes, caí de boca enquanto ele alisava minha bunda, chupava aquele pau dele de cima a baixo, ele ficou doido, passava a língua ao redor da cabeça do pau dele e depois o engolia quase todo. E toda essa loucura durou enquanto estávamos parados no trânsito, mas fiz com que ele não gozasse na hora para guardar mais pra depois e também não sujar o carro, já que a posição não favorecia. Passamos do acidente, chegamos em Recife, e conseguimos chegar na casa com a ajuda de um taxista. Muitos carros de luxo e um bom movimento, pessoas normais, algumas até bem atraentes. Entramos e eu apertei a mão dele com força, muito nervosa, e ele dizia: ?-Calma! Se você não quiser a gente sai...? E eu fui com toda minha coragem nos pés! Ele chegou, se apresentou, na porta tinha uma bomboniere enorme, cheia de camisinhas, e ele já pegou algumas, então encontramos e a recepcionista que nos recebeu, perguntou se queríamos conhecer a casa, e Marcelo disse que sim, e então adentramos aquele recinto que exalava sexo em todos os cantos. Começamos subindo as escadas e tinha um casal ?sarrando? num sofá assistindo o filme da Gretchen, isso me excitou muito, mas eu fiquei tensa também, e aí ela começou a abrir as portas, no primeiro quarto tinham 03 casais, dois homens com uma mulher fazendo um boquete duplo, um casal transando alucinadamente e outro dando uns amassos em pé mesmo, um quarto vazio, um quarto com 04 baias, que já tinha fila pra entrar, e outro quarto onde não era possível definir quantas pessoas havia em cima da cama e de quem eram os gritos, gemidos, sussurros e suspiros. Era muito sexo, muito mesmo! Já estava mais excitada do que nervosa nesse momento. Então ela nos levou de volta ao térreo onde havia um salão, no caminho passei por um homem moreno, alto, forte e muito gostoso, que viu nos meus olhos que eu estava ali pela primeira vez. Fiquei com a imagem dele na cabeça e muito excitada. No salão havia um ?pole-dance? bem no meio, pessoas sentadas nas mesas, nos sofás, aguardando algo e então a moça muito simpática da recepção nos recomendou sentar também, beber alguma coisa e esperar o show começar. Mal sabia eu o que apareceria ali. Marcelo me perguntou baixinho no meu ouvido se eu ia querer ficar e eu respondi com a cabeça que sim, então ele falou novamente: ?-Tira o seu sutiã e me dá pra eu deixar no carro, pois você vai perdê-lo aqui? E eu obedeci, e quando ele voltou me trouxe a primeira caipirinha. Depois da quarta caipirinha eu praticamente pertencia àquele ambiente. Começou o show, um homem veio dançar no pole, o striptease começou, era o moreno que eu havia visto do lado de fora, ele começou a se despir, e se insinuar para as mulheres que ali estavam, ele era simplesmente delicioso, ele começou a chamar mulheres, tirar a roupa delas, chupar os seios delas, ali na frente de todos, e elas estavam enlouquecidas de tesão, quase comendo ele ali mesmo, mas ele as devolvia pros seus lugares, depois ele saiu e entrou uma mulher, uma baixinha, devia ter uns 1,55, sadarinha de cabelo curto, ela era branca de cabelos castanhos. Começou o strip-tease dela, tirando a roupa, se tocando, chupando os dedos, começou a se masturbar e o cara voltou pro palco, e começaram uma cena incrível, na frente de todos ele chupou ela até ela gozar ali mesmo, eu já estava com o corpo a mais de 100ª, o meu acompanhante estava atrás de mim fazendo pressão com aquele pau duríssimo roçando nas minhas costas e então a dançarina começou a fazer um boquete no moreno, o pau do cara era um fenômeno e eu precisava daquilo!! Todo o show durou uma meia hora, ele não terminou ali, pois faria muita sujeira então se retiraram. E então o Marcelo falou no meu ouvido pra eu olhar e escolher um casal para avançarmos e eu escolhi uma loira com cara de puta que estava com um homem que tinha cara de fazendeiro, ele devia ter uns 40 anos. Comecei a dançar perto deles e a mulher puxou conversa comigo, nesse momento Marcelo me trouxe mais uma caipirinha, e o cara virou pra mim e disse: ?-Nossa você é bonita e já veio preparada!? E passou a mão no meu decote percebendo que eu estava sem sutiã, eu tremi inteira quando ele fez isso e nesse momento Marcelo me abraçou pela cintura e disse que a mulher estava na minha, que eu começasse a passar a mão nela e foi o que eu fiz, ela de vestido, o cara me deu um beijo e as minhas mãos percorriam o corpo dela inteiro, cheguei na bunda, era uma bundinha linda e dura, desci meus dedos até a bucetinha dela que já estava molhando a calcinha e ela gemeu, comecei a acariciá-la então beijei seus seios e ela enlouqueceu, nisso todos juntaram à nossa volta, porque a coisa tava quente mesmo, eu estava tocando o corpo dela de todas as formas, depois desci a minha boca para sua calcinha onde comecei a lamber e ela querendo abrir as pernas ao máximo, mas estava se contendo, quando os nossos acompanhantes sugeriram que subíssemos para continuar, porém quando subimos todos vieram atrás, e ela se sentiu acuada, e pediu pra sair, eu e Marcelo terminamos transando na baia, ele metia com tanta força, eu gemia muito, estava de quatro e ele atrás metendo gostoso, de tanto prazer que estava contido em nossos corpos, a cada lembrança na minha mente de lamber aquela loira deliciosa, eu gemia mais ainda. Explodimos num gozo fenomenal, ele caiu sobre mim, e descansamos por 5 minutos para nos recompormos e ir à caça de outro casal. Quando saímos, ainda voltamos para a primeira sala, pois ele ainda queria procurar o casal que fugiu, e eu me deparei com o moreno dançarino, observando tudo que acontecia no canto da sala, quando fui falar com ele perguntando o que ele fazia ali parado, se ele estava ocupado, e ele me respondeu que não, que sá estava observando, então eu, no auge da minha loucura, parti pra cima e o beijei com fome de sexo de imaginar ele dançando e sendo chupado por aquela dançarina que também estava lá e foi em cima do Marcelo, e neste momento eu simplesmente esqueci que estava acompanhada e comecei uma transa louca com esse moreno, que me levou para outro quarto, onde havia uma cama e junto com mais 3 casais em cima dela começamos a transar. Ele me chupou inteira, então abri bem as pernas e enterrei a cara dele na minha buceta, me chupando muuuuito gostoso me fazendo gozar na sua boca e então o retribui chupando como nunca havia feito em qualquer outro, depois me pegou e deitou de frente pra ele, me penetrou com todo aquele cacete que tinha uns 22 cm, negro, forte e pulsante, me levou ao céu, ou ao inferno, de tanta quentura que estavam nossos corpos, ele bombeava com toda sua força e eu sentia cada centímetro dentro de mim, e eu gemia e ouvia os gemidos do meu lado, enquanto ele estava sobre mim eu olhava ao redor e via todos aqueles casais jorrando prazer, então ele me colocou de quatro, e sem dá nem piedade, mas devagar penetrou o meu cú, e eu gritei de dor e prazer ao mesmo tempo, então ele começou a bombear também, rápido e forte, até que nás dois entramos em estado de extase, em movimentos frenéticos, o que eu via ao meu redor me excitava ainda mais. Um casal estava bem perto de nás, a mulher se levantou para um amasso com o outro casal e eu aproveitei que um homem ficou sá e peguei no pau dele e coloquei na boca, era uma loucura aquilo. Chupei bem gostoso enquanto era enrabada pelo moreno. Daí o homem que eu chupava, resolveu entrar debaixo de mim, foi ai que entendi que ele queria comer minha buceta. Então pedi para o moreno sair enquanto eu sentava no outro, depois o moreno voltou a comer meu cuzinho. Estava muito louca de tesão, era a primeira vez que tinhas dois paus me comendo! Chegamos ao gozo intenso e senti a suas porras me invadindo com o calor de seus corpos. Todo este momento deve ter durado por volta de 1h e meia, o moreno era muito resistente e sabia como se segurar. Então nos abraçamos e depois de uns 19 minutos nos levantamos, nos vestimos e saímos de mãos dadas, eu e o moreno, descemos para irmos ao encontro do meu par. Ao chegar no salão praticamente vazio, lá estava Marcelo com a dançarina do pole-dance, que mais tarde viemos a descobrir que ela é apenas uma cliente do local, mas gosta de se exibir, e então eu falei para o moreno que iria ficar com eles, pois iria experimentar uma coisa nova, dei-lhe um longo beijo de agradecimento, ele se despediu e saiu e eu fui ao encontro do meu companheiro e sua acompanhante, ao chegar estávamos dançando e eu dei um beijo nele, naquele momento ele me segurou pelo pescoço e pediu que ela me desse um beijo, e então nos beijamos e ele veio beijar também, foi um beijo triplo com lábios quentes e com sabor de desejo, então ele sugeriu que subíssemos, mas desta vez para um lugar onde sá haveríamos nás três, e então entramos na baia. Ao entrar ele me colocou sentada e foi despindo ela, e a beijando enquanto eu olhava, eu aproveitei a situação para tirar a sua roupa e começar a chupá-lo, foi quando ele me puxou pelos cabelos e me colocou de frente com a buceta dela, que estava perfeitamente depilada e rosada, mas pulsante de prazer, mergulhei minha cara nela, pela segunda vez em uma noite podia saborear o prazer feminino, e nessa eu enfiei a minha língua e ela tremia, suas pernas estavam arrepiadas, foi quando eu coloquei meus dedos dentro dela e ela soltou um gemido, mas o meu companheiro era mau, e me tirou daquela situação deliciosa, e me afastou dela, a colocou de quatro com as mãos sobre o banco que havia lá e começou a comer ela, e eu deslizei a minha mão sobre o seu corpo e cheguei a sua xaninha e comecei a masturbá-la, e ela rebolava cada vez mais rápido e o meu parceiro metia cada vez mais forte, o corpo dela era de menina, mas ela já era uma mulher dos seus 35 anos, uma delícia, eu chupava seus seios como a uma manga cheia de sabor, então ela gozou gemendo por um certo tempo, seu corpo parecia em curto, e então colocamos ela de frente, e Marcelo começou a meter o seu pau novamente naquela bucetinha, e eu fui masturbá-la novamente, e ela gemia cada vez mais alto, eu chupava os seu seios com intensidade, até que ela não demorou a chegar num gozo delicioso novamente, então foi a minha vez, eu e ele começamos uma transa intensa, pois eu já estava no mais alto grau da excitação e ela começou a me masturbar, e por causa de toda aquela situação não demoramos muito a gozar, e cai por cima dela de cansaço e ele por cima de mim, ficamos ali nos beijando por alguns segundos e então nos trocamos e saímos, nos despedimos dela e fomos embora. Eu ainda passei uns dias tentando acreditar se aquilo realmente aconteceu, pois foi uma experiência maravilhosa, excitante e que com certeza deve se repetir... Eu recomendo!!!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


vidios pornô com sogra e esposade uma ves so tudo doidocontos orgia com pobrescontoseroticos negaotitiocolocadevagarminha sogra pediu pra ver meu pintocontos a punheteira do papaicontos eróticos gays irmãosa calcinha toda travada no raboneqguinha gritando ai vou gozarcontos eroticos gay dei minha bunda pro filho da vizinhaconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeuquero sentir sua porra quente dentro no cucontos eroticos de encoxadascontos eroticos familia rentContos primeira chupadaEu contratei uma garota pra ela ser meu presente de casamento eu e ela e meu marido fomos pra lancha conto eroticoaregasando a b da nconto erotico eu e sil sua mae loira resebi anal depois de treinamentomeu maridinho dormiu trepei rolonacontos eróticos falando de orgia em faculdade de juazeiro do Norte contos eroticos lambendo bucetadcontos minha filha novinha deitou com eu e a sua mae...e a pica comeucontos eróticos no elevadorvídeo de professora dando a pombinhacheguei da escola vi minha p*** s***** dando para o meu tio minha prima piranha s*****esposa bebada e seria sendo chatageada no churrasco contocontos eróticos de bebados e drogados gaysfilme porno tia gostosa faz uma viajem dormi com saudade do sobrinho da cufui na casa de massagem e fui enrabada contos eróticosconto eroticos gay meu primo comeu meu cucomendo amae domeuamigo porno leisbicoagora sou viado dominado pelo machocontos eróticos com mulher alemoanunca falei eu falei contos eróticoscontos eróticos minha buceta aregacada entregou que traicontos interraciais contados por mulherescontos erótico de casada bi certinhaconro erotico gay meu tio alopradoconto eroticos travesti hormoniocontos eróticos de travestistaradodei sonifero pra minha avò e transei com elacontos de velhas gordas tomando gozada na caracontos eriticos pique esconde sofacontos eroticos comendo o bundao crentes vadiasconto na festa aqui em casa meu primo comeu minha maepadrinho cuida da afilhada contos eróticosporn contos eroticos enteada gangbangconto gay meu primeiro cucontos pornô casal fudendo com a empregadinhacospidas na boca porno lesbicasvideos para deixar o namoradoexitadocontos eroticos me arrombouaiiao taradosou uma mulher crente mas quero picatirei o cabaco do garotinho mimado de onze anoscontos eróticos coni minha filha e seu amigo gaycontos eroticos sou casada a segunda orgia para meu maridogozada na boca suelipai do meu amiguinho, conto gaycontos eróticos irmazinhaconto erotico emprestando a noivapirulito do titio contos inocentecontos eróticos gay primeira vescontos comi o cuzinho dela dormindoconto estrupando o cu da menininha novinhacontos eroticos de incesto inversão com mãe e filhinhopornodoodo padrasto fobe enteada novinhacontos fui brincar amoite de esconde esconde e dei o cu pra todos mulequesconto de botei a minha irmã bem novinha pra chora com a pica grande no cu virgecontos eroticos caguei no pau do meu padrinhocontos eróticos priminha caçulafui assistir filme acabei chupandohistoria e contos lesbica primeira vez com minha babacontos carona q virei cornoconto ganhando mamadeira de porraconto erotico tarado comendo buceta da cabrita no.zoofiliaCONTO O SEQUESTRADOR SEGUNDA PARTEcontos eróticos da casa da irmã queridaMEU CORNOEU QUERO ESSA PICA TODA DENTRO DE MIM, SEM CAMISINHA QUERO SENTIR ELA GOZANDO BEM NO FUNDOcontos eroticos meu irmãocontos eroticos aprendendo a fazer meu primeiro boquete com meu padrinho velhoCoroa gostosa louca por jeba contoscrossdresser conto eroticoconto: crente safada da ccb em swingcontos eróticos contei que fiz dp com negrosele era um lindo anjocontos eróticos de bebados e drogados gaysComtos casadas fodidas pelo patraoenteada nua contosconto erotico priminhahistorias eroticas vovo come menima cucomo enraba uma colega. de trabalhocontos travesti e mulher casada juntas dando o cu pra homem e o cãoContos internauta quer comer meu cuconto erótico arrombei o fortão