Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FINAL DE SEMANA INESQUECÍVEL

Click to this video!

Final de semana inesquecível!



No dia do meu primeiro encontro com Roberto, depois da nossa primeira transa, ficamos nos curtindo e fizemos mais amor gostoso por toda a tarde, no chuveiro, na hidromassagem, no sofá, em cima da mesa, em pé. Enfim, nos amamos feito loucos, descobrimos cada parte de nossos corpos juntos, prometemos sigilo total de nossa relação e combinamos que iríamos manter as aparências pra que ninguém desconfiasse. Preferi assim, pois alguns colegas de trabalho conheciam meu marido e não pretendia me separar naquele momento, apenas desfrutar minha nova vida.

Sá saímos do motel quando minha irmã ligou dizendo que iria me encontrar no shopping e iria levar meu filho, já eram quase 19:00hs. Nos despedimos e disse pra ele me ligar à noite. Fomos embora, fiz o que tinha que fazer e queria embora pra casa, esperar a ligação do Roberto, primeiro liga meu marido, perguntando se estava tudo bem, disse que sim e disse que iria dormir, estava com sono. Lá pelas 23:00hs liga o Roberto, meu coração disparou, conversamos e ele disse que não tinha me tirado dos pensamentos, eu respondi que também, e que recordava de cada minuto e de todas as palavras que falamos um pro outro. Ele muito gentil e carinhoso com as palavras, disse que pra um rapaz de 23 anos, ele tinha bastante experiência e que sabia como conquistar uma mulher, ele deu risadas. Ele me disse que queria me ver no domingo, eu disse que não sabia, pois tinha um almoço em família. Disse que eu ligaria pra ele à tarde, na casa de meu irmão, minha cunhada disse que queria levar as crianças ao cinema, pensei, pronto que maravilha, poderei me encontrar com o Roberto por alguns instantes. Tudo combinado com minha cunhada, disse que levaria a todos, mas que iria visitar uma amiga enquanto isso e depois os pegaria de novo. Sai e liguei pro Roberto me esperar em um local, deixei a todos no shopping e fui em direção do local combinado com o Roberto, estava ansiosa pra vê-lo. ao chegar no local, vi o Roberto, meu coração disparou de alegria, ele entrou no carro e me deu um beijo. Sorri e perguntei como estava, ele disse: - Muito feliz em te ver e pensei em você todo o tempo. Aquilo me fez bem. Ele perguntou como estava eu disse: - Sou uma mulher realizada, tenho um amante perfeito que me faz feliz!

Ambos estávamos ansiosos e com vontade de fazer amor de novo. Eu disse aonde vamos? ele me disse: - Vamos pro um motel, quero te amar novamente. Meu coração disparou. Fomos em direção de outro motel que ele indicou na região da Barra Funda. Parecíamos dois casais de namorados que recém se conhecem, sorriamos a toa. No motel, entramos e ele me beijou e me abraçou forte e gostoso, eu retribui e nos beijamos.O motel era muito legal, confortável e aconchegante. Fiquei olhando pra tudo, e derrepente o Roberto vem por trás de mim e me abraça. Sentir aquele homem assim me acendeu o fogo, e ele passou a se esfregar em mim, e eu nele, ele foi tirando minha blusa e me beijando, a nuca, as costas, desabotou meu sutiã, com os seios a mostra e me deixou sá de calça jeans de frente pro espelho, veio na minha frente e se ajoelhou abrindo o zíper de minha calça, foi abaixando e ele sorriu quando viu minha calcinha que eu usava, era uma tanguinha branca. ele permaneceu ajoelhado e me beijava a barriga, as coxas e tirou minha calcinha, e passou a me chupar, eu em pé, abri um pouco as pernas e olhava pra aquele homem de joelhos na minha frente me chupando, adorei e olhava pelo espelho nossas imagens, que maravilha. Estava completamente nua, daí, pedi pra ele ficar em pé, ele ficou e beijei ele. Daí fui tirando a camiseta dele, abri o zíper da calça, afrouxei o cinto e enfiei a minha mão pra pegar o pau dele, nossa que delicia, estava meio duro, mas não completamente, acariciei e sorri pra ele dizendo: - Adoro ele, é divino e sempre vou querer! O Roberto ria de forma safada.

Daí fui abaixando a calça e a cueca e saltou o pinto dele, moreno e brilhante, que delicia, me ajoelhei e passei a chupá-lo, enquanto ele em pé gemia gostoso. Fiquei ali, chupando gostoso e o pau crescia mais, estava feito um rocha pronto pra me penetrar. O Roberto me levantou e disse: - Vou comer você Mariana, agora! Tinha um sofá de um lugar, ele mandou eu ficar de 4 em cima do sofá, fiquei e me senti uma verdadeira puta naquela posição esperando seu macho. De olhos fechados, fiquei esperando a penetração, senti primeiro a língua dele, me beijando e chupando, gemia gostoso. Depois percebi que ele se levantou e arrumou o pau pra me penetrar. Nessa hora, sá nás mulheres sabemos o que sentimos e o que se passa na nossa cabeça, a ansiedade, o desejo, o medo, a angústia, o tesão, tudo se mistura. Senti as mãos dele me ajeitar e pegar na cintura, enquanto dizia: - Mary, você é uma mulher maravilhosa e faminta por sexo, vou te dar o que seu marido não te dá, vou comer você como você merece. Aquilo mexeu comigo, realmente, fazia pelos menos uns 19 dias que não transava com meu marido.

Ele pediu pra juntar as pernas, juntei, ele passou e meter, e aquilo foi gostoso demais, estava com as pernas juntas, mas minha buceta estava toda a mostra pra ele, e ele foi me penetrando, parecia que estava sendo desvirginada naquela hora, sentia uma dorzinha gostosa me consumindo, ao mesmo tempo que sentia as estocadas dele, segurando minha cintura. Pensei: - Meu Deus, que rapaz divino, por que não tinha feito isso antes! Nessa hora ele me puxou pelos ombros pra trás, e senti tudo, sem se afastar passou a estocar e eu senti o pau dele me revirando toda. Meio em pé, eu dei um beijo, e ele me abraçou me envolvendo toda e eu arrebitei a cintura e ele me comeu maravilhosamente, nossa nunca pensei que poderia sentir aquilo por outro homem, nunca tinha feito nada parecido com meu marido que era tradicional no papai e mamãe.

Ficamos naquela posição por uns 19 minutos, entre beijos, paradas e estocas fortes. Daí o Roberto pediu pra mudar. Ele sentou no sofá e com o pinto duro pra cima, pediu pra eu sentar de costas, ele me ajudou, pedindo pra ir descendo devagar, sentei de pernas abertas e senti o pau gostoso. Passei a esfregar e mexer gostoso, minha bucetinha toda molhada e quente, o meu clitáris esfregando no saco, ai que sensação maravilhosa. Ele me ajudou e subir e descer, daí peguei o ritmo e passei a fazer sozinha, subindo e descendo, em cada subida sentia ele sair, mas quando descia, todo o pau dele me preenchia novamente. Queria que aquele momento nunca terminasse.

Daí pedi pra ficar de frente, sentei no colo dele, encaixando o pau dele em mim, podíamos no beijar e ele beijar meus seios, que estavam como bicos rosados durinhos de tesão. Eu gemia e gritava, dizia besteiras: - Meu macho, gostoso! Tá bom demais, maravilhoso, fode sua putinha, minha bucetinha adora seu pau!

O que gosto no Roberto é o corpo dele, forte, másculo e ele mostrou isso pra mim, ele se levantou comigo encaixada nele, segurando minha pernas e eu me segurava nele no pescoço, meu Deus que maravilha. Ele foi em direção da cama e carinhosamente sem tirar disse queria gozar, eu sorri e disse que também queria. Ele ficou em pé, eu fiquei na beira da cama, como as pernas abertas e com o Roberto entre elas, me fodendo gostoso. Meus Dês não queria que aquele momento acabasse.

O Roberto passou e me foder com mais força e gemer gostoso, aquilo me excitava, minha bucetinha toda arreganhada sentia o pau dele entrar e sair, podia sentir toda medida dele, acho que uns 19 ou 20 cm, não sei.

Até que chegamos juntos ao orgasmo, gritamos juntos de prazer, nos beijávamos loucamente enquanto ele, desejava os jatos de seu liquido na camisinha que estava dentro de mim. Estávamos com nossos corpos suados e com cheiro de sexo e tesão. Ele caiu em cima de mim, me dando um beijo e sorrindo. Foram instantes maravilhosos que tivemos. Deitados na cama, eu e aquele homem, que agora me conhecia por inteira, praticamente um estranho, mas que me comia maravilhosamente bem. Desejei que sempre fosse assim, que mesmo casada e ele podia também casar, não iria deixá-lo. Que ele seria meu homem pra sempre. Ficamos deitados, depois tomamos um bom banho. Onde pudemos disfrutar novamente de sexo. Mas como tinha que ir embora, fomos cada um pro seu lugar, pensando um no outro. Aquele sábado e domingo foram decisivos na minha vida. Nunca mais me esquecei do inicio de minha vida.

[email protected]





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos assanhadasPorno sauna com loira e a namorada ciumentaCunhada dormindo com a bundinha descobertaContos mulher coloca silicone e vira putacontos heroticos comi meu tio comi minha mae na varanda contosTia chupou todinha de pernas abertasContos eroticos incesto meu maridocomtos erotico sou casada mas o marido ta preso to dan de mascontos gay fudendo com o desconhecido no terreno baldiofudeno com duas gostoda e cozamo na caranuas tomando banho de manteiga gostosodetalhes como fui estupradocontos comendo a menina no carnavalContos eróticos minha esposacoroa coxuda gozando contosgozando da lingua do papaiContos mulher estrupadas negroscontos de encoxadas reais porto alegrecontos eroticos abusada levando tapaela gritou dizendo q seu cu tava doendo contoscontos eróticos de travestistaradocontos eroticos piscina peitos fartos seduzicontos eu durmo de saia sem calcinhaconto porno madame s putascontos minha filha olhou em dandocastigando a patroa na ruacontos eróticos com homens de pinto muito muito grande fora do normalcontos eróticos me bater castigocontos eroticos esposas na praiatransei com minha tia nas dunas da praiacontos verdadeiro de filha de 10 aninhos dando o cuzinhocoroa gorda velha umiha o marido fodendo com outroPorno contos pais e maes tias avo's iniciam suas meninas incesto"muito aberto" gay contocontoseroticos foi fuder no mato e foi comida por malandrosContoseroticosnafazendajapinha.de.baixo da mesaconto minha esposa me trocou por um negãocontos eroticos a coroa submissacontos casadas enrabadas com chantagemconto erotico eu era virgem mas o pau erafinocontos eróticos comendo vizinha sueli coroacontos eróticos dando o cuzinho no swingCOnto a vizinha amamentandoincesto filho comeu mao no dia fertil contos eroticoContos sogra medindo o tamanho do paucontos encoxada na crente rabudacontos eroticos maduras bundao cuzaoconto erotico enteada brincadoo corinho do pinto dele nem descia ainda contos eroticosarregaçado pelo cachorro contoscontos de corno flagrei minha namoradacontos primeira vwr duplapenetraçãoacademia eroticaConto dei o cu no cine repúblicacontos eroticos gay meu pai me comeucontos eroticos tios gordinhos tirando o cabaço do cu do sobrinho novinhoContos eroticos meninas x gorilascontos eróticos deixei meu dog lamber meu pêniscdzinha na madrugada excitante conto eroticomeu primo mobral contoCasada leva marido bebado e o sogro fode a gostosa contoxvidios mulherfidendo com cavalosContos eróticos primo comedor comeu o cu da naneContos fingindo dormirdando bobeira de baby doll em dentro de casacontos bundão arrebitadocontos gay o deflorador de bundinhasContos erotico eu e minha tia no jogo da garrafacontos eroticos minha esposa eo porteiroconto gay negro trapezistacontos eroticos trote da faculdade comi o cú da calouracontos gays inicio da puberdade.ponei arrombando morena com tesaoContos Eróticos abusada todos os dias por estranhosapalpadinha na bunda.contoContos eróticos transei com a mãe casada do meu melhor amigoconto erotico tio juliocontos eroticos de incesto mae massagista faz massagem no filho adultoabri vede. sexoavivo. ......... . gstosasocontos bund 130cmConto comendo a gorda casadacontos de incesto fui adotad a para ser escrava sexualcontos amigas carentescontos tias de 29 anos loiracontos treinador gay da escolinhaQuero transa com minha prima que estar gravidacontos eroticos flaguei minha mae dando também quis cumer sua bundaconto de uma ninfeta que adorava mostrar a xota