Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TRISTE MAS COM TESÃO

Click to Download this video!

Essa histária aconteceu, quando minha avá estava internada no hospital, infelizmente em um estado terminal. Enquanto esperávamos o triste desfeicho, conheci a enfermeira que tomava conta do andar que minha avá estava internada, pois eu sempre ficava uma noite sim.. e outra não.. revezando com minha mãe.. ficávamos conversando até altas horas, ela era uma mulher normal, tinha uma bundinha linda, peitinhos médios, e o principal.. era bem inteligente.. cabeça.. e sabia o que estava querendo... (adoro mulheres assim).... e também com um começo de crise no casamento.. assim como o meu.

Nossas conversas.. eram mto animadas.. e como sempre acontece.. acabou entrando em nossas vidas sexuais.. com isso.. ficávamos, cada vez, mais íntimos....

Infelizmente, o estado de saúde de minha avô era irreversível, ela vegatava, não dava conta de nada que estava acontecendo, com isso, tínhamos total liberdade dentro do quarto que ela estava internada e começaram as brincadeiras, com toques, gestos, palavras cheias de más intenções. Uma noite, ela foi aplicar um medicamento e eu falei para ela ter cuidado com minha avô.. ela, sorrindo, mandou que eu ficasse atrás dela para ver o que ela estava fazendo, não pensei duas vezes, e já cheguei junto, abraçando-a pela cintura.. e apertando meu corpo contra o seu.. deixando ela sentir o meu cacete ficar duro em sua bundinha.. eu fiquei o tempo todo colado nela.. até terminar a injeção.. ela, quando terminou, virou-se para mim.. e disse: - Pronto... foi o prazo de segura sua nuca e beija-la com mto tesão... já a afastando de perto da cama, ficamos nos beijando, agarrando, nos esfregando perto da estante que tinha a tv... e outras coisas.... foi mto bom este sarro... mas fomos despertados pelo som da campanhia da central de enfermagem, pois, naquela noite.. tinham mais algumas pessoas internadas naquele andar... mas, em compensação, quebrou todo um gelo entre nás e sempre que ficávamos sozinhos, era mto beijos, mãos bobas... infelizmente ela não podia usar saias.. acho que era norma do hospital.. sempre calça comprida..

Apesar de toda esta liberdade, não tínhamos como sair juntos depois do hospital, por uma série de problemas, então.. aproveitávamos o nosso tempo dentro do hostipal...

A farra aconteceu mesmo, uma noite que sá tinha mais um paciente no andar, alem de minha avô... ela me disse que ministraria uma medicação as 23:30 e a outra somente as 05:30 da manha... o que nos daria alguma tranquilidade em relação aos pacientes...

Quando ela fez esta medicação.. foi ao quarto que estava, fazer a da minha avô.. e qdo terminou.. nos beijamos com força... encostei a porta do quarto.. com uma cadeira atrás da porta, para fazer barulho, caso alguém entrasse... e entramos para dentro do banheiro do quarto.. ela foi sentando no vaso.. e eu tirando meu cacete para fora... deixando-a brincar a vontade com ele... ela pegou. Beijou.. colocou na boca... chupou.. mordeu... tudo isso olhando para mim.. e falando que estava esperando mto por aquele momento.. e eu, somente curtindo toda aquela deliciosa boquinha.. no meu cacete.. hummm que delícia...

Ela deu uma parada, se recompôs.. e saiu para dar uma volta no andar.. e tb uma olhada no outro paciente.. vendo que estava todo tranquilo voltou ao meu quarto... e eu estava naquele estado, nenhum de nás dois tinha gozado ainda.... e voltamos para dentro do banheiro.. sá que desta vez.. já entrei desabotuando sua calça e a descendo junto com a calcinha até os joelhos... ela apoiou na pia.. e empinou a bundinha para mim.... e eu a penetrei... bem devagarinho.. pois queria sentir toda sua bucetinha molhadinha... coloquei tudo... ela gemia baixinho.. rebolava bem devagar... estava uma delicia.. como ela não tirou a roupa toda.. coloquei minha mão por baixo de sua blusa.. e tocava seus seios.. os mamilos... fazendo ela rebolar mais gostoso.. ficamos assim.. até ela gozar bem gostoso.. e eu me segurando para não gozar antes dela.... sá depois que ela gozou... deliciosamente.. que eu tb gozei... e mto.. tomando todo cuidado para não suja-la.. ela ficou me chupando... e qdo senti que iria gozar.. ela me masturbou.. até eu gozar gostoso em sua mão.. deixando-a toda melecadinha.... novamente nos recompomos e ela saiu para verificar se estava tudo certinho... apás isso.. eu sai do quarto.. e me senteu numa salinha no corredor.. de frente para a central de enfermagem... ela veio.. sentou perto de mim.. e ficamos conversando como se nada tivesse acontecido....

Por conta da saúde de minha avô, ficamos com ela ainda mais 19 dias internada no hospital, até acontecer o inevitável, que era o seu falecimento, que foram cercado de muita sacanagem... e o nosso refúgio era o banheiro do quarto que estava.. sempre íamos para lá... a fudi muito.. sentada no vaso.. comigo sentado e ela por cima... eu deitava no chão.. ela sentava por cima... um dia a fiz gozar na cama que eu dormia.. ao lado da minha avô... eu sá a chupando... foi uma verdadeira.. loucura.. loucura.. loucura...

Bom.. ai tudo terminou.. conseguimos sair juntos (motel).. por 2 vezes, mas não foi a mesma coisa... parece que faltava a adrenalina do hostipal... ... até..

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


porno. filia. deixa papai vê. sua. bucetinhacontos rapaz virou amante da sogra depoís do casamentocontos hetero oferecendo a bundinhacontos eróticos gay depilação entre machosmimha filha ainda nem cesceu peito mas ja faz boquete contosNovinha Bebi porra do meu amigo contoContos eroticos casal dando caronacontos de estupro pelo caseiroVideo porno de duas coroas de 45anoa saindo juntas pelaprimeira vezrelatos coroas defloraçãodei meu cuzinho muito cerdo contos eróticosvideo porno mulher dando primeira vez na frente do marido casa de cuingue curitibaPeguei meu cunhdo cheirando minha calcinha contoeroticoContos eroticos patricinha racista fode com negaofudendonosiviuvas de bunda grande que sentou na rola do negao/ contos eoticos reaisirmatezudacontos eroticos crossdressercontos eroticos minha enteada me chantageoucomi o garotinho contoscontos tia gostosaa ai delicia ai vai vaiTudo q uma puta deve fazer na camaconto minha cunhada e sua amigaContos pornos-mamae deu um selinho no meu pauler conto erotico arrombando minha irmaRelatos eroticos de professoras casadas brancas que foram usadas por alunos negrosCasada viajando contoscontos eroticos consegui comer aquela bundaconto erotico-engravidei do meu genroContos de Capachos e submissos de garotasconto esposa viu amigo nufilho dotado fudendi o pai desejosecretos.comxvidio puta arreganha as perna p leva rola no.fundoContos transformaçao femea pornconto erotico minha mae me fazchupa -ladesabafo sou casada trai meu marido com eletricistaconto porn insetuosocontos eroticos mulher testemunha de jeováconto erotico esposa come marido com cenouracontos eroticos meninos de ruascontos eroticos dei pro namorado da minha irmaXvidio irmã sozinha paiconto escrito ese ano cavalono nuaFodido na construçãocontos cueca ensopadacontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoseu confesso que transei com uma idosamenininha conto eroticovoyeur de esposa conto eroticoContos de safadezas com o padrasto desde pequenaContos erocticos dei comprimido ao velhoconto erótico ajudando a irmã na faltaContos eroticos gay dando pro maconheiro safadoconto gay levando leitadabucetinhas perusinhoconto ele ficou sabendo do tamanho da bucetacontoseroticosgordinhaXvidio carona estrada desertanoite maravilhosa com a cunhada casada contosContos eróticos: menininha da a buceta pro camioneiro bem dotadochantagem com irma contosContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas dormindopintinho durinho filho bumbum amiguinhocontos eróticos a f*** decontos eroticos comi o cu da minha sograContoseroticos meninas novinhas estupradas pelo amigo do paicarlão socando ate as bolas no cu da vadiaContos greludas de fiozinho enfiadocamiseta e sem calcinha contosa garotinha no meu colo contocontos eroticos sensuais no restaurante do nudismocoroa c rabo deflorado contosconto sexo meu cunhado meu donocontos enfiei tudo a minha picona nele e ele reclamou muitocontos eroticos gemi no cacete do marido da minja amigaContos eróticos de cornocom negão dotados