Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MULHER DE CAMINHONEIRO SE ALIVIA COM SEU CACHORRO

Click to this video!

Ola, meu nome é Maikon Felipe, sou moreno claro, 1m92, 77 Kg, 26 anos.

Vou relatar algo que aconteceu comigo alguns meses atras.

Eu sempre fui um cara, bacana, atencioso, bondoso, sempre quis ajudar,

ser util as pessoas, e a tempo estou sem namorada devido aos estudos.

E como a maioria dos estudantes que não pais, ou familiares ricos,

vivem sem grana, eu sempre procurei algo pra fazer, e em uma dessas

procuras conheci uma mulher mais madura do que eu, mais ou menos uns 35,

36 anos, seu nome Suely, braquinha, cabelos medios, lisos, seios lindos,

uma linda gordinha, de bunda grande, olhos atraentes.

Seu marido era caminhoneiro, e em sua casa uma linda casa de esquina

havia um jardim enorme e encantador, quando me ofereci para limpa-lo,

eu conhecia bem pouco de jardinagem, mais eu precisava da grana, e ela

tambem estava sem $$, entao deu tudo certo.

Comecei a trabalhar naquele belo jardim.

Certo dia, fui ate o fundo de sua residencia perguntar se podia cortar certa

parte do jardim, quando notei, um cachorro nao sei qual a raça, aonde

a Dona Suely dava banho e acaricia seu penis e ela de olhos fechados,

delirando com aquele penis na sua mao, e dava-se a impressao que o

cahorro adorava, pois abanava muito o rabo.

Terminou o dia de servico e fui embora, mais com aquela cena na cabeça, e de

certa forma com muito tesão. Ao amanhecer, sempre as 15:00 hs, eu parava o

serviço para tomar café, e não aguentei e comentei com Dona Suely da cena,

ela muito envergonhada, me disse que tava muito carente pois nao aguentava

mais a vida do marido de caminhoneiro.

Ao comentar, ela estava se sala, ela abria a perna e me mostrava a calcinha,

e cruzava a perna e fazia isto varias vezes.

quando ela colocou uma de suas pernas na minha. hummm, foi a gota dagua, comecei

a acariciar suas pernas, a agarrei pela cintura e a beijei, eu passava minha lingua

na dela, chupava sua lingua, depois mordia sua orelha, e sussurava bem baixinho

em seu ouvido, "tesuda, quero voce gostosa, vem pra mim", desci beijando ate o pescoço,

tirei sua camiseta, admirei seus lindos seios, e os beijei, puxava um pelo bico, e

mamava no outro, eu passava a lingua fazendo movimentos ondulatorios e os mordia bem de

levinho na ponta.

Fui descendo ate o umbigo e subia ate os seios, sempre acariciando sua xaninha por cima da

calcinha, em comecei a beijar suas coxas, ela sussurava bem baixinho de tesao, enquanto eu descia

ate seus pes, e subia, pelas coxas, virilia, e descia novamente, ela me implorava pra chupar

sua grutinha enxarcada, quando eu puxei a calcinha dela de lado, e meti a lingua, ela sussurrou!

Delirou !!! Eu esfregava a lingua combastante força, mordia seu grelinho duro, enfiava ele todo

na boca, e dizia pra ela, "goza na minha boca safadinha, putinha, goza", eu implorava pra ela .

Entao começamos a fazer um 69, bem gostoso, ela chupava meu pau como uma desesperada, parecia que

nunca tinha visto um cacete. Entao ela pedia pra mim, enfiar nela.

Quando ficou de 4, acariciando a xana pra mim, hummmm, eu passava no grelo dela, e nao enfiava, sá pra ela

sentir minha pica, bem quentinha, ela forçava a cintura pra tras, eu tirava e ela pedindo, entao, esfreguei

meu cacete naquela xana,e empurrei de vagarinho, ela respondeu com gostosas reboladas, fiquei naquela

posicao um certo tempo, confesso que tava morrendo de vontade de gozar, pois a algum tempo nao namorava,

quando ela me pediu pra comer seu cuzinho, hummmm, meu no mesmo instante, tirei meu pau, ajoelhei e comecei

a passar a lingua naquele cuzinho, ela susurrava de tesao, acariciando sua xana, entao, como nao tinha creme,

eu passei manteiga no cuzinho dela, que piscava pra mim me desejando.

Coloquei a cabeça do pau, bem na portinha, e comecei a empurrar devagarinho, ele nao entrava, depois com algumas

tentativas, ele entrou bem gostoso, nao aguentei, foi questao de 5 a 6 minutos, gosei gostoso dentro daquele rabinho,

foi quando eu estranhei, ela ainda morrendo de tesao, me pediu se eu fazia um favor, Ajudava seu cachorro a come-la!!!,

eu topei a brincadeira.

Foi quando ele entrou com uma simples chamada da dona. E comecou a chupa-la, no mesmo instante, ele montou nela, e

comecou a fudela, mais nao acertava o local, entao, eu guiei a pica dela, que entrou na hora, e comecou a fuder a dona,

que gemia,de rebolava, vi uma especie de caroço no final da pica do cachorro, invadir aquela senhora, gentiii ! Que grosso que era,

ate que depois de uns 20 minutos o cao parou de fazer seus movimentos, e uma quantidade de espermas descia pela suas coxas, mais alguns

minutos e aquilo bem grosso do cachorro, voltou a normal e a senhroa, ficou livre dele.

No outro dia quando cheguei ela me chamou na sala e me mandou embora, pagou os dias de servico quue eu tinha, e foi viajar,

vai entender ??? Acho que ficou com peso na conciencia. Como eu nao era de ua cidade nunca mais a vi.

Me escrevam contanto o que acharam da minha experiencia.



[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos gay quando eu tinha oito anos esperei meu pai ficar bebado e dei o cu pra elevideo safadecaconto erotico gay estuprado estupradorpriminho tesudinhoenrabada pelo chefe contosNinfetas mamando rola no cinema contoseroticoscontos eróticos devemos dividir o mesmo quarto com um casal de amigocontos eroticosmasturbando o cuzinhomurhler.abusada.estrupradogoza nuoutro egravidaContos eróticos gay meu amigo da bumda grande sempre deu o cucontos eroticos jardineiro comeu eu e minha mulherCONTOSPORNO.nenémcastigo boquete contosContos casal pelado na praiaBridge safadinha dando a seu marido em sua casacontos transei com velha e buçetudaconto erótico somos meio nudistasporno negao fidi lora magraContos eroticos namoradasminha esposa e o porteirocomi o cu do meu irmao e da minha irma brincando de pique esconde contoscasadinha inocete. sedo chatagiada contos eroticofamília naturista contosfui comida por meu marido e o massagista contocontos eroticos raboContos Reais Minha Mulher Me Chifra Com PauzudosContos eroticos gratis de estagiarias lesbicaascontos sadomasoquista mais uma gorda dominada parte 2contos eróticos minha esposa recatada choroucontoseroticos presidioContos eroticos engravideibrincando no mato contosconto - ela acha que a bucetinha era so para mijarcontos eroticos de lolitos com tios de amigoscontos eroticos sou viciada na pica do meu filhoconto pm metedorconto erotico foda com a viuvinhaconto gay fui feliz em salvadorviadinho japones dei pro negao do caminhão contos eróticoscontos porno.chorou de dormeu filho xerou meu cucachorros rendidos gozando pornocontos de maridos que de tanto insistir viraram cornos e viados no mesmo diacontos eróticos de mulheres casadas tirando a virgindade da sobrinha bucetudacontos eroticos lutascontos com fotos tia e sobrinho baixinho realCONTOSPORNO.sapecaconto porno madame s putasconto amor de cornocontos eroticos na praiacoroas cavalas emsabuando travesticontos fui arrombada em casa pelo amigo meu filhocontos transei com minha mae gostosa peituda no banhocontos eróticosde lésbicasmete até o talo tio contocontos ela me feminizouhome subimisso bebi xixi da rainha Conto erotico peguei.minha filha novinha arombei elacontos eroticos Araguaina Tocontos erotico irmao cafetao da irmaputona da pro chefe marido nem desconfiaTravesti fode duas coroas safadas na idade de 55 anoshomem gritado de dor porno abertando suas bolasg****** na xoxota da prima beijoscontos eroticos- meu namorado tirou minha virgindade no meio do matoconto eroticos gay meu primo comeu meu cuvideo safadecaminha tia esfregou/a/bunda/dee/vestido/no.meu/pau.conto erotico travesti desobediente castigada pelo donocontos seduzi minha mãe com o tamanho do meu paucache:HVsxZOrs15AJ:http://okinawa-ufa.ru/m/conto_12619_quando-eu-dei-pela-primeira-vez.html+"dei pela primeira"contos erotico d fui dormi so d calçinha com papai me ferreicontos eroticos homens cavalos e mulheres fogosasContos erroticos de prinos e prinas sexocontos eroticos arrastada pro mato e enrrabada pelo brimo da rola grossamulher no carnaval gozando muito no camarote ela ea amigacontos minha mãe punheta entregadorcontos eróticos reais de mulheres evangélicasprovoquei o velho e fui fudidaporn contos eroticos casada se prostituindo para ajudar em casacontos eroticos incesto pai encoxado filhas avo encoxado netasContos eroticos chupando o funcionario heteromeu avo aquele tarado comeu eu e amigas no riachocontos eróticos, minha esposa putacontos de incesto arrombaram meu cu com forçacontos eróticos a crente peituda de vestido levecontos eroticos rabocontos eroticos adoro ver ele dando leite pro meu negaoGay passiva com dois negoes contoscomi minha cunhadinha contos eroticosmae me seduziu de calcinha conto eroticoensinei minha filha a transar