Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ARROMBADO PELO INSTALADOR DE BINA

Click to this video!

Olá gente, to de volta pra mais uma das minhas deliciosas aventuras com rolas deliciosas. Bom conforme eu disse em meu ultimo conto, eu me mudei para a cidade de Pouso Alegre em Minas Gerais, fiz pedido de linha telefônica e um mês depois pedi também um aparelho BINA para detectar os números de quem me ligasse. Esperei por seis dias e nada de virem instalar como me disseram, então numa terça-feira dia três de seembro de 2007, me levantei cedo fui tomar um banho demorado, me depilei, fiquei todo lisinho, coloquei uma tanguinha fio dental branquinha, uma camiseta branca e um shortinho de lycra preto, um chinelo, um perfume feminino delicioso que tenho e fui cuidar das minhas coisas dentro de casa, quando foi lá pelas onze horas ouço palmas à porta de casa, era o instalador de BINA, um cara branco estatura mediana, bem encorpado e com uma mala na frente que parecia ser grande, atendi, ele se identificou, mandei entrar e ele foi logo começando o serviço. Enquanto ele instalava, eu fui arrumando minha cozinha e muitas vezes tive que me inclinar para pegar coisas no armário na parte de baixo e me esqueci que eu estava de shortinho de lycra com tanguinha fio dental e com certeza ele viu que eu estava usando tanguinha fio dental, pois o shortinho é fino e como a tanguinha era branca, aparecia sua cor e formato por baixo com certeza. Tenho uma bundinha muito bem feita, bem feminina, um corpo bem formado, bem desenhado que como eu já disse em outros contos meus da um show em muito corpo de menina nova de 15, 16, 19 anos. Ele então começou a puxar conversa perguntando se eu era daqui de Minas Gerais, eu disse que não, se eu estava gostando daqui, essas coisas. Então veio a pergunta fatal, se eu já tinha arrumado namorada e tal, eu respondi que não, pois mulher dava muito trabalho, ele então começou com a conversa de que ele também já fazia uns dois meses e meio que não catava nenhuma mulher, que já tava na seca há muito tempo e que mulher nenhuma aguentava a rolona dele, por isso a dificuldade em arrumar alguém pra transar e que ele já estava numa fase de não estar aguentando mais. Eu nessa hora já entendi tudo né, falei pra ele: TODO ESSE TEMPO SEM TRANSAR?, COMO VOCE CONSEGUE?, ele então respondeu: AH... TA MUITO DIFICIL, MAS VOU FAZER O QUE?, MINHA ROLA É MUITO GROSSA JÁ MOLE, IMAGINE DURA, eu então mais que depressa disse: NOSSA... QUE TAMANHO ELA TEM?, ele me respondeu: MOLE ELA TEM 20 CM DE COMPRIMENTO E 19 CM DE CIRCUNFERENCIA, nessa hora me acendeu o fogo da putinha desvairada e me fiz de inocente, mas já jogando o laço pra ver a rola dele: AH... QUE ISSO, ROLA DESSE TAMANHO NÃO EXISTE, ele disse: EXISTE SIM, VOCE NUNCA VIU UMA?, eu mais que depressa disse: CLARO QUE NÃO, EU PENSEI QUE A MAIOR FOSSE DE 20 CM DURA. Nessa hora ele parou o que estava fazendo e desabotoou o cinto baixou as calças e a cueca e me mostrou a sucuri que ele carregava já a meia bomba, era realmente comprida e grossa, eu não via uma rola daquele porte há muito tempo, fiquei com os olhos fixos nela e ele então pensando que estava pegando alguém sem experiência disse: GOSTOU?, eu mais que depressa disse gostei, é grandona, não imaginei que existisse rola desse tamanho, mas ao mesmo tempo eu não tirava os olhos dela, ele então disse: QUER PEGAR PRA VER COMO É. Eu mais que depressa disse sim e peguei... nossa...que grossa, comprida e quente e foi endurecendo logo que senti ela nas minhas mãos, ele disse então: QUANDO CHUPA ELA FICA AINDA MAIS GROSSA E GRANDE, nessa hora nem pestanejei e fui colocando o que deu na minha boca e fui chupando, ele então gemeu e foi segurando minha cabeça, fazendo movimentos de vai e vem. Notei que ele realmente não transava há algum tempo mesmo, pois parecia meio desesperado pra socar aquela rola enorme na minha boca, sá que não cabia, pois ela realmente era muito grossa e comprida, o máximo que consegui foi colocar a cabeçona na minha boca e chupar como dava. Ele bombou na minha boca com movimentos de vai e vem durante um minuto e meio no máximo e gozou fartamente, gozou muito mesmo, de maneira que engoli o que deu, mas vazou muito pelos cantos da minha boca, caindo porra também na minha camiseta, pernas, ele gemeu alto segurando minha cabeça de encontro com sua rolona. Quando acabou ele disse: SUJEI TUA CAMISETA, TIRA ELA, nessa hora ele mesmo me ajudou a tirar a camiseta me deixando sá de shortinho de lycra, então ele já foi tirando também meu shortinho me deixando sá de tanguinha fio dental, ai ele disse: NOSSA... QUE DELICIA, VOCE É UMA SAFADINHA DESSE JEITO, GOSTA DE ROLA NÉ. Eu mais que depressa fui tirando a roupa dele, deixando ele peladinho na minha frente com aquela rolaça enorme, então me ajoelhei e fui chupando de novo a sucuri dele que estava ainda meio dura e começou a inchar novamente, foi crescendo muito e engrossando mais ainda, parecia que quanto mais eu chupava, mais ela crescia e engrossava, aquilo me deu um fogo enorme no corpo, meu cuzinho já piscava sem parar de tanto tesão, chupei por uns cinco ou seis minutos e ele já gemendo de tesão, então me pediu pra eu ficar de quatro no meu sofá, se ajoelhou atrás de mim, puxou minha tanguinha para o ladinho e começou a passar sua língua no meu cuzinho que já estava desesperado por aquela rolona, ele chupou, enfiou a língua, mordiscou minha bundinha, eu adoro quando alguém faz isso, me da mais tesão ainda, enfiou um dedo, depois dois, três e foi amaciando meu cuzinho pra receber aquela rolaça enorme, eu sá gemia e rebolava nessa hora, desesperada pra sentir aquela cobrona dentro de mim, ela toda seria impossível, mas uma boa parte dela não. Eu comecei a pedir pra ele enfiar logo a rola em mim, que me comece, pois eu já não aguentava mais, ele então se levantou, pegou uma camisinha, salivou muito meu cuzinho e sua rolaça e colocou a cabeça na entradinha do meu cuzinho, então eu disse a ele que eu iria comandar a penetração, pois era muito grande e grossa a rola dele, comecei a rebolar naquela cabeçona na entrada do meu cuzinho e fui forçando e rebolando ao mesmo tempo e meu cuzinho foi cedendo e a cabeçona entrando, começou a doer, mas eu estava decidida a sentir ela dentro de mim e como boa putinha que sou fui forçando e a cabeçona passou, dei um grito de dor e tesão ao mesmo tempo, mas ela entrou e fui rebolando e forçando até que uns vinte centímetros ficaram dentro de mim mais que isso não deu, ele então começou a bombar dentro do meu cuzinho com aquela rola deliciosa me enchendo toda, me comendo com muita vontade e tesão, ele me comia de uma maneira que parecia que nunca havia comido alguém e que tinha tesão pra uns dois anos metendo sem tirar, o cara tava louco, alucinado de tesão e eu adorando, começamos a gemer de tesão, ele estava me estuprando com aquela rolona, ela entrava forte, grossa, abrindo tudo que tivesse em sua frente e saia macia, gostosa, me deixando uma sensação de vazio que era logo preenchido novamente, ele me segurava pela cintura e dizia: VAI GOSTOSA, VAGABUNDA, GEME NESSA ROLA SOCADA DENTRO DE VOCE...GEME... VOCE GOSTA DE ROLA NÉ? TOMA, SENTE ELA TE COMENDO, SENTE...TO COMENDO VOCE, A MINHA ROLONA TA SENDO SOCADA DENTRO DESSE SEU CUZINHO DELICIOSO COM ESSA TANGUINHA LINDA SUA, VAI PUTINHA GEME MAIS NESSA ROLA GEME..., aquilo tudo me acendia, eu comecei a gozar, mas gozei tanto que cheguei a cair pra frente com as pernas moles, mas ele me segurou pela cintura e começou a socar mais, coloquei meus braços no encosto do sofá pra me apoiar mais e continuei a receber aquela rolona que não parava de entrar e sair de dentro de mim. Quando meu tesão começou a aumentar novamente ele me segurou forte, aumentou a velocidade da metida de rola em mim, começou a gemer mais alto e gozou muito dentro de mim, gemeu alto enquanto gozava e me chamou de putinha safada. Ele gozou tanto que caiu mole em cima de mim, me deixando com mais tesão, pois sua rola era muito comprida também e mesmo depois de amolecer não saiu de dentro do meu cuzinho arrombado nessa hora, descansamos um pouco e sua rolona logo deu sinal de vida novamente, ainda dentro de mim, meu tesão foi aumentando mais ainda e ele foi me virando, me colocando na posição de frango assado, começou a bombar novamente, sá que ai eu disse a ele pra trocar a camisinha que provavelmente estaria cheia, quando ele tirou a rola de dentro de mim a camisinha estava lotada, parecia que ele nem tinha gozado na minha boca antes daquilo, se forçasse mais um pouco ela estouraria, ele então trocou, e socou a rolona em mim novamente dizendo: TOMA VARA SUA PUTA, VOCE GOSTA, SENTE ESSA VARONA TE ARROMBANDO SAFADA, TOMA...VOCE GOSTA DE ROLA MESMO, TOMA ESSA ROLONA NA BUNDA TOMA...VAI VAGABUNDA...GEME NESSA ROLA GEME...EU SEI QUE VOCE TA ADORANDO ISSO, VOCE GOSTA DE SER PUTINHA NÉ?... TOMA SAFADA, dizia isso e dava tapas fortes na minha bundinha e eu ficando cada vez mais maluca com isso, cada coisa que ele me dizia aumentava mais meu tesão, cada tapa que eu levava na bundinha me deixava mais louca pra dar pra ele, sentir a rolona dele entrando e saindo do meu cuzinho estava muito bom, eu estava alucinada de tesão, adoro isso, adoro dar o cuzinho, me sentir putinha de um macho gostoso, eu gemia descontroladamente, pois era muito tesão pra mim, ele então me pediu para cruzar as pernas na sua cintura e segurar no seu pescoço, nisso ele foi me pegando por baixo das minhas coxas e me ergueu me deixando com a rolona dele socada no meu cuzinho, me encostou na parede e socava sua rola sem dá em mim ao mesmo tempo em que chupava meus peitinhos, aquilo me deixou alucinadamente louca, eu gemia, beijava, eu já estava descontrolada de tesão e quando ele chupava meus peitinhos então, aiiii...Sssssss..., me comeu assim por uns três minutos e foi me levando para meu quarto, quando chegamos ele sentou na cama e eu ainda de frente pra ele com a rolona socada no meu cuzinho e me levantava e descia na rola e eu gemendo, rebolando, quase gritando de tesão. Ficamos assim um bom tempo, ele me comendo e me beijando, outra ora chupava meus peitinhos e eu levando rola.

Me colocou deitadinha de ladinho na cama, foi por trás de mim, levantou minha perna esquerda, ajeitou sua rola na entradinha do meu cuzinho e socou de uma vez, aquilo me fez dar um grito de tesão, fissura, sei lá mais o que, sá sei que entrou muito gostoso e consegui receber desta vez toda sua rola dentro de mim, foi tudo, tudo mesmo, ficaram sá as bolas do lado de fora e começou a meter sem parar e forte, imaginem uma rolona gigante entrando todinha e saindo do seu cuzinho, aquilo era o paraíso pra mim e ele socando sem parar. Ficamos assim nessa posição por uns vinte minutos e eu recebendo rola no cuzinho, aquilo era muito bom, delicioso, ele então tirou sua rolona de mim, me virou de bundinha pra cima, colocou um travesseiro por baixo, ergueu mais meu quadril, abriu mais minhas pernas e socou tudo dentro de mim novamente de maneira que senti seu saco encostar na minha bundinha,...Sssssssss... Aiiii que delicia, passou seus braços por baixo dos meus ombros e começou a me comer novamente e eu já implorando pra ele gozar, pois eu já estava quase gozando, eu estava segurando pra gozar junto com ele, eu queria gozar com ele, eu rebolando naquele pau delicioso, gostoso, grossão, me arreganhando o cuzinho, ele enterrou a rolona dela todinha, e enfiava sem dá e me comia por trás, ah...eu tava maluca, foi quando ele me disse que queria que eu ficasse de quatro pra ele, fiquei ele enfiou de uma vez sá e começou a me foder com muita força, de tal maneira, que eu comecei a gozar na hora, gozei tanto que minhas pernas estavam moles demais, foi quando ele disse que ia gozar e que queria gozar na minha boca, eu disse que sim e ele tirou rápido seu cacetão do meu cuzinho, colocou ele na minha boca e começou a gozar, gozou de uma tal maneira que foi mais que a primeira vez e gozou tudinho na minha boca, quase engasguei, mas bebi toda a sua porra, chupei seu pau até limpar tudinho sem deixar uma sá gota de porra, não parei de chupar e o pau dele começou a endurecer novamente, então continuei chupando e não demorou muito ele gozou de novo na minha boca. Ficamos deitados um tempo, ai fomos tomar banho, onde ele me comeu de novo, agora enquanto escrevo esse conto estou sentada na rolona dele novamente, se você me quer como fêmea na sua cama pra fazer o que quiser comigo e meu cuzinho, me escreva e mande um numero de telefone que te ligo ou escrevo pra marcarmos ta? Se você for de Pouso Alegre, Cachoeira de Minas, Conceição dos Ouros, Santa Rita do Sapucaí ou outra Cidade de Minas Gerais me escreva, Tambem posso ir para São Paulo,são sá 200 km de distancia. Um beijo na sua rolona grossona viu? Votem nesse conto, pois quero muito dar pra vocês. Meu e-mail: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


quero ver um vídeo de graça de graça rouba pica bem grossa dentro da b***** entrando bem devagarzinho b************quero ver buceta do pigele gradepornô o homem que nuca viu uma boceta quando viu endoidouencoxador no tremconto real meu vizinho me estuproucontos de sexos ainda dimenorcontos eroticos de mulheres traindo marido com caseiro e porteiroconto erotico novinhos no semáforoDei a um cara que tinha elefantismo no pau contoscontos eroticos currada garganta profundacontos comi minhas gemias zinhasconto erotico de fui comida pelo amigo do meu esposo insperadamentecontos veridicos por garotas teensviadinho tapas esposa dedos no cu conto marido consolotoda e Vânia chupando a bocaconto eroticos com a namorada e minha irma acampandoconto na festa aqui em casa meu primo comeu minha maeporno doido sumindo um emorme prinquedo na pusetaContos eroticos transei com uma porcadesde pequena pratico zoofiliaa posição cavalgada pode machucar o útero.?'contos eróticos com mulatascontos eroticos meu filho me fez gozarconto eu e minha babatomou viagra e meteu na esposasubmetido a chantagem para ajuda o marido contos eroticocontos eróticos é hoje que vou te fuder todatirando a calcinha no banheiro toda meladinha visgandocontos eroticos fodendo minha cunhada novinhaconto erotico incesto sonifero filhafilme de sexo nacionais deixando gozar dentro da buceta dela Mambucabaconto gay sou macho me encoxaramtentando comer a sobrinha contoscontos eróticos eu dormindo senti uma coisa lisa entrando nu meu cuconto erotico incesto sonifero filhabia cadela contoscontos erotico ela trai o maridocontos sarro gostoso com meu genroContos eroticos tia morado na minha casacontos eróticos sendo tratado como mulherputinhasinocentedei a xana contos eroticosRelato minha mulher no shopping sem calcinhacolocando devagar na bundinha vestidinhoContos eróticos padrastoContos eróticos seduçãoconto erotico viado afeminado escravizado por macho dominadorcontos eroticos piscina peitos fartos seduziContos eróticos tetas gigantes2paus nu mesmu buracuContos eroticos novinha desmaia de tanto gosame comeramdormindo contoseróticostransei com minha tia nas dunas da praiaminha irmã no meu colo contiscontos eróticos de Poucontos eróticos gays irmãosCom sunga sempre fico de barraca armadadei a buceta pra não me entregarem contos reaispinto duro pra tu noivacontos eroticos tirando virgindade de netinhacontos comi minha sogracontos eróticos de viados que foram fudidos ouvindo palavrõescontos erotico comeram minha bunda na festacontoseroticos primo transou com a prima e ela ficou gravidachantagem contos eroticospornodoido dona de casa chifra rapidinha cm amigocontos ex com amigosafastou as carnes do cu piça perfurou minhas entranhas contoscontos eroticos meu amigo veio fazer trabalho e acabo me comemdomenino gay inocência perdida pornoContos de leitores reais swingtrai meu marido na hora do futebol dos contosvídeo de gorda lavando o rabo ensaboadocache:FPfKk_mm7mAJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_9_9_zoofilia.html contos felipe comeu minha mulhrercontos eroticos,eu e minha maniia de mini saiaMãe mamando filho contoseroticos