Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA MÃE ME ENSINOU A TRANSAR

Click to Download this video!

Bom meu nome é ... e tenho 20 anos. Esta histária que vou contar é uma histária verídica que

começou a três meses atrás. Minha vida é normal como de qualquer outro rapaz de minha idade, não sou nada forte

nem malhado, sou até um pouco gordinho(mas de roupa nem da pra notar, tenho uns pneuzinhos).

Bom minha mãe até que sim ela é bonita, nada de muito espetacular,o que chama atenção é o tamanho da bunda dela,

ela tem uma bunda muito grande e seios médios um pouco fartos, ela é morena

cabelo liso, tem 38 anos, me teve com 19 anos.

Eu nunca pensei em minha mãe como mulher, sempre gostei muito dela como uma verdadeira mãe mesmo.



Nossa histária começa assim:



Eu sempre fui muito tímido, deu meu primeiro beijo aos 19 anos. Minha mãe nunca falava nada em relação a minha timidez,

mas acho que ela tinha dá de mim. Uma vez ela me viu ficando com uma garota e ficou muito feliz,

acho que por ter me visto pela primeira vez com uma companhia e feliz. Mas como tudo que é bom dura pouco logo terminei com essa garota

e voltei na mesma: sempre em casa sem fazer nada, sá estudando.

Eu via que minha mãe se preocupava comigo. Quando fiz 20 anos me deu um sentimento ruim,

a maioria dos meus colegas já saiam e transavam, e eu nem saia nem transava, aos 20 anos e ainda virgem.

Eu não aguentava mais essa situação queria transar de qualquer jeito, não importava com quem apenas queria sentir prazer e transar.

Mas o problema era esse, como eu iria transar sem conhecer garota alguma? Sem sair e ainda por cima sendo tão tímido??

Eu matava minha vontade de transar me masturbando, quando ficava com tesão sempre masturbava excessivamente. Eu esperava minha mãe ir para a

cama dormir quando via que ela estava dormindo começava o meu prazer.

Um dia, ela tinha saído para se divertir e eu tinha ficado em casa sozinho, daí comecei a me masturbar, estava todo pelado assistindo a um filme pornô

e matando meu prazer, derepente ela chega sem eu perceber e entra na casa, eu não tinha escutado ela entrar e continuei a me masturbar

e logo ela abre a porta de meu quarto bem rapidamente e me vê totalmente pelado e com o

PÊNIS duro e todo melado de porra. Ela fica uns 19 segundos olhando para mim e para meu pinto melado

de porra durante, vendo aquilo toda assustada, logo em seguida fecha a porta e vai para o quarto dela.

Naquela noite eu não havia ido até ela e nem ela havia vindo até mim. Fui logo dormir com muita vergonha, na manhã seguinte eu não a encarei,

ficava olhando olhava para baixo para os lados menos para ela, não tinha cara para olhá-la, então ela resolve quebrar o silêncio e me diz:

- Isso é norma filho, você tem 20 anos, isso é super normal, a culpa foi minha por ter aberto a porta

sem bater em seu quarto meu docinho, me desculpe tá.

Eu simplesmente comecei a chorar e falei para ela:

- Isso não é normal mãe tenho 20 anos e não tenho namorada fico noites e noites me masturbando, isso

não é normal mesmo. Poderia ser se eu tivesse 19 anos, mas com minha idade não é, EU SOU VIRGEM MÃE.

Ela olhou para mim com um olhar de pena e disse:

-Meu filho você apenas não encontrou a pessoa certa para você, mas você irá encontrar.

-Mas mãe é muito difícil não ter ninguém, eu tenho minhas necessidades e tenho que ficar me masturbando, ISSO É MUITO TRISTE MÃE.

-Ela apenas me abraçou e ficou sem palavras.

Na verdade ela não tinha o que falar, o que ela ia dizer?? O que ela poderia fazer??

O dias foram passando e eu fui ficando cada vez mais triste, e minha mãe percebeu isso, até que em um sábado á noite ela vem e me pergunta:

-Filho vai sair hoje??

-Não mãe! não vou não.

-Eu vou ficar em casa hoje também filho, se você quiser conversar sobre qualquer coisa.

-Sobre o que mãe?

-Filho estive pensando, porque vocÊ não procura uma amiga da noite, vai ser bom para vocÊ, você irá conhecer como é o corpo

de uma mulher.

-Mãe! Não quero isso, quero algo natural, não quero submeter nenhuma mulher a isso, quero alguém que me conheça

para que me ensine, não uma vagabunda.

-Filho vai por favor, quero te ver feliz, num aguento mais te ver triste por uma bobagem dessas.

-Bobagem mãe, eu morro de vontade de transar e tenho que ficar me masturbando, isso é uma vergonha, queria alguém que me ensinasse, eu que eu pudesse confiar.

Não uma mulher dessas de rua.

-Ai meu filho assim vai ser difícil.

-A senhora acha isso uma bobagem porque com 19 anos a senhora já transava,agora eu nunca transei e já tenho 20. Eu não aguento mais isso tenho muita vontade

de transar.

-Filho! Me desculpe mas realmente não sei o que te dizer, acho que então não tenha nada que possa fazer por você. Se você quiser uma amiga

da noite eu pago para você mas se você não quer então não posso fazer nada.

-Mãe valeu pela intenção, mas não é o que quero.

-Tá bom meu docinho.

Depois desta conversa minha mãe me deu um abraço bem carinhoso me beijou e disse que me amava.

Nos dias seguintes fiquei pensando no que ela me disse naquela noite, na sua expressão de pena de mim de mãe preocupada. E logo começou a vir

na minha cabeça pensamentos de sexo com ela.

No outro sábado minha mãe novamente estava em casa, então fui até ela e lhe perguntei:

-Mãe! Vamos conversar novamente como sábado passado?

Ela logo aceitou e me disse que sim.

-Filho e ai melhorou um pouco?? Tá mais calmo essa semana?? Conseguiu desencanar dessa de sexo??

-Não mãe, mas esta semana estou mais feliz por saber que a senhora gosta muito de mim e se preocupa comigo.

Mãe! Pensei muito na nossa conversa e eu estava pensando se a senhora poderia me dar algumas dicas de

como conquistar uma mulher, pode ser??

-Claro filho, posso sim. Primeira coisa você tem que ser muito gentil e...

Eu interrompendo ela disse subitamente:

-Mãe você me acha bonito?

Ela meio surpresa diz:

-Sim filho, te acho muito lindo.

-E meu corpo mãe a senhora gosta??

-Sim você tem um corpo bom.

Eu indo ainda mais fundo.

-E meu PÊNIS mãe a senhora acha ele normal?? Ele tem um tamanho bom??

Ela parece não gostar muito e diz:

-FILHO! Você está indo longe demais, é melhor eu ir pro meu quarto.

Eu inconformado digo:

-Desculpe mãe é que tenho muita insegurança a respeito dessas coisas queria sua opnião que é uma

mulher que me conhece que gosta de mim.

Ela logo desiste da idéia de ir pro seu quarto e não mais coloca barreiras em nossa conversa.

Acho que ela tinha muita pena de mim e queria que eu me distraísse.Então começou a me responder todas as perguntas

que eu fazia, numa boa.

-Tá bom filho. Olha naquele dia vi você nu com seu PAU todo melado, achei ele de um tamanho bom, pelo menos eu não gosto de

PINTO muito grande.

Nesse momento que escutei ela falando assim, meu CACETE foi lá em cima.

-Nossa fico feliz por isso mãe. Pelo menos meu PÊNIS é normal e de um tamanho que agrada alguém. Principalmente alguém tão importante como você.

-Que bobagem filho. Seu PINTO é normal.

Nessa hora meu PAU ja estava como uma pedra e latejante, não aguentava mais. E logo perguntei:

-Mãe a senhora gostaria de dar uma outra olhada nele para vê-lo melhor e para ter certeza do que esta falando??

Ela me olhou com uma cara de desaprovação. E disse:

-Filho isso não é normal, eu não posso ficar te vendo nu, ainda mais seu PAU.

Eu olhei para ela com uma cara de coitado e derrotado e abaixei a cabeça. Ela então

cedeu e disse:

-Tá bom filho! Tira essa ROLA pra fora então. Me mostra ele.

Quando ela falou desse jeito me deu um tesão tão grande que logo coloquei meu PAU para fora.

Minha mãe fez uma cara de safada, ela até parecia outra mulher.

-Olha mãe.

-Nossa essa PICA tá dura em??

-Mãe vendo a senhora falar assim me deu um tesão tão grande que não consigui segurar.

-Tá filho!Então tá já vi sua PICA, ele é meio torto mas é normal sim tem um tamanho bom. Gostei

muito dessas suas bolas do saco tambem, são bem gordas, adoro bolas assim.

-É mesmo mãe??

Perguntei para ela. Nesse momento nás estávamos no meu quarto conversando e ela estava a 1 metro de mim.

Eu estava com o meu CACETE para fora e minhas calças estavam na altura do joelho. Minha mãe estava observando

meu CACETE e logo disse.

-Sim Filho. Essa ROLA sua dá pra fazer um estrago.

Quando vi minha mãe falando assim logo pensei: "Vou aproveitar que ela tá dando mole". Fiz uma cara de coitadinho

e perguntei para ela:

-Mãe posso te pedir uma coisa??

Ela meio assustada olhou para mim e disse:

-Olha lá em! O que você quer meu docinho??

-Mãe será que tem jeito da senhora vir aqui mais perto de mim e olhar meu PAU direito? Acho que a senhora

está falando tudo isso sá para não me deixar triste.

Ela olhou para mim com um olhar de reprovação mas logo cedeu e disse:

-Tá! Vou ai dá uma olhada.

Ela chegou perto deu um sorriso para mim e disse:

-Posso pegar??

-Fica á vontade mãe. Essa ROLA é sua.

Ela então ajoelhou pegou no meu CACETE e disse:

-Licença filho.

E deu uma cuspida cheio de saliva no meu PAU. E então começou a olhar as bolas de cima em baixo,

analisando as bolas e todo o meu PÊNIS. Mas apenas segurando meu PINTO sem punhetá-lo;

-Nossa mãe que tesão, a senhora parece ser profissional nessa área de sexo.

-É filho, dei uma cuspida no seu pau para ver se ele tava todo grande mesmo. Quando dou uma cuspida

dessas não há quem resista.

Eu não aguentando mais de tesão, abri o jogo para ela e disse:

-Mãe deixa eu te pedir mais uma coisa??

Ela nesse momento já estava em pé e não mais ajoelhada.

-Fala Docinho da mamãe.

-Mãe paga um BOQUETE para mim? Por Favor nunca ninguém me fez um boquete. Estou com meu PAU

muito duro agora. Quero muito.

Ela sorriu e disse:

-Filho vou chupar esse CACETE seu mas vai ser um segredo nosso tá bom, amanha quando acordarmos não quero

conversar sobre isso oK?

-Claro mãe! Qualquer coisa que você quiser mas dá uma chupada nessa ROLA para mim.

Logo que disse isso ela se ajoelhou, acabou de tirar minhas calças, me deixando sá de blusa.

Olhou para mim e disse:

-Olha para a mamãe docinho vou colocar essa ROLA na boca.

Antes de colocar na boca ela deu mais uma cuspida cheia de saliva, meu pau estava todo melado de cuspe.

E então ela colocou na boca e começou a chupar bem devagar:

-Humm..Humm...QUE ROLA EM FILHO, ESSA ROLA JÁ TAVA PRECISANDO DE UMA BOA CHUPADA.

-Humm..SEU CACETE É BEM GOSTOSO FILHO...QUE CACETE GORDO..HUMM.

Enquanto ela dizia essas palavras, ela cuspia e levava meu CACETE bem na garganta e fazia GARGAREJO com meu

PAU dentrO de sua boca. Ela chegou a fazer 4 vezes, ficava uns 19 segundo com meu CACETE na sua garganta em cada gargarejo

e então olhava para mim e dizia:

-TÁ VENDO FILHO! TÁ GOSTOSO?? É ASSIM QUE GOSTO DE FAZER, ATÉ HOJE SÓ TINHA FEITO 2 GARGAREJOS NA ROLA DE ALGUÉM, MAS POR

VOCÊ SER MEU FILHO TE FIZ 4 GARGAREJOS.

-AI MÃE! NÃO PARA NÃO. ISSO É BOM DEMAIS. AI!... QUE PORRA, AI! CHUPA ESSA ROLA MÃE. Tá GOSTOSA ESSA ROLA??

-HUM...HUM... TÁ UMA DELÍCIA FILHO, TÁ COM GOSTINHO DE PORRA. ACHO QUE MINHA PORRA TÁ CHEGANDO. ADORO ENGOLIR PORRA.

Depois que ela disse isso, deu uma última cuspida na cabeça do meu PÊNIS e me fez um último gargarejo. Ela levava meu CACETE na garganta

e então engolia meu PAU junto com as bolas. Minha mãe cuspia na cabeça do meu CACETE, nas bolas do saco e ainda chupava todo o melado do meu CACETE

e engolia.

-Ai MÃE VOU GOZAR. VOU GOZAR AGORA, CONTINUA CHUPANDO ESSA ROLA Mãe! NÃO PARA!

ELa então tirou logo o meu CACETE de sua boca e disse:

-DOCINHO DA MAMÃE EU VOU PARA DE CHUPAR ESSA PICA.

-MÃÃÃÃÃEEEEE PORQUE VOCÊ PAROU LOGO AGORA QUE EU IA GOZAR, A SENHORA NUM GOSTA DE PORRA NA BOCA NÃO?

-GOSTO DEMAIS FILHO, ADORO ENGOLIR PORRA AINDA MAIS DE UMA PICA COMO A SUA CHEIA DE LETINHO. FILHO

agora eu que vou te fazer uma pergunta.

-TÁ MÃE. QUAL É??

-VOCÊ TÁ AFIM DE COMER MINHA BUCETA??

-NOSSA MUITO MÃE. MAS EU NÃO SEI COMER BUCETA, NEM CONHEÇO UMA BUCETA DE PERTO.

-EU TE ENSINO.VOU TE DAR MINHA BUCETA PARA VOCÊ COMER, VOCÊ VAI GOSTAR MUITO FILHO.

-AI MÃE QUERO MUITO. ME MOSTRA SUA BUCETA ENTÃO.

Nesse momento ela se levantou limpou sua boca que estava cheio de cuspe e me pediu para tirar sua roupa.

Ela se virou para mim de costas e tirou sua blusa ficando apenas de sutiã e com sua saia. Nesse momento eu estava sentado na cama.

Ela me pediu para tirar sua saia eu então tirei. Ela ficou sá de calcinha e disse:

-PRONTO PRA CONHECER UMA BUCETA DE VERDADE?

-SIM MÃE.

Ela pegou e colocou minhas mãos em sua bunda e então eu tirei sua calcinha. Nossa aquela BUCETA

era muito bonita, era rosadinha e era bem grande, minha mãe tinha um BUCETÃO.

-Pode colocar a mão filho. Pode tocar, lamber, faça o quiser, vou ficar de quatro assim com meu rabo pra cima

pra você conhecer minha BUCETA e apreciar ela.

-Tá mãe vou socar o dedo nessa BUCETA então.

Comecei a colocar meus dedos na BUCETA dela e então dei uma lambida e disse:

-Que BUCETÃO mãe, acho que não consigo comer essa BUCETA não.

-Ai filho! Num preocupa não eu vou dar minha BUCETA pra vocÊ comer e você vai gostar muito dela.

Ela é larguinha mas você vai adorar colocar sua ROLA. Ainda mais que essa ROLA sua tá toda melada, vai entrar direitinho.

-Pode meter então mãe?

-Sim filho, mas põe devagar, não soca tudo de uma vez não se não você goza queridinho.

-Tá mãe. Tô enfiando.

-Isso Filho coloca sá a cabeça dessa ROLA na minha BUCETA primeiro, começa devagar. AIII CACHORRO! QUe CABEÇA GOSTOSA.

ESSA ROLA TÁ MUITO GROSSA NA MINHA BUCETA.

-Ai mãe que BUCETÃO, NOSSA METER NUMA BUCETA È BÃO DEMAIS. ACHO QUE VOU GOZAR.

-TIRA A ROLA FILHO. TIRA A ROLA DA MINHA BUCETA.

Depois que ela disse isso, logo tirei meu CACETE da BUCETA dela, foi por pouco, quase enchi aquela

BUCETA de PORRA.

-Nossa mãe a senhora quase me fez gozar nessa BUCETA.

-Sim filho, por isso mandei você tirar sua ROLA. Quero que você me fode e aguente essa minha BUCETA.

-Mãe desculpe te falar, mas a senhora é uma vagabunda, uma vadia na cama. Aquele BOQUETE que você fez nem as

mulheres dos filmes que vejo fazem. A senhora é uma profissional, se eu soubesse antes já tava fodendo essa BUCETA SUA TODO dia.

-É Filho vocÊ perdeu tempo mesmo. Obrigada pelo elogio filho, mas você ainda não viu nada.Agora chega de conversa e senta ai.

Ela chegou e se abaixou fez um BOQUETE E DEU UMA CUSPIDA no meu CACETE e disse:

-Filho vou montar em cima de vocÊ tá bom, vou abrir minha BUCETA e vou CAVALGAR um pouquinho nesse seu CARALHO viu.

-Tá mãe. pode vir.

Ela chegou colocou a mão em sua BUCETA abriu ela e sentou com ela aberta no meu PAU.

-Ai filho que CARALHO GOSTOSO. Agora a mamãe vai começar a cavalgar. Tá filhote?

-Sim mãe, o que a senhora quiser, sá continue com essa BUCETA no meu CACETE.

-Ai Filho... Hum... Ai..Humm...FODE ESSA BUCETA FODE

-AI ASSIM FILHO... VAI. METE MAIS... METE MAIS...EU QUERO ROLA...

-ISSO FILHO QUE CACETE GOSTOSO.

-AI MÃE QUE BUCETA maravilhosa. Tá gostando desse CARALHO??

-Tô AMANDO FILHO. Você tá comendo minha BUCETA DIREITINHO. TÁ METENDO BEM LÁ DENTRO.

-MÃE deixa eu te comer de quatro?

-Pode sim filho, sá dá mais umas duas estocadas com essa ROLA na minha BUCETA por favor.

Logo que ela disse isso meti com força em sua buceta e tirei meu CACETE de dentro de sua BUCETA.

-Ai filho que MASTRO gostoso.

Depois que ela disse isso ficou de quatro pra mim com aquele rabão pra cima e disse:

-METE ESSA ROLA FILHO. QUERO FORTE ME FODE MUITO. QUERO BEM FUNDO.

Dei uma primeira metida e comecei a comer aquela BUCETA segurando para não gozar.

-Assim tá bom mãe?

-Hum... QUE ROLA GOSTOSA. Tá uma delícia essa ROLA filho...Continua metendo num para não. METE VAI...

-Toma NA BUCETA VAGABUNDA. VADIA. POSSO FALAR ASSIM MÃE??

-Sim filinho fala o que você quiser. SOU SUA VACA HOJE SOU SUA VAGABUNDA SUA VADIA, METE VAI QUERO ROLA...

-QUE BUCETÃO MÃE. REBOLA NA MINHA ROLA VAI.

ELA começou a rebolar bastante no meu cacete e disse:

Quero cavalgar filho, você já me comeu demais de quatro.

-Tá bom mãe.

Sentei e ela veio por cima e não chegou a sentar ficando agaixada e descendo e subindo no meu PAU.

-Assim mesmo mãe vai...

-Tá gostoso filho?

-Muito mãe tá bom demais.

Ela ficou agaixando e subindo no meu pau uns 4 minutos.

Eu estava a ponto de gozar naquela BUCETA, mas vendo aquele cuzão, não aguentei e pedi pra ela:

-Mãe deixa eu comer esse cú?

-Ai filho não sei. Meu cú é sá para pessoas especiais.

-Mas e eu mãe?? Não sou alguém especial?? Eu mereço esse cú, deixa eu comer ele, por favor??

Ela olhou pro meu pênis e deu uma lambida nele e disse:

-Tá! Come meu cú então, mas não goza nele não, quero engolir sua porra todinha tá filho? promete que não goza??

-Sim mãe. Agora arreganha esse cú ai que quero foder ele.

-Tá filho.

Ela olhou pro meu Pênis e disse:

-Você está com sorte hoje levou de presente um BUCETA e um Cú de uma sá vez em??

-Fica de quatro pra mim mãe quero fuder seu cú com você de quatro.

-Tá filho. Mas começa devagar. Entra com a cabeça primeiro.

-Assim mãe??

-Isso filho. AAAIIII. FAZ UM TEMPO JÁ QUE NÃO DOU O CÚ.

-ESSA BUNDA É GRANDE MÃE, MAS ESSE CÚ TÁ BEM APERTADO. AIIII QUE TESÃO.

-Isso mete devagar filho. Assim Ai Filho... Assim vai come meu cú...Hum ai que CACETE.

-Tá gostando dessa PICA NO CÚ mãe??

-Tô sim tá danfo pra aguentar, mete mais vai filho. Estora meu cu vai. Pode castigar.

-Ai que cuzão gostoso mãe.

Eu tava comendo aquele cú tão forte que ela tava até gemendo e pedindo para mim socar mais.

-VOu gozar mãe. Nâo aguento mais.

-Quero na boca, quero engolir porra.

Ela disse isso e tirou meu pau do seu cú e começou a punhetar meu pau com a boca e cuspir nele. Eu segurei a cabeça dela

e comecei a foder a cara dela como se fosse uma buceta. Ela queria falar alguma coisa mas eu não deixava e continuava fodendo a boca dela.

-Hum...Hum...Filho

-AAAAAIIII!!! Engole essa porra mãe.

Não aguentei e gozei dentro da boca dela, tinha tanta porra que ela não aguentou engolir tudo de uma vez

e começoua sair porra pelos cantos da boca dela, ela tinha engasgado e estava com os olhos vermelhos, começou a sair lágrimas dos olhos delas.

Segurei a cabeça dela durante uns 20 segundos, mesmo assim eu via que ela engolia bastante porra. Depois que soltei elame deu um tapa e disse:

-Seu filho da puta gozou tudo na minha boca em engoli muita porra.

Ela disse isso enquanto estava lambendo a porra que ainda estava em seus seios. Ela falava e engolia.

-Desculpe mãe, mas não aguentei de tesão, a senhora foi uma vadia e achei que a senhora merecia essa porra toda na garganta. E além disso a senhora disse para

mim que adorava porra e estava querendo engolir tudo, achei que estava te fazendo um favor.

-Tá bom filho eu disse mesmo e mereci mesmo, afinal gosto muito de engolir porra mesmo.

Ela disse isso limpou a sua boca com minha blusa deu um beijo no meu pênis e disse que ia querer muito mais. Então se levantou e me disse que ia querer fuder muito comigo.Eu claro concordei

então agradeci a ela. Ela me deu um beijo no rosto e foi para o banho.

Bom essa é minha histária, num práximo conto, vou contar como foram os dias seguintes, se alguém tiver algum comentário me escreva: [email protected]











































































VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


amamentar o pedreiro contoscontos eroticos sou casada o velho da chacara sozinhomenina você já passou o dedo no cu e cheiroucontos eroticos casei com um velhocontos eróticos de mães e filho de pau grandeconto cutuquei pau na bundia delacontos eróticos angela e suas donasconto cachorro tirou minha virgindadecontos eroticos dei pro meu inquilinofudendo com a benga do vovô contosContos sou casada e sem querer entrei em um site porno e fiquei exitadacontos mem tinha peitinho dava cusinhogostaria dever filha cupano apica do pi dorminoContos safadesas com o pedreiro contos/ morena com rabo fogosoPorno contos incesto aprendendo tudo com papai e mamae,desde cedo,carinhosospapai descobriu contos eroticoscontos de arreganhando o anus do esvravoContos gay minha primeira vezcontos eroticos venha ca sua puta safada,eu vou arrombar seu cu de cadelacontos eroticos de como meu amigo me comendoConto porno marido repartindo a mulher com cachorro de rua zoome fode me arromba seu velho safadoconto porno 21cmtranso com meu primo de primeiro graucontos eroticos podolatria com a minha tiaContos.eroticos.crentizinha.abusada.no.cuzinhorelatos de meu tio rui come a minha esposacomessei a alizar o pau do marido da minha tia contoconto gay "agradece" machocontos eroticos,minha sobrinha cresceuContos eroticos sempre quis da meu cu pro vizinhopai e filinha pequen q deixa pai come ela contosconto erotico castrado na favelacontos eroticos gay meu tio de dezenove me comeu dormindo quando eu tinha oito anospai emfia pica filha morroeu vi uma pica toda arregaçadacontos filme com cunhada mostrando a buceta de sainhaso contos de travesty dando o cu varias vezes ate ficar bem aronbado bem largo que cabe a mào dentrowww.mulatanua.comestupro lesbica conto erotico 2018comvidando e comendo amiga de sua mãetocando punheta no maracanacontos eróticos meu aluno preferidocontos de chorei com a pica de meu avô no cutia travesti contoscontos eroticos fodir ater perde a vondecontos fudi a noiva do meu irmaocontos comi o cu da idosa estorei elcontos eroticos fudendo a mae ño campismofotos cim zoom so de cacetes duros melado de porraconto erótico viadinho vai morar com os tios e tem que usar calcinha e short de laicrafazendo gozar mulher casada darlene contosconto namorado quieto machoContos gay de professor de musculação dando o cu para dois alunos dotadosconto minha tia chupo minha bucetanovinha quero ver voce cimasturbando hoje olineContos garota vai para banho numa banheira hidromassagens linda vai primo depois levo o meu primo para a camavi minha cunhada dormindo vi minha cunhada dormindo comecei a comer ela acorda assustadamamae linda e brava/contosconto erotico passei a mao menina de calcinhabunda queria sentir a Rola entrando devagar contotravesti Zinho que faz programa escondido da mãeconto erotico o pedreirocontos bi fui dormir com minha tia e meu tio me fudeuEnrabei a professora casada relatocontos erotycos encochadas no metrocontos eroticos de marido corno bebedor de porracontosvoyeurcomi o cu da minha sogra linda e da filha elas gritavacontos gay com moto táxicontos de coroa com novinhoconto erotico com novinha no parqueconto erotico meu pai mim comeu enganado