Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MULHER OBJETO, PEDAÇO DE CARNE 3

Click to Download this video!

Continuação de “Mulher objeto, pedaço de carne 2”





Passaram-se 9 meses desde que Ricardo me havia comido quando eu estava grávida. Tinha muito medo que ele voltasse pois a última vez que transamos realmente achei que podería acontecer alguna coisa com o bebê. Ainda bem que ele não voltou e o nosso filho nasceu normalmente.



Agora ele estava com 5 meses e sempre por volta das 19 horas da manhã eu lhe dava de mamar sentada na cama do seu quarto, em frente ao seu berço.



Estava tudo pronto. Tinha meu filho no colo e a mamadeira no criado-mudo junto com a bomba tira leite.



Escutei um barullo de alguém entrandoÂ… já podia imaginar: deveria ser Ricardo pedindo sexo novamente. Um arrepio tomou conta de mim, dos pés à cabeça.



Ele entrou no quarto do bebê e me viu com o nosso filho no colo. Olhei pra ele: suado como sempre, as mangas arregaçadas deixando à vista aqueles braços peludos, fortes e cheios de veias e o principal, o volume em sua calça que indicava claramente uma ereção enorme. Aquela imagen daquele homem-animal na minha frente foi me excitando lentamente.



Ricardo se aproximou com furia. Arrancou o bebê dos meus braços e o colocou no berço.Voltou a mim e não pensou duas vezes: rasgou a minha blusa com furia e logo meu sutiã, deixando meus seios à mostra.



Fiquei louca. O jeito selvagem de Ricardo sá me excitava cada vez mais.



Ele então se ajoelhou e começou a mamar meus seios, sugando todo meu leite. A cada chupada podia sentir um arrepio na minha vagina. Ricardo mamava sem parar, parecía faminto. O barulho de seus labios chupando eram fortes, indecentes. Olhei para aquela imagen, meu macho mamando descontroladamente todo meu leite enquanto nosso bebê chorava faminto no berço sem parar.



Começei a gemerÂ… cada vez mais alto. O leite escorría pela boca de Ricardo e descia pelo meu seio esquerdo.



De repente Ricardo desceu meu zíper e enfiou a sua mão entre minhas pernas. Aqueles dedos grandes procuravam desesperadamente minha buceta até que finalmente e sem previo aviso enfiou seus dedos até o fundo, me provocando um grito de prazer.



Aquele homem me masturbava de uma forma maravillosa, seus dedos empapados com meus fluidos entravam e saiam rapidamente.



Não aguentei e também desci o zíper de Ricardo. Botei para fora aquele pênis enorme, duro, quente e antes de masturbá-lo lambuzei minha mão de saliva para logo pegar naquele pau e começar o trabalho.



O quarto do bebê cheirava a sexo.



Ao perceber que já não havia mais leite no meu seio esquerdo, Ricardo pulou sua boca até meu seio directo e continuou mamando da mesma forma.



Nosso bebê chorando de fome e nás dois não estávamos nem aíÂ… sá estavamos concentrados no nosso prazer. Ricardo mamava de um jeito incrível enquanto deslizava seus dedos dentro de mim. Como retribuição tentava masturbá-lo da melhor forma possível.



Sentí que ia gozar, mas lembrei do nosso bebê. Sem fôlego sá pude dizer:



- Você está acabando com todo o leite do nosso bebê! O que vou dar de mamar a ele???



Ricardo se levantou rapidamente, agarrou a mamadeira do bebê e começou a jorrar seus jatos de porra dentro dela. Toda a mamadeira do nosso filho contendo semen branco, quente e espesso.



Ricardo limpou a boca, fechou o zíper e antes de sair do quarto me entregou a mamadeira.



Me deixou sozinha com minha blusa e meu sutiã rasgados, nosso filho chorando faminto e na minha mão a mamadeira contendo semen.





Continua com “Mulher objeto, pedaço de carne 4”

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos feia mais com rabzoContos eroticos com tapas na bunda e castigoscontos trocando sexo por TCCChupa minha piroca ingridcontos eroticos velhascontos comedo gay e heterocontos eroticos, dei para meus alunoscontos eróticos incesto o homem da minha vidaContos eroticostio tiaconto erotico de leke fudendo carenteconto erotico gay pai ensinando o filho a beijarContos eroticos comendo a nenezinhaconto erotico perdi aposta com as amigasrelatos nossa que cdzinhalindahomens velho gay contoscontos de mulher insatisfeita com maridoconto eróticos sexo entre família gozando dentro da buceta engravida delebaixo forte troncudo e pau grosso gaycontos erotico maridos camaradacontos eroticos escondidoconto.minha esposa deu para 5contos eroticos minha cona e cu gosta de piça ggContos eroticos exibindo para o vizinhocontos eriticos de pai e amigos fodendo a força seu filho gayvizinho tezudocontos eróticos,ai ai fode meteContoeroticomeupatraocontos de corno minha mulher me trocou por outroTravessa gostosa lavando a b***** em casa com cama escondidasendo assediada na sala de aula contos eroticosConto novinha virgem arruma macho piculdo para arrancar sua virgindadecontos tiachupa rolacavalo gordo assim que meu irmão me mostroucontos eróticos brincadeira de meninascontos eroticos traindo marido na viajandocomendo meu cunhadinho contosContos eroticos... Sou dadacontos eróticos inquilina pagou o alugueldespedida de solteira as amigas seguram pra ela toma rola na bucetinhacontos eróticos minha esposa ficou pelada na frente do sobrinhoa magrelinha de rua contos eroticoscontos eroticos entre camioneirosDeixando a novinha laceadacontos eróticos da sobrinha toma leitinho na cama do tioFudeer minha avocheiro calcinha mar massagem conyocontos eroticoa manteigaEu fui trabalhar numa empresa eu comi minha patroa japonesa no motel conto eroticocontos gays o mimadocontos eroticos a tres corno mesma camaconto erotico submissa gozei choreicontos eroticos velhos e novinhas santinhasconto erotico era pra ser brincadeira e virei cornoCasadoscontos-incesto, meus primos fudera minha mae.contos eroticos de vendas passei gelo no corpo deleconto porno madame s putascontos eróticos cadela e putona famíliasSou gay e tranzei com um travest contos eroticocontos:sou casado mas gosto de calcinhas fio dental uma. noite eu esqueci e dormi de calcinha e minha esposa fragoucontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto cutuquei pai na bundia delacontos eróticos cunhadacache:fqKHdRAEKq0J:studio-vodevil.ru/mobile/conto_27513_bebi-demais-e-virei-corno-na-praia.html contos eróticos vc me acha bonitaFoderam gente contos tennscontos dentistas safadaContos eróticos de viados que berraram nas rolasTennis zelenograd contosou crente rabuda contosconto fui na praia de nudismo so pra ve as buceta cabeludapezinhos suados da minha mae contos eroticocomo fazer pra minha sogra ter tezao por mimcontos eroticos novinha espiando seus tios transaremcontos masturbvideornposscontos eroticos curiosacontos me vinguei com o meu ex namoradoconto erotico Meu amigo hetero deixou eu chupar o pai deleCegonhas com rola muito grande e bem grossa no pornô doidocontos erotico gay quando mim focaraocontos eróticos gay advogadoconto de tarada que adora a pica do cavalocomto erotico massagista erotica colocando dedo no cú da menina virgemcontos eroticos gay transei com cinco no meu trabalhomulher escanxa no cachorro e goza gostosoContos.encesto.relacha.maeconto pegei meu marido comendo cu do meu sobrinhoEnrabei a professora casada relatoc erotico metendo com a molecadacontos de lesbianismo no acampamento de escoteirascontos convidei um amigo para dormir na nossa camaGoiânia conto local cu borracharia gaycontos de noiva putinha corninho safado titío caralhudocomtos ewroticos comi minha irma na fazenda de calca de lycraContos briga de xanasContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas dormindo