Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ELE FICOU MALUCO DE TESÃO

Já faz tempo que isso aconteceu... mais de dez anos, quando eu tinha 13. Hoje eu moro numa capital mas nessa idade morava numa cidade do interior, era muito inocente ainda. Tinha ficado apenas com dois meninos e nao tinha feito nda demais.



Do lado da minha casa morava um senhor entre 45 e 50 anos, ele me olhava de uma forma estranha, parecia me comer com os olhos. Aquilo começou a me chamar a atenção e eu fui gostando. Meu corpo estava em formação ainda, mas eu já tinha peitinhos, metade do que são hoje. E o corpo gostosinho como qualquer menina bonita dessa idade.



Uma tia me deu uns shortinhos super curtos, uma vez, eram novos, ela tinha comprado pra outra pessoa mas não deu certo. Meus pais acharam um absurdo o tamanho deles mas acabaram aceitando e mandando que eu sá usasse em casa.



Um dia, estava muito calor, eu estava com um deles e uma camisetinha vendo tv sozinha em casa. Fui tomar água porque estava com muita sede. Meu shortinho ficava cavadinho no meu bumbum e a camiseta deixava minha barriguinha de fora, sá uma pequena parte. Eu olhei pela janela que meu vizinho estava fazendo algo perto do muro.



Não sei porque me deu um tesão. Aquela vontade que a gente tem quando é adolescente que consome a gente toda. Minha bucetinha coçando e ficando molhadinha. Fiquei doidinha e atolei mais meu shortinho até a poupa da minha bundinha ficar de fora e sai dar uma volta no meu pátio como se tivesse algo pra fazer, sá pra provocar meu vizinho e ver o que acontecia.



Fiquei andando e vendo o que ele fazia. Não parava de me olhar. Quando cheguei perto ele disse oi e disse que eu estava bonita. Eu agradeci e dei um sorrisinho. Estava indo pra dentro de casa quando ele me convidou pra tomar uma limonada, por causa do calor. Eu, doida, acabei aceitando e fui até a casa dele. Perguntei onde estava todo mundo e ele disse que estava sozinho.



Preparou a limonada e me deu copo, eu toda hora dava um jeito de ficar de costas pra provocar ele. Fiquei super curiosa quando vi um super volume no calção dele.



Quando me distrai agora foi ele quem estava ficando maluco. Deu um jeito de esfregar o pau no meu bumbum, ficou atrás de mim enquanto passava de um lado da cozinha pro outro. Eu não reagi de jeito nenhum, foi ai que ele voltou a fazer isso. Senti o pau duro na minha bundinha e eu estava gostando. Comecei a rebolar. Ele notou e me chamou de safadinha. E eu adorei isso.



Ele tinha uma barriga um pouco grande, pegou minha mão e levou até ela e foi baixando, até eu pegar seu cacete por cima do calção. Me perguntou se eu já tinha pegado um cacete antes, eu falei que sá passei a mão no de um colega.



Então ele abriu o calção e tirou pra fora. Devia ter uns 19 cm e era muito grosso. Muito grosso mesmo. Eu fiquei olhando admirada e ai peguei ele e comecei a punhetar meio sem jeito.



Começou a passar as maos nos meus peitinhos, por cima da camiseta e fazendo isso seu pau ficou cada vez mais duro. Ele mandou eu por a boca no cacete dele, mas eu disse que não, que não ia gostar de fazer isso. Mas ai peguei as bolas dele com a outra mão e ele começou a gemer. Colocou os braços em volta de mim e tirou meu sutiã, eu fiquei doidinha, colocou as mãos dentro da minha camisete e pegou meus peitinhos. Ai tirou a camiseta e caiu de boca neles. Eu não largava do seu pau e ficava gemendo muito, estava adorando.



Ele quis me beijar na boca mas eu disse que não queria também. Juntou o corpo dele no meu e o pau duro e grosso dele ficou esmagado entre ele e minha barriguinha enquanto ele começou a apertar meu bumbum. Aquilo ficava cada vez mais gostoso eu estava toda molhadinha.



Me virou de costas e ficou esfregando a tora dele no meio da minha bundinha. Ele começou a tirar meu shortinho que ia desgrudando aos poucos, desatolando do meu bumbum. Eu pedi pra ele parar, mas ele disse que não ia fazer nada demais, então eu deixei.



Fiquei sá de calcinha e ele ficou punhetando a pica dele enquanto esfregava na minha bundinha. Colocou a mão dentro da minha calcinha, que era branca e pequeninha, com um morango desenhado na frente. Viu que eu estava toda ensopadinha e disse que queria me chupar. Eu fiquei surpresa e não sabia o que dizer. Mas ele foi me pegando e levou até uma cadeira, se abaixou, colocou minha calcinha de lado e começou a meter a lingua na minha bucetinha.



Em dois minutos eu estava indo pras estrelas, fiquei maluca aluscinada virando os olhinhos e acabei gozando na boca dele. Ele ficou me chamando de putinha... safadinha...



Disse que agora era a vez dele, mas eu não queria por aquele cacete na minha boca, estava com nojinho. Então ele me virou e ficou esfregando ele com toda força na minha bundinha denovo e pondo a mão na minha calcinha.



Ai começou a urrar e eu senti um liquido quente no meu bumbum...



Enquanto ele estava gozando deu uma mordida no meu pescocinho que acabou deixando marca. Aquilo chegou a doer bastante. Ele sentou numa cadeira, parecia cansado. Eu disse que já ia indo e fui embora correndo pegando minhas roupas.



Como ninguém poderia me ver da rua, fui correndo sá de calcinha até em casa, e já que meus pais chegariam bem tarde.



Fui tomar banho e gozei mais duas vezes lá!



Voltei mais vezes na casa dele quando ele estava sozinho, que era meio raro. Mas eu tinha muita vontade e ficava esperando sempre! Acabei chupando ele várias vezes e ele gozou em toda parte do meu corpo. Foi sempre muito gostoso, mas nunca dei pra ele e nem beijei na boca.



A coisa mais gostosa foi quando chupei a pica dele até ele gozar na minha boca. O safado não avisou que ia fazer isso... mas eu adorei e acabei fazendo mais vezes.



Depois de 4 meses me mudei e não vi mais ele!



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos erotico transei por dinheiroContos de casada salientecontos gay jogador de basquete novinhocontos eroticos incesto banheiroconto na fazenda o dono comendo a filha da empregada a força ler história reais.contos eroticos comendo o cachorro da ruatravesti comemorando o aniversari da priminha de 17 aninhosmenininhas fudendo com vários cachorros contos eroticosfala mulher pelada bonita gostosa peituda o capoeiristacontos eroticos dei pro amigo do meu namoradoeu transei com uma travestiConto negao comendo cu de gay bundudo aforsahttp://okinawa-ufa.ru/conto_24058_eu-e-minha-madrinha.htmlquero assistir você para minha mulher rapadinha pau entrandocontos eroticos metende devagar na buceta chupando os seios mordendo os bicis cavalgando gememdocontos eroticos fudendo a mae travesticonto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeucontos eroticos vi minha filha com uma calcinha fio dental atolada no cugostosa e muito branca maz mete muitoDei pro Angolano Contos Eroticosasgostosa cimasturbanovideo safadecaconto gay meu melhor amigo de 37 anosComi um cu fedodo contoscontos eroticos com vizinhas casadascunhada gotosa dano o cu na cuzinhano cuConto sexo em grupo quatro caralhosCasada viajando contostive que comer ela /contoComtos namorada fodida para pagar dividas do namoradogay conto erotico taradao num cuzinho masculo de seis aninhoscoroa t***** da bundona state durinho rebolando gostosocontoseroticosgordinhacontos eróticos de casadas evangelicas vagabundas dando tudo por tesãomae gostosa contosrelato erótico real- a visitaContos eroticos sempre quis da meu cu pro vizinhoo meu professor me comeu na secretariaa velha e o pedreiro contos eroticosContos gays arrombado na borracharia por varios usando fio dentalcontos eróticos,mulheres q dão para vários homensconto de não aguentei a pica grande no meu cucontos eroticos fui cumida a traz do salão da igrejacaseiro entregado trasanoFlagrei minha cunhada chorando em cima de kct contosconto viado muito taradoconto erotico com coroa empregadacontos cu docecontos erotico suruba com negaocasas dos contos Eróticos Genros Mais lidosconto erotico defia um diero comi ela pornocontos eroticos chantagei meu padrinhoconto eróticos professor de biologiaContos filho deixa mae so de calcinhacontos tentei dar mas a buceta nao aguentouContos arrombei a bucetinha da minha entiada gordinha,sangrou bastanteconto erotico traindoarido sem querercontos eróticos f****** minha enteada fogosaContos eroticos mulher cuzeiraContos eroticos humilhadaIncesto com meu irmao casado eu confessocontos eróticos menino pintinhomulher crente traindo o marido conto eróticoEu agora eu sou mulher do meu ex primo viuvo conto eroticonegoes picudos/contosViadinho Estuprado no assalto Contos Eróticosmeu cu no formato da contoscontos eroticos maduras eu e minha amiga gostamos daquela piça pretacontos eroticos sou brocha e minha esposa arumo amantescontos eroticos padastro com indiadaminha mulher mi fez de mulher contos eróticosContos eróticos no banheiro da escolaContos menininha pequena deixou homem comer seu cuzinho por doce