Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMO FOI DIFICIL DAR O CUZINHO

Click to Download this video!

Sempre tive vontade de dar a bunda, me masturbava enfiando objetos e rebolando bem gostoso imaginando que estava com uma rola no rabo, mas quando estava trepando e tentavam colocar na minha bunda eu disfarçava, segurava a rola e colocava de novo na buceta.

Tinha medo de sentir dor, devido a algumas historias que tinha ouvido, mas não conseguia parar de me masturbar imaginando uma rola atolada na bunda.

Um dia, para ser mais exata, num domingo, eu e meu marido (na época éramos namorados) estávamos na casa dele e deitamos no sofá, na posição de conchinha, bem juntinhos, para assistir televisão. Sentia seu corpo bem colado ao meu, sua respiração no meu pescoço e suas mãos acariciavam meus seios.Então comecei a sentir sua rola bem quente crescendo e roçando em minha bunda.

Naquele momento nem me lembrei da possível dor, queria apenas sentir aquela rola em minha bunda, estava completamente tomada pelo tesão,sentia minha buceta pegando fogo e completamente molhada.Não falava nada, gemia baixinho e me esfregava cada vez mais naquela rola quente e tesuda. Nunca tínhamos tentado nem conversado sobre sexo anal e eu mal podia acreditar que finalmente iria sentir uma rola de verdade em minha bunda.

Ele puxou a minha calcinha para o lado e começou a forçar sua rola de encontro a minha bunda bem sutilmente. Ele também não falava nada, apenas me acariciava, gemia baixinho, se esfregava em mim, que completamente tomado pelo tesão me empinava cada vez mais, forçando a minha bunda contra a sua rola. Já podia sentir a cabeça da rola entrando no meu cú, quando começaram a chamar por ele no portão. Paramos na hora, porque como não estávamos sozinhos na casa, sabíamos que não teria como fingir que não tinha ninguém.

De noite quando ele foi me levar embora, ficou um clima de frustração, mas não tocamos no assunto.

Nos dias seguintes não podia acreditar que aquilo tinha acontecido, minha vontade de dar a bunda sá aumentava e eu queria encontrá-lo novamente para terminar o que tínhamos começado.

Por compromissos de trabalho sá pudemos nos encontrar na sexta –feira. Primeiro fomos a um barzinho onde estavam vários amigos dele. Não tínhamos combinado nada para mais tarde, mas tamanho era o nosso tesão fomos de lá direto para um motel.

Nos beijamos, acariciamos, esfregamos feito dois animais, sem tocar no assunto tão desejado- a minha bunda.Tínhamos bebido e eu estava completamente molhada, quente.Ele tinha a respiração bem ofegante a rola dura e percorria meu corpo com a as mãos, até que me deitou de bruços e começou a fuder minha buceta, que como disse estava encharcada . Trepamos de um jeito que nunca tínhamos trepado, gemíamos, suávamos eu rebolava, quando ele sutilmente tirou sua rola da minha buceta e começou a esfregar no meu cúzinho.Eu empinei a bunda forçando cada vez mais o meu cuzinho contra rola dele, até que finalmente senti que começava a entrar.Sentia meu cúzinho se abrindo e uma rola grossa e quente entrando, não sentia dor apenas prazer, queria mais e mais.Ele colocava bem devagar, mas não parava ia forçando me fazendo delirar de tanto tesão,e colocou tudo bem gostoso.Eu estava com uma rola atolada na bunda e rebolava para sentir ela dentro do meu cuzinho, se esfregando na beirada do cú e ao mesmo tempo esfregando meu grelinho contra o lençol.Ele gemia e forçava seu corpo contra o meu.Pude sentir gotas de suor que caíram de seu rosto nas minha costas de tanto tesão que ele também sentia.Eu alternava entre reboladas e empinadas e pude sentir um calor que subia pelo meu corpo, fazendo- me tremer e explodir num gozo que aconteceu junto com o dele fazendo-me molhar o lençol e ficar com o cúzinho cheio de porra.

Trepamos a noite toda, dei a bunda para ele mais 2 vezes naquela mesma noite ficando com o cuzinho doendo de tanto dar.

Então descobri que amooooooooo dar a bunda sim e gozo muito com isso...

Rebeca.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


o pai da minha amiga é um tesão contos eróticoso dia em que passei a amar zoofiliaconto erótico o que rola em cine Porno do Brasilcontos erroticos meu sogro bem dotado arronbo meucontos eróticos comi mi.ha irmanzinhaContos eróticos entre parentescontos etoticos casais disputam bunda maior das espisashomens lanbendo o xinou da mulher na cama fotoseu e filha somos contosconto transando com mulher deficientetroca troca no orfanato contos eróticos gaytinha perder sua coroa no seu pau do negrãominha tia e minha mae minhas mulheres contos eroticosincesto furapornoConto erotico deixou o amigo violentar a esposaMinha mulher voltou bebada e sem calcinha em casa contoscontos eroticos cuidando da minhas sobrinhas e suas amiguinhascontos eroticos de casal sendo forcado mulher virar puta e homem viado em festas sadomazoquismocontos enventei um sequestro ora comer minha maeo novinho me encoxoucontos de sexo comi minha sogra vadia na frente da irma delacontos eróticos surpresa travestiContos eroticos gay Peguei no pau do meu irmao no quarto na belichecontos eroticos de tia masturbacaosubrinho ve tia fazendo sexo araz da portasentando na rola do meu pai contos. eróticosfoi no estoque da enpresa que trai meu marido conto eroticoContos eróticos comi minha mãe no meu aniversárioRelatos de como tive minha primeira relaçao de sexo gay com uma cadela ainda virgem sexo zoofiliafudedo a tia bombadaMinha irma adolecente taradinha em conto eroticoTennis zelenograd contoEu contratei uma garota pra ela ser meu presente de casamento eu e ela e meu marido fomos pra lancha conto eroticocomparando paus contosenfiaram sorvete no meu cuzinho contos erroticosespoza esitada com. a pau do amigo do maridocontos eróticos de chantagem reais com fotoscontos eroticos trave x hO dia que realizei a fantasia da minha filha contos eroticoscontos eroticos de noracontos eróticos de bebados e drogados gaysuma aluna virgem, conto eroticocontos meu pai comeu o'cuzinho na marra eu adoreicontos minha enteada minha amantecontos eróticos com bucetas grandesmarido viado hormonios femininos conto eroticocontos eroticos estruprada pelo irmao beudaConto porno dotado no vilarejosardentinhas ninfetasContos eroticos danadinha colo do velhoContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas gostosas dormindomenina sapeca esperou a tia sai e foi bulina com o tiocontos eróticos marido chega em casa e esposa ta dando pro cunhado e cunhada participandoconto eróticos esposa faz marido adivinhar gual bucetaConto sexo em grupo quatro caralhoscontos eroticos de orgias com minha mãe negracontos minha filha novinha deitou com eu e a sua mae...e a pica comeuconto sobrinho timidocontossexo minha mulher negro pausudoconto erotico punhetinha na praiacontos eroticos cornosnatalia do ceará chupando o pauvideos bichobruto cavalo comendo égua contos chupando o pau do tio da crecconto eroticos comendo a irma de perna quebradaConto erotico forçado com animalrelato erótico real- a visitauma dp muita dor mais deliciosa conto.Conto erotico desejos de minha esposasempre dou uma escapadinha contosContos de Capachos e submissos de garotasconto gay fui abusado no alfanato pelo os fucionariocache:HVsxZOrs15AJ:http://okinawa-ufa.ru/m/conto_12619_quando-eu-dei-pela-primeira-vez.html+"dei pela primeira"contos exoticos no.cinemaContos eroticos de amigos q fuderam as amigascontos eroticos de viganca na frente do cornoAgostozas trazano contos eroticos de cdzinhaconto peguei putinha van escolarcontos eroticos tia na infânciacontos meu amigo pirocudo dormiu la em casa e arrombou minha mulherconto: conheci um caralhosantinho do pau na boca uma laranja viu pau na boca na bunda na sua boca a bocacontos eroticos com a velha vizinha cabeluda