Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMO INICIEI MINHA ESPOSA BUNDUDA NO ANAL

Click to this video!

Eu sou Adriano(ficticio) tenho 38 anos, tenho 1,80 de altura, peso 75 kilos, sou branco e adoro praticar esportes e amor é claro!

Minha mulher a Adriana(fictício) tem 34 anos, 1,55 de altura, pesa 62 kilos, é negra e tem uma bunda deliciosa que mede 102 cm, durinha maravilhosa e me deixa doido de tesão.

De começo já vou dizer que estou a procura de homens ou casal acima de 60 anos para realizar fantasia dela e minha, ela adora dar o cuzinho quer dizer rabão. Como estou desempregado já vou logo dizendo que preciso de uma ajuda financeira. Quem tiver interesse me escreva para conversarmos e marcarmos tudo: [email protected] ou pelo telefone 64934463 (011).

Vou narrar como comecei a iniciar a minha esposa deliciosa no anal. Comecei a namorar com ela quando ela tinha 22 anos, um corpinho de violão toda durinha. A bocetinha era apertadinha, e o cuzinho virgem que não cabia nem o dedinho. Quando chupava sua boceta também chupava seu cuzinho, ela sempre dava suspiros mas não queria deixar eu penetrar. Aos poucos em nossas tranzas passava o dedo até que comecei a enfiar a pontinha do dedo, principalmente quando ela me cavalgava, deixando minhas mãos livres para passar a mão em sua deliciosa bunda, molhava o dedo e ia acariciando bem de leve, sá na portinha. Quando ela ia gozar era a hora de eu enfiar um pouquinho, ela nem ligava pois estava gozando, e com o tempo eu enfiava cada vez mais, e ela começou a gostar, demorou mais ou menos um mês e já estava com o dedo todo fodendo aquele maravilhoso cuzinho apertado. Até que um dia falei que queria colocar sá acabeça do meu pinto para dentro, ela relutou e disse que iria doer mas eu insisti e consegui com a seguinte condição que não fodesse sá encaixaria a cabeça e bateria uma punheta com a cabeça dentro, eu concordei é claro. Peguei o pote de manteiga e comecei a forçar a entrada, foi difícil mas entrou, ela reclamou muito, mas foi se acostumando, com uma mão eu batia uma punheta e com a outra mexia em seu clitáris ela foi gostando e rebolando aquela bela bunda, até que anunciou que iria gozar, aquele cuzinho apertava a cabeça do meu pau e eu gozei gostoso, tive que lutar muito para não enfiar tudo naquele cuzinho, mas se eu fizesse isso ela não daria mais para mim. Com o tempo fui colocando cada vez mais, até que um dia falei para ela hoje eu quero fuder o seu cú, e não vai ter escapatária, ela relutou mas dei um ultimato. Quando chegou a noite peguei a manteiga e comecei minha batalha, chupei a boceta, fiz ela gozar muitas vezes, deixei ela bem relaxada, comi gostozo a boceta, de todos as maneiras, ela adora dar de quatro e eu adoro comer pois vejo aquela bundona rebolando para mim, ela gozou várias vezes até que eu falei é agora que vou comer seu cú, se você relaxar vai ser mais fácil, coloquei ela de quatro, untei com manteiga e comecei a batalha, encostei a cabeça e falei para ela vai rebolando e forçando para trás que eu vou ficar parado, você controla o quanto vai entrando, devagarinho ela foi rebolando e a rola entrando, passou a cabeça e quando estava na metade da rola comecei a enfiar um dedinho em sua boceta ela adorou e começou a rebolar, foi entrando cada vez mais e quando ela anunciou que iria gozar, falei essa é a minha hora, quando ela deu o gritinho, coloquei tudo ela gozando e eu atolado naquele cú apertado, comecei um vai e vem devagar, ela reclamava que estava doendo, mas pediu para eu continuar, até que me falou para foder com força, e sem dá tirava e colocava acelerando cada vez mais, comecei a dar tapas em sua bunda e ela adorou, me pedia para foder mais e mais até que falei que iria gozar e ela empinou mais ainda aquela bundona me enlouquecendo gozei gostoso naquele cú apertado, mas não tirei de dentro e continuei mais um pouco até meu pau sair daquele buraco do prazer mole mas feliz, dava para ver na cara dele.

Nos práximos contos venho com mais histárias da bunda gostosa de minha mulher. Se você é mulher e quer iniciar no anal entre em contato comigo, ouse vc já faz anal e quer dar gostoso me escreva ou liga.

E vcs acima dos 60 anos venham me ajudar a comer minha mulher ela é tarada por velhos.

[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos pagando divida do filhocomi a madame na fre.te do marido. experiencias sexuais.conto eróticos sexo entre família gozando dentro da buceta engravida delewww.contos de a primeira gozada no incestocontos eróticos com palavrões de lésbicas sendo submissascontos encoxando mulher do amigocontos eroticos trave x hcontos deu o cuzinho por um celulartaras de ficar olhando outroa fuderchantagem com irma contosContos sogra fio dentallevei minha mulher pro cara mais pauzudo comer na minha frenteMamando piroca do filhinho contoseroticosconto erotico ficando com um doente mentalmeu padrasto viu minha buceta contos eroticoswww.conto mimha mae min torturou com vibradores na bucetaContos eroticos violento seioscontos tiachupa rolaContos quanto o cu quentaConto erotico meti tanto q sangroucontos eróticos com mulher carenteFODA GRAVE arrombando ninfetinhaconto - bucetinha novinha cheirosa e depiladaConto erótico Brincando de esconde esconde com o garoto mais velhominha cunhada tinha coriosidade sobre o meu pau se enprecionoucontos de sogra gravida transandobai jo meu primo e ele me comeucontos amigo so folho pintudoconto erotico comi as duas sobrinhas da minha mulhersexo.pirralho.fode.a.sogra.do.irmaoContos eroticos negra entiada comi mae filhaEu e meu ex primo viuvo conto eroticorelatos porno incesto lasquei o cuzinho da sobrinha moreninhacontos porno professora e a tiacontos eroticos fui cumida a traz do salão da igrejacontos eroticos inseto padrinho molestando afilhadameu noivo me preparo uma despedida de solteira conto eróticoswww.eu aronbei minha sobrinha de doze anos de idaderelato rasgou o c* de tanto levar rolacontos gay fudendo com o desconhecido no terreno baldiover uma mulhervelha arreganhando a priquita com os dedoscontos gay chorei no pau do coroacontos eroticos esposas adora pau grande e muita porra levei ela pra dar pum cavalosentando na rola do meu pai contos. eróticosgarotas virgens bundudas enrabadas no circo contos eroticosfinalmente o telefone tocou conto erotico cornoconto erotico peguei um filhote de cachorro e ele me fudeuvideos mulheres negras coroas de absorvente internoconto pequeno titio queria agarrar os seio da mocaSem a minha permissao contos eroticoscontos comeu a amiga e o amigoconto erotico arregaçadachupando buceta soltando fumaçacontos eroticos fui comida pelo meu inimigocontos de coroa com novinhocontos eroticos fico toda meladacontos eroticos cdzinha virei menina pra agradar meu donoContos erotico suruba com meninas pequenas e vigemscontos de mulher de 60 anosabaxar video porno de coroas de 20 anosFotos de pirozoes de machosconto erotico de sobrinha nova e tio gostoso fodendo gostsopessoas fazendo sexo gostossooooConto erotico banho maeconto de cunhada que viciou emdwr o cumae e filha com vibrador na buceta contos eroticoscasada chantageada e submetida aos limites contos eroticoscontos eróticos mulheres q chega em casa e o marido desconfia porque está arrombadaafilhada carente contodando no ônibus contoscoroas defloração relatocontos de sexo com novinhas trepando com advogadoscontos eróticos comendo grama grávidacontos eroticos coroa carenteconto de masoquismo com meu pai me violandogarotinha de 9 aninhos me deu a xoxotinha dela contosporno estrupo do chefunho cnto eroticsDei para um novinho relatocontos eróticos de bebados e drogados gaysporno gay peguei meu amigo batento punheta e me juntei a eleconto etotico xota da tiapapai deu banho e colocou o dedo npepeka d filhinha conto eroticocondos erodicos con maescontos minha mae bebada e fodacontos colocando menina pra. mamarcontos safados purezasexo contos eu e meu filho adotivo fizemos sexomenino gay inocência perdida pornocontos eróticos, esposa safada, puta dos patrões